Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UNIMONTES 2010

De todas as formas de expressão artística, a literatura talvez seja a que mais se aproxime da filosofia. Claro que se há de ter um certo cuidado quanto a essa afirmação. Mas ela se justifica pelo fato de ambas terem em comum o domínio da linguagem escrita. Filósofos e literatos se valem do ato de escrever. Os primeiros escrevem com o intuito de criar conceitos sobre as coisas, conforme expressam Gilles Deleuze e Félix Guattari em O que é a filosofia?, e os segundos escrevem a fim de criar imagens, de dar vazão aos “mundos sonhados” e à reinvenção da vida, pois, afinal, a arte é o mundo uma vez mais, como bem definiu o frankfurtiano Theodor W. Adorno.

(ROCHA, Antonio Wagner Veloso. Cyro dos Anjos e a Filosofia: Os fundamentos para uma compreensão da literatura como experiência estética. Em A Criação Literária. Montes Claros: Poiesis, V. 6, nº. 1, 2007.)

Na perspectiva de Antonio Wagner Veloso Rocha, a informação estética, ao contrário da informação semântica, não é necessariamente lógica. A informação estética continua a existir em uma obra de arte, mesmo em ambiente em que não há nenhum receptor apto a recebê-la. A informação estética continua a existir na obra de arte. Assinale a alternativa mais coerente com a perspectiva do referido pensador.
 

Escolha uma das alternativas.