Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UPE 2012

Um dos períodos mais marcantes e significativos de crise de paradigmas é exatamente a revolução científica dos séculos XVI-XVII, que pode ser considerada um dos principais fatores desencadeantes do pensamento da Modernidade. Um dos grandes problemas do início da Modernidade é, assim, estabelecer os fundamentos dessa nova Ciência, de justificá-la como o verdadeiro modelo explicativo do real em oposição ao anterior

(MARCONDES, Danilo. A Crise de Paradigmas e o Surgimento da Modernidade, 1994, p. 16).

 

Com relação a esse assunto, analise os itens abaixo:

 

I. A crise de paradigmas se opõe ao que se chama de ciência normal, períodos de estabilidade em que há uma aceitação generalizada de determinados modelos teóricos explicativos.
II. A nova ciência, que hoje se constitui, pode ser ilustrada pelo modelo heliocêntrico de sistema solar, formulado por Nicolau Copérnico, aliado ao modelo geocêntrico do cosmo.
III. A modernidade se caracteriza por uma ruptura com a tradição que leva à busca do sujeito pensante, de um novo ponto de partida alternativo para a construção e a justificação do conhecimento.
IV. O paradigma newtoniano cartesiano se caracterizou como um erro histórico, como uma trajetória necessária no processo evolutivo do pensamento humano, na Antiguidade.
V. Aliada ao pensamento cartesiano, a influência da proposição de Isaac Newton foi significativa na ciência moderna, propondo a mais completa sistematização matemática da concepção mecanicista da natureza.

 

Assinale a alternativa que contém os itens CORRETOS.