UFBA: o guia completo!

Universidade Federal da Bahia (UFBA) é o centro de ensino superior mais antigo do Brasil, fundado ainda em 1.808 pelo Rei de Portugal D. João VI, logo após a chegada da família real ao Brasil.

Estudar em um ambiente que por si só carrega muita tradição e história é o desejo de milhares de estudantes. Por isso, esta é também uma das universidades mais concorridas do país.

Pensando em ajudar a se preparar adequadamente, reunimos neste guia as principais informações para que você possa estudar na UFBA. Ficou interessado? Então, continue a leitura e conheça mais detalhes sobre essa importante e tradicional instituição!

Como funciona o vestibular da UFBA?

UFBA não se utiliza de processo seletivo próprio para o preenchimento das vagas de seus cursos regulares de graduação. Assim, todos os procedimentos para admissão de novos alunos são feitos por meio do SiSU (Sistema de Seleção Unificado).

Portanto, o candidato interessado em ingressar na Universidade Federal da Bahia deve se inscrever para realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Após realizar as provas, o candidato poderá verificar se sua avaliação está dentro da média de notas de corte exigida para o curso desejado.

Em seguida, será possível fazer sua escolha em função das vagas ofertadas pela UFBA.

O que levar e o que não levar no dia da prova?

Faz parte da preparação para a prova saber como se comportar em sala e, principalmente, levar apenas o necessário para a realização do exame. Assim, fica mais fácil controlar a ansiedade para este momento tão importante e reduzir os riscos de qualquer eventualidade.

Como falamos anteriormente, o processo seletivo para os cursos de graduação da UFBA se dá por meio do Enem/SiSU. Dessa forma, você deverá seguir as diretrizes de aplicação definidas pelo Ministério da Educação (MEC).

No dia da prova, você deve levar apenas os seguintes itens:

  • caneta esferográfica de tubo transparente na cor preta;
  • documento de identificação original com foto (RG, CNH, Carteira de Trabalho e Previdência Social, passaporte);
  • lanches leves e sucos. A fome e a sede podem ser fatores estressantes. Assim, leve água e algum alimento leve que possa ser ingerido sem grandes problemas. Castanhas, nozes, bolachas secas e balas são alguns dos alimentos permitidos e indicados.

Por outro lado, é preciso ter atenção sobre os itens que não devem ser levados no dia da prova. São eles:

  • qualquer dispositivo de contagem de tempo, como relógios (analógicos ou digitais). Costuma-se mensurar o tempo por meio de gráficos na lousa e os fiscais responsáveis por cada sala ficam incumbidos de disponibilizar essa forma de contagem dos minutos e horas.
  • protetores de ouvido ou fones;
  • dispositivos eletrônicos de qualquer espécie, como celulares, calculadoras, computadores, notebooks, tablets, máquinas fotográficas, filmadoras, óculos escuros ou qualquer forma de verificação de informação;
  • qualquer tipo de material de consulta. Isso é expressamente proibido durante a prova, ainda que nos momentos antes do início seja possível fazer verificações de conteúdo caso você queira. Essas regras valem tanto para materiais impressos quanto para digitais;
  • canetas que não sejam esferográficas de tubo transparente;
  • corretivo;
  • bonés, gorros, chapéus ou qualquer adereço que cubra a cabeça e as orelhas.

Resultado do vestibular da UFBA: onde encontrar?

Após ter acesso ao resultado do Enem, você deve acessar o site oficial da UFBA e se inscrever no curso desejado. Com suas informações pessoais e o resultado do exame, você deverá criar uma conta com login e senha e conferir o resultado no seu painel de acesso.

Como fazer sua inscrição UFBA?

Para ingressar como aluno regular nos cursos de graduação da UFBA, é necessário ser eleito pelo sistema de classificação dado pelo ENEM/SiSU. Dessa forma, como já explicamos, o aluno deve se preparar para o Exame Nacional do Ensino Médio e, a partir de sua nota, escolher o curso que deseja.

