Sabe aquela vaga na universidade dos sonhos? Ela pode ser sua!

Matricule-se agora
Vagas abertas para o Extensivo 2022
Pessoa com tinta no rosto e com a palavra 'aprovadx' na testa sorrindo

Banco de Exercícios

Lista de exercícios

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de 2ª Lei de Mendel dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Biologia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos

  1. 31

    FUVEST 2006

    Um indivíduo é heterozigótico em dois locos: AaBb. Um espermatócito desse indivíduo sofre meiose. Simultaneamente, uma célula sangüínea do mesmo indivíduo entra em divisão mitótica. Ao final da interfase que precede a meiose e a mitose, cada uma dessas células terá, respectivamente, a seguinte constituição genética:

  2. 32

    UFU 2014

    Em ervilhas, a cor da semente amarela é dominante sobre a verde e a textura lisa é dominante sobre a rugosa. A partir do cruzamento de duas plantas duplamente heterozigotas, foram obtidas 3200 plantas.   Sobre o número de plantas amarelas e lisas é correto afirmar que totalizam

  3. 33

    UNESP 2004

    Epistasia é o fenômeno em que um gene (chamado epistático) inibe a ação de outro que não é seu alelo (chamado hipostático). Em ratos, o alelo dominante B determina cor de pêlo acinzentada, enquanto o genótipo homozigoto bb define cor preta. Em outro cromossomo, um segundo lócus afeta uma etapa inicial na formação dos pigmentos dos pêlos. O alelo dominante A nesse lócus possibilita o  desenvolvimento normal da cor (como definido pelos genótipos B_ ou bb), mas o genótipo aa bloqueia toda a produção de pigmentos e o rato torna-se albino. Considerando os descendentes do cruzamento de dois ratos, ambos com genótipo AaBb, os filhotes de cor preta poderão apresentar genótipos:

  4. 34

    MACKENZIE 2003

    Em cobaias, a pelagem preta é condicionada por um gene dominante sobre o gene que condiciona pelagem marrom; o gene que condiciona pêlo curto é dominante sobre o que condiciona pêlo longo. Uma fêmea de pêlo marrom curto, que já tinha tido filhotes de pêlo longo, foi cruzada com um macho diíbrido. Entre os filhotes produzidos, a proporção esperada de indivíduos com pelagem preta e curta é de:

  5. 35

    MACKENZIE 2004

    Na espécie humana, a polidactilia é devida a um gene autossômico dominante; o alelo recessivo condiciona número normal de dedos. O albinismo é condicionado por um gene autossômico recessivo, enquanto o caractere pigmentação normal é dominante. Um homem normal para ambos os caracteres casa-se com uma mulher polidáctila e de pigmentação normal. O casal tem uma filha albina, não polidáctila. A probabilidade de esse casal ter uma criança normal para ambos os caracteres é:

  6. 36

    UFJF 2013

    Os cães da raça labrador apresentam três tipos de pelagem: preta, marrom ou amarela. O alelo dominante B codifica a cor preta, enquanto que o recessivo b codifica para a cor marrom. Outro gene, chamado E, interfere na deposição do pigmento no pelo, sendo que E permite a deposição da cor e e não deixa o pigmento se depositar, ficando o cão amarelo. Indique a proporção fenotípica esperada para o cruzamento de um duplo heterozigoto (BbEe x BbEe) nos filhotes do cruzamento indicado.  

  7. 37

    UNESP 2006

    Políticas de inclusão que consideram cotas para negros ou afrodescendentes nas universidades públicas foram colocadas em prática pela primeira vez na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), em 2001. Propostas como essas geram polêmicas e dividem opiniões. Há vários argumentos contra e a favor. Os biólogos têm participado desse debate, contribuindo com os conhecimentos biológicos referentes à raça e à herança da cor da pele humana, entre outros.   Assinale a afirmação considerada correta do ponto de vista da biologia.

  8. 38

    UFMG 1997

    Um criador fez cruzamentos entre porquinhos-da-índia para estudar as características: cor e tamanho do pêlo. Observou os seguintes resultados: - Geração P: Pêlo preto curto X Pêlo marrom longo - Geração F1: Pêlo preto curto - Geração F2: 81 pêlo preto curto                         27 pêlo preto longo                         27 pêlo marrom curto                         09 pêlo marrom longo Com base nesses resultados, é INCORRETO afirmar que

  9. 39

    MACKENZIE 2001

    Em ervilhas, os genes que determinam sementes lisas e amarelas são dominantes em relação aos genes que determinam sementes rugosas e verdes. Considerando uma planta de sementes lisas e amarelas, diíbrida, assinale a alternativa que apresenta a porcentagem de gametas produzidos por essa planta com pelo menos um gene dominante.

