Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de Modernismo no Brasil - Pós Semana de 22

Voltar para Modernismo no Brasil - Pós Semana de 22

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Modernismo no Brasil - Pós Semana de 22 dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Arte com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. ENEM 2012
    Sem formação acadêmica específica em artes visuais, Heitor dos Prazeres, que também é compositor e instrumentista, é reconhecido artista popular do Rio de Janeiro. Suas pinturas de perspectivas imprecisas e com traços bem demarcados são figurativas e sugerem movimento. Essa obra retrata
  2. 2. UNESP 2010
    Cândido Portinari conseguiu retratar em suas obras o dia a dia do brasileiro comum, procurando denunciar os problemas sociais do nosso país. No quadro Os Retirantes, produzido em 1944, Portinari expõe o sofrimento dos migrantes, representados por pessoas magérrimas e com expressões que transmitem sentimentos de fome e miséria. Sobre o tema desta obra, afirma-se: I. Essa migração foi provocada pelo baixo índice de mortalidade infantil do Nordeste, associado à boa distribuição de renda na região. II. Contribuíram para essa migração os problemas de cunho social da região Sul, com altas taxas de mortalidade infantil. III. Os retirantes fugiram dos problemas provocados pela seca, pela desnutrição e pelos altos índices de mortalidade infantil no Nordeste. IV. Contribuíram para essa migração a desigualdade social, no Nordeste. É correto apenas o que se afirma em
  3. 3. FUVEST 2006
    Olhando para esta tela do pintor brasileiro, Candido Portinari, "Família de Retirantes", de 1944, pode-se estabelecer relações com
  4. 4. ENEM 2017
    TEXTO I TEXTO II Speto Paulo César Silva, mais conhecido como Speto, é um grafiteiro paulista envolvido com o skate e a música. O fortalecimento de sua arte ocorreu, em 1999, pela oportunidade de ver de perto as referências que trazia há tempos, ao passar por diversas cidades do Norte do Brasil em uma turnê com a banda O Rappa. Revista Zupi, n. 19, 2010. O grafite do artista paulista Speto, exposto no Museu Afro Brasil, revela elementos da cultura brasileira reconhecidos
  5. 5. UFV 2004
    A imagem a seguir reproduz uma obra do artista plástico brasileiro Cândido Portinari (1903-1962). Ela revela a influência que o artista recebeu de um importante movimento estético do século XX. Assinale a alternativa que indica o nome desse movimento e uma característica comum às obras de alguns de seus representantes.
  6. 6. UEL 2010
    Analise a figura a seguir. Tomando como referência a figura e os conhecimentos sobre arte e cultura, considere as afirmativas a seguir. I. Mestre Vitalino se notabilizou por constituir figuras inspiradas nas crenças populares, em cenas do universo rural e urbano e no imaginário da população do sertão nordestino. II. A obra em questão refere-se a um trabalho tridimensional realizado com argila queimada, técnica que caracteriza a cerâmica. III. A gravura realizada por Mestre Vitalino representa a “Vaquejada”, festa cultural nordestina em que o boi é sacrificado como prenda para o pai da noiva. IV. A obra, por ser figurativa e ter como matéria-prima a terra, caracteriza-se como manifestação rupestre no que se refere à simplificação das formas e temáticas. Assinale a alternativa correta.
  7. 7. UNEMAT 2012
    No mês de fevereiro de 1922, o imponente Teatro Municipal de São Paulo foi palco de um evento, que mudaria o caminho futuro das artes no Brasil. Sob vaias e assobios generalizados, um grupo de jovens artistas e intelectuais divulgou suas novas ideias.   De que se tratava essas novas ideias? 
