UERJ: o guia completo!

Tudo o que você precisa saber sobre o tema!

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

Está chegando a época dos vestibulares e é hora de escolher em quais universidades você vai se inscrever.

Universidade Estadual do Rio de Janeiro, a UERJ, é uma das melhores universidades do país. Em 2017, a UERJ ficou em 11º lugar no ranking de melhores universidades brasileiras da Times Higher Education, umas das mais importantes avaliações de educação do mundo. Mas quem quer tentar o vestibular da UERJ precisa estar preparado e saber como ele difere de outras universidades.

Neste texto vamos explicar como funciona o processo seletivo da UERJ e todas suas etapas, desde a inscrição até a divulgação de resultados. Se você está considerando a UERJ como uma das suas possibilidades, este texto é para você!

Como funciona o vestibular da UERJ?

UERJ é a única universidade pública do Estado do Rio de Janeiro que não adere ao Enem nem ao SiSu como sistema de seleção. Isso quer dizer que quem pretende concorrer a uma vaga na UERJprecisa estar atento às especificações do processo.

Vestibular UERJ ocorre uma vez por ano e é constituído de duas fases: o chamado Exame de Qualificação e o Exame Discursivo. A primeira fase consiste em uma prova de múltipla escolha contendo questões de Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas. Nessa fase não se faz a escolha do curso de graduação. O Exame de Qualificação ocorre duas vezes ao ano.

Os alunos aprovados no Exame de Qualificação passam para a segunda fase, devendo se inscrever para o Exame Discursivo. Essa é a hora de escolher o curso e de fazer a opção pelo sistema de cotas, caso o candidato tenha direito.

As provas da segunda fase são de Redação e mais duas disciplinas específicas que estão relacionadas com o curso escolhido. Os resultados dos dois exames só são válidos para o ano em questão.

Vamos entender melhor os detalhes desse processo!

Como fazer a inscrição UERJ?

O Exame de Qualificação acontece duas vezes por ano e o candidato pode participar das duas provas para tentar uma vaga no ano seguinte. Portanto, é interessante ficar atento às datas de inscrição para o exame, que acontece no primeiro semestre, geralmente em março. Assim, se você não for selecionado para a segunda fase ou achar que pode melhorar a nota, é possível repetir o exame no segundo semestre.

inscrição para o Exame de Qualificação é feita online, no site da UERJ. O candidato pode pedir isenção da taxa de inscrição se tiver direito, caso contrário, a taxa custa R$ 60, e é necessário pagar essa taxa para que a inscrição seja efetivada. O resultado do processo de isenção sai alguns dias antes do início das inscrições.

Prova UERJ

Como já dissemos, a prova da UERJ é dividida em duas fases. Agora vamos falar um pouco mais sobre cada uma delas e suas especificidades!

Primeira fase (ou Exame de Qualificação)

Exame de Qualificação costuma ter 60 questões, divididas entre os conteúdos de Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas. O aluno pode ser reprovado ou aprovado, dependendo somente do número de acertos na prova. Se o estudante for aprovado, ele recebe um conceito atribuído à quantidade de questões acertadas.

A reprovação, aprovação e conceitos ocorrem de acordo com a porcentagem de questões acertadas, como mostra a tabela abaixo:

  • igual ou menor que 40% de acertos — reprovado — conceito E — sem pontuação;
  • maior que 40% e igual a ou menor que 50% — aprovado — conceito D — 5 pontos;
  • maior que 50% e igual a ou menor que 60% — aprovado — conceito C — 10 pontos;
  • maior que 60% e igual a ou menor que 70% — aprovado — conceito B — 15 pontos;
  • maior que 70% — aprovado — conceito A — 20 pontos.

O que estudar para o Exame de Qualificação?

A prova tem como objetivo testar as chamadas “habilidades” do aluno. São elas: observar, interpretar, analisar e avaliar. Em observar, estão incluídas ações como identificar, indicar, reconhecer, nomear, apontar e representar graficamente.

Interpretar tem um grau maior de profundidade e diz respeito a cálculos, descrições, discriminações, decomposições, exemplos e classificações. Já analisar quer dizer transferir conhecimentos de uma situação conhecida para uma nova ou então levantar hipóteses. Por último, avaliar pede ao aluno a capacidade de criticar ou julgar certas situações com critérios internos ou externos à questão.