Vale ressaltar, porém, que, ao optar por cursos relacionados às áreas de decoração, teatro e música, será necessário realizar uma prova de Habilidades Específicas, além do Enem. Da mesma forma, candidatos índios ou quilombolas que desejarem se candidatar às vagas extras a eles direcionadas também deverão fazer as provas de Habilidades Específicas (caso o curso demande), além das provas do Enem.

Nota de corte UFBA

nota de corte é uma ferramenta por meio da qual as universidades são capazes de verificar a competência dos candidatos. Por isso, essa condição é o principal fator de preocupação por parte dos candidatos.

Afinal, por meio dela é possível saber se estará apto de fato para concorrer à tão sonhada vaga no curso escolhido. Ainda, vale lembrar que a quantidade de candidatos por vaga é um índice levado em consideração na hora de definir a nota de corte.

Veja, logo abaixo, alguns exemplos de notas que foram usadas para definir a classificação dos alunos em exames prestados anteriormente.

Maiores notas de corte

As maiores notas de corte da UFBA pertencem aos cursos de Medicina e Engenharia Elétrica. Para o curso de Medicina em Salvador, a nota de corte é de 784,0; em Vitória da Conquista a nota maior é 779,0. Já para o curso de Engenharia Elétrica, a maior nota de corte é de 771,0, também em Salvador.

Menores notas de corte

As menores notas de corte pertencem aos cursos de Biblioteconomia e de Arquivologia da UFBA. Em relação ao primeiro curso, a nota de corte é de 630,0; os candidatos ao curso de Arquivologia têm uma nota mínima de 632,0.

Provas UFBA

Como já foi dito, o ingresso na UFBA se dá pelo Enem/SiSU. Dessa forma, é importante saber quais conteúdos são importantes para se preparar melhor. Atualmente, a prova do Enem é dividida em duas etapas, geralmente aplicada em dois domingos seguidos — no início de novembro.

Primeiro dia

Nesta primeira fase, são aplicadas a prova de Linguagens, códigos e suas tecnologias — que englobam as disciplinas de Língua PortuguesaLiteraturaLíngua EstrangeiraArtes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação — e a de Ciências Humanas e suas tecnologias — que trata dos assuntos relacionados à HistóriaGeografiaFilosofia e Sociologia. Além dessas duas provas, com 45 questões cada, no primeiro dia é cobrada a elaboração da Redação.

Segundo dia

Após concluir a primeira etapa de provas, os candidatos seguem, na semana consecutiva, para o segundo dia de avaliações: Ciências da Natureza e suas tecnologias. O objetivo dessa prova, também com 45 questões, é avaliar os conhecimentos dos candidatos em matérias como QuímicaFísica e Biologia.

Por fim, existem mais 45 questões sobre Matemática e suas tecnologias, ou seja, são aplicados testes para verificar o nível de conhecimento matemático dos candidatos.

Como entrar na UFBA: o que estudar para o vestibular?

Enem é uma prova longa e, por isso, foi dividida em duas etapas. Composta por 180 questões de múltipla escolha — além de uma redação —, preparar-se corretamente para esse exame exige muito dos candidatos.

Dessa forma, é fundamental que você não perca tempo! Aprofunde seus conhecimentos em conteúdos com maior peso.

Disciplinas: UFBA

Veja, a seguir, o que deverá ser estudado com mais atenção de acordo com cada matéria.

Linguagens, Códigos e suas tecnologias

Na primeira etapa do Enem, a avaliação tem como objetivo testar os conhecimentos dos estudantes sobre assuntos como:

Ciências Humanas e suas tecnologias

Nessa avaliação, os conteúdos estão relacionados às matérias de História, Filosofia, Geografia, Sociologia e conhecimentos gerais relacionados. É importante que você dê uma atenção maior a conceitos mais específicos como:

Ciências da Natureza e suas tecnologias

Esta prova costuma ser vista com grande preocupação, uma vez que caem questões referentes à Biologia, Química e Física, como falamos acima. No entanto, se você estudar as matérias indicadas, certamente não há o que temer. Os conteúdos com maior probabilidade de aparecer na prova são:

Matemática e suas tecnologias

As matérias mais importantes a serem estudadas para esta prova são:

Prova de Redação

Em relação à redação, é importante que o candidato se atenha ao tema proposto e desenvolva sua argumentação com clareza e um bom embasamento.

