UFRJ: o guia completo!

Tudo sobre a UFRJ

Neste post, você encontrará tudo que precisa saber para ingressar na UFRJ. Reunimos cuidadosamente e de modo sintetizado as informações essenciais sobre o processo seletivo dessa renomada instituição. Entender bem o funcionamento do processo pode ser o diferencial na hora de planejar seus estudos e, assim, garantir a vaga no curso desejado.

Abordaremos os seguintes tópicos:

  • Funcionamento do vestibular da UFRJ;
  • Onde encontrar o resultado do vestibular;
  • Como você deve fazer a inscrição na UFRJ;
  • O que estudar para esse processo seletivo;
  • Disciplinas cobradas;
  • Prova de redação;
  • As notas de corte;
  • Cursos da UFRJ;
  • Pós-graduação na UFRJ;
  • Mestrado na UFRJ;
  • Calendário Anual;
  • Provas anteriores do vestibular.

Como funciona o vestibular da UFRJ?

Assim como em grande parte das instituições públicas, a UFRJ tem o Exame Nacional do Ensino médio (Enem) como forma principal de acesso às suas vagas. Contudo, existem provas específicas para selecionar os estudantes para alguns cursos de graduação. São os chamados Testes de Verificação de Habilidades Específicas (THE), tópico que comentaremos de forma detalhada mais à frente.

Portanto, a UFRJ não tem um processo seletivo de vestibular próprio, como havia alguns anos atrás. No segundo semestre de 2011, o conselho universitário da UFRJ adotou o Enem e o Sistema de Seleção Unificado (SiSU), instituição coordenada pelo Ministério da Educação, para o ingresso dos novos graduandos.

Essas são as vias destinadas a quem vai iniciar a graduação, ou seja, cursar o primeiro período. Para transferência entre cursos e outros casos específicos, existem outras possibilidades, que também serão explicadas.

O primeiro passo é inscrever-se com antecedência na prova do Enem, de modo a evitar contratempos. Existe uma taxa de inscrição, mas também existem possibilidades de acesso gratuito por razões socioeconômicas. Caso necessite deste recurso, é ainda mais recomendado entrar com os requerimentos necessários o quanto antes.

Resultado do vestibular: onde encontrar?

Após realizar a avaliação, que ocorre anualmente, você pode conferir no site do Enem suas pontuações. O gabarito oficial é sempre divulgado no dia seguinte ao da prova, que neste ano será realizada no dia 13 de novembro. As páginas institucionais da UFRJ fornecem os parâmetros e informações necessárias sobre cada curso — elas já podem servir como base para o planejamento de seu futuro acadêmico.

Neste site, você encontrará a nota de corte e o número de vagas para cada habilitação. Esse valor muda de ano para ano, mas já dá para ter uma boa estimativa da quantidade de pontos necessários. O número de vagas e a nota de corte da UFRJ são duas informações essenciais para quem almeja ser aluno dessa universidade.

Sobre isso, aqui vai uma dica importante. Não é necessário decidir com toda a certeza sua opção de curso antes de fazer a prova do ENEM. É claro que algum planejamento nesse sentido pode te ajudar, mas ter diferentes opções em mente pode facilitar seu acesso à universidade em que realmente deseja estudar.

Contando que a sua escolha de curso não envolva uma prova específica, o processo se resume a isto. Após ser aprovado no ENEM, basta entrar no site do SiSU e escolher duas opções de graduação, selecionando também a universidade em que deseja estudar.

Caso os critérios anteriores sejam cumpridos, você terá assegurada sua vaga após matricular-se adequadamente com os documentos necessários. Ressaltamos que o processo de matrícula, embora seja simples, é independente do cadastro no SiSU.

Fique atento às datas e aos papeis requisitados. Continue a leitura que já abordaremos esse ponto. Mas, primeiro, falaremos um pouco sobre o caso das graduações que exigem processos seletivos particulares, realizados pela própria UFRJ.