Mas qual conteúdo é abordado em cada uma dessas disciplinas?

Linguagens

prova de Linguagens contempla questões de Língua Portuguesa, Língua Estrangeira e Literatura. O aluno deve saber ler, interpretar e relacionar textos de gêneros variados.

Na prova de Literatura, quatro livros são indicados para o processo inteiro do vestibular de cada ano. Para o Vestibular UERJ 2019, são eles:

  • Livro de Sonetos, de Vinicius de Moraes
  • O Alienista, de Machado de Assis
  • O Seminarista, de Rubem Fonseca
  • O Crime do Padre Amaro, de Eça de Queiroz

No 1º Exame de Qualificação, o livro cobrado foi o Livro de Sonetos. No 2º Exame de QualificaçãoO Alienista foi o escolhido. Os alunos que passarem para a segunda fase e forem fazer o Exame Discursivo terão que discorrer sobre O Seminarista na prova de redação, e caso façam a prova de Língua Portuguesa e Linguagens como disciplina específica, terão que responder perguntas sobre O Crime do Padre Amaro.

O aluno deve saber distinguir a natureza dos textos e identificar os elementos da narrativa e os recursos estilísticos empregados pelos autores.

Matemática

Na prova de Matemática, o mais importante é o uso do raciocínio matemático para resolver situações-problema encontradas no dia a dia. As quatro áreas trabalhadas no exame são a aritmética, a álgebra, a geometria e a estatística.

Em aritmética, é esperado do aluno que ele saiba sobre conjuntos, conjunto dos números naturais e reais, representação de dados, leitura de gráficos, as operações básicas e as representações do sistema decimal.

No eixo de álgebra, é necessário saber escrever e resolver as expressões, as funções mais importantes (afim, quadrática, exponencial, logarítmica, trigonométrica e suas representações gráficas), as progressões aritmética e geométrica, além de suas aplicações na matemática financeira, como juros simples e compostos.

Também é preciso ter noções básicas de análise combinatória, matrizes de até terceira ordem e sistemas de equações.

Na parte de geometria é preciso saber as representações das figuras no plano cartesiano, polígonos, circunferências, relações trigonométricas, ângulos, áreas e perímetros, figuras tridimensionais, áreas e volumes de poliedros regulares e a geometria da reta.

Em estatística, a prova cobra a leitura e interpretação de gráficos no plano cartesiano e análise de dados, com conceitos como média aritmética, geométrica e harmônica, moda, mediana, variância, desvio padrão, cálculo de probabilidades e a distribuição binomial.

Ciências da Natureza

A prova de Ciências da Natureza é composta por questões sobre as disciplinas de Biologia, Física e Química, de forma interdisciplinar. O foco é na aplicação da Ciência no cotidiano, com problemas que podem ser resolvidos relacionando conhecimento das três disciplinas.

Na área de Química, é preciso saber os constituintes fundamentais da matéria, como os átomos, os elementos químicos e suas propriedades, as moléculas e as bases moleculares da vida. Sobre as transformações químicas, é importante saber diferenciar substâncias puras e misturas, além dos processos de separação das misturas. É necessário saber sobre as soluções e as unidades de concentração.

Na parte de gases ideais, é importante entender as transformações e a equação geral dos gases, além das misturas gasosas. O aluno deve saber classificar e nomear as funções químicas e as reações. Os cálculos estequiométricos e o equilíbrio químico também são conteúdos cobrados. É preciso saber os fenômenos térmicos e as mudanças de estado da matéria, além das transformações energéticas dos seres vivos.

Já em Física, o movimento da matéria é o principal destaque. O aluno tem que saber as grandezas, unidades e medições, os experimentos mais importantes, as leis da natureza e a representação gráfica do movimento. As Leis de Newton também são assunto cobrado, assim como os conceitos de massa, velocidade, aceleração, força, movimento uniforme e uniformemente variado.

É necessário entender as leis de conservação, ou seja, a energia cinética, força-peso, trabalho, energia potencial, energia mecânica, momentum linear, colisões unidimensionais elásticas e totalmente inelásticas. O aluno também deve dominar a questão do equilíbrio dos corpos, a hidrostática e os fenômenos elétricos e magnéticos.

Se tratando de Biologia, o importante é entender a relação dos seres com o meio ambiente. Biodiversidade, ecossistemas e cadeia alimentar são assuntos abordados. É preciso entender a estrutura das células, as bases da genética e os sistemas vitais dos animais e vegetais.

