Unicamp: o guia completo!

Tudo o que você precisa saber sobre o tema!

INTRODUÇÃO

Já pensou em estudar em umas das melhores universidades do Brasil, responsável por cerca de 15% de toda produção científica do país? Pois então, acompanhe com a gente um guia completo sobre a Universidade Estadual de Campinas  ou simplesmente Unicamp!

Nesse guia vamos ver como funciona o vestibular da Unicamp, onde encontrar os resultados, como fazer a inscrição, as principais notas de corte, locais de prova, o que estudar e muito mais.

Boa leitura!

Como funciona o vestibular da Unicamp?

Até o ano de 2018, o ingresso na Unicamp se dava apenas pelo vestibular tradicional. A partir de 2019 a universidade abrirá suas portas aos novos estudantes por meio do Enem, do vestibular indígena e das cotas étnico-raciais.

seleção da Unicamp pelo vestibular tradicional acontece em duas fases, com provas iguais para todas as áreas. Para cursos que exigem avaliação específica, como é o caso de Artes Cênicas, Arquitetura e Urbanismo, Dança e Música. Para esses, há uma terceira etapa.

O que levar e o que não levar no dia da prova?

É importante que você já tenha tudo planejado para que no dia da prova tudo saia dentro do esperado, não é mesmo? Por isso, a Unicamp recomenda aos candidatos que cheguem ao local da prova com uma hora de antecedência.

É importante levar o documento original de identidade, indicado no momento da inscrição, lápis preto, borracha e caneta de tinta preta fabricada em material transparente. Para os candidatos convocados para a segunda etapa, é necessário levar uma fotografia 3×4 atual, no momento da realização da segunda prova.

É proibida a utilização de objetos eletrônicos como relógios digitais, aparelhos celulares, pontos eletrônicos, rádio comunicador e quaisquer outros eletrônicos. É vedada também a utilização de corretivo, lapiseira, boné, chapéu e caneta marca-texto. Você também deve incluir no seu planejamento o uso de roupas confortáveis, já que você passará várias horas fazendo a prova.

Comvest Comissão Permanente para os Vestibulares na Unicamp autoriza a entrada de bebidas como água, sucos e refrigerantes e de comidas como doces, balas, barras de cereais, etc.

Resultado Unicamp: onde encontrar?

Para saber se você está entre os classificados do vestibular da Unicamp é preciso estar atento ao calendário definido pela Comvest. As datas de divulgação dos resultados são diferentes em cada edital.

lista de classificação é publicada no site da Comvest na data programada. É importante não perder a data, pois todos os candidatos com nome na lista de chamada para a realização da segunda etapa devem fazer a inscrição não presencial, também, no site oficial da Comvest, com datas preestabelecidas no calendário.

O candidato que não realizar essa inscrição não presencial estará excluído do processo seletivo.

A Comvest ressalta que a responsabilidade de acompanhar a divulgação das listas de chamadas é do candidato, portanto não há convocação por e-mail ou ligações telefônicas.

Unicamp: como fazer a inscrição?

Para se inscrever como candidato a uma vaga em um dos cursos de graduação da Unicamp, você deve ter concluído ou estar concluindo o Ensino Médio. É necessário preencher o Formulário de Inscriçãodisponível na página da comissão organizadora dentro da data estipulada.

No formulário, será solicitado o CPF do candidato inscrito, não sendo aceito CPF do responsável legal. Ao final do preenchimento dos dados, o candidato deverá imprimir o boleto emitido e pagar pela internet ou em qualquer agência bancária.

Os valores variam de acordo com cada edital, mas para se ter um exemplo, a taxa de inscrição da Unicamp para o vestibular 2019 é R$ 170,00.

candidato isento da taxa de inscrição deverá portar seu comprovante de inscrição. Já o vestibulando que precisou pagar a taxa deve consultar sua situação de inscrição no site da comissão organizadora. A confirmação garante que o pagamento da taxa foi devidamente identificado pela Comvest. Ele deverá aparecer na página do candidato até 3 dias depois do pagamento.

