Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de Conceitos Básicos de Programa de Saúde

Voltar para Conceitos Básicos de Programa de Saúde

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Conceitos Básicos de Programa de Saúde dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Biologia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. ENEM 2008
    A figura a seguir apresenta dados percentuais que integram os Indicadores Básicos para a Saúde, relativos às principais causas de mortalidade de pessoas do sexo masculino. Causas externas - M1 agressões - M2 acidentes de transito - M3 causas externas de intenção indeterminada - M4 lesões autoprovocadas voluntariamente - M5 afogamentos e submersões acidentais Doenças do aparelho circulatório - M6 doenças isquêmicas do coração - M8 doenças cardiovasculares - M9 outras doenças cardíacas Doenças do aparelho respiratório - M10 doenças crônicas das vias aéreas inferiores - M11 pneumonia Doenças do aparelho digestivo - M7 doenças do fígado Internet: (com adaptações). O limite de concentração de alcool etílico no sangue estabelecido para os motoristas revela que a nova legislação brasileira de trânsito é uma das mais rígidas do mundo. Apesar dos aspectos polêmicos, a "lei seca" pode mudar substancialmente os indicadores de mortalidade, particularmente no que se refere a
  2. 2. ENEM 2010
    A cárie dental resulta da atividade de bactérias que degradam os açúcares e os transformam em ácidos que corroem a porção mineralizada dos dentes. O flúor, juntamente com o calcio e um açúcar chamado xilitol, age inibindo esse processo. Quando não se escovam os dentes corretamente e neles acumulam-se restos de alimentos, as bactérias que vivem na boca aderem aos dentes, formando a placa bacteriana ou biofilme. Na placa, elas transformam o açúcar dos restos de alimentos em ácidos, que corroem o esmalte do dente formando uma cavidade, que é a cárie. Vale lembrar que a placa bacteriana se forma mesmo na ausência de ingestão de carboidratos fermentaveis, pois as bactérias possuem polissacarideos intracelulares de reserva. Disponível em: http://www.diariodasaude.com.br. Acesso em: 11 ago. 2010 (adaptado). cárie 1. destruição de um osso por corrosão progressiva. * cárie dentária: efeito da destruição da estrutura dentária por bactérias. HOUAISS, Antônio. Dicionário eletrônico. Versão 1.0. Editora Objetiva, 2001 (adaptado). A partir da leitura do texto, que discute as causas do aparecimento de cáries, e da sua relação com as informações do dicionário, conclui-se que a cárie dental resulta, principalmente, de
  3. 3. ENEM 2010
    A vacina, o soro e os antibióticos submetem os organismos a processos biológicos diferentes. Pessoas que viajam para regiões em que ocorrem altas incidências de febre amarela, de picadas de cobras peçonhentas e de Ieptospirose e querem evitar ou tratar problemas de saúde relacionados a essas ocorrências devem seguir determinadas orientações. Ao procurar um posto de saúde, um viajante deveria ser orientado por um médico a tomar preventivamente ou como medida de tratamento
  4. 4. ENEM 2009
    (Simulado) O gráfico a seguir ilustra, de maneira hipotética, o número de casos, ao longo de 20 anos, de uma doença infecciosa e transmissível (linha cheia), própria de uma região tropical específica, transmitida por meio da picada de inseto. A variação na densidade populacional do inseto transmissor, na região considerada, é ilustrada (linha pontilhada). Durante o período apresentado não foram registrados casos dessa doença em outras regiões. Sabendo que as informações se referem a um caso típico de endemia, com um surto epidêmico a cada quatro anos, percebe-se que no terceiro ciclo houve um aumento do número de casos registrados da doença. Após esse surto foi realizada uma intervenção que controlou essa endemia devido
  5. 5. UEL 2008
    Analise a figura a seguir Com base na figura e nos conhecimentos sobre o tema, analise as afirmativas a seguir: I. Epidemia se caracteriza por uma elevação progressiva, inesperada e descontrolada do número de casos de doenças durante um período numa população, ultrapassando os valores endêmicos ou esperados. II. Epidemias são endemias que ocorrem ao mesmo tempo em vários países. A peste bubónica, na Idade Média, e a gripe espanhola, no início do seculo XX, são exemplos de epidemias que ocorreram ao longo da história da humanidade. III. Endemia é definida como a presença de uma doença em uma população de determinada area geográfica, ou refere-se a prevalência usual de uma doença em um grupo populacional ou em uma área geográfica. IV. A extensão geográfica de uma epidemia pode ser restrita a um bairro ou atingir uma cidade, um estado ou um país, podendo se estender por horas, no caso das infecções alimentares ou semanas, nos casos de gripes ou vários anos no caso da AIDS. Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas.
  6. 6. UEPA 2012
    "Comemore com Sucesso, sem Excesso" é um slogan que dissemina o consumo inteligente e responsável do álcool, entretanto o Ministério da Saúde aborda o consumo de a'lcool como um problema de saúde pública, sob dois aspectos: o primeiro embasa o consumo num contexto de alterações no Sistema Nervoso Central, e o segundo alerta para a ingestão constante e prolongada do álcool que causa danos mais graves, principalmente no figado, diminuindo a regeneração celular neste órgão, inibindo a principal via de metabolizaçao dos ácidos graxos, provocando acúmulo dos mesmos, ocasionando lesões hepáticas. (Adaptado do texto - Setor de bebidas conclui primeira campanha coletiva para o consumo responsável. Disponível em http://abetran.org.br/index.php?option=com.content&task=view&id='I 5680&Itemi d=2) A situação apresentada no texto permite concluir que:
  7. 7. MACKENZIE 2009
    (ADAPTADO) "A contaminação do reservatório de agua de Santa isabei do ivai (PR) provocou 375 casos de toxopiasmose, causado peio agente infeccioso protista do gênero Toxoplasma. A doença fugiu ao controle das autoridades sanitárias do município de 9154 habitantes, que teve 375 casos confirmados e 743 notificações. Essa doença pode causar aborto, deficiências neurológicas e visuais. Alguns gatos, onde o Toxoplasma realiza reprodução sexuada, tinham um ninho na estação de tratamento de água da cidade." Adaptado de 'Folha de São Paulo', 24/02/2002. A ...I..., na referida cidade, pode ter sido provocada por contaminação do sistema de abastecimento de água. Os gatos, encontrados na estação, agem como hospedeiros ...II... do causador da doença, que é ...III... Os espaços I, II e III devem ser preenchidos, correta e respectivamente por
  8. 8. FUVEST 2004
    Qual das seguintes situações pode levar o organismo de uma criança a tomar-se imune a um determinado agente patogênico, por muitos anos, até mesmo pelo resto de sua vida?
  9. 9. FGV 2012
    (ADAPTADO) Inda tanto nos sobra, por este grandioso país, de doenças e insectos por cuidar!... Trecho extraído do livro Macunaíma, escrito por Mário de Andrade em 1928. A malária é uma das doenças que, ainda hoje no Brasil, acomete intensamente a população, com mais de 300 mil casos por ano, concentrados principalmente na região amazônica. Nessa protozoose, o parasita troca gametas no mosquito prego, Anopheles spp, e migra para a região das glândulas salivares do inseto, que transmite os protozoários quando suga o sangue de outro hospedeiro. O mosquito-prego com relação ao protozoario responsável pela malária, Plasmodium spp, e ao ser humano é, respectivamente, de
  10. 10. G1 - CPS 2004
    Tanto o controle de doenças através da medicina e do saneamento básico quanto o aperfeiçoamento das técnicas de produção e conservação de alimentos podem interferir, nas populações humanas, para
  11. 11. UFLA 2010
    A doença respiratória aguda causada pelo vírus influenza H1N1 é caracterizada como PANDÊMICA, porque
  12. 12. ENEM 2013
    A figura representa a análise gráfica de um estudo acerca da dispersão de uma doença transmitida a um grupo de pessoas que compartilhou um mesmo ambiente de trabalho: De acordo com o padrão apresentado no gráfico, a transmissão da doença ocorreu por
  13. 13. ENEM 2010
    A tabela apresenta dados comparados de respostas de brasileiros, norte-americanos e europeus a perguntas relacionadas à compreensão de fatos científicos pelo público leigo. Após cada afirmativa, entre parênteses, aparece se a afirmativa é Falsa ou Verdadeira. Nas três colunas da direita aparecem os respectivos percentuais de acertos dos três grupos sobre essas afirmativas. De acordo com os dados apresentados na tabela, os norte-americanos, em relação aos europeus e aos brasileiros, demonstram melhor compreender o fato científico sobre
  14. 14. UECE 2007
    Pesquisas recentes demonstraram que grande parte dos brasileiros sofrem de obesidade e muitos chegam a morrer de problemas cardíacos. Dados como estes levam a refletir sobre um conceito atual que vem sendo cada vez mais discutido: a qualidade de vida das pessoas. Com relação a este tema, considere os seguintes fatores. I - Infraestrutura urbana adequada. II - Lazer. III - Componentes psicológicos. IV - Dieta baseada em lipídios. São fundamentais para uma vida saudável:
  15. 15. PUC-PR 2004
    Dados recentes apontam para o ressurgimento de moléstias infecciosas em regiões brasileiras onde eram consideradas de rara ocorrência. Assinale a alternativa correta:
  16. 16. PUCCAMP 1998
    O gráfico a seguir mostra a incidência de determinada moléstia em um centro urbano durante um período de 20 anos. A análise desses dados permite afirmar que a moléstia foi
  17. 17. UFRGS 1997
    Quando uma pessoa é picada por um animal peçonhento, deve procurar socorro através de
  18. 18. UFMG 2007
    É CORRETO afirmar que as doenças infecciosas diferem das doenças genéticas porque podem
  19. 19. PUC-MG 2001
    O termo verminose indica uma série de parasitas que atacam a população de modo geral. Nosso país é marcado por grande dispersão de verminoses de Norte a Sul. São causas comuns de verminose, EXCETO:
  20. 20. UNESP 2016
    Texto 1 Cientistas americanos observaram, em um estudo recente, o motivo que pode tornar adolescentes impulsivos e infratores. Exames de neuroimagem em jovens mostraram que o córtex pré-frontal, região do cérebro ligada à tomada de decisão, ou seja, que nos faz pensar antes de agir, ainda está em formação nos adolescentes. Essa área do cérebro tende a ficar “madura” somente aos 20 anos. Por outro lado, a região cerebral associada às emoções e à impulsividade, conhecida como sistema límbico, tem um pico de desenvolvimento durante essa fase da vida, o que aumenta a propensão dos jovens a agirem mais com a emoção do que com a razão. O aumento da emotividade e da impulsividade seriam gatilhos naturais para atitudes extremadas, inclusive para cometer crimes. (Camila Neumam. “Estudo explica por que adolescentes são impulsivos e podem cometer crimes”. www.uol.com.br, 26.05.2015. Adaptado.) Texto 2 A situação de vulnerabilidade aliada às turbulentas condições socioeconômicas de muitos países latino-americanos ocasiona uma grande tensão entre os jovens, o que agrava diretamente os processos de integração social e, em algumas situações, fomenta o aumento da violência e da criminalidade. (Miriam Abramovay. Juventude, violência e vulnerabilidade social na América Latina, 2002. Adaptado.) Os textos expõem abordagens sobre o comportamento agressivo na adolescência referidos, respectivamente, a
  21. 21. PUCMG 2008
    Com uma regularidade impressionante, as infecções hospitalares têm sido noticiadas pela imprensa e têm tornado os hospitais - locais que deveriam estar associados com a promoção e cuidados com a saúde - ambientes potencialmente perigosos para nosso bem-estar. A taxa de mortalidade por infecção hospitalar alcança níveis alarmantes em todo o mundo. Só no Brasil, o problema está por trás de 45 mil óbitos anuais em média em cerca de doze milhões de internações. A infecção hospitalar ou nosocomial (do grego nosos = doença, komeo = cuidar) é provavelmente tão antiga quanto os próprios hospitais. Os primeiros relatos desse fenômeno, porém, só foram registrados na Áustria durante o início no século XIX, atingindo mulheres após o parto. Pesquisas mostraram que essa contaminação ocorria devido à falta de assepsia das mãos durante a realização dos partos.             (Fonte: "Ciência Hoje online", 31/08/2007.) Sobre esse assunto, foram feitas algumas afirmações. I. As infecções hospitalares podem ser provocadas por um crescimento explosivo de espécies oportunistas presentes na flora bacteriana dos pacientes. II. Assepsia e anti-sepsia são práticas correntes para a redução de infecções no ambiente hospitalar. III. O uso frequente de antimicrobianos, com fins profiláticos ou terapêuticos, pode selecionar microorganismos resistentes no ambiente hospitalar. IV. A utilização de antibióticos nos hospitais permanece sendo uma boa medida para a redução de infecções nosocomiais. V. Uma das maiores contribuições para o combate às doenças bacterianas foi a descoberta da atividade antibiótica da penicilina por Alexander Fleming. Estão CORRETAS as alternativas:
  22. 22. MACKENZIE 2015
    Com relação ao gráfico acima, é correto afirmar que
  23. 23. CESGRANRIO 1998
    As doenças numa determinada região podem manifestar-se de formas diferentes. O gráfico representado procura evidenciar essas formas de manifestação.
  24. 24. UNIFESP 2006
    Observe o gráfico e assinale a alternativa que contém legendas que explicam corretamente as diferenças observadas.
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login