Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Banco de Exercícios

Lista de exercícios

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Vírus e Príons dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Biologia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos

  1. 181

    UFABC 2009

    Câncer de útero nas américas   Em uma conferência no México, pesquisadores exaltaram a necessidade de reduzir o preço da vacina contra o papilomavírus humano (HPV), cuja dose custa US$ 360 nos Estados Unidos. Um estudo feito em 16 países da América Latina mostrou que 33 mil mulheres morrem por ano com câncer de colo do útero, causado pelo HPV. (...) Calcula-se que, se em uma década, 70% das meninas com 12 anos fossem vacinadas, meio milhão de mortes seria evitado. (Pesquisa Fapesp, junho de 2008)     Sobre o texto, apresentam-se as seguintes afirmações:   I. o HPV, um ser acelular, é o causador do câncer de colo uterino e a vacinação preveniria a doença. II. uma célula do colo uterino e um vírus são bem diferentes, pois na primeira encontram-se estruturas como a parede celular, organelas e núcleo. Já um vírus apresenta cápsula protéica e material genético. III. a vacina contra o HPV deve conter algumas moléculas, que são chamadas de antígenos, para estimular o sistema imunológico humano. IV. o câncer resulta de uma multiplicação descontrolada e anormal de algumas células do corpo.     Está correto apenas o contido em

  2. 182

    PUC-MG 2015

    Com surgimento do microscópio eletrônico, foi possível visualizar os vírus e identificá-los como agentes causadores de inúmeras doenças. Sobre os vírus foram feitas as seguintes afirmações:   I. São seres acelulares, que dependem totalmente de uma célula, procarionte ou eucarionte, para síntese de suas moléculas estruturais e reprodução. II. Embora sejam considerados as formas de vida mais primitivas conhecidas atualmente, certamente os vírus não foram os primeiros seres vivos que surgiram na Terra. III. Considerando-se que existem vírus específicos para todos os reinos celulares, é indicativo que não tiveram uma origem única. IV. No meio extracelular, os vírus não são metabolicamente inertes devido a sua capacidade de atacar células específicas.   São afirmativas CORRETAS:

  3. 183

    UFPE

    Foi realizada uma experiência com duas linhagens (A e B) do vírus do mosaico do tabaco (T.M.V.) em que foram isoladas as capas protéicas e o RNA (ácido ribonucléico) de cada linhagem. A seguir, foi reconstituído um vírus “híbrido”, o qual possuía o RNA da linhagem A e a proteína da linhagem B. Este vírus “híbrido” foi utilizado para a infecção de folhas sadias de fumo. Os novos vírus produzidos, após a infecção, apresentam

  4. 184

    UFRGS 2015

    Considere as seguintes informações sobre as hepatites virais.     I - A hepatite C pode ser transmitida por sangue contaminado proveniente de procedimentos incisivos como tatuagens, colocação de piercings e manicures.   II - As diferentes formas de hepatite viral constituem doenças inflamatórias do fígado que podem ser prevenidas por meio de vacinação.   III- Algumas das formas de hepatites virais podem tornar-se crônicas e evoluir para câncer de fígado.     Quais estão corretas?

  5. 185

    UPE 2014

    Prevenir é melhor que remediar, já diz o ditado popular. No Brasil, constata-se que ações educacionais, com foco na consciência da importância da higiene, têm surtido efeitos positivos, e, em algumas regiões do Brasil, houve significativa diminuição de doenças parasitárias. Algumas medidas podem ser tomadas, entre outras,   I. Lavagem das mãos com água e sabão. II. Lavagem dos alimentos. III. Uso de calçado. IV. Implementação de infraestrutura sanitária. V. Uso de telas protetoras e combate ao mosquito.   Analise a alternativa que apresenta a correspondência CORRETA entre as medidas de prevenção e a doença.

  6. 186

    UNIFENAS 2017

    Assinale a alternativa INCORRETA sobre arboviroses. 

  7. 187

    UFMS 2008

    Todas as alternativas estão corretas, EXCETO:

  8. 188

    OBB 2014

    Vírus são seres tão estranhos que muitos cientistas relutam em classificar como seres vivos. Um vírus é simplesmente uma cápsula de proteína envolvendo moléculas de DNA ou de RNA. Entretanto, esses seres tão peculiares são responsáveis por várias doenças, inclusive em humanos. Através de seus conhecimentos adquiridos sobre doenças virais, escolha a alternativa correta abaixo.

  9. 189

    OBB 2009

    A Bahia enfrente uma epidemia de dengue e, até a semana passada, foram registrados 32.306 casos da doença, 305% a mais que no mesmo período do ano passado. Em apenas uma semana foram notificados 5.709 novos casos. A Secretaria informou que até a manhã desta segunda, foram confirmadas 29 mortes causadas pela doença, além de 36 casos que estão sendo investigados. (fonte: http://veja.abril.com.br)   O aumento das chuvas além de favorecer a proliferação de insetos vetores também pode determinar enchentes e a consequente contaminação dos reservatórios de água utilizados pela população. Marque a alternativa abaixo que contenha doenças que devem ter aumento no número de registros em períodos chuvosos:  

  10. 190

    UEMA 2010

    Segundo a Organização Mundial da Saúde, o vírus da gripe do frango fez 79 vítimas humanas no Camboja, na Tailândia e no Vietnã entre janeiro de 2004 e abril de 2005 (Veja, ano 38, n. 15, 13 de abril de 2005. p.120-4). Essa doença é causada pelo vírus conhecido como:

  11. 191

    UEMG 2006

    Vírus da gripe espanhola pode ter vindo de aves Um estudo realizado por uma equipe americana sugere que o vírus da gripe espanhola que matou 50 milhões de pessoas em 1918/1919 provavelmente surgiu nos pássaros. Os autores do estudo descobriram que o vírus compartilha de características genéticas com o vírus que circula atualmente na Ásia, causando a gripe do frango. Utilizando as informações do texto e outros conhecimentos que você possui sobre o assunto, seria CORRETO deduzir que

  12. 192

    UNICAMP

    Em 1952, Hershey e Chase cultivaram bactérias em meio de cultura contendo fósforo radioativo (32P) e colocaram bacteriófagos com DNA com fósforo radioativo (Linhagem 1) para infectar essas células. Os novos bacteriófagos formados durante a reprodução viral nas bactérias (Linhagem 2) foram utilizados para infectar outras células bacterianas cultivada sem a presença do fósforo radioativo e geraram novas partículas virais (Linhagem 3). Recordando que o fósforo é um dos precursores dos ácidos nucléicos ASSINALE a alternativa abaixo que indica corretamente a característica das três linhagens (Linhagem 1, 2 e 3) de bacteriófagos presentes no experimento:

  13. 193

    OBB 2016

    Em 2016, a quantidade de casos de caxumba aumentaram no Brasil, alarmando tanto autoridades quanto a população. A principal causa dessa doença é a infecção causada por um vírus da família:

  14. 194

    OBB 2016

    Método que bloqueia a transmissão do vírus no mosquito demonstrou viabilidade de aplicação em campo.   Estudos recentes demonstraram que a Wolbachia pipientis é uma bactéria amplamente presente entre os invertebrados, podendo ocorrer naturalmente em mais de 70% de todos os insetos do mundo, incluindo borboletas e diversos mosquitos, como o Culex, o comum ‘pernilongo’. Apesar desta ampla gama de hospedeiros, a  Wolbachia não é infecciosa e não é capaz de infectar vertebrados, incluindo os humanos.     A característica intracelular da Wolbachia (vive apenas dentro de células) impõe limitações significativas na sua capacidade de dispersão, uma vez que ela só pode ser transmitida verticalmente (de mãe para filho) por meio do ovo da fêmea de mosquito. Como resultado, o sucesso da Wolbachia está diretamente ligado à capacidade de reprodução do inseto.   Cientistas do programa internacional ‘Eliminar a Dengue: Nosso Desafio’ liderados pelo professor Scott O’Neill, da Universidade de Monash (Melbourne, Austrália), demonstraram que a Wolbachia é capaz de bloquear a transmissão do vírus da dengue no Aedes aegypti, originando uma nova proposta, natural e autossustentável, para o controle da doença.   Curiosamente, a Wolbachia confere uma vantagem reprodutiva devido à chamada ‘incompatibilidade citoplasmática’: fêmeas com Wolbachia sempre geram filhotes com Wolbachia no processo de reprodução, seja ao se acasalar com machos sem a bactéria ou machos com a bactéria. E, quando as fêmeas sem Wolbachia se acasalam com machos com a Wolbachia, os óvulos fertilizados morrem.   Inicialmente, com poucos Aedes aegypti com Wolbachia na população de mosquitos, a vantagem reprodutiva será pequena. Mas, com as sucessivas gerações, o número de mosquitos machos e fêmeas com Wolbachia tende a aumentar até que a população inteira de mosquitos tenha esta característica.   Fonte:http://www.fiocruz.br/ioc/cgi/cgilua.exe/sys/start. htm?infoid=1591&sid=32     De acordo com o texto pode-se afirmar que a Wolbachia favorece no controle de arboviroses porque: 

  15. 195

    UNIFOR 2015

    O superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental, da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro (SES), Alexandre Chieppe, disse que a população do estado do Rio de Janeiro enfrenta um cenário de risco em relação ao vírus da febre Chikungunya. “Essa talvez seja a nossa grande preocupação para 2015, uma vez que é uma doença transmitida pelos mosquitos que transmitem a dengue”, disse em entrevista à Agência Brasil. Nosso país já registrou 337 casos desta doença. De acordo com a SES, o vírus que provoca a febre Chikungunya é transmitido pela picada da fêmea de dois mosquitos, o Aedes aegypti, presente em áreas urbanas, e o Aedes albopictus, mais comum em áreas rurais. Este atua também como vetor da dengue e da febre amarela. Os sintomas surgem entre dois e 12 dias após a picada do mosquito contaminado com o vírus. O primeiro deles é uma febre repentina acima de 38,5 graus. A principal característica da doença é a forte dor nas articulações. Na fase mais aguda, durante a primeira semana, podem aparecer bolhas, descamação da pele, fadiga e, em alguns casos, conjuntivite. Ainda conforme a secretaria, os sinais e sintomas tendem a ser mais intensos em crianças (até 2 anos de idade), gestantes e idosos. Pessoas com doenças crônicas têm mais chance de desenvolver formas graves da doença. (http://www.ebc.com.br/noticias/brasil/2014/10/vigilancia- epidemiologica-alerta-para-risco-defebre-chikungunya-no-rio). Acesso em 25 out. 2014 (com adaptações)   A preocupação das autoridades sanitárias com mais esta virose que chega ao Brasil, justifica-se no fato de que:   I - O Brasil possui os vetores da febre Chikungunya distribuidos em seu território. II - A febre Chikungunya pode ser dissiminada mais rapidamente que a dengue porque é transmitida pela picada do Aedes aegypti e o Aedes albopictus. III - A população brasileira não tem anticorpos para este vírus e a doença não tem tratamento específico. IV - O vírus da febre Chikungunya que é considerado “primo da dengue”, é altamente letal.   É correto apenas o que se afirma em:

  16. 196

    UEG 2005

    Chega quase a 300% o aumento no número de casos de febre hemorrágica da dengue (FHD) em Goiânia, comparando-se os cinco primeiros meses do ano com o do ano passado inteiro. No Estado todo, o crescimento da forma mais grave da dengue no período em relação a 2004 foi de 105%. A doença, que já tem dois óbitos confirmados laboratorialmente este ano, pode ter causado outras sete mortes. A última morte suspeita foi registrada em Anápolis no dia 30 de maio do corrente ano. CZEPAK, I. Dengue hemorrágico cresce 300% em Goiânia. O Popular, 31 maio 2005, p.3. Cidades.   Sobre a dengue e suas manifestações, julgue as proposições a seguir:   I. O paciente com dengue deve manter-se em repouso, ingerir muito líquido e usar medicamentos à base de ácido acetil salicílico (como aspirina e AAS), para aliviar as dores, a febre e diminuir o risco de hemorragias. II. O vírus da dengue, ao se instalar no corpo do indivíduo, provoca a inflamação dos vasos sanguíneos, causando um consumo exagerado de plaquetas. A falta destas interfere na hemostasia, e o organismo passa a apresentar uma forte tendência a ter hemorragias. III. O único agente etiológico da dengue é o mosquito Aedes aegypti; dessa forma, seu combate é a principal medida profilática para se evitar a doença.   Marque a alternativa CORRETA:

  17. 197

    MACKENZIE 2006

    Gripe aviária, febre maculosa e dengue são algumas doenças que têm preocupado o homem ultimamente. A respeito delas, é correto afirmar que:

  18. 198

    UNAMA 2015

    O Aedes aegypti é um mosquito diurno que se multiplica em depósitos de água parada, principalmente, nos quintais. Em relação aos aspectos gerais da doença que este mosquito transmite, é correto afirmar que

  19. 199

    OBB 2014

    Algumas bactérias dispõem de estruturas e mecanismos que facilitam a esquivar-se dos mecanismos de defesa de um organismo hospedeiro. Estes elementos são chamados de fatores de virulência e a presença destes fatores nas bactérias podem indicar o quão infecciosa elas podem ser, isto é, com que eficiência conseguem invadir os tecidos do hospedeiro. Dentre as alternativas abaixo, escolha aquela que não representa um fator de virulência:

  20. 200

    OBB 2016

    ”Enquanto isso estamos a apenas uma ou duas mutações de contrair a doença de nossos próprios genes de príon. No ser humano, o gene tem 253 “palavras” de três letras cada, ... em apenas quatro lugares, uma mudança de palavra pode levar a uma doença de príon ... . Mudar a 102° palavra de prolina para leucina provoca a doença de Gerstmann – Straussler – Scheinkeir. Mudar a 200° palavra da de glutamina para lisina causa síndrome de Kreutzfeld – Jacob típica dos Judeus comum, e se mudar a 129° palavra de valina para metionina ocorrerá uma das mais horríveis doenças de príon, a insônia familiar fatal, em que a morte ocorre após meses de total insônia”... Fonte: Genoma – MattRidley Cap. 20 – pág 323   De acordo com o texto acima, marque a afirmativa verdadeira:

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos