Letras: o guia completo!

Para início de conversa, veja se você se identifica com um ou mais tópicos:

( ) ser apaixonado por literatura e leitura de modo geral;

( ) ter facilidade para aprender outras línguas;

( ) apreciar e valorizar a gramática.

Se você marcou X em, pelo menos, um desses itens, deve pensar seriamente em incluir o curso de Letras entre as opções na hora de escolher a carreira. Saiba que, além de formar professores para a sala de aula, a formação oferece muitas opções de trabalho para o profissional de Letras.

Em geral, os cursos de licenciatura (os que preparam os estudantes para lecionar) são menos concorridos que outras opções mais socialmente valorizadas — Medicina, Engenharia, Direito e Administração, por exemplo.

Porém, o que importa não é escolher o curso com base em salário ou outros fatores, não é mesmo? É óbvio que esse é um ponto importante, mas há outros que devem pesar nesse momento decisivo. É preciso levar em consideração, também, que é a sua realização e a sua carreira que estão em jogo! Torne-se um profissional conceituado no mercado e o retorno financeiro virá!

Continue a leitura deste guia completo sobre Letras que preparamos para ajudá-lo e descubra, de uma vez por todas, se essa é sua vocação!

O que é Letras?

Letras é um nome genérico que abrange três grandes áreas de estudos: linguísticos, literários e culturais. O curso de Letras tem por objetivo, portanto, formar profissionais preparados para atuar no mercado de trabalho (principalmente no setor educativo público e privado) com conhecimento sobre uma língua (ou mais de uma!), sua história, literatura e cultura.

As possibilidades são muitas, levando-se em consideração que essa formação é baseada na tríade linguística, língua e literatura. Já pensou em quantos caminhos podem ser seguidos? Continue a leitura e conheça mais sobre o curso de Letras!

Resumo do curso

O curso de Letras preza pelo estudo crítico das linguagens em suas mais diferentes formas, manifestações e versões: da gramática à crítica literária, são muitas as áreas a que o licenciado ou o bacharel em Letras pode se dedicar.

Quem ingressa no curso de Letras abre várias possibilidades de conhecimentos, vivências e aprendizagens no mundo das palavras e das artes (literatura, teatro, cinema etc.) manifestadas pelas mais belas criações da humanidade, com as quais o sujeito humano dá sentido à sua existência. O aluno conhece grandes nomes da literatura e tem contato com as obras clássicas.

O estudante também passa por disciplinas da área linguístico gramatical, estuda o funcionamento e a história da língua e sua literatura; aprende as leis que regem a evolução das línguas e compreende as variações linguísticas, com suas diferenças geográficas, socioculturais e situacionais. Além dessas, são contempladas matérias relacionadas à prática de ensino se quiser ser professor.

Nota de corte: Letras

A nota de corte é o total mínimo de pontos que o candidato deve ter para ser incluído na lista de aprovados. As maiores notas de corte no SISU 2018 para Letras estão nas seguintes universidades:

  • Universidade Federal do Paraná (UFPR) — campus Curitiba —Letras Português e Espanhol: 787,6 pontos;
  • Universidade Federal do Paraná (UFPR) — campus Curitiba —Letras Português e Inglês: 773,9 pontos;
  • Universidade Federal do Pará (UFPA) — campus Belém — Letras Língua Portuguesa: 770,9 pontos.

As instituições que tiveram menores notas de corte foram:

  • Universidade Federal de Grande Dourados (UFGD) — campus Dourados — Letras: 377,8 pontos;
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) — campus Baturité — Letras Português: 391,1 pontos;
  • Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ) — campus São João del Rei — Letras Português: 403,4 pontos.

Para o Prouni 2018, o programa que oferece bolsas de estudo em faculdades particulares, a nota de corte sobe um pouco: fica entre 700,66 (Português) e 452,14 pontos (Libras) — levando-se em consideração todas as habilitações.

