Tenha acesso completo ao Stoodi

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com nossos conteúdos exclusivos!

UPE 2013

Identificado em 2004 como espécie invasora no litoral recifense, o marisco-branco é considerado resistente à poluição. Testes em laboratório apontam taxa de mortalidade maior no molusco nativo, quando exposto a certas substâncias, como o tributilestanho, componente de tintas usadas em casco de embarcações, utilizado como repelente de organismos encrustantes. O animal invasor provavelmente chegou com a água de lastro de navios originários dos Estados Unidos ou Canadá. A água de lastro, que confere estabilidade à embarcação durante a viagem, é descartada no porto de destino. É nesse momento que larvas que conseguiram sobreviver ao trajeto são lançadas ao mar e podem se adaptar e colonizar o novo ambiente. Enquanto o marisco-branco se fixa sobre madeira, pedra ou concreto e pode suportar baixo teor de salinidade, o marisco nativo cresce na lama ou em superfícies duras e depende da água salobra para sobreviver.

Modificado de: http://jc3.uol.com.br/blogs/blogcma/canais/noticias/2012/03/26/marisco_invasor_e_mais_resistente_a_poluicao_qu e_especie_nativa_128272.php) Adaptado de Blog Ciência e Meio Ambiente

 

Quanto ao impacto causado pelo marisco-branco no meio ambiente, assinale a alternativa CORRETA.

Escolha uma das alternativas.