Exercícios de Nematelmintos

Voltar para Nematelmintos

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Nematelmintos dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Biologia com esses e mais de 12000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. MACKENZIE 2005
    Na escala evolutiva dos animais, a primeira ocorrência de um sistema digestivo completo (com boca e ânus) dá-se nos
  2. 2. UEL 2010
    No ciclo biológico dos parasitas, considera-se o hospedeiro intermediário aquele no qual ocorre a reprodução assexuada do agente causador e que, portanto, abriga as formas assexuadas do parasita. Já o hospedeiro definitivo é aquele, no qual ocorre a reprodução sexuada do agente causador, abrigando, então, as formas sexuadas do parasita. Com base nessas informações, considere as afirmativas a seguir: I. No ciclo biológico do Ancylostoma duodenalis, causador do amarelão, o ser humano é hospedeiro definitivo, enquanto que o porco é hospedeiro intermediário. II. No ciclo biológico da Leishmania braziliensis, causadora da úlcera de Bauru, o ser humano é hospedeiro intermediário, enquanto que o mosquito flebótomo é o hospedeiro definitivo. III. No ciclo biológico do Plasmodium vivax, causador da malária, o ser humano é hospedeiro intermediário, enquanto que o mosquito do gênero Anopheles é o hospedeiro definitivo. IV. No ciclo biológico da Wuchereria bancrofti, causadora da elefantíase, o ser humano é hospedeiro definitivo, enquanto que o mosquito do gênero Culex é o hospedeiro intermediário. Assinale a alternativa correta.
  3. 3. UEL 2008
     Leia o texto a seguir: “Assim como diversos outros povos, os indígenas que viviam no vale de Lluta, no nordeste do Chile, foram conquistados pelos Incas,cujo império  seestendeu pela América do Sul entre os séculos XIII e XVI. As mudanças culturais impostas pelos Incas provocaram o aumento de infecções parasitárias na região. Segundo alguns pesquisadores, padrões de alimentação, saneamento, higiene e densidade populacional das cidades antigas podem ser descobertos por meio do exame dos parasitas identificados nas fezes fossilizadas, também chamados de coprólitos [...] Anterior à conquista dos Incas no vale de Lluta, foram encontradas amostras com ovos do verme Trichuris trichiura e do parasita Hymenolepis nana. Após a invasão dos Incas foram observados ovos de Diphyllobothrium pacificum, de Trichuris trichiura e de Enterobius vermicularis.” (Adaptado de: AGÊNCIA FIOCRUZ DE NOTÍCIAS - Saúde e ciências para todos. MARQUES, F. Incas tinham alta prevalência de doenças parasitárias. 2003. Disponível em: www.fiocruz.org.br. Acesso em: 18 jun. 2007.)  Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas. I. Trichuris trichiura pode parasitar o intestino grosso em humanos, se reproduz sexuadamente e os ovos são eliminados para o meio externo com as fezes, podendo contaminar alimentos sólidos e líquidos. II. Enterobius vermicularis pertence à família Oxyuridae, tem alta prevalência nas crianças em idade escolar, é de transmissão eminentemente doméstica ou de ambientes coletivos fechados, cujo mecanismo de infecção ocorre com a ingestão de ovos. III. Hymenolepis nana é uma espécie cosmopolita, atingindo roedores, humanos e outros primatas cujo mecanismo mais frequente de transmissão é a ingestão de ovos presentes em alimentos contaminados e nas mãos, principalmente de pessoas que vivem em baixas condições sanitárias. IV. Enterobius vermicularis, é uma doença popularmente conhecida no Brasil como “xistose”, ou “mal do caramujo”, cuja transmissão se dá pelas cercárias que penetram mais frequentemente nos pés e nas pernas, áreas do corpo que mais ficam em contato com águas contaminadas. Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas. 
