Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UNB 2015

O teatro não deve ser chato. Não deve ser convencional. Tem de ser inesperado. O teatro nos leva à verdade por meio da surpresa, da excitação, dos jogos, da alegria. Integra o passado e o futuro no presente, permite que tenhamos uma distância entre nós e aquilo que normalmente nos rodeia e elimina a distância entre nós e o que normalmente está longe. Uma notícia do jornal de hoje pode parecer muito menos próxima e verdadeira que algo de outra época, de outras terras. O que importa é a verdade do momento presente, a convicção absoluta que só pode surgir quando o intérprete e o público formam uma só unidade. E ela aparece quando as formas transitórias atingem seu objetivo e nos levam àquele momento único, que não se repete, em que uma porta se abre e nossa visão se transforma.

Peter Brook, A porta aberta — reflexões sobre a interpretação e o teatro. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000, p. 80-1 (com adaptações).

 

 

Tendo como referência o texto acima, assinale a opção correta.

Escolha uma das alternativas.