Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UNICENTRO 2005

“Além de tudo o patrão
Não deixa o pobre criar
Uma cabrinha leiteira
Para o filho sustentar
Quer criar ele não deixa
Pede leite ele não dá
Se o camponês discordar
Dessa vida desgraçada
Vê do dia para a noite
Sua casa destelhada
Seus troços jogados fora
E a lavoura arrancada
Uni-vos homens do campo
Na vossa Associação
Até conseguir um dia
Completa libertação
Ela está dependendo
Da vossa organização
Aqui termino o folheto
Que escrevi inspirado
Na fome que já passei
Nos campos de meu Estado
Onde vinte e cinco anos
Ali vivi desprezado.”

(Triste vida do campo. Folheto de cordel inspirado na vida de Francisco Julião, editado pela Associação dos Violeiros e Cantadores.)

 

O folheto de cordel, manifestação típica da cultura nordestina, retrata o desenvolvimento do capitalismo no campo, intensificado a partir dos anos 1950, elevando o número de trabalhadores assalariados e temporários (“volantes”) na região. Com base na letra e nos conhecimentos sobre o período, é correto afirmar:

Escolha uma das alternativas.