  4. 4. UFES 2009
    Texto XI   Ocorreram longas expedições escravistas no Novo Mundo. Dentre elas, destacam-se as seguintes: a expedição bugreira do autonomismo paulista, na qual duas colunas de duzentos bandeirantes e mais de mil guerreiros indígenas vaguearam durante três anos pelo Oeste e pelo Norte; a expedição negreira do expansionismo colonial fluminense, a qual visava reinserir a América portuguesa na zona sul-atlântica da economia-mundo. Essas duas expedições representaram dois roteiros geográficos distintos, duas políticas diferentes de exploração colonial que foram unificadas pelo mercado atlântico nas últimas décadas do século XVII, durante o período do tráfico negreiro.     (ALENCASTRO, Luiz Felipe de. O trato dos viventes : formação do Brasil no Atlântico Sul. São Paulo: Companhia das Letras, 2000. p. 256-266. Adaptado.)    Com o tráfico negreiro, muitas espécies exóticas de animais e plantas foram introduzidas, intencional ou acidentalmente, no continente americano, e, entre elas, alguns parasitas de humanos. A Wulchereria bancrofti , espécie causadora da elefantíase, foi um deles. Sobre esse parasita, é CORRETO afirmar:  
  5. 5. FCMMG 2008
    “Os vermes do amarelão causam lesões na parede intestinal, provocando hemorragias , o que torna a pessoa anêmica, fraca e desanimada, com uma palidez típica que caracteriza o nome da doença” (...)   O Nematelminto responsável por essa doença é:
  6. 6. UFF 2000
    Algumas doenças, antes consideradas sob controle, tornaram-se endêmicas em virtude, principalmente, da proliferação de seus vetores. Assinale a opção em que são nomeadas doenças cujos vetores de transmissão pertencem à mesma classe animal.
  7. 7. UNIFENAS 2017
    Analise as parasitoses abaixo: I. Quando ingeridos, estes vermes perfuram o sistema digestivo, liberando larvas. Do intestino, as larvas caem no tecido subcutâneo, onde se desenvolvem, podendo alcançar até 1 metro de comprimento e 2 mm de espessura. Quando alcançam esse comprimento, iniciam sua migração para fora do corpo humano, comumente pelas pernas ou pés. A movimentação das larvas no tecido subcutâneo pode causar sensação de queimação, edema, formação de bolha e, por fim, úlcera. Essas manifestações clínicas podem vir acompanhadas de febre, náuseas e vômitos. As vítimas costumam colocar os pés na água, como rios e lagos, para aliviar a dor sentida durante a saída das larvas. Isso, consequentemente, causa contaminação desses leitos aquáticos, realimentando, assim, o ciclo da doença. II. É uma doença de diagnóstico tardio porque evolui muito lentamente ao longo dos anos. O agente causador vai multiplicando-se dentro do indivíduo, mas gera sintomas que podem ser confundidos com outras doenças. O principal sintoma, que é o inchaço exagerado dos membros, pode ocorrer muito tempo depois da contaminação. Ao picar o indivíduo, a larva presente no mosquito, ou na mosca varejeira (Chrysomya), é transmitida e instala-se na corrente linfática, gerando os sintomas da doença. O indivíduo infectado não passa a doença para outros, mas, se um mosquito, o picar pode contaminar-se e contaminar outros com a sua picada, mesmo que este indivíduo ainda não tenha manifestado todos os sintomas da doença. III. Lues, é uma doença infectocontagiosa, sexualmente transmissível, causada por bactéria. Pode também ser transmitida, verticalmente, da mãe para o feto, por transfusão de sangue ou por contato direto com sangue contaminado. Se não for tratada precocemente, pode comprometer vários órgãos como olhos, pele, ossos, coração, cérebro e sistema nervoso. Após os estágios iniciais da doença, há um período praticamente assintomático, em que a bactéria fica latente no organismo, mas a doença retorna com agressividade acompanhada de complicações graves, causando cegueira, paralisia, doença cardíaca, transtornos mentais e até a morte. Os agentes etiológicos de I, II e III são, respectivamente:
  8. 8. MACKENZIE 2002
    Os parasitas humanos Ascaris lumbricoides e Ancylostoma duodenale têm em comum todas as características abaixo, com exceção de:
  9. 9. UEG 2003
    As doenças parasitárias são um indicador das condições de vida das populações e representam um dos mais sérios problemas de saúde pública. Essas doenças afetam principalmente os países menos desenvolvidos, mantendo e agravando o ciclo pobreza–doença. Sobre as causas, características e profilaxia das principais parasitoses de ocorrência no Brasil, marque a alternativa INCORRETA:
  10. 10. UNIOESTE 2007
    Um indivíduo (humano) foi picado por um mosquito do gênero Culex, o qual estava infectado por larvas infestantes de um parasita que, quando adultas, se alojam em vasos linfáticos de órgãos diversos. Sobre a doença causada, o parasita e o inseto transmissor, é INCORRETO afirmar: 
  11. 11. UNIFOR
    O mosquito Culex é o vetor de um nematódeo que pode causar, no homem, obstrução da circulação linfática, característica da moléstia
  12. 12. UP 2015
    Um laboratório de análises clínicas é especializado em realizar o diagnóstico de seis doenças endêmicas brasileiras: doença de Chagas, esquistossomose, malária, dengue, febre amarela e ascaridíase. Quantas dessas doenças o laboratório pode diagnosticar por meio de exame de fezes do paciente?  
