Sabe aquela vaga na universidade dos sonhos? Ela pode ser sua!

Matricule-se agora
Vagas abertas para o Extensivo 2022
Pessoa com tinta no rosto e com a palavra 'aprovadx' na testa sorrindo

Banco de Exercícios

Lista de exercícios

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Aplicações das Leis de Newton dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Física com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos

  1. 31

    FUVEST 1999

    Um balão de pesquisa, cheio de gás hélio, está sendo preparado para sua decolagem. A massa do balão vazio (sem gás) é M e a massa do gás hélio no balão é m. O balão está parado devido às cordas que o prendem ao solo. Se as cordas forem soltas, o balão iniciará um movimento de subida vertical com aceleração de 0,2m/s2. Para que o balão permaneça parado, sem a necessidade das cordas, deve-se adicionar a ele um lastro de massa igual a: (adote para a aceleração da gravidade o valor g=10m/s2)

  2. 32

    Espcex (Aman) 2020

    O sistema de polias, sendo uma fixa e três móveis, encontra-se em equilíbrio estático, conforme mostra o desenho. A constante elástica da mola, ideal, de peso desprezível, é igual a 50N/cm   e a força  na extremidade da corda é de intensidade igual a 100N Os fios e as polias, iguais, são ideais. O valor do peso do corpo X  e a deformação sofrida pela mola são, respectivamente,   

  3. 33

    FUVEST 1999

    Um caminhão, com massa total de 10.000 kg, está percorrendo uma curva circular plana e horizontal a 72km/h (ou seja, 20m/s) quando encontra uma mancha de óleo na pista e perde completamente a aderência. O caminhão encosta então no muro lateral que acompanha a curva e que o mantém em trajetória circular de raio igual a 90m. O coeficiente de atrito entre o caminhão e o muro vale 0,3. Podemos afirmar que, ao encostar no muro, o caminhão começa a perder velocidade à razão de, aproximadamente,

  4. 34

    FUVEST 2005

    Imagine que, no final deste século XXI, os habitantes da Lua vivam em um grande complexo pressurizado, em condições equivalentes às da Terra, tendo como única diferença a aceleração da gravidade, que é menor na Lua. Considere as situações imaginadas bem como as possíveis descrições de seus resultados, se realizadas dentro desse complexo, na Lua: I. Ao saltar, atinge-se uma altura maior do que quando o salto é realizado na Terra. II. Se uma bola está boiando em uma piscina, essa bola manterá maior volume fora da água do que quando a experiência é realizada na Terra. III. Em pista horizontal, um carro, com velocidade V0, consegue parar completamente em uma distância maior do que quando o carro é freado na Terra.   Assim, pode-se afirmar que estão corretos apenas os resultados propostos em

  5. 35

    PUC-RJ 2016

    Um homem tem que levantar uma caixa de 20 kg por uma altura de 1,0 m. Ele tem duas opções: (1) levantar a caixa com seus braços, fazendo uma força vertical; (2) usar uma rampa inclinada a 30o, de atrito desprezível com a superfície da caixa e empurrar a caixa com seus braços fazendo uma força paralela à rampa.   Supondo que, em ambos casos, a caixa é levantada com velocidade constante, considere as seguintes afirmações:     I – O trabalho realizado pelo homem é menor na opção (2).   II – A força exercida pelo homem é a mesma para as duas opções.   III – Na opção (2), a força normal entre a caixa e a rampa realiza um trabalho positivo.     Marque a alternativa correta:

  6. 36

    ENEM 2016

    Uma invenção que significou um grande avanço tecnológico na Antiguidade, a polia composta ou a associação de polias, é atribuída a Arquimedes (287 a.C. a 212 a.C.). O aparato consiste em associar uma série de polias móveis a uma polia fixa. A figura exemplifica um arranjo possível para esse aparato. É relatado que Arquimedes teria demonstrado para o rei Hierão um outro arranjo desse aparato, movendo sozinho, sobre a areia da praia, um navio repleto de passageiros e cargas, algo que seria impossível sem a participação de muitos homens. Suponha que a massa do navio era 3.000 Kg de  que o coeficiente de atrito estático entre o navio e a areia era de 0,8   e que Arquimedes tenha puxado o navio com uma força   paralela à direção do movimento e de módulo igual a 400 N. Considere os fios e as polias ideais, a aceleração da gravidade igual a 10m/s2 e que a superfície da praia é perfeitamente horizontal. O número mínimo de polias móveis usadas, nessa situação, por Arquimedes foi   