Pode parecer difícil, mas a redação é o momento da prova em que o candidato será avaliado de acordo com algumas diretrizes, sendo elas o conhecimento e boa utilização da língua portuguesa, a compreensão do tema proposto, a organização estrutural do texto, os conhecimentos linguísticos, coesão e coerência na exposição das ideias, e por fim, a argumentação.

Os temas da redação podem variar, mas sempre costumam se debruçar sobre o que está acontecendo nos dias atuais, assim como em relação aos impactos sociais, políticos, econômicos e culturais da sociedade como um todo. Alguns dos temas dos anos anteriores demonstram essa preocupação social, sendo alguns exemplos “A persistência da violência doméstica contra a mulher brasileira” e “Impactos da Lei Seca”.

Uma maneira de estudar suas habilidades na construção de uma redação boa é treinar semanalmente a sua escrita. Produza textos e, se possível, peça que alguém faça a correção. Fique particularmente atento à forma como você expõe suas ideias, analise e pesquise conteúdos relevantes para a sociedade atual, busque sempre desenvolver seu pensamento crítico.

UFBA: leitura obrigatória

Enem não costuma passar listas de livros “oficiais” de literatura que podem cair na prova. No entanto, de acordo com provas anteriores, é possível verificar o aparecimento constante de alguns autores: Machado de Assis, Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade.

Contudo, vale ressaltar a extrema importância de se conhecerem alguns clássicos da literatura brasileira para que não ocorra nenhum problema na hora da prova. Assim, é possível fazer um cronograma e ler todos estes livros antes da avaliação:

Isenção UFBA: como solicitar isenção da taxa de inscrição?

taxa de isenção do Enem pode ser disponibilizada caso o candidato:

  • esteja cursando o terceiro ano do ensino médio no ano da prova, e que estude em escola pública;
  • seja participante do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2017 e tenha atingido a nota mínima para o recebimento do certificado de validação do ensino médio;
  • tenha estudado integralmente em escolas da rede pública de ensino, ou que tenha sido bolsista em escolas da rede privada com renda per capita de meio salário mínimo mensal;
  • se enquadre em questões de vulnerabilidade socioeconômica vivendo de uma renda per capita de meio salário mínimo, ou renda familiar mensal de até R$ 2862.

UFBA: cursos

UFBA conta com uma lista ampla de cursos espalhados por várias cidades no estado da Bahia. Os campi estão dispostos em SalvadorVitória da Conquista e Barreiras. Assim, esta se torna uma opção maior para que os candidatos tenham mais liberdade de escolha e facilidade de mobilidade.

Em Salvador está localizada a primeira sede do curso de Medicina do Brasil Império. Criada em 18 de fevereiro de 1808, foi chamada inicialmente de Escola de Cirurgia da Bahia. Hoje, é conhecida como a Faculdade de Medicina da Bahia e conta com duas escolas interligadas: Odontologia e Farmácia.

Ainda em Salvador, existem os campi: Faculdade de Direito da Bahia, Escola Politécnica da Bahia, Faculdade de Filosofia da Bahia e Faculdade de Ciências Econômicas.

Além desses, a capital baiana também comporta outros 32 centros universitários: Faculdade de Direito; escolas de Administração, Enfermagem, Nutrição, Medicina Veterinária, Zootecnia, Ciência da Informação, Biologia, Geociências, Física, Letras, Matemática, Química, entre outros.

Na cidade de Vitória da Conquista, existe desde 2006 o Instituto Multidisciplinar em Saúde. O departamento é responsável por oferecer os cursos que estão relacionados às Ciências Biológicas. Além disso, o campus também oferece alguns cursos de pós-graduação de mesma matéria.