  13. 13. UFF 2009
    Mais de 4 mil e 400 índios das etnias Yanomami e Ye’Kuana, que habitam o norte do Amazonas e leste de Roraima até a fronteira com a Venezuela, sofrem de oncocercose, uma doença parasitária conhecida como “cegueira dos rios”. O parasita pode invadir o globo ocular, causando reações que podem levar à cegueira (Adaptado: IBICT, Canal Ciência). Assinale a opção que apresenta, respectivamente, a família e o nome vulgar do inseto vetor desta filariose.
  14. 14. UNIFENAS 2017
    Analise as doenças abaixo: I- Febre maculosa brasileira é uma doença transmitida pelo carrapato-estrela da espécie Amblyomma cajennense infectado pelo patógeno. Esse carrapato hematófago pode ser encontrado em animais de grande porte (bois cavalos, etc.), cães, aves domésticas, roedores e, especialmente, na capivara, o maior de todos os reservatórios naturais. Para haver transmissão da doença, o carrapato infectado precisa ficar pelo menos quatro horas fixado na pele das pessoas. Os mais jovens e de menor tamanho são vetores mais perigosos, porque são mais difíceis de serem vistos. Não existe transmissão da doença de uma pessoa para outra. II- A transmissão do nematelminto monóxeno é variada. Pode ser de forma direta, onde a criança ao coçar a região anal, coloca a mão infectada pelo verme na boca. Também pode acontecer indiretamente pela contaminação da água ou alimento, ao se cumprimentar uma pessoa que esteja com a mão suja contendo ovos do verme. É muito comum, em ambientes que possuam pessoas que tenham a doença encontrar ovos do verme em roupas de cama, nas toalhas, no chão e nos objetos da casa, sendo frequentes as pequenas epidemias entre aqueles que habitam a mesma residência. A verminose pode causar diversos sintomas no indivíduo, tais como diarreias contendo muco, cólicas abdominais, náuseas, vômitos, prurido anal intenso (sintoma mais marcante), inflamação da região anal. III- No local da penetração das larvas filarioides, ocorre uma reação inflamatória (pruriginosa). No decurso, pode ser observada tosse ou até pneumonia (passagem das larvas pelos pulmões). Em seguida, surgem perturbações intestinais que se manifestam por cólicas, náuseas e hemorragias decorrentes da ação espoliadora dos dentes ou placas cortantes existentes na boca destes vermes. Estas hemorragias podem durar muito tempo, levando o indivíduo a uma anemia intensa, o que agrava mais o quadro. Os agentes etiológicos de I, II e III são, respectivamente:
  15. 15. FCMMG 2006
    A Wulchereria bancriofti, conhecida popularmente por filária, é um verme muito delgado que parasita os vasos linfáticos. Suas larvas, as microfilárias, migram periodicamente para a circulação periférica, onde são ingeridas pelo vetor, dando, assim, continuidade ao ciclo. Sobre esses parasitas, podemos afirmar, EXCETO:
  16. 16. UFAL 2010
    Uma determinada doença humana é causada por um verme platelminto, cujo ciclo vital envolve um tipo de hospedeiro intermediário (porco ou boi), e no hospedeiro definitivo são produzidas as proglótides. A doença em questão é chamada
  17. 17. ACAFE 2015
