Você pensa em cursar Filosofia? Gosta das possibilidades que o curso pode proporcionar, mas não sabe bem como funciona?

Que tal vir com a gente e descobrir da forma mais completa possível o que uma pessoa que cursa Filosofia faz, com o que pode trabalhar e quais suas possibilidades na graduação? Neste guia queremos te deixar por dentro do curso e ajudar na sua escolha. Acompanhe!

O que é Filosofia?

A Filosofia é a área que mais tem importância tanto para as Ciências Humanas quanto para as Ciências Exatas. O problema é que muitos a colocam para escanteio e a consideram uma categoria menor dos cursos universitários. Porém, se não fosse pela Filosofia, não existiria nem Matemática nem Física, e isso é só um exemplo!

Desde os primórdios da cultura humana ocidental e oriental, filósofos têm buscado pela verdade. Essa busca pela verdade é um dos temas principais da área. O que é verdade? Como chegamos na verdade? Ao tentar responder essas questões, não só as perspectivas e visões de mundo foram alteradas, como blocos essenciais do pensamento humano se formaram.

É da Filosofia que surgem os primeiros físicos, dos Pré-Socráticos, evoluindo para Aristóteles e culminando em filósofos modernos como René Descartes e Francis Bacon.

O mesmo pode-se dizer dos matemáticos — quem aí não se lembra de Pitágoras? A teoria atômica, por mais rústica que fosse, surgiu também com um filósofo pré-socrático

Mas de onde surge ou por que esse tipo de conhecimento citado acima deriva da Filosofia? O que a Filosofia fez que acabou culminando nessas questões? Como já dissemos, tudo começa com a busca pela verdade, o que inclui teorias sobre tópicos diversos, como a origem do universo, a gravidade ou a matéria dos objetos.

Tudo bem, essa busca às vezes coincide com pesquisas científicas, que acabaram gerando as raízes da ciência moderna. Mas e a verdade que a ciência não pode cobrir? Aquela que nos remete a questões existenciais, espirituais, metafísicas? O outro lado da busca pela verdade da Filosofia é no âmbito ontológico.

A ontologia é o estudo do Ser. O Ser é uma das maiores preocupações da Filosofia. Mas o que é o Ser? Foi se perguntando isso que a Filosofia se dividiu em várias correntes de pensamento. O Ser pode ser entendido como a essência das coisas, o espírito que define algo como ele mesmo.

E nada mais humano do que questionar:

  • Qual é o seu lugar no universo?
  • O que você realmente é de fato?
  • Por que você não é igual a um animal?
  • Por que existe mal no mundo?
  • O que é o bem?

E por aí se segue em uma linha de questionamentos que quer chegar na verdade sobre tópicos muito além do lado físico do mundo, questões de cunho estritamente humano, questões sobre o vazio interior, ou sobre o que é Deus, por exemplo.

Ou seja, a Filosofia é a busca primordial pela verdade, seja ela física ou ontológica. É uma busca constante, pois como humanos estamos fadados a nunca estarmos satisfeitos e a sempre evoluirmos, nos fazendo sempre agregar a cada teoria um novo tipo de conceito que nos atualize e nos aproxime da verdade universal.

Resumo do curso

O curso de Filosofia no Brasil acontece em duas modalidades básicas. A primeira é a Licenciatura, com objetivo de formar professores, e a segunda é o Bacharelado, voltada para pesquisa acadêmica. Ambas as linhas cobrirão algumas matérias obrigatórias que servem de base para introduzir o aluno às questões da Filosofia.

Dentre as matérias obrigatórias há, obviamente, Introdução à Filosofia ou Iniciação à Prática Filosófica, que são as matérias que abrem as portas e preparam o terreno para os calouros.

Seguindo essa introdução, há outro tipo de construção inicial que se foca nas noções básicas históricas da Filosofia. São elas:

  • História da Filosofia Antiga;
  • História da Filosofia Medieval;
  • História da Filosofia Moderna; e
  • História da Filosofia Contemporânea.

Em História da Filosofia Antiga o foco é o período clássico que estuda desde os filósofos da Grécia antiga, como os Pré-Socráticos, Sócrates, Platão e Aristóteles, assim como os filósofos do período greco-romano, como Diógenes, os Epicuristas e os Estóicos.