Enquanto o campus de Vitória da Conquista oferece cursos relacionados às áreas biológicas, a cidade de Barreiras disponibiliza cursos direcionados para a área das Ciências Exatas. Afinal, lá estão os cursos de Engenharia Civil, Engenharia Sanitária e Ambiental, Geologia, Geografia, Matemática e Química — as três últimas contam com as opções de licenciatura e bacharelado.

Confira, a seguir, uma lista completa com todos os cursos de nível superior disponíveis na Universidade Federal da Bahia.

  • Arquitetura e Urbanismo;
  • Engenharia Civil;
  • Engenharia da Computação;
  • Engenharia de Agrimensura e Cartográfica;
  • Engenharia de Controle e Automação de Processo;
  • Engenharia de Minas;
  • Engenharia de Produção;
  • Engenharia Elétrica;
  • Engenharia Mecânica;
  • Engenharia Química;
  • Engenharia Sanitária e Ambiental;
  • Ciência da Computação;
  • Estatística;
  • Física (Licenciatura e Bacharelado);
  • Geofísica;
  • Geografia (Licenciatura e Bacharelado);
  • Geologia;
  • Licenciatura em Computação – Noturno;
  • Matemática (Licenciatura e Bacharelado);
  • Oceanografia;
  • Química (Licenciatura e Bacharelado e Química Industrial);
  • Química (Licenciatura);
  • Sistemas de Informação (Bacharelado);
  • Ciências Biológicas (Licenciatura e Bacharelado);
  • Farmácia;
  • Gastronomia;
  • Licenciatura em Ciências Naturais;
  • Medicina Veterinária;
  • Zootecnia;
  • Biotecnologia;
  • Enfermagem;
  • Fisioterapia;
  • Fonoaudiologia;
  • Medicina;
  • Nutrição;
  • Odontologia;
  • Saúde Coletiva;
  • Administração;
  • Arquivologia;
  • Biblioteconomia e Documentação;
  • Direito;
  • Licenciatura em Educação Física;
  • Pedagogia;
  • Secretariado Executivo;
  • Engenharia Sanitária e Ambiental;
  • Geografia (Licenciatura e Bacharelado);
  • Geologia;
  • Matemática (Licenciatura e Bacharelado);
  • Química (Licenciatura e Bacharelado);
  • Ciências Biológicas (Licenciatura e Bacharelado);
  • Biotecnologia;
  • Ciências Biológicas (Bacharelado);
  • Enfermagem;
  • Farmácia;
  • Nutrição;
  • Administração;
  • Arquivologia;
  • Biblioteconomia e Documentação;
  • Direito;
  • Licenciatura em Educação Física;
  • Pedagogia;
  • Secretariado Executivo;
  • Ciências Sociais (Licenciatura e Bacharelado);
  • Filosofia;
  • História (Licenciatura e Bacharelado);
  • Museologia;
  • Psicologia – Formação de Psicólogo;
  • Comunicação – Jornalismo;
  • Comunicação – Produção em Comunicação e Cultura;
  • Estudos de Gênero e Diversidade (Bacharelado);
  • Serviço Social.

Especialização UFBA

Os cursos de especialização latu sensu da UFBA estão divididos em cinco áreas do conhecimento. Além disso, eles se dividem entre presencial e EAD (Ensino a Distância).

Na Área I, estão os cursos de Ciências Físicas, Matemática e Tecnologia, contendo 8 cursos em 2018; na Área II, estão as Ciências Biológicas e Profissões da Saúde, com 9 cursos.

Na Área III se agrupam os cursos de Filosofia e Ciências Humanas, com 12 cursos; a Área IV é destinado às Letras com 1 curso e, por fim, a Área V é das Artes, contendo 2 cursos. Os alunos podem verificar as opções na página dos cursos de extensão da UFBA, sendo que cada área pertence a uma unidade e os horários, vagas e critérios de seleção são exclusivos de cada uma.

Pós-graduação UFBA

As leis que regulamentam a pesquisa de pós-graduação no Brasil foram propostas a partir de 1960. Mais especificamente, em 1965 foi formalizado o ensino dos cursos de pós-graduação strictu sensu, ou seja, ensino específico a cada área de conhecimento.

Em 1968, foi criada uma lei que modificava o Estatuto do Magistério, prevendo que todos os professores de ensino superior deveriam ser especialistas e contar com títulos de pós-graduação.

Dessa forma, a UFBA acelerou a implementação desses cursos: os primeiros se deram ainda no final da década de 1960 e início de 1970. O primeiro curso de mestrado foi o Programa de Mestrado em Química, instituído em 1968, seguido pelos cursos de Geofísica e Matemática em 1969; Educação em 1972; MedicinaEconomia e Patologia Humana, todos em 1973.

O primeiro curso de doutorado foi criado e aprovado em 1972, com o Programa de Pós-Graduação em Geofísica. Foi apenas em 1988 que foi criado o segundo curso de doutorado, com o Programa de Patologia Humana. Primeiramente, a UFBA preferiu focar seus esforços na criação dos cursos de mestrado.

Mestrado UFBA

Existe dois tipos de mestrado na UFBA, o acadêmico e o profissional. O mestrado profissional é um direcionamento da pós-graduação que propõe uma capacitação melhor para o mercado de trabalho. Sendo assim, os cursos são direcionados a áreas do conhecimento que possam receber aplicações mais práticas e diretas.

mestrado acadêmico, por outro lado, se propõe a trabalhar com pesquisa, teorias ou hipóteses aplicáveis ao conhecimento humano, ao conhecimento da sociedade e de seu funcionamento. As duas áreas conversam entre si e de forma alguma são excludentes.

UFBA conta com 11 cursos de mestrado profissional, sendo 4 na área de Humanas; 2 na área das Artes; 3 na área das Exatas e 2 na área de Biológicas. O mestrado acadêmico oferece 18 cursos, sendo 9 na área de Biológicas; 2 na área de Humanas; 1 na área das Artes e 6 na área de Exatas.

Doutorado UFBA

UFBA conta com poucos cursos de doutorado se comparada aos do mestrado acadêmico ou com o profissional. Trata-se de uma escolha estratégica da universidade, que buscou primeiro aumentar as possibilidades dos cursos de mestrado. Assim, eles estão divididos em 3 áreas de conhecimento, sendo 3 cursos na área das Exatas, 1 na de Humanas e 1 na de Biológicas.

Provas anteriores UFBA para você estudar

Uma ótima maneira de estudar para os processos seletivos é buscar as provas anteriores da instituição de interesse e analisar as questões. Assim, você pode ir verificando o tipo de conteúdo, a linguagem, as abordagens, as matérias e temas.

A maioria das universidades libera as provas anteriores para consulta. Assim, basta acessar o banco de dados na página dos processos seletivos anteriores e verificar os arquivos de provas. No entanto, é importante ter em mente que, desde 2011, a UFBA só admite candidatos que fizeram e foram classificados pelo sistema SiSU. Portanto, é importante que você leve em consideração as provas anteriores realizadas pelo Enem.

Calendário UFBA

Para o ingresso na UFBA, é necessário prestar atenção a dois calendários: o do Enem e o da própria universidade. O calendário do Enem está disponível em sua página oficial e por lá, é possível ficar de olho em todas as etapas do processo e o que deve ser feito em cada uma delas.

calendário da UFBA também pode ser verificado por meio do endereço eletrônico oficial. Nela estão disponíveis todas as informações necessárias para que você não perca nenhuma das etapas.

Concluindo, fazer qualquer processo seletivo pode ser uma experiência cansativa e que, por vezes, acaba trazendo muito nervosismo e ansiedade. No entanto, o mais importante é se programar, fazer um calendário com as datas importantes e os conteúdos a serem estudados e dar sequência em sua preparação.

Para que você fique por dentro de todas as matérias e informações importantes sobre processos seletivos, acesse nossa página e confira as videoaulas e demais materiais com conteúdos exclusivos para te ajudar em sua jornada. Aproveite!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!