Letras: salário

O setor educacional absorve a maior parte dos recém-formados em Letras. Cerca de 94% estão empregados, segundo o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

De acordo com o Catho, o salário médio de um professor de Português é R$ 1861. A média do letrólogo é de R$ 2.796. O melhor Estado para se trabalhar é o Maranhão, onde se pagam R$ 3.793, e o profissional mais bem remunerado é o professor de francês, que recebe R$ 4.342, em média.

O piso salarial para quem atua no setor público é regido pela Lei nº 11.738, de 16 de julho de 2008. Em 2018, esse valor correspondia a R$ 1917. Vale ressaltar que o setor privado tem o piso salarial estabelecido pelos sindicatos regionais e sofre variação de Estado para Estado.

O nível do curso também interfere, pois os salários de professores universitários são maiores do que os daqueles que atuam nos anos finais do Ensino Fundamental, por exemplo.

O valor da hora-aula pode sofrer variação também em função do nível de escolaridade e da titulação do profissional. Professores que lecionam na mesma universidade podem ter salários diferenciados se um for doutor e o outro tiver apenas uma especialização, por exemplo. A média, de acordo com a Catho, é R$ 13626.

Professores de Português e de outras línguas que trabalham em escolas de idiomas costumam ter salários mais altos, podendo chegar a R$ 2600 no Estado de São Paulo.

Outras atuações podem render salários mais altos. Intérprete e tradutor em começo de carreira recebem, em média, R$ 2500, podendo alcançar os R$ 15 mil à medida que ficam mais experientes.

Segundo o site Love Mondays, o revisor de textos ganha mensalmente, em média, R$ 2831, e esse valor pode chegar até R$ 8956.

Viu como há opções de todo tipo?

Letras: estágio

O estágio é “um ato educativo escolar supervisionado” obrigatório para quem está cursando Letras (licenciatura). Ele é regido pela Lei Federal nº 11.788, de 25 de setembro de 2008, que estabelece que as atividades devem ser realizadas em instituições de ensino. Ao todo, são 418 horas, divididas entre aulas teóricas e atividades em campo, distribuídas em:

  • Ensino Fundamental (anos iniciais e finais);
  • Ensino Médio;
  • EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Normalmente, os estudantes de licenciatura estão aptos a estagiar a partir do 4º período do curso.

Os que pretendem se formar bacharéis em Letras podem buscar estágios em editoras, empresas de tradução e empresas nacionais e internacionais dos mais variados setores. Seu campo de atuação é assessoria linguística, tradução e revisão de textos.

Há também a possibilidade de fazer estágios não obrigatórios para complementar a carga horária do curso e acumular mais experiência para encarar o mercado de trabalho.

Duração do curso

O curso de Letras pode ser feito em 3 ou em 4 anos — 6 ou 8 períodos —, dependendo da Instituição, da modalidade e do turno. Quem estuda à noite geralmente precisa de mais tempo para concluir todas as disciplinas do que estudantes de turnos diurnos e vespertinos.

Além desses fatores (associados aos mais diversos cursos), Letras apresenta uma peculiaridade: seu enfoque. Assim, quem foca em Língua Portuguesa e suas Literaturas terá uma gama menor de disciplinas do que quem opta pela formação conjunta a outras línguas, como Espanhol, Inglês, Italiano, Línguas Indígenas, Libras etc.

Outros tipos de enfoque são:

  • estudos literários;
  • redação e revisão de textos;
  • tecnologia de edição de textos;
  • multilinguismo e sociedade da informação.

Mais à frente, falaremos também da modalidade a distância (EAD), que tem o mesmo valor do curso presencial perante o MEC e pode eliminar a duração curricular.

livros letras

Curso de Letras

Como você pôde perceber até aqui, a estrutura dessa faculdade é diversa, com muitos enfoques e possibilidades de formação. Por isso, para que você tenha uma ideia do que se estuda no curso de Letras, selecionamos as disciplinas que aparecem na maioria dos cursos em todo o país voltadas à habilitação básica em Língua Portuguesa e suas Literaturas.

Grade curricular do curso de Letras

Vamos tomar como base a grade curricular do curso de Letras da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP — sobre o qual daremos mais informações adiante!

