Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UNICENTRO 2014

Leia os versos de Drummond, a seguir, e responda à questão.


Sou apenas um homem.
Um homem pequenino à beira de um rio.
Vejo as águas que passam e não as compreendo.
Sei apenas que é noite porque me chamam de casa.
Vi que amanheceu porque os galos cantaram.
Como poderia compreender-te, América?
É muito difícil.

 

Passo a mão na cabeça que vai embranquecer.
O rosto denuncia certa experiência.
A mão escreveu tanto, e não sabe contar!
A boca também não sabe.
Os olhos sabem – e calam-se.
Ai, América, só suspirando.
Suspiro brando, que pelos ares vai se exalando.

(ANDRADE, C. D. América. In: A Rosa do Povo. Rio de Janeiro: Record, 1999. p.155.)

 

Acerca dos recursos linguístico-semânticos presentes no texto, considere as afirmativas a seguir.


I. Em “Vejo as águas que passam e não as compreendo”, o termo em destaque tem sentido adversativo.
II. Em “Como poderia compreender-te, América?”, o pronome destacado faz referência ao vocativo
“América”.
III. Em “A mão escreveu tanto, e não sabe contar!”, a conjunção em destaque tem sentido de adição.
IV. Em “Suspiro brando, que pelos ares vai se exalando”, o pronome destacado pode ser substituído
pelo termo “onde”, segundo a norma padrão.

 

Assinale a alternativa correta.

Escolha uma das alternativas.