Ciências Humanas

A prova de Ciências Humanas consiste em questões das disciplinas de Geografia, História, Sociologia e Filosofia, além de dialogar com as Ciências Sociais. As questões são pensadas de forma interdisciplinar, levando em conta o contexto brasileiro e o mundial, tendo como prioridade os acontecimentos históricos a partir do século XVIII.

Pensando nas sociedade, é preciso que o aluno saiba os conceitos de território, fronteira, representações gráficas, relação espaço geográfico e espaço social e o sistema de fusos horários. É necessário também entender as relações entre as sociedades e a natureza, destacando as interferências econômicas e disputas políticas que se devem ao uso dos recursos naturais.

É importante saber como se deu a expansão urbana no mundo e no Brasil contemporâneo, além da dinâmica populacional, com as migrações, impactos socioculturais, crescimento demográfico e populacional, além das teorias demográficas.

As relações entre política, cidadania e cultura também são importantes, atreladas aos conceitos de identidade, etnia, raça, etnocentrismo, multiculturalismo, ideologia, ética, nação, nacionalismo, globalização, democracia e representação política.

Em política internacional, é preciso entender as relações entre Estados e governos no mundo contemporâneo, os conflitos políticos e as revoluções liberais e socialistas, além da Guerra Fria, movimentos nacionalistas, disputas territoriais.

Em relação ao Brasil, o aluno deve dominar o processo de constituição da sociedade brasileira, incluindo os conflitos, as exclusões sociais, o desenvolvimento econômico, a indústria cultural, os movimentos sociais e a organização dos trabalhadores e a resistência política.

É importante entender também as diferentes relações entre trabalho e economia, as diferenças entre os modelos político-econômicos como capitalismo e socialismo e o papel da tecnologia nas mudanças econômicas. Sobre o mundo moderno, a prova foca nos processos de produção, desenvolvimento técnico-científico e nos processos de industrialização.

Segunda fase (ou Exame Discursivo)

O aluno que atingir pelo menos cinco pontos no Exame de Qualificação estará aprovado para o Exame Discursivo. Ele consiste de uma prova de redação, igual para todos os candidatos, e duas provas específicas de duas disciplinas condizentes com o curso escolhido. As provas específicas de acordo com cada curso podem ser vistas no Edital, e o programa de cada prova de disciplina específica pode ser acessado no site do Vestibular UERJ 2019.

Para fazer o Exame Discursivo, o aluno deverá ficar atento aos prazos, pois é preciso realizar uma nova inscrição.

A soma das três provas do Exame Discursivo é 80 pontos, totalizando 100 pontos se levado em conta o Exame de Qualificação. Uma das provas específicas da segunda fase tem peso 2, enquanto a prova de redação e a outra disciplina específica têm peso 1, sendo que se o aluno tirar zero em algumas das três provas, ele é eliminado do processo.

Redação UERJ

Redação UERJ é a mesma para todos os candidatos, independentemente do curso escolhido. Ela consiste basicamente em uma pergunta-problema que se relaciona com algum assunto abordado no livro escolhido para aquele ano. Para o Vestibular 2019, o livro escolhido é O Seminarista, de Rubem Fonseca.

O aluno deve escrever um texto argumentativo-dissertativo, em prosa, discutindo o problema proposto e relacionando o livro com a situação. O texto deverá ter título e ser escrito na norma-padrão.

Podemos usar de exemplo a redação pedida no Vestibular UERJ 2018. O livro escolhido era Dom Casmurro, de Machado de Assis. No romance, o personagem Bentinho questiona a fidelidade de sua esposa Capitu, e sendo ele mesmo o narrador, o leitor só tem acesso ao seu ponto de vista. Pensando nisso, a proposta de redação pedia que o aluno refletisse sobre a seguinte pergunta: “A verdade pode ser estabelecida com base em uma única perspectiva?”.

Podemos ver que a proposta de redação pode relacionar o tema do livro com uma pergunta abrangente, que vai necessitar que o aluno saiba discorrer sobre o livro, mas também associá-la à nossa própria realidade.

Concursos UERJ

A UERJ também realiza constantemente ao longo do ano uma série de concursos para a seleção de novos funcionários da instituição.