  8. 8. PUC-SP
    A Semana de Arte Moderna (1922), expressão de um movimento cultural que atingiu todas as nossas manifestações artísticas, surgiu de uma rejeição ao chamado colonialismo mental, pregava uma maior fidelidade à realidade brasileira e valorizava sobretudo o regionalismo.   Com isto pode-se dizer que:
  9. 9. UNIMONTES 2012
    A Semana de Arte Moderna brasileira, que mobilizou significativa parcela da intelectualidade nacional, na década de 1920, tinha como proposta: I - Estimular a disseminação dos valores da República Velha, expressos nas artes plásticas e literárias produzidas para a elite agrária. II - Reconhecer a influência física, cultural e linguística dos africanos e indígenas na formação do povo brasileiro. III - Valorizar a cultura regional contida nos mitos e lendas espalhados pelo território brasileiro. IV - Romper com os padrões estéticos conservadores, de influência europeia, cultivados pelas elites socioeconômicas como símbolo de poder. Está(ão) CORRETA(S) a(s) afirmativa(s)
  10. 10. UNICENTRO 2012
    A alternativa que não é uma expressão artística brasileira é a indicada em
  11. 11. UFMG 2001
    "Da libertação do nosso espírito, sairá a arte vitoriosa. E os primeiros anúncios da nossa esperança são os que oferecemos aqui à vossa curiosidade. São estas pinturas extravagantes, estas esculturas absurdas, esta música alucinada, esta poesia aérea e desarticulada. Maravilhosa aurora!"   Com essas palavras, o escritor Graça Aranha abriu as atividades da Semana de Arte Moderna, realizadas no Teatro Municipal de São Paulo, entre 13 e 17 de fevereiro de 1922. A Semana de Arte Moderna foi um marco na história brasileira, já que 
  12. 12. UNAMA 2012
    Realizada nos dias 13,15 e 17 de fevereiro no elegante Teatro Municipal de São Paulo, a Semana de 1922 reuniu um grupo de jovens artistas contestadores que, com o tempo, se tornaram, eles próprios, clássicos como os escritores Oswald e Mário de Andrade, os pintores Anita Malfatti e Di Cavalcanti, o músico Heitor Villa – Lobos e o escultor Victor Brecheret, entre outros. (http://oglobo.globo.com/infograficos/semana_arte_moderna/ 19/04/2012)   Sobre este evento, é correto afirmar que
  13. 13. UTFPR 2009
    A Semana de Arte Moderna também chamada de “Semana de 22”, ocorreu em São Paulo no ano de 1922, no período entre 11 de fevereiro e 18 de fevereiro no Teatro Municipal de São Paulo, na mesma cidade. Durante os sete dias de exposição, foram expostos quadros e artes consideradas modernista, em relação a época. Entre as apresentações que ocorreram à noite dos dias 13 de fevereiro, 15 de fevereiro e 17 de fevereiro, foram apresentadas poesias, músicas e palestras sobre a modernidade, que deixou alguns ilustres escritores e artistas de renome indignados. Vale ressaltar que a Semana em si não teve grande importância em sua época, foi com o tempo que ganhou valor histórico ao projetar-se ideologicamente ao longo do século. Devido à falta de um ideário comum a todos os seus participantes, ela desdobrou-se em diversos movimentos diferentes, todos eles declarando levar adiante a sua herança. Sobre esse assunto, estabeleça correspondência entre as colunas. Coluna I ( 1 ) Movimento Pau-Brasil ( 2 ) Movimento Verde-Amarelo ( 3 ) Movimento Antropofágico ( 4 ) Revista Klaxon ( 5 ) Revista de Antropofagia Coluna II ( ) Caracterizava-se por textos patrióticos, ufanistas e a idealização do país. ( ) Pregava a absorção da cultura externa e tem como principal obra a pintura “O Abaporu”, de Tarsila do Amaral. ( ) Corrente do Modernismo de 22, teve duas fases, ou “dentições”, como queriam os seus participantes. ( ) Caracterizava-se pelo culto ao progresso e a concepção de que a arte não deve ser uma cópia da realidade, aproveitamento das lições de uma nova arte em evidência: o cinema. ( ) Cultuava a posição primitivista, buscando uma poesia ingênua, de redescoberta do mundo e do Brasil. A seqüência correta é:
  14. 14. UEG 2003