Ciclo Básico

  • Elementos de Linguística;
  • Introdução ao Estudo da Língua Portuguesa;
  • Introdução aos Estudos Clássicos;
  • Introdução aos Estudos Literários.

Habilitação em Português

  • Introdução ao Latim;
  • Literatura Brasileira;
  • Literatura Portuguesa;
  • Fonética e Fonologia do Português;
  • Morfologia do Português;
  • Sintaxe do Português;
  • Filologia Portuguesa;
  • Teoria do Texto: Enunciação, Discurso e Texto.

Habilitação em Linguística

  • Introdução ao Latim;
  • Literatura Brasileira;
  • Fonética e Fonologia do Português;
  • Literatura Portuguesa;
  • Fonética Acústica e Articulatória;
  • Fonologia: Descrição e Análise
  • Morfologia;
  • Linguística Histórica;
  • Sintaxe: Fundamentos da Análise e Descrição Sintáticas;
  • Língua Não-Indoeuropeia;
  • Teoria e Análise de Textos: Semiótica Narrativa e descritiva;
  • Léxico;
  • Pragmática;
  • Semântica;
  • Historiografia Linguística;
  • Sociolinguística;
  • Psicolinguística.

Além dessas matérias, devem ser cursadas ainda as disciplinas específicas da licenciatura, que são oferecidas na Faculdade de Educação:

  • Introdução aos Estudos da Educação: Enfoque Filosófico ;
  • Introdução aos Estudos da Educação: Enfoque Histórico;
  • Introdução aos Estudos da Educação: Enfoque Sociológico;
  • Teorias do desenvolvimento, Práticas Escolares e Processos de Subjetivação. ;
  • Psicologia Histórico-Cultural e Educação;
  • Psicologia da educação: constituição do sujeito, desenvolvimento e aprendizagem na escola, cultura e sociedade;
  • Psicologia da Educação: Uma Abordagem Psicossocial do Cotidiano Escolar;
  • Psicologia da Educação, Desenvolvimento e Práticas Escolares;
  • Política e Organização da Educação Básica no Brasil;
  • Educação Especial, Educação de Surdos, Língua Brasileira de Sinais;
  • Didática;
  • Metodologia do Ensino.

Faculdade de Letras

No Brasil, há mais de 2000 ofertas de cursos credenciados pelo MEC, incluindo as modalidades presencial e a distância e as diversas habilitações (ênfase em Português ou em conjunto com outra língua).

As melhores universidades que oferecem o curso de Letras no Brasil, de acordo com o Ranking Universitário da Folha (RUF), são:

  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  • Universidade Estadual de Campinas (Unicamp);
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS);
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ);
  • Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP);
  • Universidade de Brasília (UnB);
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp);
  • Universidade Federal do Ceará (UFC).

Segundo últimos resultados da avaliação do MEC, realizada de 3 em 3 anos, os 5 melhores cursos de Letras (todos com nota 5, em uma escala que vai de 1 a 5) são:

  • Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí) (RS);
  • Universidade do Vale dos Sinos (Unisinos) (RS);
  • Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) (RS);
  • Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) (RS);
  • Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas).

Veja, agora, a classificação dos cursos de acordo com algumas modalidades.

Letras Português (bacharelado)

  • Melhor: Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) — campus Mariana (MG);
  • pior: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) — campus Florianópolis (SC).

Letras Português (licenciatura):

  • Melhor: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) — campus Nova Iguaçu (RJ);
  • pior: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) — campus Assis (SP).

Letras Português e Inglês (licenciatura)

  • Melhor: Universidade Federal do Rio Grande (FURG) — campus Rio Grande (RS);
  • pior: Universidade Estadual de Goiás (UEG) — campus Campos Belos (GO).

Letras Português e Espanhol (licenciatura)

  • Melhor: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) — campus Porto Alegre (RS);
  • pior: Faculdades Integradas de Ariquemes (FIAR) — campus Ariquemes (RO).