Nota de corte Unicamp

A disputa para entrar em um curso de graduação da Unicamp é bastante acirrada. Afinal, muitos querem estudar em uma das melhores instituições de ensino superior do país. Para conseguir a tão sonhada vaga é preciso se dedicar muito e estar atento às notas de corte da Unicamp para o curso desejado.

Selecionamos as notas de corte do vestibular 2018 e escolhemos os cursos mais procurados para você ter uma noção de qual foi a nota necessária para ingressar na instituição. Lembrando que a nota do Enem só será aceita como forma integral de ingresso a partir do vestibular 2019. Vejamos a seguir:

  • Administração (noturno): 489,3
  • Arquitetura e Urbanismo (noturno): 625
  • Ciências Biológicas (noturno): 582,1
  • Ciências Sociais (integral): 526,4
  • Engenharia Civil (integral): 596,4
  • Engenharia da Computação (integral): 612,1
  • Engenharia Mecânica (integral): 603,6
  • Engenharia Química (integral): 632,1
  • Farmácia (integral): 567,9
  • História (integral): 560,7
  • Letras (integral): 553,6
  • Medicina (integral): 720,7
  • Odontologia (integral): 553,6
  • Tecnologia em Controle Ambiental (integral): 353,6

 Prova da Unicamp

A prova de seleção da Unicamp é bastante concorrida. Para se ter uma ideia, em 2018, foram 83.783 candidatos inscritos na primeira etapa para um total de 3340 vagas. Ou seja, média de 25,1 candidatos para cada vaga disponibilizada naquele ano.

A seleção é composta de duas fases iguais a todos os candidatos e a uma terceira etapa para candidatos de cursos que exigem provas específicas.

Primeira fase

A primeira fase é obrigatória a todos os inscritos no vestibular. É composta uma prova de 90 questões de conhecimentos gerais, referentes às áreas de conhecimento da base curricular do Ensino Médio, incluindo temas interdisciplinares.

Cada questão dessa etapa vale 1 ponto, sendo assim, a primeira prova vale 90 pontos. O prazo máximo para realização do exame na primeira fase é de cinco horas e trinto minutos.

Segunda fase

A realização da segunda etapa é feita a partir da convocação da Unicamp aos candidatos que obtiveram as maiores notas na primeira prova, respeitando o limite de vagas e a cota de 15% para participantes autodeclarados pardos ou negros.

As provas da segunda fase são discursivas sobre conhecimentos adquiridos no Ensino Médio e é dividida em três dias:

  • o primeiro dia é para o exame de redação, Língua Portuguesa e Literatura;
  • o segundo dia é para a realização das provas de Geografia, Matemática e História, contendo seis questões para cada disciplina;
  • o terceiro e último dia é destinado aos exames de Ciências Biológicas, Física e Química, também com seis questões para cada um.

Cada dia de prova da segunda etapa tem o prazo mínimo de 2 horas e máximo de 4 horas. As questões valem até quatro pontos e a redação tem o valor máximo de 24 pontos.

Local de prova

Devido à enorme quantidade de candidatos, as provas de vestibular da Unicamp são realizadas em várias cidades simultaneamente. O candidato pode escolher a cidade onde deseja realizar o exame, entre os municípios disponibilizados. Lembrando que o local da prova da primeira etapa deverá ser o mesmo para a realização da segunda fase, com exceção de algumas cidades informadas no edital vigente.

Entre as cidades disponíveis para a realização do vestibular Unicamp 2019, por exemplo, estão: Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Fortaleza, Curitiba, Salvador, São Paulo e várias cidades do interior paulista.

As provas específicas para cursos que exigem comprovação de habilidade serão realizadas somente em Campinas.

O que estudar para o vestibular da Unicamp?

Se você quer realmente entrar para a Unicamp será preciso muita dedicação e estudos, afinal, como já vimos, a concorrência é alta. Com a aceitação da nota do Enem a partir de 2019, as portas de entrada se diversificarão. Por isso, é importante você se preparar para dois estilos diferentes de prova.

Se você optar ser candidato a uma vaga por meio do Exame Nacional do Ensino Médio, confira as nossas super dicas sobre como estudar para o Enem.

A estrutura da prova da Unicamp

Para iniciar os estudos, é preciso ter em mente que o vestibular da Unicamp avalia a capacidade do candidato de fazer conexões entre as matérias, a chamada interdisciplinaridade. Uma dica importante para encarar desafios como esse é pensar macro e fazer ligações entre as informações de várias matérias sobre um mesmo assunto.

Por exemplo, a questão da violência no Brasil pode ser pensada de forma histórica, sociológica e até matemática. Se você pensar de forma abrangente o assunto, terá mais chances de ir bem.

As disciplinas do vestibular da Unicamp

aluno unicamp

Como já vimos, o vestibular da Unicamp aborda temas de conhecimentos gerais que são estudados no Ensino Médio do Brasil. Portanto, você deverá estar preparado para lidar com questões de matemática, português, física, biologia, química, geografia, história, filosofia, sociologia.

Vamos ver algumas dicas de cada disciplina!

Matemática

Na prova de matemática você precisa mostrar que é capaz de identificar um conhecimento crítico e integrado da disciplina. Deve estar atento às leituras dos enunciados, elaborar cálculos, usar corretamente os conceitos e as unidades matemáticas. A prova exige que o candidato saiba resolver problemas matemáticos relacionados ao dia-a-dia.

Para isso, as questões cobram conhecimentos em:

  • conjuntos numéricos (números reais, números naturais e sequências numéricas);
  • funções e gráficos (função linear, função inversa, equações e outros);
  • probabilidade (princípios de contagem, binômio de Newton);
  • geometria plana e espacial (congruências das figuras geométricas, quadriláteros notáveis, relações métricas nos triângulos e outros);
  • trigonometria (medida de ângulos, graus e radianos, transformações trigonométricas, lei dos senos e dos cossenos);
  • logaritmos e exponenciais (potências, função exponencial, função logarítmica).

Português

Na prova de português e literatura, você precisa interpretar textos, formular hipóteses e estabelecer relações, analisar as estruturas linguísticas e estar atento às regras gramaticais. O aluno deve estudar assuntos como gêneros discursivos, funcionamento social da língua, variações linguísticas, sintaxe da língua portuguesa, morfologia e outros.

Nas questões de literatura espera-se que o candidato tenha domínio de interpretação textual e conhecimento da cultura expressa nos livros indicados. As provas de literatura são baseadas nos livros divulgados nos editais de vestibular. Falaremos um pouco sobre os livros adiante.

Física

Para ter um bom resultado na prova de física, o candidato precisa demonstrar sua capacidade de raciocínio matemático, o conhecimento dos conceitos básicos de física e aptidão para interpretar dados e elaborar hipóteses.

O programa da prova de física traz assuntos como:

  • fundamentos da física;
  • mecânica (leis de Newton, força de atrito e potência);
  • calorimetria e termodinâmica (temperatura e equilíbrio térmico, calor latente e primeira lei zero da termodinâmica);
  • óptica e ondas (espelhos planos e esféricos, ondas sonoras, óptica da visão, prismas e lentes);
  • eletricidade e magnetismo (forças eletromagnéticas, indução eletromagnética, lei de Ampère, entre outros);
  • noções de física moderna (átomos, partículas elementares e propriedades físicas da matéria).

Biologia

exame de biologia exige conhecimento de acordo com o conteúdo ensinado no Ensino Médio. É preciso ter atenção para interpretar os enunciados, os gráficos e as imagens das questões. O programa aborda temas como:

  • bases moleculares (componentes bioquímicos das células, ciclo celular, origem das organelas, entre outros);
  • hereditariedade (código genético, manipulação do DNA e leis de segregação mendeliana);
  • origem e evolução da vida;
  • saúde humana;
  • meio ambiente;
  • diversidade, estrutura e função biológica.

