Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de Artrópodes

Voltar para Artrópodes

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Artrópodes dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Biologia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 61. UEL 2010
    Os zoólogos consideram o Chordata como um grupo filogeneticamente mais próximo de Echinodermata do que de Arthropoda. Assinale a alternativa que contém uma característica comum aos grupos Chordata e Echinodermata que não ocorre no grupo Arthropoda.
  2. 62. UNICENTRO 2006
    “Os resultados revelam que a variedade de espécies de peixes, moluscos, crustáceos, microorganismos e plâncton de vários tipos é muito maior do que a encontrada na mesma profundidade em oceanos de regiões de clima temperado. Imaginávamos que o mar profundo seria monótono e homogêneo no mundo inteiro, mas tudo indica que nas águas tropicais a riqueza é maior.” (E nas profundezas ... Biodiversidade. In: Super Interessante, p. 76-77, out. 2005.)   Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas a seguir. I. O plâncton (do grego planktons, que significa errante), é composto de organismos aquáticos, animais e vegetais, livres e flutuantes e, geralmente, microscópicos. II. Alguns moluscos marinhos apresentam uma ou duas conchas de carbonato de cálcio e brânquias localizadas na cavidade do manto. III. Os crustáceos são animais exclusivamente marinhos, que apresentam um exoesqueleto gelatinoso e têm simetria radial. IV. Os peixes cartilaginosos apresentam fendas branquiais enquanto os peixes ósseos possuem brânquias protegidas por opérculo. Estão corretas apenas as afirmativas:
  3. 63. UNIOESTE 2013
    “Bob Marley está vivo nos corais de recifes do mar do Caribe. O ícone do reggae serviu de inspiração ao biólogo Paul Sikkel para batizar minúsculos crustáceos descobertos na costa leste das ilhas caribenhas. Em homenagem ao cantor, a nova espécie foi chamada Gnathia marleyi. G. marleyi vive escondido em cascalhos de corais, esponjas do mar e algas. Os jovens são parasitas e infestam os peixes que passam pelos locais onde estão.” http://veja.abril.com.br De acordo com o texto G. marleyi é uma espécie de crustáceo. Sobre os crustáceos é correto afirmar que  
  4. 64. UFRGS 2016
    A primeira coluna, abaixo, lista dois grupos dos Artrópodos; a segunda, características que os distinguem. Associe adequadamente a segunda coluna à primeira.     1- Insetos   2- Crustáceos     ( ) respiração branquial   ( ) desenvolvimento direto e indireto   ( ) glândulas antenais   ( ) três pares de pernas     A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é
  5. 65. UNISC 2014
    Um representante do filo Arthropoda, que apresenta cefalotórax e abdome, extremidades birreme e respiração branquial, também apresenta:
  6. 66. UFF 2000
    “Durante dois meses, 80 milhões de caranguejos invadem a Ilha Christmas, território australiano, no Oceano Índico. Ocupam estradas, devoram a vegetação e entram nas casas. Parece pesadelo, mas não é.” (Superinteressante, julho de 1999) Pode-se afirmar que, em sua grande maioria, os caranguejos apresentam respiração:
  7. 67. UNICENTRO 2005
    Em uma coleta na mata, um estudante capturou aranhas, formigas, besouros e escorpiões. A partir de critérios morfológicos, estes animais foram separados em 2 diferentes grupos. Sobre os critérios utilizados para a separação destes animais em 2 grupos, considere as afirmativas a seguir. I. Presença ou ausência de apêndices articulados. II. Presença ou ausência de antenas. III. Presença ou ausência de segmentação no corpo. IV. Presença ou ausência de quelíceras. Estão corretas apenas as afirmativas:
  8. 68. MACKENZIE 2003
    Um animal é do filo artrópoda. A maneira visual mais precisa de se saber se ele pertence ao grupos dos: CRUSTÁCEOS, INSETOS, ARACNÍDEOS, DIPLÓPODOS ou QUILÓPODOS é analisar o seu número de:
  9. 69. UFES 2007
    Em maio de 2006, foi realizado, na Serra (ES), evento nacional dos catadores de caranguejo. Essa categoria de trabalhadores expressou suas preocupações em relação à disseminação da Doença do Caranguejo Letárgico, que já se manifestou nos manguezais do Espírito Santo.   (Carta de Carapebus. Documento do I Encontro Nacional e 3º Encontro Estadual de Catadores de Caranguejo. Serra (ES), 24 de maio de 2006.)   Com relação aos caranguejos, É INCORRETO afirmar que  
  10. 70. CEFET-RJ 2011
    O novo papel das moscas Usos científicos de dípteros ajuda a mudar imagem negativa desses insetos.   Já imaginou ter a capacidade de sentir um odor a mais de 40 km de distância? Equivale a estar em Jacarepaguá e detectar um peixe assado na brasa no mercado São Pedro em Niterói. Esta façanha é facilmente realizada por algumas espécies de moscas. No entanto, as moscas sempre foram vistas como responsáveis por problemas de saúde pública, por carregar em seus corpos vários microrganismos que podem causar doenças muito graves no homem. Nos últimos tempos, porém, elas vêm exercendo um novo papel: seu uso na elucidação de crimes vem fazendo com que sejam vistas com outros olhos por pesquisadores e mesmo pela população. A novidade está na ajuda preciosa que estes insetos fornecem na coleta de informações importantes na reconstrução da cena do crime. Um cadáver, de acordo com seu estado de decomposição, apresenta diferentes graus de “atratividade” para diferentes espécies de insetos necrófagos. Logo, ocorre uma sucessão ecológica de colonização do cadáver, e ao se identificar as espécies presentes e/ou seu grau de desenvolvimento, pode-se inferir o tempo decorrido da morte, as condições ambientais e até o local. Por exemplo, a presença de determinada espécie de mosca implica um intervalo de morte de alguns dias, enquanto a presença de certos tipos de besouro pode indicar uma morte ocorrida há no mínimo dois meses.     Sobre as moscas podemos afirmar que: Adaptado de http://cienciahoje.uol.com.br/revista-ch/revista-ch-2005/220/o-novo-papel-dasmoscasem 07/09/10
