Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UPE 2011

O homem é naturalmente filósofo, ‘amigo da sabedoria’. E é verdade. Ávido de saber, não se contenta em viver o momento presente e aceitar passivamente as informações fornecidas pela experiência imediata, como fazem os animais. Seu olhar interrogativo quer conhecer o porquê das coisas, sobretudo o porquê da própria vida (MONDIN, B. Introdução à Filosofia. São Paulo, 1981, p. 5).

 

Em acordo com a oinião expressa pelo autor, analise as proposições a seguir:

 

I. Movido pelo espanto e pela admiração, o homem abandona o senso comum e faz despertar uma consciência crítica, que o afasta da ignorância e busca, na filosofia, uma nova forma de conhecimento, que tem, “no saber pelo saber”, seu fundamento primordial.

II. A filosofia é procura e não posse, definindo o trabalho filosófico como um trabalho de reflexão. Definir a filosofia como reflexão é concebê-la como um conhecimento do conhecimento, um saber do saber.

III. A filosofia é, de imediato, algo que o homem faz, que o homem tem feito. O que primeiro devemos tentar, pois, é definir esse ‘fazer’, que chamamos filosofia.

IV. A filosofia não é uma simples abstração independente da vida. Ela é, ao contrário, a própria manifestação da vida humana e a sua mais alta expressão.

V. A filosofia é uma atitude não-reflexiva que o ser humano assume no enfrentamento da realidade que o cerca, tendo em vista a posse de um poder sobre essa realidade.

 

A partir da perspectiva do texto, estão CORRETAS

Escolha uma das alternativas.