O que vem à sua mente quando pensa em Artes Cênicas? Provavelmente, algum ator trabalhando em um teatro ou televisão. Normalmente, associamos a profissão de artista cênico com atores altamente reconhecidos mas, na verdade, a profissão vai muito além disso.

É claro que um dos principais objetivos do curso é formar profissionais capacitados para trabalhar como atores, tanto de teatro quanto de cinema e televisão. No entanto, a graduação amplia seus horizontes, possibilitando o trabalho com direção de espetáculos e seriados, produção de roteiros, orientação de figurinos, criação de cenários, dublagem e muito mais.

Se você quer saber mais sobre essa profissão, continue lendo nosso artigo! Separamos todas as informações que você precisa saber sobre o curso de Artes Cênicas para fazer uma escolha consciente sobre qual profissão seguir.

O que é Artes Cênicas?

Como comentamos, Artes Cênicas ultrapassa a barreira do teatro e invade diversas áreas do saber que trabalham com o corpo. Assim, ela também pode ser chamada de arte performativa, já que apresenta a expressão corporal dos profissionais como elemento fundamental de trabalho.

Para que a performance seja considerada como arte cênica, é necessário que ela aconteça em um palco ou espaço de representação para um público, como praças e ruas. Isso quer dizer que a área de apresentação não exige uma estrutura específica, podendo ser improvisada desde que tenha os atores e o público para que ocorra a comunicação entre eles.

Assim, existem quatro classes cênicas em que as apresentações podem acontecer. São elas:

  • trágico: tem o terror e a piedade como características principais, sendo que o sofrimento do herói é inevitável;
  • drama: apresenta os conflitos humanos a partir de uma visão séria;
  • comédia: traz a ironia e contradição como elementos principais;
  • musical: histórias cômicas, dramáticas ou trágicas desenvolvidas por meio de músicas.

Vale lembrar que essas categorias não se restringem somente às histórias, podem ser apresentadas nas mais variadas formas: dança, ópera, teatro, circo, performances e qualquer exposição cênica.

História da Arte Cênica

O surgimento da arte cênica aconteceu dentro do teatro, que hoje é considerado uma das suas possíveis manifestações. Assim, falar de história da arte cênica implica em, necessariamente, falar da história do teatro.

Nesse sentido, o teatro teve origem na Grécia antiga, quando a população apresentava a necessidade de dominar o aspecto cultural do ser humano, dando início ao teatro na sua forma primitiva. Assim, ele retratava os aspectos comuns do dia a dia da comunidade, passando a ser visto como um pequeno ritual, seja ele de perda, celebração ou agradecimento.

Foi assim, então, que surgiram as danças miméticas, aqueles movimentos realizados de forma ritualística para promover o contato entre o ser humano e a natureza, na tentativa de minimizar seus efeitos negativos.

Conforme o surgimento da religião e mitologia, o teatro começou a ser compreendido como uma forma de cultuar os deuses da época, sobretudo Dionísio. Baseado em ditirambo, uma procissão informal para a homenagem ao deus do vinho, a encenação teatral ganhou outra característica, sendo composto por coreutas e corifeus que dançavam, cantavam e narravam os mitos de Dionísio.

Origina-se, então, o diálogo entre os coreutas e o corifeu, permitindo a criação dos primeiros textos teatrais que foram sendo cada vez mais explorados, dando lugar às comédias e às tragédias da Grécia antiga até as técnicas que nós temos hoje. Com o passar do tempo, outras práticas foram integradas às Artes Cênicas, como a dança.

Vale lembrar que foi somente em 1998 que ela foi reconhecida enquanto ciência e profissão no Brasil, possibilitando a criação do seu sindicato próprio para a regulamentação da profissão. Assim, de um trabalho que visava o lazer da comunidade grega, surge uma grande profissão que hoje é reconhecida em diversos cantos do mundo.

Curso de Artes Cênicas

Você já deve ter percebido que a história da arte cênica é bastante complexa e rica em detalhes. Então, como que isso é estudado ao longo da graduação? Você pode optar por fazer o curso de bacharelado ou licenciatura, dando ênfase na prática em si ou na docência, dependendo das suas preferências.

No entanto, independentemente da modalidade escolhida, a graduação utiliza a base das ciências linguísticas, de letras e artes, fornecendo uma ampla formação aos estudantes ao permitir que eles se formem artistas completos.

Ainda, existem algumas universidades que permitem que o aluno direcione a sua faculdade de Artes Cênicas para a especialização que ele deseja fazer, como direção de espetáculos teatrais, produção de filmes, séries e programas de televisão, criação de roteiros, montagem de cenários e a própria atuação.

E mais, para quem opta por seguir licenciatura, isto é, o ensino voltado para a arte de ensinar, entra em contato com um outro campo da Artes Cênicas, que é o psicopedagógico.

Isso quer dizer que o aluno aprende novas formas de ensinar e trabalhar com as artes, podendo criar projetos psicopedagógicos ou socioeducativos dentro de escolas ou comunidades para trabalhar a expressão corporal das crianças e jovens. E mais, podem alinhar esse conhecimento com a área da Psicologia e criar um recurso terapêutico potente.

Primeiro e segundo ciclo do curso de Artes Cênicas

A faculdade de Artes Cênicas, assim como qualquer outra graduação, deve seguir as Diretrizes Curriculares Nacionais do Ministério da Educação (MEC), já que são elas que orientam quais disciplinas devem ser ministradas em cada curso e as competências e habilidades que os alunos devem desenvolver ao longo dos seus estudos.

As diretrizes para o curso de Artes Cênicas apontam que a graduação deve oferecer um conjunto de disciplinas básicas, em que os alunos aprendem tudo o que sustenta sua atuação, e outro conjunto de matérias específicas, com foco na relação entre teoria e prática.

Assim, quando você entra na graduação, estará iniciando o ciclo básico, aprendendo sobre a história da arte cênica no mundo e no Brasil, a sua relação com a música, cultura e literatura, passando por temas como: história do espetáculo teatral, dramaturgia e encenação, interpretação teatral e ética profissional.

Já no ciclo específico, você utiliza todos os conhecimentos de base que você teve no início da graduação e articula-os com a prática, aprendendo sobre expressão teatral, teoria do ensino de teatro e comunicação humana.

Vale lembrar que todas as disciplinas teórico-práticas ensinadas no ciclo específico voltam o seu olhar para o desenvolvimento das técnicas e atividades que acontecem nos espaços cênicos, cenográficos e estéticos, permitindo que o aluno domine todas as práticas nesses campos de atuação.

Teste de habilidades específicas

Você já deve ter percebido que o curso de Artes Cênicas envolve uma grande articulação entre teoria e prática, exigindo do aluno uma posição ativa em sala de aula. Isso quer dizer que se você escolheu seguir essa carreira, terá que se posicionar durante as aulas, trabalhando sua expressão corporal.

Com isso em mente, muitas universidades optam por realizar um teste de habilidades específicas para analisar a aptidão que você tem em relação à expressão corporal, observando sua interpretação, dicção e voz e a capacidade que você tem de se comunicar com o próprio corpo.

Assim, durante a prova, eles analisam o seu potencial artístico e criativo, avaliando se você pode ou não entrar na faculdade de Artes Cênicas. Via de regra, o teste é voltado para a interpretação de alguma peça ou monólogo, mas pode variar de instituição para instituição.

artes cênicas

Duração do curso

O curso de Artes Cênicas exige dedicação do aluno para que ele desenvolva as habilidades e competências necessárias para se tornar um bom artista e ter reconhecimento no mercado de trabalho.

Justamente por isso, para que você tenha uma experiência completa e consiga desenvolver com excelência todas as habilidades, a faculdade de Artes Cênicas apresenta quatro anos de graduação, sendo que os dois primeiros são do ciclo básico e os dois últimos do específico.

Nota de corte Artes Cênicas

Quem é vestibulando sabe o quanto é importante manter-se atento às notas de corte para entrar na graduação. Afinal, ela é capaz de orientar todo o seu estudo, informando o quanto você deve focar para ter uma boa pontuação e acessar o ensino superior.

Se você pensa em seguir carreira nas Artes Cênicas e se formar em uma das melhores faculdades do Brasil, precisa dedicar mais tempo aos estudos para ter um bom resultado, já que o curso pode ser bastante concorrido, principalmente no sul do país.

A seguir, você pode conferir as oito principais faculdades de Artes Cênicas e suas notas de corte de acordo com o Sisu.

  • Universidade Estadual De Londrina, campus universitário, turno matutino — 716.0;
  • Universidade Federal de Santa Maria, campus Santa Maria Camobi, turno integral — 678.0;
  • Universidade Federal de Ouro Preto, campus Morro do Cruzeiro, turno noturno — 674.0;
  • Universidade Federal de Goiás, campus samambaia (Regional Goiânia), turno vespertino — 648.0;
  • Fundação Universidade Federal da Grande Dourados, campus unidade II, turno noturno — 624.0;
  • Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, campus unidade universitária de Campo Grande, turno vespertino — 622.0;
  • Universidade Federal do Acre, campus universitário, turno vespertino — 598.0.

Grade curricular Artes Cênicas

Até agora, você já conheceu o que é Artes Cênicas, sua história e graduação. No entanto, para tomar uma decisão consciente de qual graduação seguir é preciso recolher o máximo de informações sobre o curso, já que estamos falando do seu futuro profissional.

Por isso, uma das principais informações que você deve analisar é a grade curricular de Artes Cênicas. Afinal, você estará em constante contato com todas as disciplinas ministradas por, no mínimo, quatro anos e pode encontrar um grande desafio se não gostar das matérias.

A seguir, nós separamos as principais disciplinas que você aprenderá durante os semestres. Aproveite esse momento para imaginar-se estudando e comentando com seus futuros colegas sobre os assuntos das matérias, para ter uma ideia de como você se sentirá durante a graduação.

  • Antropologia;
  • Escrita dramática;
  • Audiovisual para a Cena;
  • Atuação para teatro, cinema e televisão;
  • Teoria das Artes Cênicas;
  • Técnicas Corpóreas;
  • Canto;
  • Dramaturgia;
  • Cenografia;
  • Direção Teatral;
  • Figurino;
  • Expressão Vocal;
  • Improvisação;
  • Sonoplastia;
  • Maquiagem Cênica;
  • Jogos Teatrais;
  • História do Teatro;
  • Literatura Dramática;
  • Prática em Interpretação;
  • Consciência Corporal;
  • Iluminação Teatral;
  • Prática de Encenação e Direção Cênica;
  • Produção e Direção Teatral;
  • Música e Ritmo;
  • Performance;
  • Ética e Estética teatral;
  • Teatro brasileiro;
  • Pesquisa em Artes Cênicas;
  • Metodologia e Criação em Artes Cênicas;
  • Crítica Teatral.

É importante ter em mente que todas as disciplinas implicam, necessariamente, na participação dos alunos. Lembre-se de que você está cursando Artes Cênicas e que precisa colocar o seu corpo em movimento e deixar a timidez de lado para encarar as oficinas de expressão corporal, interpretação e improvisação, ok?

Além da prática cobrada no ciclo específico, você precisará realizar um período de estágio obrigatório e um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para adquirir o tão sonhado diploma.

Artes Cênicas: salário

Ao entrar na graduação, o estudante universitário se depara com diversos desafios que o mundo adulto apresenta. O maior deles refere-se ao salário da profissão escolhida. Isso porque existem alguns trabalhos que não apresentam uma boa remuneração, desestimulando o artista recém-formado a dar continuidade no seu campo de atuação.

Se você optou por seguir a carreira como artista cênico, precisa estar preparado para lidar com uma instabilidade salarial, já que a remuneração apresenta períodos de pico e de queda ao longo dos anos.

Via de regra, o salário inicial do profissional de Artes Cênicas é de R$ 2.700,00 no Brasil, sobretudo para atores de teatro jovens e adultos e para professores. Agora, para atores de teatro infantil, o salário diminui, ficando em torno de R$ 1.500,00 no mês.

É importante lembrar, ainda, que a variação salarial depende muito do estado e cidade de atuação, bem como nível de especialização e reconhecimento de cada artista. Por exemplo, São Paulo e Rio de Janeiro são cidades que apresentam mais oportunidades para os jovens artistas, já que são dois polos culturais reconhecidos internacionalmente.

Nesse sentido, não é difícil encontrar profissionais recém-formados que ganham acima da média nessas cidades, tendo em vista o grande campo de atuação que elas disponibilizam.

teatro municipal artes cênicas

Faculdade de Artes Cênicas SP

Não podemos negar que São Paulo é uma das maiores cidades do Brasil. Justamente por isso, ela atrai constantemente grandes artistas — nacionais e internacionais — e promove um espaço rico de troca de informações e, é claro, oportunidades para os atores recém-formados.

Assim, não é à toa que a maioria dos aspirantes a artistas cênicos optam por dar início aos seus estudos em São Paulo (SP), já que a cidade se tornou um polo no campo artístico. A seguir, você pode conferir as principais informações sobre a faculdade de artes cênicas em SP.

Artes Cênicas: faculdades públicas

As faculdades públicas são as instituições de ensino mais procuradas pelos vestibulandos para realizar a graduação, não é mesmo? Afinal, é um ensino de qualidade que não envolve gastos diretos, garantindo uma educação de excelência com um bom reconhecimento no mundo profissional.

No estado de São Paulo existem cinco universidades — autorizadas pelo MEC — que disponibilizam o curso de Artes Cênicas, sendo que somente três delas são públicas, apresentando tanto a modalidade de bacharelado quanto a de licenciatura. São elas:

Artes Cênicas: USP

A Universidade de São Paulo é uma das instituições mais procuradas para a realização do curso de Artes Cênicas, tanto em função da cidade ser um polo artístico quanto em função do curso ter uma qualidade acima da média.

Nesse sentido, a faculdade de Artes Cênicas da USP apresenta cinco habilitações para seus alunos: Cenografia, Direção Teatral, Interpretação Teatral e Teoria do Teatro, sendo que o enfoque pedagógico é na natureza interdisciplinar da expressão corporal.

Assim, o curso é dividido em dois momentos complementares, como exigido pelo MEC: o ciclo básico, de duração de quatro semestres, ou dois anos, e o ciclo específico, realizado até o final da graduação.

Artes Cênicas: Unicamp

A Universidade de Campinas é outra instituição de referência quando falamos em Artes Cênicas. Ela tem como objetivo principal formar atores que estejam aptos a trabalhar nos mais variados campos de Artes Cênicas, pensando e refletindo sobre o seu papel da sociedade e as funções da expressão e criação artística.

O curso alinha, então, a teoria e prática por meio de uma instrumentalização, criando um diálogo entre as linguagens teatrais que já existem e aquelas que podem surgir a partir das experiências singulares de cada aluno.

Vale lembrar que o curso só é disponibilizado na modalidade bacharelado, focando na pesquisa e prática profissional, permitindo uma ampla reflexão sobre as possibilidades que o mercado apresenta para o artista recém-formado e as formas de trabalho que podem ser desenvolvidas a partir disso.

O profissional de Artes Cênicas

Você percebe como a profissão Artes Cênicas é bastante ampla? Ao longo do curso, você entra em contato com diversas formas de trabalho, como atuação, direção, produção e redação. Cada uma dessas esferas apresenta outras subdivisões e fazem o trabalho do artista cênico ser repleto de possibilidades.

Dessa forma, o profissional de Artes Cênicas carrega consigo diversos conhecimentos e habilidades que permitem uma atuação completa na área. No entanto, isso não quer dizer que o emprego estará garantido logo após a formatura. É preciso um tempo de dedicação para se consolidar no mercado e aumentar suas oportunidades.

Uma excelente forma para quem acabou de concluir a graduação é investir em uma parceria com agências ou companhias de teatro. Afinal, elas estão em contato com os profissionais mais reconhecidos e podem gerar novas oportunidades para a sua carreira, independentemente se o seu desejo é trabalhar como ator, diretor, redator etc.

Vale ressaltar, ainda, que para que você se saia bem nessa profissão, precisa ter algumas habilidades específicas, que podem ser desenvolvidas ao longo do curso ou não. Abaixo, você pode conferir o perfil do profissional de Artes Cênicas e analisar se apresenta algumas dessas características.

Perfil do profissional

Como você já deve ter percebido, o profissional de Artes Cênicas precisa livrar-se da timidez, ou ao menos saber lidar com ela, para poder se expressar livremente nos palcos, criar personagens, desenvolver aspectos de liderança e não ter medo de expor o seu trabalho para os outros.

Isso independe da área de atuação, até porque se você seguir a carreira de diretor, por exemplo, precisa aprender a coordenar diversas equipes de atores e colaboradores, assumindo uma posição de liderança, e a timidez impede, muitas vezes, essas habilidades.

Ainda, para ter um bom desenvolvimento profissional, você precisa ter sensibilidade para lidar com outros profissionais, além de saber trabalhar em equipe. Tudo isso está diretamente relacionado com a sua aprendizagem, sendo preciso conhecer novas técnicas para se aprimorar cada vez mais.

Além disso, você deverá trabalhar outras características pessoais para alcançar um bom desempenho nas Artes Cênicas, como:

  • saber criar vínculos com os colegas;
  • ter consciência da ética e função social do artista cênico;
  • ser disciplinado no trabalho;
  • apresentar domínio do idioma e boa dicção;
  • aprender novos estilos de interpretação;
  • participar e estimular os processos de criação coletiva.

Mercado de trabalho

Engana-se quem pensa que o mercado de trabalho das Artes Cênicas resume-se ao teatro. Como comentamos, ele é muito mais do que isso e envolve outras áreas, como a dança, dublagem, cinema, pesquisa, docência e tantas outras que tornam a profissão rica e eclética.

Dessa maneira, o mercado de trabalho é multifuncional, e você pode se aventurar nas suas diversas ocorrências, optando por seguir a carreira que mais combina com a sua personalidade, alinhado seus gostos ao reconhecimento profissional.

A pluralidade e as possibilidades que as Artes Cênicas trazem para a população encantam muitos estudantes, que optam por seguir carreira nessa área e se encontram no mundo artístico. Para entrar no curso, no entanto, é preciso focar nos estudos para passar no vestibular, tanto na prova tradicional quanto no teste específico de habilidades.

E então, acha que o curso de Artes Cênicas é para você? Aproveite para organizar sua aprendizagem com o nosso plano de estudos e garantir um excelente resultado no vestibular!