  7. 37

    PUC-MG 2008

    Um dos atrativos da vida na Lua em geral era, sem dúvida alguma, a baixa gravidade, produzindo uma sensação de bem-estar generalizada. Contudo, isso, apresentava os seus perigos e era preciso que decorressem algumas semanas até que o emigrante procedente da Terra conseguisse adaptar-se. Um homem que pesasse na Terra noventa quilogramas-força (90 kgf) poderia descobrir, para grande satisfação sua, que na Lua seu peso seria de apenas 15 kgf. Se deslocasse em linha reta e velocidade constante, sentiria uma sensação maravilhosa, como se flutuasse. Mas, assim que resolvesse alterar o seu curso, virar esquinas ou deter-se subitamente, então perceberia que sua massa continuava presente. Considerando-se a gravidade na Terra como 10m/s2 e 1kgf =10 N, é CORRETO afirmar que a gravidade na Lua será: 

  8. 38

    UNICAMP 2011

    Acidentes de trânsito causam milhares de mortes todos os anos nas estradas do país. Pneus desgastados (“carecas”), freios em péssimas condições e excesso de velocidade são fatores que contribuem para elevar o número de acidentes de trânsito.   O sistema de freios ABS (do alemão “AntiblockierBremssystem”) impede o travamento das rodas do veículo, de forma que elas não deslizem no chão, o que leva a um menor desgaste do pneu. Não havendo deslizamento, a distância percorrida pelo veículo até a parada completa é reduzida, pois a força de atrito aplicada pelo chão nas rodas é estática, e seu valor máximo é sempre maior que a força de atrito cinético. O coeficiente de atrito estático entre os pneus e a pista é μe = 0,80 e o cinético vale μc = 0,60. Sendo g = 10 m/s2 e a massa do carro m = 1200 kg , o módulo da força de atrito estático máxima e a da força de atrito cinético são, respectivamente, iguais a

  9. 39

    UPE 2012

    Um ciclista se inscreveu para uma competição regional cujo trajeto vai de Recife até Caruaru. Considere que o trajeto seja retilíneo, de 100 km. O coeficiente de atrito entre a bicicleta e o chão é de 0,5. O sistema ciclista+bicicleta+acessórios pode ser visto como um ponto material que possui peso igual a 1000 N.   Imaginando que fosse realizada uma competição similar na Lua, o que se pode afirmar sobre o sistema ciclista+bicicleta+acessórios?

  10. 40

    CEFET-RJ 2011

    Tendo a Lua Composição: Herbert Vianna & Tet Tillett   Eu hoje joguei tanta coisa fora Eu vi o meu passado passar por mim Cartas e fotografias gente que foi embora. A casa fica bem melhor assim   O céu de Ícaro tem mais poesia que o de Galileu E lendo teus bilhetes, eu penso no que fiz Querendo ver o mais distante e sem saber voar Desprezando as asas que você me deu   Tendo a Lua aquela gravidade aonde o homem flutua Merecia a visita não de militares, Mas de bailarinos E de você e eu.   Eu hoje joguei tanta coisa fora E lendo teus bilhetes, eu penso no que fiz Cartas e fotografias gente que foi embora. A casa fica bem melhor assim   Tendo a Lua aquela gravidade aonde o homem flutua Merecia a visita não de militares, Mas de bailarinos E de você e eu.   Tendo a Lua aquela gravidade aonde o homem flutua Merecia a visita não de militares, Mas de bailarinos E de você e eu.     Na Lua, a “gravidade aonde o homem flutua” tem um valor seis vezes menor que a gravidade terrestre. Imagine uma bailarina, de 60 kg, visitando-a. Esta bailarina, na Terra, em um salto vertical, alcança altura de 1,20 m. A massa e o peso da bailarina na Lua valem, respectivamente,

  11. 41

    ENEM PPL 2011

    Segundo Aristóteles, uma vez deslocados de seu local natural, os elementos tendem espontaneamente a retornar a ele, realizando movimentos chamados de naturais. Já em um movimento denominado forçado, um corpo só permaneceria em movimento enquanto houvesse uma causa para que ele ocorresse. Cessada essa causa, o referido elemento entraria em repouso ou adquiriria um movimento natural. PORTO, C. M. A física de Aristóteles: uma construção ingênua? Revista Brasileira de Ensino de Física. v. 31, n. 4 (adaptado).   Posteriormente, Newton confrontou a ideia de Aristóteles sobre o movimento forçado através da lei da

  12. 42

    UNISC 2009

    Para representar a força-peso, utilizamos um segmento de reta denominado vetor. Assim, quando da sua representação, a força-peso sempre deve apresentar

  13. 43

    UFLA 2013

    Um menino encontra-se sentado, displicentemente, sobre um trenó puxado por cães o qual se encontra em repouso. Num certo instante, os cães saem em disparada e o menino, sem tempo de reação para se manter fixo ao trenó, cai, enquanto o trenó e os cães seguem em disparada. Identifique, entre as leis relacionadas a seguir, aquela que explica a queda do menino.

  14. 44

    ENEM PPL 2012

    Em 1543, Nicolau Copérnico publicou um livro revolucionário em que propunha a Terra girando em torno do seu próprio eixo e rodando em torno do Sol. Isso contraria a concepção aristotélica, que acredita que a Terra é o centro do universo. Para os aristotélicos, se a Terra gira do oeste para o leste, coisas como nuvens e pássaros, que não estão presas à Terra, pareceriam estar sempre se movendo do leste para o oeste, justamente como o Sol. Mas foi Galileu Galilei que, em 1632, baseando-se em experiências, rebateu a crítica aristotélica, confirmando assim o sistema de Copérnico. Seu argumento, adaptado para a nossa época, é: se uma pessoa, dentro de um vagão de trem em repouso, solta uma bola, ela cai junto a seus pés. Mas se o vagão estiver se movendo com velocidade constante, a bola também cai junto a seus pés. Isto porque a bola, enquanto cai, continua a compartilhar do movimento do vagão.   O princípio físico usado por Galileu para rebater o argumento aristotélico foi 

  15. 45

    UEMG 2010

    Sobre o modo de andar de uma pessoa, Gabriela e Mateus fizeram as seguintes afirmações: Gabriela: ao andar, uma pessoa empurra o chão para trás, então o chão responde empurrando-a para frente. Mateus: A pessoa só consegue se mover para frente porque a resposta do chão é maior que a força que ela exerce empurrando-o para trás. Fizeram afirmações corretas:

  16. 46

    UNEMAT 2015

    A dengue ainda é um dos grandes problemas que o Brasil enfrenta. Essa doença é transmitida por um mosquito que se reproduz em águas paradas. Assim como o mosquito da dengue, existem outros insetos que são capazes de pousar sobre a água. Assinale a alternativa que explica o pouso de insetos sobre a água.

  17. 47

    PUC-MG 2009

    A massa de um veículo em repouso é 900 kg. Esse veículo entra em movimento numa estrada pavimentada e é acelerado até sua velocidade atingir 100 km/h. Considerando-se g = 10m/s, é CORRETO afirmar:

  18. 48

    CEFET-MG 2008

    Um veículo Vectra de massa 1.800 kg gasta, em uma pista de teste, 10,0 s para ser acelerado do repouso a 90 km/h, segundo informações do fabricante. Se, durante essa arrancada, a aceleração do carro se manteve constante, o valor da força resultante sobre ele vale, em newtons,

  19. 49

    PUC-RJ 2008

    A primeira Lei de Newton afirma que, se a soma de todas as forças atuando sobre o corpo é zero, o mesmo