Como funciona o processo seletivo dos cursos com provas específicas?

Confira a seguir uma lista das habilitações que demandam uma avaliação específica do aluno, além da prova de vestibular do ENEM:

  • arquitetura e urbanismo;
  • artes cênicas – na habilitação de direção teatral;
  • composição de interior;
  • composição paisagística;
  • comunicação visual – na habilitação em design;
  • dança;
  • desenho industrial – na habilitação em projetos de produto;
  • música – na modalidade bacharelado e, também, para licenciatura.

Funciona da seguinte forma: o estudante que cumprir os requisitos mínimos no exame nacional e aprovação no THE poderá ingressar nas vagas dos cursos descritos acima. Existem diferenças nos calendários dessas duas etapas, portanto fique atento às datas!

Por volta de agosto, a UFRJ lança em seu portal um edital explicando as regras para as avaliações específicas naquele período. Trata-se de um processo seletivo que ocorre apenas uma vez por ano. Mas não precisa se preocupar: caso seja aprovado, sua certificação tem a validade de três anos.

Exemplificando: caso tenha sido aprovado na avaliação de habilidades específicas em 2019, você não precisará se preocupar com ela até o ano de 2022. Outra facilidade é a de que nem todos os cursos descritos exigem uma avaliação exclusiva. Alguns deles fazem parte de um mesmo agrupamento, de modo que a certificação em um deles também pode contar para outra opção do mesmo grupo.

Detalharemos como funcionam essas equivalências. Primeiro, já que habilidades similares serão testadas, os seguintes cursos dividem o mesmo certificado do THE:

  • arquitetura e urbanismo;
  • composição paisagística;
  • composição de interior;
  • comunicação visual na modalidade design;
  • desenho industrial na opção projeto de produto.

No caso de dança ou direção teatral, cada um desses exige uma prova única, que qualifica apenas para eles. Por fim, tanto na licenciatura quanto no bacharelado em música você será avaliado em um teste escrito e prático.

Como fazer sua inscrição na UFRJ?

Agora que já sabe tudo o que é preciso, bastará fazer sua inscrição com a devida documentação para efetivamente iniciar seu processo de qualificação profissional. Assim que confirmar a sua classificação, acesse a respectiva área na página da UFRJ e efetue uma pré-matrícula digital.

Neste documento, estarão descritos o dia, horário e local da matrícula presencial. São dados vitais, portanto, não esqueça de salvá-los. Confira também os documentos que deverá organizar para o dia da matrícula oficial. Sem eles, será impossível se inscrever — mas isso não será um problema, pois há tempo hábil até a data em questão.

Também será o momento de definir a sua primeira grade de disciplinas. Aproveite para conhecer seus futuros colegas e as dependências de sua futura universidade. Com a matrícula e a confirmação de sua grade, você será oficialmente um aluno da UFRJ!

Como entrar na UFRJ: o que estudar para o vestibular?

Seja qual for sua opção, se preparar para o ENEM é o melhor caminho para chegar lá! Dê uma checada em nosso guia sobre o Enem 2019, com todos as informações essenciais para direcionar seus estudos com eficácia e segurança.

Em seguida, vamos te dar um panorama dos conteúdos que você precisa trabalhar para garantir seu ingresso na Universidade Federal do Rio de Janeiro, no curso que almeja.

Disciplinas

Diferente do estilo tradicional de ensino, que costuma ter mais divisões entre as disciplinas, o ENEM se organiza em torno de quatro eixos principais, além da redação. Cada um desses quatro cadernos tem 45 questões, e eles se dividem por dois dias de prova.

São eles:

  • ciências humanas e suas tecnologias;
  • linguagem, códigos e suas tecnologias;
  • ciências da natureza e suas tecnologias;
  • matemática e suas tecnologias

No primeiro dia do exame, você responderá os cadernos de ciências humanas e linguagem. Já no segundo, ciências da natureza e matemática. Vamos explicar agora as características de cada um desses grandes temas. Acompanhe!