  11. 71. OBB 2015
    O filo Arthropoda possui o maior número de espécies do reino animal, sendo que várias espécies são parasitas de outros animais, inclusive dos seres humanos. Um parasita muito comum é o carrapato, responsável pela transmissão de diversas doenças. De acordo com a classificação dos artrópodes a classe na qual o carrapato está incluído é a
  12. 72. MACKENZIE 2002
    Sobre o sistema circulatório dos artrópodos, é INCORRETO afirmar que:
  13. 73. UNIFOR 2010
    Os animais têm diferentes estratégias para que seus filhotes comecem a vida bem. Em muitos grupos de mamíferos, a mãe, depois de gerar o bebê na sua barriga, toma conta dos filhotes, dando-lhes comida, calor e proteção. As galinhas, por outro lado, chocam seus ovos para que eles fiquem quentinhos e protegidos, até que de lá saiam pintinhos bem saudáveis. Até os mosquitos têm estratégias para proteger a cria. O mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, tem uma forma muito eficaz para garantir a segurança de seus filhotes: o ovo em que eles permanecem até estarem prontos para sair para o ambiente é uma verdadeira fortaleza! Embora as larvas, quando saem do ovo, não possam se desenvolver fora da água, os embriões (que darão origem às larvas) permanecem seguros dentro do ovo, podendo sobreviver por mais de um ano em ambientes secos. Quando a fêmea do Aedes aegypti põe seus ovos, eles começam a aumentar de volume absorvendo água e, cerca de três horas depois de terem sido colocados, formam uma casca escura e rígida. Porém, nas primeiras 15 horas de desenvolvimento, os ovos ainda permanecem permeáveis. Só após as 15 primeiras horas de desenvolvimento, ocorre uma mudança nos ovos que os torna impermeáveis: é a formação, por baixo da casca, de uma membrana bem fina, chamada cutícula serosa, que envolve o embrião e ajuda a protegê-lo da perda de água, mesmo em ambientes muito secos. REZENDE, Gustavo Lazzaro. O mosquito da dengue e sua fortaleza em forma de ovo. In: Ciência Hoje das Crianças, ano 22, n.199, março 2009 (com adaptações)   Considerando as informações contidas no texto sobre a estratégia utilizada pelo mosquito Aedes aegypti para garantir a segurança de seus filhotes, pode-se inferir que
  14. 74. MACKENZIE 2004
    Os artrópodos apresentam várias características que mostram que eles são mais evoluídos do que os anelídeos. Entretanto, existe uma característica dos artrópodos que contraria essa colocação. Essa característica:
  15. 75. UNEMAT 2009
    Considerando a anatomia e a fisiologia de artrópodes, analise as afirmações.   I. Possuem digestão extracelular. II. A hemolinfa, além de transportar nutrientes e excreções celulares, também transporta gases respiratórios. III. Crustáceos, aracnídeos e insetos são dióicos. IV. Os sentidos dos artrópodes possuem estruturas sensoriais especializadas na captação de estímulos mecânicos, químicos, sonoros e luminosos. V. O sistema hidrovascular, ou sistema ambulacral, atua na locomoção, respiração e captura de alimentos.   Assinale a alternativa correta
  16. 76. OBB 2014
    A aranha mais nerd!   Salticidae é uma família de aranhas muito inteligentes (para alguém com o cérebro daquele tamanho). São caçadoras ativas, quase nunca tecem teia, preferem caçar ativamente as presas. Por conta disso, dependem muito da visão, daí os olhos enormes, e acabam adotando comportamentos bem ricos. Agora, se elas já são predadores bastante inteligentes, como seria uma aranha que caça esses predadores (uma aranha araneofágica)? Portia é um gênero de aranhas saltadoras (também são Salticidae) com cerca de 20 espécies conhecidas, que são especialistas em caçar outras aranhas, especialmente membras da mesma família. Ocorrem na África, Ásia e Oceania, para meu desapontamento. Para poderem caçar, adotam uma série de táticas bastante complexas, sendo capazes de classificar o tipo de presa e responder de acordo, o que as coloca entre os invertebrados mais inteligentes. Para atacar outras Salticidae, as estratégias das Portia são únicas. Algumas Portia podem fazer teias, e manter os insetos pegos para atrair outras saltadoras. Outras partem ativamente para a caça, quando sua camuflagem vem a calhar: se a Salticidae que está caçando a vê, a Portia congela seus movimentos, e encolhe seus palpos e patas, se camuflando de detrito para uma vítima que depende da visão, podendo até simular movimentos causados pelo vento. Fonte: http://scienceblogs.com.br   Aranhas (Arachnida) hoje são classificas no subfilo Chelicerata, juntamente com os Xiphosura e os Pycnogonida. A alternativa que contém uma característica comum a todos os Chelicerata é:
  17. 77. UNESP 2008
    Para voar, os insetos consomem muito oxigênio, em consequência da elevada atividade muscular necessária para o movimento de suas asas. Para suprir a intensa demanda, o oxigênio é levado às células musculares
  18. 78. MACKENZIE 2002
    De acordo com o desenvolvimento, os insetos são classificados em ametábolos (desenvolvimento direto), hemimetábolos (desenvolvimento indireto com metamorfose incompleta) e holometábolos (desenvolvimento indireto com metamorfose completa). São exemplos de cada tipo, respectivamente:
  19. 79. MACKENZIE 2006
    Assinale a alternativa correta a respeito do processo respiratório.