  20. 50

    UPE 2012

    Um ciclista se inscreveu para uma competição regional cujo trajeto vai de Recife até Caruaru. Considere que o trajeto seja retilíneo, de 100 km. O coeficiente de atrito entre a bicicleta e o chão é de 0,5. O sistema ciclista+bicicleta+acessórios pode ser visto como um ponto material que possui peso igual a 100 N.   Se as engrenagens dessa bicicleta se partissem, provocando o travamento das rodas, qual a distância em que o ciclista pararia, considerando que sua velocidade imediatamente antes do incidente fosse de 30 m/s? (Considere a aceleração da gravidade igual a 10 m/s²)

  21. 51

    PUC-RJ 2015

    Um carro, deslocando-se em uma pista horizontal à velocidade de 72 km/h, freia bruscamente e trava por completo suas rodas. Nessa condição, o coeficiente de atrito das rodas com o solo é 0,8.   A que distância do ponto inicial de frenagem o carro para por completo? Considere: g = 10 m/s2

  22. 52

    PUC-MG 2009

    Um objeto percorre uma circunferência em movimento circular uniforme. Pode-se afirmar que a força resultante sobre esse objeto:

  23. 53

    UENP 2013

    Um automóvel de massa 1200kg se desloca sobre uma rodovia com velocidade de 108 km/h, quando avista uma fiscalização policial e aciona os freios até parar. Sabendo-se que a distância percorrida nesse intervalo de tempo em que os freios foram acionados é de 200m, calcule o módulo da aceleração e o módulo do trabalho realizado pelos freios do veículo.

  24. 54

    PUC-RJ 2003

    Um submarino experimental de massa m = 500t e volume total 1.500m3 encontra-se parcialmente submerso. Considerando a densidade da água igual a 103 kg/m3, assinale a opção que apresenta a fração do volume que fica submerso.

  25. 55

    PUC-RJ 2008

    Uma caixa cuja velocidade inicial é de 10 m/s leva 5s deslizando sobre uma superfície até parar completamente. Considerando a aceleração da gravidade g = 10 m/s2, determine o coeficiente de atrito cinético que atua entre a superfície e a caixa.

  26. 56

    PUC-MG

    Uma força constante atuando sobre um certo corpo de massa m produziu uma aceleração de 4,0 m/s². Se a mesma força atuar sobre outro corpo de massa igual a m/2, a nova aceleração será, em m/s²,

  27. 57

    PUC-RJ 2003

    Um pêndulo, consistindo de um corpo de massa m preso à extremidade de um fio de massa desprezível, está pendurado no teto de um carro. Considere as seguintes afirmações: I) Quando o carro acelera para frente, o pêndulo se desloca para trás em relação ao motorista. II) Quando o carro acelera para frente, o pêndulo se desloca para frente em relação ao motorista. III) Quando o carro acelera para frente, o pêndulo não se desloca e continua na vertical. IV) Quando o carro faz uma curva à esquerda com módulo da velocidade constante, o pêndulo se desloca para a direita em relação ao motorista. V) Quando o carro faz uma curva à esquerda com módulo da velocidade constante, o pêndulo se desloca para a esquerda em relação ao motorista. Assinale a opção que apresenta a(s) afirmativa(s) correta(s).

  28. 58

    UFJF 2013

    Com relação às Leis de Newton, marque a alternativa CORRETA.

  29. 59

    CEFET-MG 2009

    Um bloco de massa igual a 2,0 kg é empurrado por uma pessoa sobre uma superfície horizontal. Ao adquirir a velocidade de 10 m/s, ele é solto e pára a uma distância de 20 m. O coeficiente de atrito entre esse bloco e a superfície é, aproximadamente, Dados: g = 10 m/s²

  30. 60

    FCMS-JF 2011

    Um bloco é lançado sobre uma superfície horizontal, áspera, com velocidade inicial de 10 m/s. Ele pára após percorrer 20 m. Nestas condições, é correto afirmar que o coeficiente de atrito entre o bloco e o plano horizontal vale Dado: g = 10 m/s2

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos