Exercícios de 1ª Lei de Mendel e Suas Variações

Voltar para 1ª Lei de Mendel e Suas Variações

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de 1ª Lei de Mendel e Suas Variações dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Biologia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 61. UEFS 2015
    A probabilidade de uma mulher com polidactilia e visão normal, heterozigota para os dois fenótipos, casada com um homem sem polidactilia, míope, homozigoto, ter um filho, não importando o sexo, sem polidactilia e com visão normal, supondo que esses caracteres se transmitam independentemente, é de
  2. 62. UFES 2009
    Em uma espécie de plantas, o genótipo RR produz frutos vermelhos, as plantas rr apresentam frutos brancos e os indivíduos heterozigotos produzem frutos de cor púrpura. Plantas com frutos vermelhos foram cruzadas com plantas com frutos púrpuros. As proporções genotípicas e fenotípicas esperadas na descendência obtida desse acasalamento são, respectivamente,
  3. 63. UFSC 2013
    Assinale a alternativa CORRETA.   Considere que o albinismo é causado por um gene autossômico recessivo. Se um homem albino planeja ter filhos com uma mulher normal cujo pai era albino, a probabilidade de nascer um descendente albino é de:
  4. 64. UNICENTRO 2013
    A cor da pelagem de cães labradores é determinada por dois genes, um alelo dominante B determina a produção do pigmento preto, e seu alelo recessivo b determina a produção de pigmento marrom. O outro gene controla a deposição de pigmentos nos pelos, o alelo dominante E condiciona pelos pigmentados de acordo com o gene B/b, enquanto seu alelo recessivo atua como epistático recessivo sobre B/b originando cães dourados. De uma ninhada de oito filhotes de pais com o genótipo: BbEe e bbee, qual a probabilidade de nascerem cães dourados?
  5. 65. UNICENTRO 2013
    Dominância incompleta ou semidominância ocorre quando alelos em heterozigose promovem efeitos diferentes no fenótipo em relação ao estado de homozigose. Em plantas maravilhas, os genótipos abaixo influenciam nos seguintes fenótipos:   BB = flores vermelhas. bb = flores brancas. Bb = flores rosas.   Em cruzamento entre uma maravilha vermelha e uma branca, nasceu, em F1, 90 maravilhas rosas. Qual a porcentagem de indivíduos da cor vermelha ocorrerá se autofecundarmos duas maravilhas da F2?
  6. 66. UFSC 2015
    Para explicar a herança da cor da pele nos humanos, existem dois modelos poligênicos. O primeiro se baseia na existência de dois genes com dois alelos cada um. O segundo admite a existência de três genes, cada um deles também com dois alelos. No primeiro modelo, indivíduos AABB seriam negros e aabb seriam brancos. No segundo modelo, AABBCC seriam negros e aabbcc seriam brancos. Em ambos os modelos, a ação dos genes e seus alelos seria aditiva, não existindo uma relação de dominância entre os alelos envolvidos. A cor da pele dependeria então da presença de alelos mais ou menos ativos na produção da melanina, sendo este um modelo típico de herança quantitativa.   Com relação à herança da cor da pele humana julgue as afirmativas abaixo. Coloque C para certo e E para errado.    (  ) em ambos os modelos, o padrão de herança é autossômico recessivo.    (  ) no primeiro modelo, a chance de um casal duplo heterozigoto ter um descendente negro é de 6,25%.    (  ) no segundo modelo, a chance de um casal triplo heterozigoto ter um descendente branco é de 3,12%.      (  ) no primeiro modelo, há a possibilidade de existirem quatro classes fenotípicas diferentes.    (  ) no segundo modelo, pode-se prever a existência de sete classes fenotípicas diferentes.    (  ) na herança de padrão quantitativo, as condições ambientais têm pouca influência nos fenótipos.    (  ) o gráfico de distribuição das classes fenotípicas de uma herança quantitativa tende a apresentar uma distribuição contínua de suas classes.   Marque a alternativa que contém a sequência correta. 
  7. 67. UEM 2011
    Relacionado à Genética, julgue as afirmativas abaixo, coloque C para certo e E para errado. Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.    (  ) Uma mulher daltônica, filha de mãe daltônica, mesmo sem saber quem era seu pai, concluiu que ele também seria daltônico.    (  ) A hemofilia, dificuldade de coagulação do sangue, manifesta-se principalmente no homem, porque é um caráter ligado ao cromossomo Y.    (  ) A eritroblastose fetal está associada ao fator ABO, manifestada pela mãe no primeiro filho, se este apresentar o anticorpo anti-Rh.    (  ) A cor da pele na espécie humana é determinada pela interação gênica, dita poligenia, que resulta em gradativa variação de fenótipos.    (  ) Há 50% de chance de uma menina com síndrome de Down (alteração no número de cromossomos) ter recebido dois cromossomos X de sua mãe.  
  8. 68. UEG 2005
    Em um grupo de 100 pessoas, verificou-se que quatro delas apresentavam fenótipo albino, característica que é condicionada por um par de alelos autossômicos recessivos. Nesse grupo, de 100 pessoas, o número esperado de indivíduos homozigotos dominantes é:
  9. 69. UNICENTRO 2012
    Um casal deseja ter 4 filhos, sendo o primeiro menino e os outros três, meninas. A probabilidade de que isso ocorra é de
  10. 70. UEAP 2010
    Estudos realizados em uma dada espécie de mamífero roedor permitiram verificar que nestes animais a pelagem preta era determinada por um gene autossômico dominante, e a branca, pelo seu alelo recessivo. Do cruzamento de indivíduos heterozigóticos, obteve-se uma descendência de 360 filhotes. Teoricamente, é de se esperar que entre esses filhotes o número de heterozigotos seja de:
  11. 71. UEAP 2009
    A distrofia muscular causada por uma alteração genética recessiva e ligada ao sexo, causa atrofia das células musculares. Supondo-se que a terapia com células-tronco possa ser utilizada no tratamento desta doença, através da substituição das células atrofiadas, é possível esperar que os filhos homens de pai doente e mãe portadora:
  12. 72. UNICENTRO 2010
    O daltonismo consiste na incapacidade de se distinguir nitidamente as cores verde e vermelha. O termo origina-se do sobrenome do naturalista inglês John Dalton, portador dessa anomalia. O daltonismo é determinado por um gene recessivo ligado ao cromossomo sexual X. Se um homem normal para daltonismo se casar com uma mulher normal cujo pai é daltônico, qual será a probabilidade do casal ter uma filha daltônica?
  13. 73. UFG 2009
    Se nenhum fator evolutivo atuar sobre uma população, as frequências de seus alelos permanecerão inalteradas ao longo das gerações. Com base nesse princípio, suponha uma população em equilíbrio gênico com 5.000 indivíduos, na qual as frequências dos alelos A e a, não ligados ao sexo, são, respectivamente, 0,8 e 0,2. Considerando o exposto, quantos indivíduos desta população poderiam ter o genótipo AA?
  14. 74. UNEMAT 2010
    Maria possui a anomalia genética autossômica recessiva chamada galactosemia. Indivíduos galactosêmicos apresentam, entre outras manifestações, a incapacidade de degradar a lactose existente no leite. Maria casou-se com João, homem normal, cujo pai era galactosêmico. Este casal teve dois filhos do sexo masculino e normais. Maria está grávida da terceira criança e quer saber qual a probabilidade desta criança ser do sexo feminino e ter a galactosemia. Assinale a alternativa correta.
  15. 75. PUC-RS 2014
    A doença de Gaucher, autossômica recessiva, afeta o metabolismo dos lipídios. O afetado, se não tratado, tem aumento do fígado e do baço, anemia, diminuição de plaquetas e de glóbulos brancos, desgaste ósseo, fadiga, cansaço e atraso de crescimento. É correto afirmar que um paciente com esta doença transmite o gene defeituoso para
  16. 76. UNIOESTE 2007
    A frequência do alelo recessivo a é 0,60 em uma população em equilíbrio de Hardy-Weinberg. Assinale a alternativa correta, sabendo que esta população é composta por 40.000 indivíduos e que a herança é do tipo autossômica com dominância completa. 
  17. 77. OBB 2015
    A anemia falciforme é uma doença caracterizada pela produção de moléculas de hemoglobina anormais, incapazes de transportar O2 , comprometendo a oxigenação do organismo. Indivíduos com genótipo AA produzem a molécula normal de hemoglobina, não sendo afetados pela doença. Indivíduos com genótipo SS produzem apenas a forma anormal de hemoglobina, sendo afetados pela anemia falciforme. Já indivíduos heterozigotos (AS) apresentam a forma branda da doença, condição conhecida como traço falciforme. A frequência desses alelos varia entre diferentes populações humanas. Em algumas regiões onde a malária é endêmica, a frequência de indivíduos AS é maior quando comparadas à de populações humanas onde a malária é incomum. O plasmódio, agente causador da malária, invade as hemácias, onde se reproduz assexuadamente. A presença da hemoglobina anormal dificulta essa etapa do ciclo de vida do plasmódio. Outras células que são afetadas pelo plasmódio são os hepatócitos. O plasmódio é transmitido pelo mosquito Anopheles sp.   A probabilidade de um casal com traço falciforme ter uma filha com o mesmo fenótipo que o deles é:
  18. 78. OBB 2015
    Gregor Mendel nasceu em 1822 na Áustria e estudou matemática e ciências naturais antes de entrar para um mosteiro. Cruzando ervilhas, Mendel concluiu umas das principais leis da genética:   “Cada característica é determinada por dois fatores que se separam na formação dos gametas, onde ocorrem em dose simples, isto é, para cada gameta é encaminhado apenas um fator.” Esta lei ficou conhecida como primeira lei de Mendel. Marque a alternativa abaixo que contém gene que não apresentará segregação compatível com a primeira lei de Mendel:
  19. 79. PUC-CAMPINAS 2015
    Uma equipe de biólogos obteve dados para estudos de certos caracteres genéticos na população de uma aldeia. Entre esses dados constam os de uma família na qual uma mulher de visão normal, cujo pai é daltônico, casou-se com um homem de visão normal.   A probabilidade do nascimento de crianças daltônicas na prole dessa mulher é de
  20. 80. UNAMA 2006
    Mendel, ao anunciar a sua Primeira Lei afirmou que “Cada caráter é determinado por um par de fatores que se separam na formação dos gametas, indo um fator do par para cada gameta, que é, portanto puro”. Associando esses conhecimentos aos de hoje, significa dizer que:   ( ) 1. em cada espécie de ser vivo, o número de cromossomos é constante. ( ) 2. os fatores mendelianos são os genes e estariam localizados nos cromossomos. ( ) 3. na formação dos gametas esse número de cromossomos é reduzido à metade. ( ) 4. os cromossomos homólogos separam-se na meiose, indo um cromossomo de cada par para um gameta. ( ) 5. os cromossomos existem aos pares nas células sexuais do individuo, sendo cada par denominado homólogo.   Para cada afirmativa acima coloque nos parênteses “V” ou “F”, conforme sejam verdadeiras ou falsas e, em seguida, assinale a alternativa que contém a seqüência correta.   A alternativa correta, de cima para baixo, é:
  21. 81. UFJF 2016
    Uma doença, de base genética, é responsável por uma má formação em patas de uma determinada espécie X, sendo o alelo recessivo “a” responsável pela doença. Uma fêmea normal Aa foi cruzada com um macho normal Aa. Qual é a probabilidade de, em 3 nascimentos, 2 serem doentes e 1 normal?
  22. 82. UNAMA 2009
    As denominações do fenótipo da pele humana usadas em genética, como de mulato claro e médio, possuem diferente conotação social, dependendo da cultura do país de origem do indivíduo. Na cultura brasileira, por exemplo, os mulatos claros são chamados de brancos, assim como, os mulatos médios, de morenos claros, e os mulatos escuros, sem características fisionômicas da etnia negra, também são chamados de morenos. O texto se refere a um tipo de herança genética em que:   I. não existem genes dominantes ou recessivos. II. existem diversos fenótipos intermediários entre os extremos (negro e branco). III. a característica é controlada por dois pares de genes alelos que determinam a produção do pigmento melanina nas células da pele.   As afirmativas corretas são:
  23. 83. UNB 2012
    A fibrose cística é uma das doenças genéticas mais comuns. Apresenta diversos sinais clínicos, como pneumonia de repetição, esterilidade masculina e insuficiência pancreática. A doença é causada por mutação no gene CFTR, que se localiza no cromossomo 7 humano e codifica uma proteína transmembranar. Um indivíduo com mutação nos seus dois genes CFTR apresenta problemas para produzir essa proteína, cujas funções são formar canais de cloreto nas membranas de células epiteliais especializadas, como as que revestem o intestino e as vias respiratórias, e regular o movimento da água para dentro e fora das células. Como resultado, as células produzem um muco espesso, que obstrui vias aéreas e glândulas, o que resulta nos sinais característicos da fibrose cística.   Tendo como referência o texto acima, julgue os itens. Coloque C para Certo e E para Errado.   (  ) A função primária do pulmão é a troca gasosa, que ocorre nos alvéolos, entre o ar atmosférico e o sangue. (  ) Os processos de inspiração e de expiração nos humanos devem-se aos movimentos pulmonares que empurram o diafragma e, assim, expandem a caixa torácica. (  ) Se um indivíduo com fibrose cística apresenta alteração na membrana das células epiteliais do intestino, o processo de quimificação de alimento não se inicia, o que provoca transtornos digestivos. (  ) A irmã ou o irmão de uma pessoa com fibrose cística, filhos de mesmo pai e mesma mãe, têm 75% de chance de serem heterozigotos para a mutação no gene CFTR. (  ) A fibrose cística é uma doença autossômica recessiva cuja expressão é pleiotrópica.   Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.   
  24. 84. UPE 2012
    Uma ação de paternidade envolvendo o famoso ator de cinema Charlie Chaplin é discutida no texto abaixo:   Em 1941, Chaplin conheceu uma jovem atriz chamada Joan Barry, com quem teve um namoro. Esse romance terminou em fevereiro de 1942, mas, 20 meses mais tarde, Joan teve uma menina e disse que Chaplin era o pai. Joan abriu um processo de sustento à criança. Nessa época, o tipo sanguíneo tinha acabado de ter um amplo uso, e os advogados de Chaplin mandaram testar os grupos sanguíneos de Chaplin, de Joan e da criança. Joan tinha tipo A, sua filha tipo B, e Chaplin tipo O.  Fonte: PIERCE, B.A. Genética: um enfoque conceitual. Rio de Janeiro, RJ. Editora Guanabara Koogan. 2004.   Os testes baseados nos grupos sanguíneos permitem apenas negar a paternidade, mas não podem confirmá-la. Atualmente têm-se empregado testes baseados na análise do DNA para a determinação da paternidade, o conhecido teste de paternidade. Empregando essas duas metodologias para a resolução desse caso de paternidade, observe as proposições a seguir:   I. Joan, grupo sanguíneo tipo A, poderia ter os genótipos IAIA ou IAi, sua filha, grupo sanguíneo tipo B, poderia ter os genótipos IBIB ou IBi. Logo, como alelo IB não está presente na sua mãe, a criança só pode ter herdado o mesmo do seu pai. Como Chaplin tinha grupo sanguíneo tipo O produzido pelo genótipo ii, ele não poderia ser o pai da menina. II. Caso Chaplin fosse Falso O (Fenótipo Bombaim), uma pequena porcentagem da população que pode ter genótipos IAIA, IAi, IBIB,IBi ou IAIB, mas são sempre identificados como grupo O, quando são empregadas as técnicas convencionais de determinação dos grupos sanguíneos, ele poderia ser o pai da menina. III. Atualmente, seria solicitada a análise do DNA dos envolvidos, método que tem por base o modo de as pessoas diferirem entre si quanto ao material genético que possuem (com exceção dos gêmeos univitelinos), exibindo um padrão genético típico delas, comparável a um código de barras ou a uma impressão digital molecular. IV. A análise do DNA permite confirmar a paternidade com 99,9% de certeza, comparando-se o DNA da criança, o da mãe e o do suposto pai. Esse tipo de estudo é possível, pois o perfil genético de um indivíduo é herdado da mesma maneira que os genes: o indivíduo recebe 3/4 do padrão do pai e 1/4 da mãe.   Apenas está CORRETO o que se afirma em
  25. 85. OBB 2011
    A probabilidade de um casal duplo-heterozigotos ter filho heterozigoto para apenas um dos pares de genes é de:
  26. 86. OBB 2014
    Ao cruzar uma fêmea com asas normais e corpo cinza (PpVv) com macho de asas vestigiais e corpo preto (ppvv), um pesquisador encontrou o resultado abaixo: 8,5% normal/preto 8,5% vestigial/cinza 41,5% normal/cinza 41,5% vestigial/preto   A taxa de crossing entre os genes P e V observado no cruzamento acima é de:
  27. 87. OBB 2014
    No cruzamento de dois indivíduos heterozigotos para 5 pares de genes com dominância completa, determine a proporção de filhas esperadas com o mesmo fenótipo dos pais.
  28. 88. OBB 2014
    Considere uma população que atende às condições de Hardy-Weinberg para o equilíbrio gênico. Nessa população, a frequência de indivíduos com fenótipo recessivo de uma herança mendeliana monogênica é o dobro da frequência dos heterozigotos.   Podemos afirmar que, nessa população:
  29. 89. OBB 2014
    Supondo que uma determinada população esteja equilíbrio de Hardy-Weinberg, apresentando 21% de indivíduos homozigotos dominantes, 50% de heterozigotos e 29% de homozigotos recessivos. A porcentagem esperada de homozigotos recessivos na geração seguinte é de:
  30. 90. OBB 2008
    Em uma população que se encontra em equilíbrio gênico sabe-se, em relação ao sistema sanguíneo ABO, que a freqüência do genótipo IAIA é 16%, IBIB é 16% e que as freqüências dos alelos IA e IB é de 40% cada, sabendo disso, determine, respectivamente, a quantidade de indivíduos com genótipo ii, IA i, IB i e IAIB , supondo que haja na população estudada 6000 indivíduos:
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login