Química

Em química, o estudante deve demonstrar sua capacidade de observar e descrever fenômenos químicos, conhecer informações sobre transformações e desenvolvimento científico e tecnológico por meio da disciplina.

As questões de química trazem temas como:

  • materiais (massas atômicas, massas molares, símbolos e fórmulas de átomos);
  • gases (equação geral dos gases ideais, leis de Boyle e Gay-Lussac, misturas gasosas, difusão gasosa, entre outros);
  • líquidos e sólidos (modelo iônico, covalente e metálico, interações moleculares, etc.);
  • eletroquímica (processo de oxidação e redução, eletrólise e leis de Faraday);
  • químicos de compostos orgânicos.

Geografia, história, sociologia e filosofia

Como a inserção da disciplinas sociologia e filosofia são recentes no Ensino Médio e ainda não estão totalmente integradas aos currículos, a prova da Unicamp aborda temas dessas matérias incorporados às questões de história e geografia.

prova de geografia exige que o candidato tenha uma visão integrada na abordagem da natureza e do mundo social. É importante ter uma visão global da realidade e saber identificar as diferenças regionais. A interpretação de gráficos, mapas e tabelas é fundamental para ir bem na prova de geografia.

Algumas matérias abordadas no programa de geografia são: fusos horários, projeção cartográfica, recursos naturais, questão ambiental no Brasil, gestão pública dos recursos naturaisgeopolíticaglobalização, divisão regional do Brasil, economia e território e outros.

Já na prova de história é preciso analisar documentos históricos de forma crítica e fazer relações de eventos do tempo presente com o passado. É importante ter boa interpretação de texto e estar atento às leituras que podem incluir textos filosóficos.

O programa da prova de história traz temas como:

  • antiguidade clássica (GréciaRoma e filósofos clássicos);
  • período medieval (feudalismo, islamismo e império bizantino);
  • período moderno (renascimento cultural, reformas religiosas, expansão marítima, iluminismo e colonização das Américas);
  • período contemporâneo (imperialismo europeu, o pensamento filosófico no século XIX, Brasil republicano, populismo, entre outros);
  • história do tempo presente (descolonização da África, Brasil pós-1985, transformações do mundo árabe e transformações sociais).

Unicamp: redação

segunda fase do vestibular é composta por uma redação, que visa conhecer as habilidades necessárias para produção de textos discursivos. As tarefas são acompanhadas de um ou mais textos que servirão de embasamento para o desenvolvimento das redações.

avaliação dos textos produzidos pelos candidatos levará em consideração a experiência de leitura, a pertinência ao tema, as propriedades dos textos e a qualidade da leitura. É importante também empregar corretamente as regras gramaticais e ortográficas.

Livros da Unicamp

Como vimos nos tópicos anteriores, a prova de literatura da Unicamp exige a leitura de alguns livros pré-selecionados e informados no edital. Os gêneros textuais desses livros podem ser diferentes, como poesia, teatro, conto, romance, etc.

Os livros e contos escolhidos para o vestibular da Unicamp 2019 são:

  • “Sonetos”, de Luís de Camões
  • “Poemas Negros”, de Jorge de Lima
  • “A teus pés”, de Ana Cristina Cesar
  • “O Bem-amado”, de Dias Gomes
  • “Coração, Cabeça e Estômago”, de Camilo Castelo Branco
  • “Caminhos Cruzados”, de Érico Veríssimo
  • “História do Cerco de Lisboa”, de José Saramago
  • “Quarto de Despejo”, de Carolina Maria de Jesus
  • “Sermões”, do Padre Antônio Vieira
  • “O Espelho”, de Machado de Assis
  • “Amor”, do livro Laços de Família, de Clarice Lispector
  • “A Hora e a Vez de Augusto Matraga”, do livro Sagarana, de Guimarães Rosa

 

Como solicitar a isenção da taxa de inscrição?