Ciências humanas e suas tecnologias

Neste caderno, você encontrará as questões relacionadas às disciplinas de: história, geografia, sociologia e filosofia. Vale ressaltar que, ainda que haja essas subdivisões, os exercícios são formulados de maneira interdisciplinar, estimulando essa linha de raciocínio no aluno.

Isso acontece em toda a avaliação, e de forma ainda mais acentuada neste caderno. Mais do que saber reproduzir uma resposta decorada, você será incentivado a raciocinar criticamente. Trata-se de um exercício de ler os textos e charges propostas em cada tarefa e extrapolar o que está ali informado a partir do conhecimento do aluno.

Alguns temas costumam ser recorrentes nesse eixo, por isso, vale a pena dar atenção a eles:

  • regime militar no Brasil;
  • imperialismo e colonialismo;
  • fases do capitalismo;
  • ciência moderna e filosofia do conhecimento;
  • o poder da política;
  • desigualdades sociais

Ciências da natureza e suas tecnologias

Neste caderno, haverá questões sobre os três grandes campos das ciências naturais: física, química e biologia. Além dos tradicionais exercícios envolvendo fórmulas e cálculos, você encontrará também textos e discussões para contextualizar a pergunta. É bom ficar bastante atento a essas formulações, pois nelas podem estar escondidas dicas valiosas sobre a resposta certa.

Temas frequentes associados às questões deste caderno envolvem principalmente o meio-ambiente, os impactos humanos e a utilização dos recursos naturais. São assuntos de interesse da sociedade como um todo, evidenciando o valor das tecnologias científicas para o desenvolvimento socioeconômico.

Fique de olho nesses assuntos ao longo de seu período de estudos, pois costumam ser bastante frequentes nas provas:

  • engenharia genética e biotecnologia;
  • funcionamento dos ecossistemas e seus componentes;
  • organização celular;
  • eletrodinâmica;
  • equilíbrio molecular;
  • eletroquímica.

Linguagem, códigos e suas tecnologias

Português, língua estrangeira (inglês ou espanhol a depender de sua opção), literatura e artes são as disciplinas deste caderno. Como você pode imaginar, os exercícios costumam envolver bastante leitura, tendo como característica uma ampla variedade de gêneros textuais e linguísticos.

Uma leitura minuciosa será sua principal aliada. Mas não deixe, também, de estudar com atenção os conteúdos dessas matérias. O hábito da leitura também é uma indicação importante para se dar bem tanto nessa prova quanto na escrita da redação, bem como no seu futuro desenvolvimento enquanto estudante de graduação.

Conforme mencionamos, na hora da inscrição você deve optar por um dos dois idiomas para atestar seu conhecimento em uma língua estrangeira: inglês ou espanhol. Sobre essa escolha, não tem segredos, basta optar por aquela que você tem mais afinidade para responder.

Recomendamos também que se dê uma especial atenção ao conhecimento dos diferentes gêneros linguísticos e suas especificidades. É um conhecimento útil não só para essa prova como para a produção de uma redação de qualidade, etapa do ENEM que carrega um peso grande na nota, como bem se sabe. Os temas mais presentes neste caderno são:

  • princípios da interpretação de texto;
  • semântica e significação;
  • gramática básica;
  • variações e funções da linguagem

Matemática e suas tecnologias

Como o próprio nome sugere, esse bloco de perguntas é destinado basicamente à disciplina da matemática. Seja qual for sua área de atuação no futuro, é bom ter em mente que um conhecimento básico sobre matemática é útil de formas que você nem imagina. Esqueça aquela ideia de que essa é uma disciplina inútil para quem não é da área.

O indivíduo que desenvolve esse tipo de raciocínio consegue lidar melhor com a resolução de problemas em sua experiência, ganhando vantagem pela construção de uma forma lógica de compreender a realidade. Seus princípios e operações estão presentes até mesmo em momentos triviais do cotidiano.