Esse período é voltado para o entendimento histórico e introdutório dessas épocas, tanto por meio do conhecimento do pensamento desses filósofos assim como seu modo de vida.

Já na História da Filosofia Medieval o foco é o período da Idade Média, também como era o modo de vida dos filósofos e qual a lógica de um estudo filosófico em um período tão famoso pelo obscurantismo.

O destaque são filósofos como Santo Agostinho e Santo Tomás de Aquino, assim como as reflexões sobre fé e razão, e também o pensamento lógico que avançou bastante durante esse período.

Já um dos períodos mais ricos e complexos da Filosofia é coberto pela História da Filosofia Moderna, que refletirá sobre os pensamentos de filósofos desde os racionalistas como René Descartes, Empiristas como David Hume e Criticistas como Immanuel Kant.

É o período em que o Iluminismo surge e questões bastante revolucionárias vigoram. Também busca esclarecer sobre as questões da Filosofia política e toca também em filósofos mais extremos como Friedrich Nietzsche.

E encerrando o conjunto focado na história da Filosofia temos História da Filosofia Contemporânea, na qual termos reflexões sobre correntes como o Existencialismo, tendo como principais expoentes Martin Heidegger e Jean-Paul Sartre.

Um área que muitos desconhecem e também tem grande importância vital para o curso é a Lógica. Ao menos a primeira etapa de Lógica deve ser feita por todo estudante do curso. É na Lógica que são ensinados silogismos, que surgiram com Aristóteles. São os argumentos de forma dedutiva e indutiva que ajudam a compreensão e formação de ideias mais coerentes e menos problemáticas.

Outra também não tão conhecida é a Linguagem, que segue um caminho mais complexo e se junta à lógica como etapas mais pesadas do curso. A linguagem estuda o papel e significado dos signos, da própria língua, por que e como nos comunicamos, o que é uma comunicação, o que faz o universo, o que molda nossa razão etc.

Na parte obrigatória ainda entram Estética, Ética e Epistemologia. Na Estética, o foco acadêmico é apresentar como uma análise de um objeto artístico é feita. A disciplina apresenta caminhos e introduz muitas reflexões que enriquecem a perspectiva de quem cursa Filosofia.

Curso de Filosofia

O curso de Filosofia no Brasil acaba proporcionando opções limitadas de carreira. A de mais destaque é a de professor universitário e por isso os cursos acabam se voltando mais para o lado acadêmico. Mas a Filosofia também é matéria obrigatória no ensino médio, o que acaba sendo a outra maior fonte de busca profissional.

A outra opção é o foco na carreira de pesquisador ou professor em escolas públicas ou privadas. Já para se tornar professor e pesquisador de uma universidade pública, o profissional deve ingressar em cursos de pós-graduação.

Para construir uma carreira de filósofo, ainda há espaço no mercado editorial, publicando trabalhos de Filosofia que envolvem análises éticas, morais, culturais e artísticas e, também, no mercado jornalístico, por meio de críticas e análises estéticas.

Duração do curso

O curso de Filosofia tem média de 4 anos de duração. Pode variar dependendo do percurso do aluno. Há disciplinas optativas que enriquecem muito mais o currículo e fortalecem o profissional para o mercado de trabalho, o que pode acrescentar em média 1 ou 2 semestres ao tempo.

Estágio Filosofia

O estágio de Filosofia pode acontecer em duas etapas. Na primeira, o próprio curso de licenciatura tem como disciplina estágios obrigatórios, nos quais o aluno tem que ter a prática em sala de aula, aprender e observar o cotidiano escolar pra se profissionalizar e ter alguma experiência inicial. Nesse caso, não há remuneração.

A segunda etapa comum é conseguir uma bolsa acadêmica que costuma pagar uma média de R$ 400,00 e também segue a linha de experiência inicial que o estágio obrigatório proporciona.

Mas uma alternativa realmente interessante para o iniciante na carreira filosófica é trabalhar com monitoria. Monitores de cursos pré-vestibular têm uma abertura interessante, conseguem construir experiência e firmar contatos e terreno para o futuro, além de ter contato com a sala de aula.