Assim como nas provas de vestibular, os concursos UERJ também são destinados para ampla concorrência, pessoas com deficiência e negros e índios.

Os concursos são feitos pelo Centro de Produção da UERJ (CEPUERJ), responsável por integrar a unidade administrativa da universidade.

O que levar e o que não levar no dia da prova?

escrevendo uerj

No dia da prova, o melhor é levar uma bolsa com apenas o que for extremamente necessário. A coisa mais importante é o cartão de confirmação da inscrição, um documento de identificação e uma caneta esferográfica transparente com tinta preta ou azul. Não é permitido portar nenhum material de estudo após o início das provas — isso também vale para os livros de literatura pedidos no Exame Discursivo.

Os documentos aceitos são aqueles expedidos pelas Secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícias Militares e demais órgãos legalmente habilitados para emissão de tais documentos, além da Carteira Nacional de Habilitação com foto, Passaporte e Carteira de Trabalho e Previdência Social.

Simplifique ao máximo seu visual: não é permitido usar relógio, óculos escuros e boné no momento da prova. É claro que o telefone celular deve estar longe do candidato e de preferência sem a bateria, para evitar de toda forma que ele toque ou emita qualquer som na hora da prova.

Como o exame tem duração de quatro horas, é permitido levar lanche para comer na sala. O ideal é que você opte por lanches leves e que vão sustentar, como biscoitos, sanduíches de pão de forma, frutas e iogurtes. É bom evitar alimentos muito gordurosos e, em respeito aos colegas e para não atrapalhar a própria concentração, os salgadinhos tipo chips ou comidas que tenham cheiros fortes devem ser evitados.

Uma barrinha de chocolate ajuda com uma injeção de adrenalina, mas nada de exageros! Ninguém quer ter dor de barriga na hora da prova, certo? Também não se esqueça de uma garrafinha de água. Só depois de uma hora de prova é permitido ir ao banheiro, então nada de exagerar na água, ficar apertado e se desconcentrar!

Onde encontrar o resultado do Vestibular UERJ 2019?

O resultado de cada fase é sempre divulgado no site do Vestibular UERJ nas datas previstas nos editais. É importante olhar os resultados assim que eles forem divulgados, pois o aluno tem direito a pedir a revisão do Exame Discursivo, desde que dentro do período previsto no edital.

Nota de Corte UERJ

Vestibular UERJ totaliza 100 pontos, sendo 20 deles do Exame de Qualificação e 80 do Exame Discursivo. Todos os candidatos que atingirem pelo menos 5 pontos no Exame de Qualificação são aprovados para o Exame Discursivo e, portanto, a nota de corte é em relação à soma da pontuação obtida nos dois exames.

É preciso ter em mente que as notas de corte são alteradas significativamente se o candidato tem direito ao sistema de cotas. A tabela completa com as notas mínimas e máximas do Vestibular UERJ 2018 pode ser vista no site da UERJ.

Vejamos as notas de corte das vagas não reservadas para alguns dos cursos mais procurados na UERJ:

  • Administração (Rio): 56
  • Arquitetura e Urbanismo (Petrópolis): 53,75
  • Ciências Econômicas (Rio): 71,50
  • Direito (Rio): 82,75
  • Engenharia Civil (Rio): 78,50
  • Engenharia Mecânica (Rio): 84,25
  • Jornalismo (Rio): 79,00
  • Letras: Português/Literatura (Rio): 61,50
  • Medicina (Rio): 89,25
  • Nutrição (Rio): 50,25
  • Pedagogia (Rio): 20,50

Como é possível ver pelas notas acima, as notas de corte variam muito dependendo do curso. Os cursos com as maiores notas de corte são: Medicina, Jornalismo, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção, Engenharia Civil, Desenho Industrial e Direito, cursos para os quais é preciso obter uma pontuação de pelo menos 78 pontos.

Já as menores notas de corte ocorrem nos cursos de Ciências Atuariais, Ciências Biológicas, Educação Física, Engenharia Cartográfica, Engenharias em outros campus, como Nova Friburgo ou Resende, Estatística, Filosofia, Física, Geografia, Letras em outros campus, como São Gonçalo, Matemática, Pedagogia, Serviço Social e Turismo, todos girando em torno dos 20 pontos.

Quais cursos são oferecidos na UERJ?