    O parasitismo é uma relação ecológica onde o parasita pode provocar uma série de danos ao hospedeiro, caso não haja tratamento adequado. Analise as afirmações a seguir e marque com V as verdadeiras e com F as falsas. ( ) O Plasmodium, protozoário causador da malária, vive na forma de esporozoítos na glândula salivar do mosquito Anopheles ( ) A diarreia é um dos sintomas da infestação da Entamoeba histolytica. Os cistos dessa bactéria chegam ao intestino pela ingestão de água ou alimento contaminados. ( ) A cisticercose é contraída pelo homem quando esse ingere carne de boi ou de porco mal cozida, contendo o cisticerco. ( ) O verme nematelminto Ancylostoma duodenale (ou Necator americanus) ataca o intestino delgado, provocando feridas que fazem com que o indivíduo parasitado perca sangue, o que pode causar anemia. ( ) A esquistossomose é uma doença parasitária causada pelo verme platelminto chamado Schistosoma mansoni, que se aloja nos vasos sanguíneos do fígado. A sequência correta, de cima para baixo, é:
  18. 18. FUVEST 2008
    Indique a alternativa que lista somente doenças que têm artrópodes como transmissores ou hospedeiros intermediários do agente causador:
  19. 19. PUC-RS 2004
    Se considerarmos que o parasitismo é uma interação extremamente comum na natureza e que muitas espécies animais podem possuir parasitos específicos, isto é, espécies de parasitos adaptados a apenas uma espécie de hospedeiro, podemos supor que o filo ______________ deve apresentar uma diversidade de espécies muito maior do que a atualmente conhecida pela ciência.
  20. 20. ENEM 1998
    Leia o texto: "LAGOA AZUL ESTÁ DOENTE Os vereadores da pequena cidade de Lagoa Azul estavam discutindo a situação da Saúde no Município. A situação era mais grave com relação a três doenças: Doença de Chagas, Esquistossomose e Ascaridíase (lombriga). Na tentativa de prevenir novos casos, foram apresentadas várias propostas: Proposta 1: Promover uma campanha de vacinação. Proposta 2: Promover uma campanha de educação da população com relação a noções básicas de higiene, incluindo fervura de água. Proposta 3: Construir rede de saneamento básico. Proposta 4: Melhorar as condições de edificação das moradias e estimular o uso de telas nas portas e janelas e mosquiteiros de filó. Proposta 5: Realizar campanha de esclarecimento sobre os perigos de banhos nas lagoas. Proposta 6: Aconselhar o uso controlado de inseticidas. Proposta 7: Drenar e aterrar as lagoas do município." Para o combate da Ascaridíase, a proposta que trará maior benefício social, se implementada pela Prefeitura, será:
  21. 21. UFAM 2015
    A evolução da vida multicelular tem intrigado os biólogos evolucionistas por muito tempo. Células estando próximas e cooperando para o beneficio da “comunidade” (o organismo) vai contra os princípios básicos Darwinistas. Para deixar o quadro mais complexo, acredita-se que a multicelularidade surgiu na natureza de forma independente dezenas de vezes e moldou nosso planeta como nós o conhecemos hoje. Nas colunas a seguir se encontram vários representantes multicelulares e suas características. 1) Porifera 2) Cnidaria 3) Platyhelminthes  4) Nematoda  5) Arthropoda  6) Echinodermata    A) Celomados. Simetria bilateral na fase larval. Endoesqueleto calcáreo. Simetria radial pentâmera nos adultos. B) Celomados com corpos segmentados. Bilatérios e triploblásticos. Apêndices articulados. Exoesqueleto de quitina. C) Pseudocelomados cilíndricos, não segmentados. Sem sistema circulatório. Corpo recoberto por cutícula. Sofrem ecdise. D) São triploblásticos, acelomados e bilatérios. Corpo achatado dorsoventralmente. Possuem protonefrídeos. Geralmente são hermafroditas. E) Diploblásticos. Possuem nematocistos. Exibem alternância de gerações poliploide assexuada e medusóide sexuada. F) Filtradores sésseis. Sem tecidos verdadeiros. Possuem coanócitos. Reprodução assexuada ou sexuada.   Assinale a alternativa que correlaciona corretamente as colunas:
  22. 22. UEL 1997
    Exemplos de moléstias causadas por parasitas, que se manifestam apenas na espécie humana e cuja transmissão independe de hospedeiro intermediário, são:
  23. 23. UPE 2014
    Leia o texto a seguir A elevada prevalência de parasitos intestinais nos países subdesenvolvidos se deve, principalmente, às precárias condições de saneamento básico e ao baixo nível de escolaridade da população. Num estudo realizado com 200 escolares da periferia de Salvador (BA), os pesquisadores identificaram cinco parasitos com maior frequência. São eles: Entamoeba coli (43,5%), Ascaris Iumbricoides (25%), Endolimax nana (22%), Entamoeba histolytica/E. dispari (21,5°/a) e Giardia duodenalis (12,0%). O resultado apontou para a necessidade de implantação de programas de educação em saúde para a prevenção de infecções parasitárias e para a adoção de medidas que melhorem o estado nutricional das crianças. Disponível em: http://ww.revistas.ufg.br/index.php/iptsp/article/download/16762/10208. Adaptado. Sobre os parasitas mencionados no texto, observe a sequência a seguir que representa o seu Ciclo de Vida. 1. Ingerir água ou alimento contaminado. 2. Haver liberação dos ovos no intestino delgado. 3. As larvas penetram no revestimento intestinal e caem na corrente sanguínea, atingindo figado, coração e pulmões, onde sofrem algumas mudanças de cutícula e aumentam o tamanho. 4. As larvas permanecem nos alvéolos pulmonares, podendo causar sintomas semelhantes de pneumonia. 5. Ao abandonar os alvéolos, as larvas passam para os brônquios, a traqueia, laringe e faringe. 6. Em seguida, as larvas são deglutidas e atingem o intestino delgado, no qual crescem e se transformam em vermes adultos. 7. Após o acasalamento, a fêmea inicia a liberação dos ovos. 8. Os ovos são eliminados com as fezes. Dentro de cada ovo, ocorre o desenvolvimento de um embrião que, após algum tempo, origina uma larva. 9. Ovos contidos nas fezes contaminam a água de consumo e os alimentos utilizados pelo ser humano. É CORRETO afirmar que o ciclo de vida acima pertence, exclusivamente, a:
  24. 24. UECE 1997
    Nas alternativas indique a doença na qual o parasita causador NÃO necessita de um hospedeiro intermediário:
  25. 25. MACKENZIE 1997
    Assinale a alternativa que apresenta parasitoses humanas causadas por parasitas pertencentes, unicamente, ao filo dos Nematelmintos.
  26. 26. UNESP 1995
    Considere a afirmação: "O ciclo de vida se completa em um único hospedeiro". Trata-se de:
  27. 27. UEL 1999
    Um animal que só possui musculatura longitudinal e que usa a pressão hidrostática do líquido pseudocelomático como antagonista da musculatura pode ser uma
  28. 28. FUVEST 1996
    O 'Ancylostoma' é um parasita intestinal que provoca o "amarelão", doença que se pode adquirir:
  29. 29. MACKENZIE 1996
    Conforme o ciclo evolutivo, os parasitas são classificados em monogenéticos e digenéticos. No primeiro caso, quando seu ciclo se passa num único hospedeiro e no segundo caso, quando se desenvolve em dois hospedeiros, o intermediário e o definitivo. Um parasita considerado monogenético é:
  30. 30. MACKENZIE 2001
    Assinale a alternativa que apresenta parasitoses humanas causadas unicamente por vermes nematelmintos.
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.