Para solicitar a isenção da taxa de inscrição do vestibular da Unicamp, o candidato deve estar de acordo com os requisitos cobrados pela universidade. As isenções são oferecidas em três modalidades:

  • a primeira é dedicada aos alunos com baixa renda familiar e que cursaram o Ensino Médio em escola da rede pública;
  • na segunda modalidade, os funcionários da Unicamp são os beneficiados com a isenção da taxa;
  • a terceira modalidade é voltada para os candidatos de cursos de licenciatura do período noturno.

 

Os pedidos de isenção devem ser feitos no site da Comvest, em data preestabelecida. Para efetivar o processo, os candidatos devem enviar a documentação para comprovar que preenchem os requisitos.

Os cursos da Unicamp

A Unicamp oferece dezenas de cursos de graduação e pós-graduação nas áreas de artes, das ciências biológicas e da saúde, das ciências exatas e da terra e das ciências humanas. Os cursos de pós-graduação e mestrado da Unicamp são os que se destacam, sendo mais de 150 opções.

Os cursos de artes são:

  • Artes Cênicas
  • Artes Visuais
  • Comunicação Social
  • Dança
  • Música

Os cursos de ciências biológicas e saúde são:

  • Ciências Biológicas
  • Ciências do Esporte
  • Educação Física
  • Enfermagem
  • Farmácia
  • Fonoaudiologia
  • Medicina
  • Nutrição
  • Odontologia

Os cursos das áreas de ciências exatas, tecnologia e terra são:

  • Arquitetura e Urbanismo
  • Ciência da Computação
  • Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  • Curso Superior de Tecnologia em Construção de Edifícios
  • Curso Superior de Tecnologia em Saneamento Ambiental
  • Engenharia Agrícola
  • Engenharia Ambiental
  • Engenharia Civil
  • Engenharia de Alimentos
  • Engenharia de Computação
  • Engenharia de Controle e Automação
  • Engenharia de Manufatura
  • Engenharia de Produção
  • Engenharia de Telecomunicações
  • Engenharia Elétrica
  • Engenharia Física
  • Engenharia Mecânica
  • Engenharia Química
  • Estatística
  • Física
  • Geologia
  • Licenciatura em Física
  • Licenciatura em Matemática
  • Matemática
  • Matemática Aplicada e Computacional
  • Matemática/Física/Matemática Aplicada e Computacional
  • Química
  • Química Tecnológica
  • Sistemas de Informação

Os cursos de ciências humanas são:

  • Administração
  • Administração Pública
  • Ciências Econômicas
  • Ciências Sociais
  • Estudos Literários
  • Filosofia
  • Geografia
  • História
  • Letras
  • Licenciatura integrada Química/Física
  • Linguística
  • Pedagogia

Unicamp: cursos gratuitos

A Unicamp também oferece cursos gratuitos à distância em várias áreas do conhecimento. A Escola de Extensão da Unicamp (Extecamp) disponibiliza em seu site dezenas de cursos de especialização, aperfeiçoamento, disciplina, difusão tecnológica, científica e cultural, entre outros.

Vale a pena acessar o site e conferir a lista completa de todos os cursos gratuitos fornecidos por essa universidade.

Unicamp: provas anteriores para você estudar

Para que você conheça os estilos de provas da Unicamp, nada melhor do que fazer as provas dos vestibulares anteriores. A Comissão Permanente para os Vestibulares disponibiliza em seu site oficial todas as provas desde o ano de 1987. São mais de 30 exames para você praticar!

É possível também ver as estatísticas de candidatos inscritos para cada ano, a relação de candidatos por vaga e as cidades onde os exames foram realizados.

Unicamp: calendário

O calendário da Unicamp detalha todos os dias previstos para a realização de inscrição, divulgação de locais, chamadas e matrículas, datas das provas e as demais atividades do vestibular.

Com tantas qualidades e cursos disponíveis, dá vontade de começar logo a estudar na Unicamp, não é mesmo? Mas não se esqueça: a concorrência é alta e exige um bom tempo de estudo e dedicação.

Para que você mande bem no vestibular da Unicamp e no Enem, o Stoodi tem muito conteúdo de qualidade. Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso a exercíciosvideoaulas e programas de estudos traçados de acordo com os seus objetivos.