A UERJ oferece 65 cursos de graduação gratuitos, espalhados em sete campus no estado: Rio, Petrópolis, São Gonçalo, Nova Friburgo, Resende, Duque de Caxias e Teresópolis. Veja abaixo a lista de cursos e as unidades em que são ofertados:

  • Administração (Rio)
  • Arqueologia (Rio)
  • Arquitetura e Urbanismo (Petrópolis)
  • Artes Visuais (Rio)
  • Ciências Atuariais (Rio)
  • Ciências Biológicas (Rio e São Gonçalo)
  • Ciências Contábeis (Rio)
  • Ciência da Computação (Rio)
  • Ciências Econômicas (Rio)
  • Ciências Sociais (Rio)
  • Design (Rio)
  • Direito (Rio)
  • Educação Física (Rio)
  • Enfermagem (Rio)
  • Engenharia de Computação (Nova Friburgo)
  • Engenharia Mecânica (Rio, Nova Friburgo e Resende)
  • Engenharia Ambiental e Sanitária (Rio)
  • Engenharia Cartográfica (Rio)
  • Engenharia Civil (Rio)
  • Engenharia Elétrica (Rio)
  • Engenharia de Produção (Rio e Resende)
  • Engenharia Química (Rio e Resende)
  • Estatística (Rio)
  • Filosofia (Rio)
  • Física (Rio)
  • Geografia (Rio, São Gonçalo, Duque de Caxias)
  • Geologia (Rio)
  • História (Rio, São Gonçalo)
  • História da Arte (Rio)
  • Jornalismo (Rio)
  • Letras – Inglês/Literaturas (Rio)
  • Letras – Português/Alemão (Rio)
  • Letras – Português/Espanhol (Rio)
  • Letras – Português/Francês (Rio)
  • Letras – Português/Grego (Rio)
  • Letras – Português/Italiano (Rio)
  • Letras – Português/Japonês (Rio)
  • Letras – Português/Latim (Rio)
  • Letras – Português/Literaturas (Rio, São Gonçalo)
  • Letras – Português/Inglês (São Gonçalo)
  • Matemática (Rio, São Gonçalo, Duque de Caxias)
  • Medicina (Rio)
  • Nutrição (Rio)
  • Oceanografia (Rio)
  • Odontologia (Rio)
  • Pedagogia (Rio, São Gonçalo, Duque de Caxias)
  • Psicologia (Rio)
  • Química (Rio)
  • Relações Internacionais (Rio)
  • Relações Públicas (Rio)
  • Serviço Social (Rio)
  • Turismo (Teresópolis)

Calendário UERJ 2019

  • 13 a 15/06/2018 — solicitação de isenção para o 2º Exame de Qualificação;
  • 14/07/2018 — divulgação dos resultados da isenção;
  • 17/07 a 05/08/2018 — solicitação de inscrição para o 2º Exame de Qualificação;
  • a partir de 29/08/2018 — confirmação da inscrição e emissão do cartão de confirmação;
  • 16/09/2018 — realização do 2º Exame de Qualificação e divulgação dos gabaritos (após o Exame);
  • 24/09/2018 — divulgação do resultado do 2º Exame de Qualificação;
  • 02/12/2018 — data do Exame Discursivo.

Como estudar para o Vestibular UERJ 2019?

Uma boa forma de estudar para o Vestibular é olhar as provas UERJ dos anos anteriores. No site do Vestibular UERJ 2019, você tem acesso às provas dos Exames de Qualificação e dos Exames Discursivos desde 2011 e os gabaritos.

É importante estudar pelas provas antigas pois o formato geral dos exames se manteve durante os anos e é possível ter uma boa ideia de como serão as questões e a redação.

Para estudar os conteúdos específicos de cada disciplina, você pode se cadastrar gratuitamente na plataforma Stoodi e aproveitar as videoaulas e os exercícios. Comece a estudar para o Vestibular UERJ 2019 agora mesmo!

Alguns cursos demandam a realização de uma segunda fase, como mencionamos. São chamadas de Provas de Habilidades Específicas e ocorrem após a classificação dos candidatos via Enem. Na UFMG, essas provas acontecem no início do ano seguinte, como era antigamente no Concurso Vestibular organizado pela Copeve.

Cadastre-se gratuitamente no Stoodi e tenha acesso a videoaulas que vão te garantir uma vaga no Enem!