Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de Arte Brasileira no Século XIX

Voltar para Arte Brasileira no Século XIX

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Arte Brasileira no Século XIX dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Arte com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. UERJ 2015
    A pintura histórica alcançou no século XIX importante lugar no projeto político do Segundo Reinado. Esse gênero artístico mantinha intenso diálogo com a produção do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Por meio da pintura histórica, forjou-se um passado épico e monumental, em que toda a população pudesse se sentir representada nos eventos gloriosos da história nacional. O trabalho de Araújo Porto Alegre como crítico de arte e diretor da Academia Imperial de Belas Artes possibilitou a visibilidade da pintura histórica com seus pintores oficiais, Pedro Américo e Victor Meirelles. CASTRO, Isis Pimentel de. Adaptado de periodicos.ufsc.br. Considerando as imagens das telas e as informações do texto, as pinturas históricas para o governo do Segundo Reinado tinham a função essencial de:
  2. 2. FUVEST 2014
    Em seu contexto de origem, o quadro acima corresponde a uma 
  3. 3. ENEM 2009
    Distantes uma da outra quase 100 anos, as duas telas seguintes, que integram o patrimônio cultural brasileiro, valorizam a cena da primeira missa no Brasil, relatada na carta de Pero Vaz de Caminha. Enquanto a primeira retrata fielmente a carta, a segunda — ao excluir a natureza e os índios — critica a narrativa do escrivão da frota de Cabral. Além disso, na segunda, não se vê a cruz fincada no altar. Ao comparar os quadros e levando-se em consideração a explicação dada, observa-se que
  4. 4. UFMG 2009
    Analise estas duas representações do chamado Grito do Ipiranga, de 7 de setembro de 1822 A partir da análise dessas duas representações e considerando-se outros conhecimentos sobre o assunto, é correto afirmar que, em ambas
  5. 5. UEL 2016
    A imagem acima foi produzida por Debret. Sobre o artista e a imagem, considere as seguintes afirmativas: 1) Debret fazia parte da Missão Artística Francesa, que chegou no Brasil em 1816. 2) A imagem foi feita com base nas observações do artista da vida cotidiana do Rio de Janeiro. No entanto, graças à característica muito inventiva de Debret, não se pode considerá-la para entender a ralidade brasileira da época. 3) Podemos observar elementos de uma sociedade hierarquizada, patriarcal e escravista na imagem. Estão corretas:
  6. 6. CFTMG 2015
    TEXTO 1 TEXTO 2 “A ciência e a arte, dentro de um processo intrincado, fabricavam realidades mitológicas que tiveram, e ainda têm vida prolongada e persistente”. COLI, Jorge. A invenção da descoberta. In: Como estudar arte brasileira no século XIX? São Paulo: Senac, 2005, p. 23. Sobre os documentos referentes ao Descobrimento do Brasil e à arte produzida no século XIX, é correto afirmar que
  7. 7. MACKENZIE 2010
    Neste ano, em que comemoramos as relações Brasil-França, verificamos que as interfaces que ligam as duas nações são marcantes ao longo de toda a nossa história. A presença da família real portuguesa no Brasil, em 1808, motivou, entre outros eventos, a vinda da Missão Artística Francesa, em 1816, porque
  8. 8. UEL 2008
    Observe a imagem e leia o texto a seguir: (MEIRELLES, V. Primeira Missa no Brasil. 1860) Victor Meirelles foi aluno da Academia Imperial de Belas Artes durante o segundo reinado no Brasil. A pintura revela a influência do Romantismo no trabalho do artista. Esse movimento, ao lado do Neoclassicismo, orientou o trabalho dos artistas da Academia nesse período. Sobre o Romantismo no Brasil, é correto afirmar: I. Significou ruptura total em relação a modelos anteriores, consagrados pela História da Arte. II. Estava diretamente relacionado ao chamado projeto civilizatório da elite política e cultural do século XIX brasileiro. III. Buscou a idealização por meio da razão e de formas eruditas resgatadas do passado clássico, capazes de expressar valores universais e eternos. IV. Procurou valorizar o índio e a exuberância da natureza tropical, com a finalidade de construir uma identidade nacional. Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas.
  9. 9. ENEM 2008
    Na obra "Entrudo", de Jean-Baptiste Debret (1768-1848), apresentada acima,
  10. 10. UERJ 2010
    (Pedro Américo, Independência ou morte.) Essa tela foi produzida entre 1886 e 1888, momento de crise do Estado Imperial e de expansão do republicanismo. A imagem da independência do Brasil nela representada enfatiza uma memória desse acontecimento político entendido como:
  11. 11. FAMEMA 2017
    ohann Moritz Rugendas esteve no Brasil entre 1821 e 1825, inicialmente como membro da Expedição Langsdorff. Desenhista e documentarista, produziu obras sobre paisagens, cenas cotidianas e tipos humanos, como a representada a seguir, denominada Família de fazendeiros (1825).    Nessa obra, observam-se  
  12. 12. FGV 2014
    Assinale a opção que descreve corretamente o impacto da Missão Artística Francesa, de 1816, na arte brasileira.  
  13. 13. G1 - CPS 2006
    Leia o texto e o relacione com a "Cena de Carnaval" pintada por Debret.  O Carnaval brasileiro foi, até meados do século dezenove, o Entrudo "brutal e alegre" introduzido pelos colonizadores portugueses. Durante os seus festejos, as pessoas atiravam, umas nas outras, água, farinha, fuligem, molhando famílias e ruas inteiras, em plena batalha. Criados carregavam latas para suprimento dos patrões empenhados nessa guerra. Na época em que o pintor francês Debret esteve no Brasil (de 1816 a 1830), durante o entrudo usavam-se as seringas d'água, o polvilho branco para atirar ou esfregar nas pessoas e outras formas mais doces de brincar, como as batalhas de "limões-de-cheiro", privilégio das classes dominantes. Esses limões eram feitos de cera, no formato da fruta, cheios de água perfumada, e preparados pelas escravas para seus proprietários - ou para uso da sua própria família ou para comercializá-los.         (Adaptado de Jean Baptiste Debret, "Viagem Pitoresca e Histórica ao Brasil", publicado na França em 1839) Dentre as afirmações feitas a seguir, assinale aquelas que podem ser observadas na cena de Carnaval que Debret pintou:   I - A escrava que segura a cesta de alimentos para o abastecimento da casa de seu proprietário está fantasiada de baiana. II - Dentro do armazém, uma escrava, com a face recoberta pelo polvilho, prepara-se para atirar um limão, provavelmente em quem a recobriu. III - Não se vê indício da utilização de outro recurso para a brincadeira além dos limões-de-cheiro e do polvilho. IV - Alguns limões-de-cheiro, pertencentes aos senhores brancos e usados às escondidas, proporcionavam aos escravos alguns momentos de diversão.   Pode-se constatar na cena somente
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login