É certo que você encontrará na sua cidade, ou bem perto dela, um bom curso de Letras. Se preferir, pode garantir a sua formação pela modalidade EAD ou semipresencial. Nesses casos, a necessidade de ir ao pólo da instituição é periódica — pode ser semanal, quinzenal e até mensal.

Letras: USP

Ser aprovado em Letras na Universidade de São Paulo é realizar o sonho de estudar em uma das Instituições de Ensino Superior mais valorizadas do Brasil. O Departamento de Letras se organiza em torno de 5 grandes áreas:

  • Letras Clássicas e Vernáculas;
  • Letras Modernas;
  • Letras Orientais;
  • Linguística;
  • Teoria Literária e Literatura Comparada.

Na USP, seu diploma chega em 4 anos se você optar pela habilitação simples, ou seja, em uma destas especialidades:

  • Português;
  • Alemão;
  • Armênio;
  • Chinês;
  • Coreano;
  • Espanhol;
  • Francês;
  • Grego;
  • Hebraico;
  • Inglês;
  • Italiano;
  • Japonês;
  • Latim;
  • Russo;
  • Linguística.

Quem quiser habilitação dupla, em Português e Língua estrangeira ou Português e Linguística, faz o curso em 10 semestres. Lembre-se de que, em qualquer dos casos, o aprendizado da língua está aliado ao estudo de suas literaturas.

Esse é um diferencial e tanto em relação a outras faculdades que oferecem apenas uma ou duas especialidades. A oferta de disciplinas optativas é imensa. Separamos alguns exemplos:

  • Aramaico Bíblico;
  • Conceitos da Bíblia Hebraica;
  • Crítica Literária Russa;
  • Cultura Árabe;
  • Cultura Armênia;
  • Cultura Chinesa;
  • Cultura Coreana;
  • Cultura do Israel Bíblico;
  • Cultura Japonesa;
  • Cultura Russa;
  • Épica Grega;
  • Estudos de Filosofia Árabe;
  • Filologia Românica;
  • Hebraico Bíblico;
  • História da Palestina Moderna;
  • História do Pensamento Árabe;
  • História do Pensamento Chinês;
  • Introdução à Literatura Russa;
  • Introdução ao Sânscrito;
  • Introdução às Línguas Semíticas;
  • Judaísmo, Modernidade e Holocausto;
  • Língua Armênia;
  • Língua Coreana;
  • Língua Grega;
  • Língua Hebraica;
  • Língua Japonesa;
  • Língua Russa;
  • Literatura Armênia Épica;
  • Literatura Armênia na Diáspora;
  • Literatura Armênia;
  • Literatura Chinesa Moderna;
  • Literatura Hebraica;
  • Literatura Japonesa;
  • Literatura Judaica Moderna
  • Literaturas Africanas;
  • Mitologia Chinesa;
  • Prosa Árabe;
  • Teatro e outras Artes na Índia Clássica;
  • Toponímia.

As disciplinas de Língua e Literatura de uma especialidade podem ser cursadas como optativas de outra. Por exemplo, imagine que você queira se habilitar em Coreano. Na grade curricular obrigatória já constam Língua Coreana e Literatura Coreana, que são aprofundadas em mais de um semestre. Porém, você pode escolher Língua Chinesa ou Cultura Japonesa para complementar a sua formação.

Você pode ingressar na USP por meio do vestibular da Fuvest, da nota do Enem, pelo Sisu, ou de transferência externa. Então, comece a pensar desde agora!

porta de letras

Curso de Letras a distância

O curso de Letras é ofertado por muitas instituições no país na modalidade a distância. Como não são necessários muitos laboratórios e as disciplinas são mais teóricas, as leituras podem ser feitas pelos alunos em casa e as aulas e outras atividades em conjunto ocorrem no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) sem prejuízo para a obtenção de conhecimento.

A duração costuma ser a mesma do curso presencial: entre 3 e 4 anos.

Veja as instituições mais bem conceituadas no curso de Letras EAD segundo o MEC:

  • Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) — Letras Português (licenciatura);
  • Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) — Letras Português (licenciatura);
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) — Letras Língua Portuguesa (licenciatura);
  • Universidade Federal Fluminense (UFF) — Letras (licenciatura);
  • Universidade Federal da Paraíba (UFPB) — Letras Língua Portuguesa e Libras/ Letras Inglês (licenciatura).

Se levarmos em consideração apenas as particulares, as 3 melhores, de acordo com o MEC, são:

  • Centro Universitário de Maringá (Unicesumar) — Letras Português e Inglês (licenciatura);
  • Universidade de Franca (UNIFRAN) — Letras Português e Inglês/Letras Português e Espanhol (licenciatura);
  • Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) — Letras Língua Portuguesa/Letras Português e Inglês.

O profissional de Letras

O letrólogo formado vai poder exercer sua profissão em ambientes de ensino:

  • escolas formais;
  • educação de jovens e adultos (EJA);
  • educação carcerária;
  • faculdades e universidades;
  • escolas de idiomas;
  • cursos livres;
  • ONGs.

É possível também trabalhar em qualquer outra organização em que se estabeleça uma relação de ensino-aprendizagem.

Vale lembrar que, para dar aulas em instituições de ensino superior, é preciso ter uma especialização, mestrado ou doutorado. Isso porque a licenciatura habilita o profissional a dar aulas na educação básica.

Quem segue a carreira acadêmica tem a chance de desenvolver pesquisas, estudos e análises linguísticas e literárias.

Caso a opção seja a formação em bacharelado, é possível trabalhar em qualquer empresa em que haja demanda de assessoria linguística (editoração, elaboração e correção de textos):

  • editoras:
  • departamentos de comunicação em nacionais e multinacionais;
  • órgãos de imprensa;
  • agências de publicidade.

Perfil do profissional

Quem cursa Letras deve, em primeiro lugar, ser aficionado por leitura. Durante o curso de depois de formada, a pessoa vai lidar com palavras e textos em todas as atividades que for desenvolver, nas mais diversas áreas, seja na carreira docente, seja como bacharel.

Além disso, é recomendado que seja metódico, organizado e responsável — características que vão ajudá-lo na preparação de aulas, na elaboração de provas e, ainda, em revisão e tradução de textos.

Seja na licenciatura, seja no bacharelado, é preciso estar atento aos detalhes e gostar de História, Literatura, além de estar atento às novas tecnologias e aos meios de comunicação, que têm modificado a forma como as pessoas interagem.

Se você se encaixa nesse perfil, pode se preparar para ingressar no curso.

Símbolo do curso de Letras

O símbolo adotado pelo curso é uma flor-de-lis com 3 pétalas. Cada uma delas representa uma das áreas que compõem a área de Letras:

  • a literatura é representada pela pétala do meio, a maior. Ela é a arte, expressão mágica da linguagem;
  • a gramática é representada pela pétala da direita, simbolizando a tradição, as regras e a sistematização;
  • a linguística é representada pela pétala da esquerda e significa a revolução racional, os estudos avançados de um objeto de estudo que está sempre em mudança.

Além das pétalas, a flor tem um feixe, que simboliza a união entre as três áreas.

Outro símbolo adotado pelos letrólogos e por outros profissionais de Ciências Humanas (pedagogos, filósofos etc.) é a coruja, que representa o conhecimento.

E então, você se identificou com o curso? Se acredita que seu perfil é compatível com a profissão, imagina-se dedicando seu tempo a essas disciplinas e deseja seguir carreira como professor de Língua Portuguesa, Inglês ou outro idioma, invista seus esforços e vá em busca da graduação em Letras!

Não quer dar aulas, mas gosta da área? Quem sabe você não vai ser um editor ou revisor de livros ou, ainda, trabalhar em uma grande empresa, cuidando de todo o material que é produzido por ela? Para chegar mais perto dessa realização, apresentamos o nosso plano de estudos! Com ele, você ganha tempo e se organiza para melhor para cumprir todo o conteúdo!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!