  20. 80. FCMMG 2012
    Após as primeiras chuvas que antecedem a primavera, vêm as cigarras; aos montes. Os troncos das árvores ficam repletos das “cascas” destes insetos e, não raro, escutamos pessoas dizendo :  “elas cantaram até morrer”... Na realidade, aquelas cascas prenunciam uma nova vida que, acabando de ganhar um novo habitat, partem para a reprodução. Observando essas cascas (o exoesqueleto resultantes da última muda depois de longos anos de vida “larvária”), podemos destacar as seguintes evidências que comprovam a afirmação, EXCETO:
  21. 81. UFMG 1997
    No Brasil, são conhecidas várias espécies de aranhas venenosas e de insetos vetores de doenças. Esses animais pertencem ao grupo dos artrópodes, que constituem mais de um milhão de espécies, das quais cerca de novecentos mil são de insetos. O grande sucesso evolutivo dos insetos, quando comparados aos demais artrópodes, pode ser explicado pela seguinte adaptação:
  22. 82. PUC-RS 2013
    A busca a um mamífero de grande porte desaparecido acabou quando seu corpo foi localizado em um pasto. O estágio de desenvolvimento das larvas de insetos que cresciam no corpo do animal indicou o intervalo transcorrido desde sua morte, auxiliando a investigação criminal. Isto foi possível porque insetos adultos, como _________, depositam seus ovos no cadáver úmido antes mesmo do início do processo de decomposição.
  23. 83. OBB 2016
    Um cidadão é alérgico a crustáceos e vai em um restaurante especialista em pratos exóticos onde o cardápio é o seguinte: polvo, lula, palolo (poliqueta), lagostim, camarão, caranguejo, quelicerados, gafanhotos e escargot. Quantos animais não poderiam ser comidos pelo cidadão?
  24. 84. MACKENZIE 2002
    As respirações traqueal e pulmonar são mais adaptadas à vida em ambiente terrestre porque:
  25. 85. UNISC 2008
    Qual das alternativas abaixo cita apenas animais que têm esqueleto externo?
  26. 86. UFJF 2014
    Centopeias e piolhos-de-cobra são artrópodes caracterizados pela presença de um corpo alongado provido de muitas pernas, fato que deu nome ao grupo – miriápodes. Ambos vivem em ambientes muito úmidos e apresentam diferenças que se expressam em sua morfologia, seu comportamento e quanto ao tipo de alimentação. As diferenças observadas nas centopeias [I] e nos piolhos-de-cobra [II] são:  
  27. 87. FCMMG 2012
    Triste Sina As abelhas sociais formam colmeias de 50 a 100 mil indivíduos, com 3 castas específicas: as operárias (fêmeas estéreis), a rainha (geralmente uma, encarregada da reprodução), e o zangão (macho partenogenético, encarregado de fecundar a rainha). Após o voo nupcial, os zangões geralmente morrem, pois não são adaptados para a procura de alimentos, e as operárias não os alimentam mais.     Sobre esses indivíduos, dessa sociedade, podemos afirmar, EXCETO:
  28. 88. UNIOESTE 2009
    Relativo aos diferentes grupos animais, assinale a alternativa correta.
  29. 89. UFU 2002
    “....Baratas, me deixem ver suas patas. Ratos, entrem nos sapatos... Pulgas, que habitam minhas rugas. Oncinha pintada, zebrinha listrada, coelhinho peludo...” Neste trecho de “Bichos Escrotos,” música dos Titãs composta por Arnaldo Antunes, Sérgio Brito e Nando Reis são citados animais pertencentes aos grupos apresentados na seguinte sequência:
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login