A remuneração é por hora e para monitores varia entre R$ 17,00 a R$ 23,00, o que dependendo da quantidade de horas que o monitor dedica pode dar um salário inicial de R$ 1.200,00 a R$ 2.000,00.

estátuas filosofia

Faculdades de Filosofia

o currículo de Filosofia no Brasil é oferecido por mais de 150 faculdades no Brasil. Não é um curso muito popular ou disputado pelo fato de restringir bastante a atuação no mercado. Apesar disso, é uma formação extremamente respeitada, principalmente porque a Filosofia abriu o caminho para toda a base de Ciências Humanas e Exatas que temos hoje.

De acordo com o Ranking Universitário Folha (RUF), os 10 melhores cursos de Filosofia estão nas seguintes universidades:

Grade curricular de Filosofia

Usando como referência a grade curricular do curso de Filosofia da USP, temos o seguinte percurso:

Disciplinas introdutórias

  • Introdução à Filosofia;
  • Filosofia Geral;
  • Introdução à Filosofia I;
  • Filosofia Geral I.

Disciplinas históricas

  • História da Filosofia Antiga;
  • História da Filosofia Medieval;
  • História da Filosofia Moderna I e II;
  • História da Filosofia Contemporânea.

Disciplinas temáticas, correspondentes às áreas de Filosofia

  • Estética;
  • Ética;
  • Filosofia Política;
  • Lógica;
  • Teoria das Ciências Humanas;
  • Teoria do Conhecimento;
  • Filosofia das Ciências.

Disciplinas Optativas

As disciplinas optativas servem para o aluno se aprofundar em algum campo da Filosofia. São matérias que dialogam com as atualidades ou são propostas pelos professores de acordo com suas linhas de pesquisa. Podem não ser oferecidas regularmente, porém a oferta de optativas é sempre grande e diversa.

Nota de corte Filosofia

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada) organiza as notas de corte necessárias para se passar nos cursos de Filosofia em todo o país. A média de corte nacional para o curso fica 641.20 levando em conta 71 universidades brasileiras.

A UFPA (Universidade Federal do Pará) é a instituição que tem a nota de corte mais alta do país, sendo ela 755.00. Já a menor nota de corte pertence a UESPI (Universidade Estadual do Piauí), sendo ela 577.00.

Vale destacar a nota de corte de algumas instituições bem procuradas, como a UNB (Universidade de Brasília), onde o aluno precisa de 681.0 para passar. Já para ingressar na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) é preciso tirar 715.0. Na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) a nota é de 706.0.

Curso de Filosofia da USP

Na Universidade de São Paulo (USP), o curso de Filosofia se encontra na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH – USP) localizada na Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira.

A Faculdade cuida dos curso de Filosofia, História, Geografia, Letras e Ciências Sociais. A USP é a universidade com a maior quantidade de alunos entre os cursos de graduação e pós-graduação.

A Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP é uma das mais bem avaliadas do Brasil. O curso de Filosofia, junto dos outros quatro oferecidos pela faculdade, recebeu avaliação cinco estrelas do Guia do Estudante, avaliação máxima.

A faculdade e seus cursos já vêm recebendo nota máxima desde 2014, tornando-se assim uma das melhores escolhas para quem pensa em adentrar a carreira acadêmica filosófica.

Para ingressar no curso é preciso passar pela Fundação Universitária para o Vestibular (FUVEST), o órgão que organiza o vestibular. O curso de Filosofia oferece graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado.

O curso de pós-graduação da universidade tem nota máxima na Capes, e é focado em 4 linhas de pesquisa:

  1. Estética e Filosofia da Arte;
  2. Ética, Filosofia Política e Teoria das Ciências Humanas;
  3. História da Filosofia;
  4. Lógica, Filosofia da Linguagem e Filosofia das Ciências.

Curso de Filosofia a distância USP

A Universidade de São Paulo ainda conta com um extenso programa de ensino a distância, online e gratuito — por meio da plataforma VEDUCA. A USP oferece, por meio de vídeos gratuitos, quatro cursos de Filosofia:

  1. Teoria do Conhecimento e Filosofia da Ciência I;
  2. Teoria do Conhecimento e Filosofia da Ciência II;
  3. Teoria do Conhecimento e Filosofia da Ciência III;
  4. Teoria do Conhecimento e Filosofia da Ciência IV.

 

sala de aula filosofia

O profissional de Filosofia

No mercado brasileiro as melhores opções para o profissional de Filosofia se encontram no contexto acadêmico ou de ensino. Ser professor universitário ou de ensino regular são as opções mais comuns para o recém-formado.

Há, é claro, algumas alternativas menos comuns, como consultor político, analista e também crítico, especialmente na área estética.

O profissional de Filosofia deve estar preparado para todos esses contextos e por isso é importante a formação em um bom curso, pois quanto mais completo, mais opções proporcionará ao futuro profissional.

Perfil do profissional

O perfil do profissional pode variar conforme a área escolhida. No caso da área de educação, é necessário uma boa formação acadêmica, especialmente o acréscimo de pós-graduação, mestrado e doutorado.

As instituições de ensino particular têm priorizado o perfil de professores mais qualificados. Quanto mais trabalhos acadêmicos, melhor — tanto para instituições com esse perfil, como para as próprias universidades.

Ainda nessa linha de ensino, é recomendada uma boa formação didática, pois cursos pré-vestibular ou escolas particulares estão sempre à procura do profissional que consegue atrair mais a atenção dos alunos. Portanto, quanto mais preparado nesse sentido, mais facilmente encontrará trabalho.

Para a área estritamente acadêmica, como professor universitário, o perfil segue mais um padrão distinto. É preciso ter tanto a capacidade didática quanto para pesquisa — e especialmente o interesse nessa linha.

Porém, no fim, tanto em universidades públicas, quanto para escolas públicas, o que decide o ingresso do profissional é o seu conhecimento filosófico, pois ambos exigem concurso.

Já em áreas como a crítica, é interessante ter feito um curso voltado para Filosofia da Arte, Estética ou Análise Crítica. Isso porque há uma busca muito grande por bons profissionais que saibam escrever e pensar sobre a arte que nos cerca, especialmente em dias que cada vez mais há uma cultura que se alimenta de textos, vídeos e podcasts voltados para análises estéticas.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para o profissional de Filosofia busca cada vez mais perfis que entreguem um currículo acadêmico recheado e uma atitude e carisma cada vez maiores.

As instituições de ensino que melhor pagam, como as escolas particulares e os cursos pré-vestibular, estão cada vez mais competitivas. Há escolas e cursos que só contratam profissionais com mestrado, alguns apenas dando oportunidade para quem tem doutorado. Porém, nesses casos o salário é bastante atrativo, o que justifica a exigência das empresas.

No caso de cursos preparatórios, o que as empresas mais buscam são pessoas de currículo bom, mas com uma habilidade e carisma excepcionais, que vão conseguir sempre prender a atenção do aluno, assim como atrair o “boca a boca” que faz com que a instituição sempre esteja cheia.

Já em veículos jornalísticos, os jornais, sites ou blogs buscam profissionais bem capacitados, mas que tenham experiência na área, sendo bom já ter algum tipo de texto ou análise publicada. O perfil mais desejado também inclui carisma, só que a habilidade imprescindível é a de escrita: quanto melhor escrever, mais fácil fica para analisar obras.

Como qualquer área, hoje em dia quanto mais experiência o profissional tiver, mais fácil é seu ingresso na empresa. Portanto, é sempre bom visar os estágios obrigatórios e opcionais durante a graduação.

Trabalhos de Iniciação Científica ou de qualquer cunho acadêmico valorizam sempre o currículo e geram experiência na escrita do profissional e na capacidade de construção intelectual.

A maioria dos cursos, especialmente os melhores do país, oferecem respaldo para que o estudante trace uma trajetória completa e preparatória para o futuro. Porém, mesmo seguindo as grades curriculares é sempre bom refletir sobre qual linha ou perfil você quer perseguir para ir moldando sua especialização desde cedo, o que facilita na busca por empregos.

E aí, curtiu este texto e se interessou em seguir a carreira de Filosofia? Então que tal começar a se preparar para as provas e vestibulares com o Plano de Estudos do Stoodi? Aprenda com videoaulas e bancos de exercícios que vão te deixar cada vez mais perto da conquista do seu futuro!