É a partir dessa compreensão que os exercícios da prova são formulados e selecionados. Vale repetir que uma leitura atenta dos enunciados e outras informações disponibilizadas podem ser um diferencial no dia do vestibular. Seguem os temas mais recorrentes do caderno de matemática:

  • proporções e razões;
  • cálculos de porcentagem;
  • regra de três;
  • análise de gráficos e tabelas.

Prova de redação 

A prova de redação é um momento bastante esperado, causando ansiedade em muitos dos vestibulandos. É possível aliviar essas tensões com algumas atitudes simples, começando por procurar saber com antecedência o que te esperará nesse dia.

Já é uma tradição do ENEM pedir que o estudante escreva um texto dissertativo-argumentativo, com um direcionamento e proposta de intervenção. Caso nunca tenha ouvido falar disso, não se desespere. O que será exigido de você, em suma, é que defenda coerentemente um ponto de vista sobre determinada temática social.

Nessa escrita, portanto, não existe certo ou errado a respeito do ponto de vista a ser defendido. O mesmo tema pode ter múltiplas abordagens, sendo que o aspecto que mais será levado em conta nessa escrita é a capacidade do estudante em defender um argumento lógico, que responde à pergunta apresentada, de uma maneira crítica e racional.

Aqui vão algumas dicas simples, que podem fazer toda a diferença na hora de escrever sua redação:

  • dê uma olhada nos temas dos anos anteriores e nas previsões feitas por quem entende do assunto — isso pode te dar uma boa noção do tipo de problemática que será abordada;
  • compreenda e absorva com atenção o esquema de escrita de um texto dissertativo — ele é bastante simples e ajudará você a organizar melhor suas ideias;
  • sempre faça um rascunho antes de transcrever o texto para a folha definitiva — existe um espaço para isso no caderno e você terá tempo suficiente para fazê-lo;
  • leia com atenção o enunciado e os textos de apoio e atente para as instruções descritas na prova — elas são mais importantes do que qualquer esquema que você já tenha estudado e desrespeitá-las pode fazer zerar sua redação;
  • treine sempre que possível sua escrita, mas não caia em “decorebas” de forma que você tenha um texto pronto antes da prova — a prática da escrita é valiosa, pois te permite escrever com mais naturalidade e coerência.

Nota de corte UFRJ

Conforme mencionamos anteriormente, as notas de corte são decisivas para definir quem poderá ocupar as vagas disponibilizadas pela UFRJ em cada semestre. No site da instituição, você encontrará uma descrição detalhada desses valores em cada ano, o que varia de acordo com a procura pelos cursos e com a possibilidade da universidade em ofertá-las.

Caso não tenha atingido a note de corte para o curso desejado, além de tentar no próximo ano, você também pode inscrever-se na lista de espera da UFRJ. Quer saber como funciona essa seleção posterior? É simples, basta inscrever-se no curso desejado no site da pré-matricula e na plataforma do Sisu para entrar na lista de espera, caso surjam desistentes e outras vagas remanejadas.

Cursos UFRJ

Entre cursos e habilitações, a federal carioca já conta com 139 diferentes possibilidades de entradas na graduação. Além dos já conhecidos campi na cidade, existem outras 29 unidades de ensino pela região, expandindo as possibilidades de acesso dos alunos que não residem nos grandes centros urbanos.

As modalidades de ensino também são diversas, tendo opções para os turnos diurno e noturno em muitos casos. Existem programas de acesso, também, para estudantes de outros países e culturas, diversificando a experiência do aluno em sua estadia na universidade.

Seja qual for sua escolha, você também terá acesso a uma variedade de práticas pedagógicas e de inserção no mercado profissional. Dentre elas, estão os projetos de extensão, estágios supervisionados e laboratórios de pesquisa e ensino.

UFRJ

Crédito: https://ufrj.br/

Pós-graduação UFRJ

Para quem gostaria de dar um passo à frente em sua carreira, a UFRJ também conta com um gabaritado programa de pós-graduação. Já é parte do senso comum a ideia de que um profissional parado no tempo acaba por perder espaço no mercado de trabalho, por isso é crucial manter-se atualizado e em constante aprimoramento do currículo.

São ofertados cursos tanto no formato lato-sensu quanto stricto-sensu, uma divisão na pós-graduação que visa atender profissionais com diferentes objetivos.

Formações lato-sensu

Caso não esteja familiarizado com a terminologia em latim, ela é usada para se referir a cursos de menor duração, mais voltados para a qualificação no mercado. Desta ala, fazem parte as especializações, MBAs e outros formatos de cursos livres. Geralmente, têm menor duração do que mestrados ou doutorados, contando com uma carga mínima de 360 horas.

Formações stricto-sensu

Aqui se enquadram os mestrados e doutorados, sendo que os primeiros são ofertados tanto em formato acadêmico, quanto profissional. Para alcançar o doutorado, primeiro o estudante deve ter em seu currículo um diploma de mestrado reconhecido pelo MEC, e assim estará apto a participar do processo seletivo e adquirir o título de doutor.

Mestrado UFRJ

Caso opte por esse caminho, você pode escolher cursar tanto um mestrado profissional quanto um acadêmico. O primeiro caso tem como objetivo a preparação do estudante formado na graduação para um determinado nicho do seu mercado de trabalho. É um título de peso no currículo, que pode ser um diferencial e até mesmo um requisito para certas vagas.

O mestrado acadêmico é destinado principalmente para quem tem interesse pela carreira de pesquisa e ensino. Se tem vontade de trabalhar como professor universitário, essa é a escolha certa para você. Você poderá abrir portas importantes e desenvolver uma história de sucesso como pesquisador, seja na UFRJ, ou mesmo em outros institutos de renome pelo mundo.

Calendário UFRJ

O calendário anual de atividades já está disponibilizado no site da UFRJ. Ele acompanha o cronograma do ENEM, portanto, faça questão de conferir também as datas das provas e da divulgação desses resultados. Por volta de agosto, os testes de habilidades específicas são divulgados, informação essencial para quem pretende seguir um dos cursos que têm esses pré-requisitos.

Resumindo, o primeiro passo é observar as datas do ENEM e de inscrição no SiSU. Estando dentro da nota de corte, de acordo com do número de vagas, inscreva-se no site da pré-matrícula na UFRJ, onde encontrará todas as informações e documentos necessários para dar continuidade ao processo.

Provas anteriores

Mesmo antes da adesão pela UFRJ, o Enem já havia sido realizado por muitas edições. Todas elas estão disponíveis digitalmente, de maneira gratuita. Não menospreze o valor de consultar esses cadernos de prova!

Ainda que não seja possível prever com exatidão quais serão os exercícios cobrados, é nítido que existe um padrão e um formato específico que se repete anualmente. Entrar em contato com essas edições te faz compreender de forma orgânica a mentalidade esperada de cada aluno na hora de responder os exercícios.

O Enem é uma prova muito bem elaborada, feita por uma rede de especialistas nacionais e planejado de forma neutra e anônima. Para se ter ideia, nem mesmo esses professores são responsáveis por escolher o conjunto de exercícios de cada ano. Elas são selecionadas através de um logaritmo confiável, respeitando critérios de dificuldade e aleatoriedade, a partir de um gigantesco arquivo de questões elaborados por essa equipe.

Agora que você tem em mãos todas as informações que precisa para entrar na UFRJ, que tal dar os próximos passos? Dê uma olhada em nosso blog! Além de artigos e informações importantes, você terá ao seu alcance um extenso banco de aulas, vídeos e exercícios criados especialmente para o aluno que está se preparando para iniciar a vida acadêmica.

Em nosso site, você também tem acesso gratuito a ferramentas exclusivas para melhorar seu rendimento. Experimente o nosso plano de estudos! Com ele, é possível elaborar estratégias e obter resultados concretos na busca pela vaga no curso desejado!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!