    O ano de 1922 é emblemático. O Brasil completava cem anos como nação independente. Em meio aos festejos comemorativos, que ensejaram tanto a realização de uma exposição internacional, como a vinda dos despojos mortais dos ex-imperadores, iniciava-se um movimento de contestação política ao regime republicano e, no plano cultural, a Semana de Arte Moderna anunciava uma ruptura estética que se tornou marco na história da cultura brasileira. Acerca desses dois movimentos, considere as seguintes proposições:   I. Os jovens oficiais do Forte de Copacabana iniciaram um movimento de questionamento da ordem oligárquica, reavivado com as revoltas de 1924 e com a formação da Coluna Prestes, que percorreu o interior do Brasil em uma marcha, não vencida pelas forças governamentais. II. O movimento modernista representou uma renovação estética em dois planos: houve uma renovação na linguagem e na própria concepção da produção artística, que dialogava com as vanguardas europeias. No entanto, iniciou-se uma busca pelas especificidades da cultura brasileira, o que se pode depreender pela enorme valorização dos estudos folclóricos. III. A revolta do Forte de Copacabana, em 1922, foi motivada pelo descontentamento dos jovens militares em razão do atraso no pagamento de seus soldos. A indisciplina das tropas era marcante no período, já que o exército brasileiro não havia se profissionalizado. IV. O movimento modernista foi uma decorrência de uma evolução interna dos padrões estéticos vigentes no panorama artístico brasileiro. Os artistas modernistas tiveram uma recepção imediata. Intelectuais do porte de Monteiro Lobato saudaram os traços primitivos dos modernos pintores, como o quadro de Tarsila do Amaral, o “Abaporu”, que se tornou um símbolo do movimento.   Marque a alternativa CORRETA:
  15. 15. UNESP 2015
    Em 1924, uma caravana formada por Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Tarsila do Amaral e o poeta franco-suíço Blaise Cendrars, entre outros, percorreu as cidades históricas mineiras e acabou entrando para os anais do Modernismo.    O movimento deflagrado em 1922 estava se reconfigurando.  (Ivan Marques. “Trem da modernidade”. Revista de História da Biblioteca Nacional, fevereiro de 2012. Adaptado.)     Entre as características da “reconfiguração” do Modernismo, citada no texto, podemos incluir
  16. 16. UFT 2012
    Afinal, é justamente nos anos 20 que a decepção quanto à possibilidade de a República realizar o ideal de uma sociedade nova torna-se absolutamente explosiva. Particularmente para os intelectuais, a década de 1920 será de questionamentos inéditos, até então, e que permanecem em pauta pelas próximas décadas. Não apenas concepções tradicionais são atacadas, mas também as instituições republicanas – identificadas com uma legalidade que não tem correspondência no real. LAHUERTA, Milton. Os intelectuais e os anos 20: moderno, modernista, modernização. Em: DE LORENZO, Helena Carvalho; COSTA, Wilma Peres da. A década de 1920 e as origens do Brasil Moderno. São Paulo: Editora da Unesp, 1997, p. 93.   Os questionamentos e críticas contextualizados pelo autor para  se referir à década de 1920 indicam que a Semana de Arte Moderna foi um movimento
  17. 17. UFPE 2000
    O Modernismo, iniciado no Brasil a partir da Semana de Arte Moderna de 1922, não apresenta, entre suas principais características: 
  18. 18. UFV 2000
    O Modernismo Brasileiro eclodiu com a Semana de Arte Moderna, em 1922. Sobre o movimento SOMENTE podemos afirmar que: 
  19. 19. UNESP 2012
    Com pouco dinheiro, mas fora do eixo revolucionário do mundo, ignorando o Manifesto Comunista e não querendo ser burguês, passei naturalmente a ser boêmio. (...) Continuei na burguesia, de que mais que aliado, fui índice cretino, sentimental e poético. (...) A valorização do café foi uma operação imperialista. A poesia Pau Brasil também. Isso tinha que ruir com as cornetas da crise. Como ruiu quase toda a literatura brasileira “de vanguarda”, provinciana e suspeita, quando não extremamente esgotada e reacionária. (Oswald de Andrade. Prefácio a Serafim Ponte Grande, 1933.)     O texto de Oswald de Andrade
  20. 20. PUC-RJ 2015
    Período de intensas discussões e questionamentos acerca dos rumos da República, os “anos 20” foram uma época de crise, mas também de fertilidade da vida brasileira. Naquele momento, variados projetos políticos e culturais foram elaborados tendo por objetivos organizar a sociedade e propiciar um sentido de pertencimento à população brasileira.   A respeito da forma como se comportaram os distintos grupos sociais frente a esses projetos, assinale a afirmativa CORRETA.
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login