  10. 40

    ENADE 2008

    O trabalho de Mendel com hibridação de ervilhas, publicado em 1866, forneceu subsídios para a compreensão das observações citológicas sobre o comportamento dos cromossomos na formação dos gametas. Em seu trabalho, Mendel afirmava que os fatores, que hoje chamamos de genes, separavam-se na formação dos gametas e se uniam na formação do zigoto. Além disso, argumentava que diferentes fatores se separavam nesse processo de maneira independente entre si. Essas duas afirmações correspondem a observações citológicas da meiose, tal como esta ocorre na maioria das espécies, as quais mostram, respectivamente, que

  11. 41

    UEL 2004

    Em cobaias, a cor da pelagem é determinada por um par de genes, sendo a cor preta condicionada pelo alelo dominante (M) e a cor marrom pelo alelo recessivo (m). O comprimento dos pêlos curto ou longo é determinado pelos alelos dominante (L) e recessivo (l), respectivamente. Os dois genes, cor e comprimento, se segregam independentemente. Do cruzamento entre cobaias pretas e de pelo curto, heterozigotas para os dois genes, qual a probabilidade de nascerem filhotes com o mesmo genótipo dos pais?

  12. 42

    MACKENZIE 2006

    Suponha que, em uma planta, os genes que determinam bordas lisas das folhas e flores com pétalas lisas sejam dominantes em relação a seus alelos que condicionam, respectivamente, bordas serrilhadas e pétalas manchadas. Uma planta diíbrida foi cruzada com uma de folhas serrilhadas e de pétalas lisas, heterozigota para esta característica. Foram obtidas 320 sementes. Supondo que todas germinem, o número de plantas, com ambos os caracteres dominantes, será de

  13. 43

    UENP 2013

    Em uma espécie de dípteros, o gene A condiciona olhos amarelos e o gene V, localizado em outro cromossomo, condiciona olhos vermelhos. Os alelos recessivos a e v não permitem a produção de pigmento, levando ao fenótipo branco. O cruzamento entre indivíduos de olhos amarelos e vermelhos produz uma geração F1, constituída exclusivamente de indivíduos de olhos laranja. Assinale a alternativa que contém a proporção correta do cruzamento entre os indivíduos da F1.

  14. 44

    UNIOESTE 2013

    O padrão das plumagens em galinhas é determinado por dois pares de genes com segregação independente. O gene C determina plumagem colorida e o alelo recessivo c determina plumagem branca. No outro par de alelos, o gene dominante I impede a produção de pigmentos, determinando coloração branca para a plumagem enquanto que o seu alelo recessivo i não tem efeito. Cruzando indivíduos heterozigotos para os dois pares de genes, obtêm-se 

  15. 45

    UNIFENAS 2017

    A sensibilidade à feniltiocarbamida (PTC) é condicionada pelo gene dominante I, e a insensibilidade a essa substância é devida a seu alelo recessivo i. A queratose é determinada por gene dominante, enquanto que a fenilcetonúria e a habilidade para a mão esquerda (canhoto) são condicionadas por genes recessivos. Todas as heranças envolvidas são autossômicas. Num casal em que o homem e a mulher são heterozigotos para as quatro características citadas, determine a probabilidade de nascer uma menina sensível ao PTC, sem queratose, com fenilcetonúria e canhota. 

  16. 46

    UNICENTRO 2012

    No ano de 2011, foi comemorado o 189º aniversário de Gregor Mendel.   Sobre as contribuições de Mendel para a genética, é correto afirmar:

  17. 47

    MACKENZIE 2005

    Suponha que, em uma espécie de planta, a altura do caule seja condicionada por 3 pares de genes com efeito aditivo. A menor planta, com genótipo recessivo, mede 40 cm e cada gene dominante acrescenta 5 cm à altura. Uma planta de genótipo aaBbCc foi autofecundada. A proporção de descendentes que serão capazes de atingir a altura de 50 cm é de:

  18. 48

    OBB 2015

    Em uma aula de Genética sobre os tipos sanguíneos, foi apresentado o chamado efeito falso O. Essa condição ocorre quando a pessoa apresenta no genótipo pelo menos um alelo IA ou IB , e mesmo assim não apresenta nenhum antígeno do sistema ABO na superfície de suas hemácias, sendo então uma fenocópia do genótipo ii. Esse efeito se deve à existência de um par de genes alelos: H e h (com relação de dominância completa entre eles) que influenciam na expressão dos alelos do sistema ABO. Apenas indivíduos que possuam ao menos uma cópia do alelo dominante H expressarão os alelos IA e IB.   O nome da interação gênica observada entre os alelos H e h e os alelos do sistema ABO chama-se:

  19. 49

    UNIFENAS 2017

    A distrofia Muscular (DM) apresenta incidência de 1 a cada 3.500 nascimentos de meninos. Trata-se de uma doença genética, com padrão de herança recessiva ligado ao cromossomo X. Um homem com DM e com visão normal se casa com uma mulher sem DM e míope. A primeira criança desse casal é um menino com DM e míope. Sabendo que a miopia é devido a um gene autossômico recessivo, qual a probabilidade desse casal, em gestações independentes e consecutivas, ter duas crianças do sexo masculino com visão normal e sem DM?

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos