Exercícios de EUA (Guerra ao Terror)

Voltar para EUA (Guerra ao Terror)

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de EUA (Guerra ao Terror) dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Geografia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. UEA 2014
    Após o ataque terrorista em 11 de setembro de 2001, o governo dos Estados Unidos publicou um documento que sistematizava as novas diretrizes para a estratégia de segurança nacional. Essas orientações político-militares, mas também econômicas, que levaram a guerra no Afeganistão em 2002 e no Iraque em 2003, ficaram conhecidas como Doutrina
  2. 2. PUC-RJ 2008
    "UNnecessary" ("Desnecessário"), completa o presidente norte-americano George W. Bush, com um lápis, no símbolo internacional da ONU (United Nations). Em relação ao tema, podemos afirmar que:
  3. 3. UNESP 2004
    O mapa representa a área que contém cerca de 60% de todo o petróleo mundial (mais de 600 bilhões de barris), com uma produção de 21 milhões de barris/dia, em território composto por cinco países islâmicos. Assinale a alternativa que contém tais países e a denominação dada a esta área do globo.
  4. 4. UNESP 2014
    Após os atentados de 11 de setembro de 2001, o governo dos Estados Unidos da América aprovou uma série de medidas com o objetivo de proteger os cidadãos americanos da ameaça representada pelo terrorismo internacional. Entre as medidas adotadas pelo governo norte-americano estão
  5. 5. UFSJ 2012
    Observe a charge abaixo. Assinale a alternativa que apresenta um fato da geopolítica mundial que pode ser associado à reação americana aos atentados terroristas sofridos em 11 de setembro de 2001.
  6. 6. UFSCAR 2003
    Avaliando o ataque aéreo aos EUA, em 2001, o sociólogo Octávio Ianni afirmou: Quando analisamos os acontecimentos de ll de setembro, precisamos resgatar o sentido de história. Quando vistos isoladamente, os atentados perdem vários significados e parecem coisa de um "bando de fanáticos"... Mas, na realidade, os atentados foram apenas um fato em uma cadeia muito complexa de acontecimentos. (Revista 'Ciência Hoje', setembro de 2002) Assinale a alternativa que contém um fato que faz parte desta complexa cadeia.
  7. 7. UFRGS 2005
    Após os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, em Nova Iorque e Washington, nos Estados Unidos, o governo norte-americano declarou guerra permanente ao terror. Desde então, começou a se delinear a Doutrina Bush, que, como nova estratégia, desconsiderou o multilateralismo. Em relação a essa temática, são feitas as seguintes afirmações. I. O multilateralismo caracteriza-se por restrições legais à importação de produtos fabricados no Oriente Médio. II. O governo norte-americano dá-se o direito de agir unilateralmente contra ameaças terroristas, mesmo sem a aprovação da Organização das Nações Unidas (ONU). III. A Organização das Nações Unidas (ONU) definiu um grupo de países que constitui o denominado "Eixo do Mal", integrado, em primeira instância, pelo Iraque, Coréia do Norte e Irã. Quais estão corretas?
  8. 8. UNESP 2011
    Analise a charge e o texto a seguir. As teses dos neoconservadores voltaram a aparecer em plena luz do dia com o regresso dos republicanos à Casa Branca, em 2000, depois de uma controvertida vitória eleitoral de George W. Bush (o filho). Sob a influência de neoconservadores como o vice-presidente Dick Cheney, o novo presidente se recusou a assinar o Protocolo de Kyoto de defesa do meio ambiente e rompeu vários tratados internacionais. (Igor Fuser. Geopolítica - o mundo em conflito, 2006. Adaptado.) Sobre o período que se segue aos acontecimentos da charge e do texto, faz-se as seguintes afirmações. I. Ao contrário dos defensores da redução dos gastos militares após o fim da Guerra Fria, a linha-dura americana propunha a ampliação do aparato militar e do recurso a guerra como principais instrumentos de política externa do governo Bush. II. O inimigo imediato já estava escolhido: a Arábia Saudita, um país riquíssimo em petróleo. Os EUA acreditavam ter ainda contas a ajustar com o ditador Saddam Hussein, cujo regime havia sobrevivido a derrota na Guerra do Golfo de 1991. III. A decisão de invadir a Turquia foi tomada quando ocorreram os atentados de 11 de setembro de 2001. Os cidadãos norte-americanos nunca tinham testemunhado um ataque tão devastador em seu próprio território. IV. A resposta do governo Bush, aos atentados de 11 de setembro de 2001 , veio rapida, com um ataque militar fulminante ao Afeganistão. Aproveitando-se da solidariedade internacional aos EUA após os atentados, declara "Guerra ao Terror" e ao "Eixo do Mal", constituído por Iraque, Coreia do Norte e Irã. É correto apenas o que se afirma em
  9. 9. UFTM 2011
    Em 2009, o presidente Barack Obama anunciou um reforço de 30 mil homens. O objetivo era tentar estabilizar o conflito; enfraquecer o Talebã; derrotar seu aliado, a Al-Qaeda; e começar a retirada das tropas em julho de 2011. Com o aumento do contingente militar, os EUA passaram ater cerca de 100 mil soldados lutando nessa guerra, que já dura nove anos. Em meio a um aumento de civis mortos, os EUA. que lideram a coalizão internacional nessa guerra, tentam uma ofensiva. Tropas americanas e da OTAN cercam a cidade de Kandahar, reduto dos insurgentes, e esperam expulsá-los da região até dezembro de 2010, através da operação "Golpe do Dragão". (O Estado de S.Paulo, 27.09.2010. Adaptado.) O texto refere-se
  10. 10. PUC-RS 2003
    Responder à questão com base nas afirmativas referentes ao Iraque, país invadido pelos "aliados", liderados pelos Estados Unidos da América do Norte, numa guerra iniciada em março de 2003. I. Localiza-se na Ásia, mais precisamente no Oriente Médio, região caracterizada como importante produtora de petróleo, que tem apresentado diferentes conflitos. II. E banhado pelo Mar Mediterrâneo, ao norte, e pelo Oceano Indico, ao suI, situação que facilitou a invasão, por mar, das tropas "aliadas". III. Vizinho do Irã e do Kuwait, teve Bagdá, sua capital e espaço estratégico para o domínio do país, invadida pelas forças "aliadas". IV. Possui um relevo acidentado, caracterizado pela ausência de planícies e depressões. A análise das afirmativas, permite concluir que estão corretas somente
  11. 11. UNIMONTES 2012
    Nas afirmativas abaixo, assinale com a letra C as corretas e com a letra I as incorretas. São entendidas como consequências econômicas e/ou políticas do ataque terrorista às Torres Gêmeas, ocorrido em 11 de setembro de 2001, nos EUA: ( ) A Guerra ao Terror, declarada por George W. Bush. ( ) A guerra contra o Iraque, com a justificativa de procura de armas de destruição em massa. ( ) A ofensiva dos EUA e países aliados ao Afeganistão e ao regime Talibã. ( ) O abalo e a perda de credibilidade da economia norte-americana que gerou crises como a de 2008. A sequência CORRETA de respostas encontra-se na alternativa:
  12. 12. UFMS 2008
    O grande desenvolvimento econômico dos EUA, ocorrido após a Guerra de Secessão (1861-1865), estimulou a expansão imperialista do país. A necessidade de disputar territórios com outras nações européias ensejou, desde o final do século XIX, as ações militares norte-americanas, inicialmente restritas às Américas e à região do Pacífico. A partir de 1945, com o término da Segunda Guerra Mundial, bases militares norte-americanas foram instaladas na Europa e na Ásia, correspondendo a uma resposta ao confronto da época: a Guerra Fria. Desde então, e apesar do fim da Guerra Fria, a ênfase na atividade bélica nunca deixou de ser uma marca da política externa da Casa Branca, destacando-se nesse contexto os dois períodos de governo do presidente George W. Bush. Conforme dados fornecidos pelo Instituto Internacional de Pesquisas da Paz de Estocolmo, em 2006 os gastos militares de todos os países somaram 1,2 trilhões de dólares. Quase a metade desse total, mais precisamente 528,7 bilhões de dólares, foram gastos somente pelos EUA, visando à manutenção de suas bases militares em 62 países e territórios do mundo. Sobre o crescimento dos investimentos militares e das atividades bélicas norte-americanas no início do século XXI, é correto afirmar:
  13. 13. PUC-GO 2016
    A “guerra sem fim” foi decretada pelos Estados Unidos ao “terrorismo islâmico” após os atentados de 11 de setembro de 2001, com a justificativa de pôr fim à violência terrorista e reordenar o mundo para conservar a paz. Sobre essa nova reelaboração da doutrina de “guerra justa” durante o governo Bush, analise os itens que se seguem:   I- Apesar da força militar dos EUA, essa guerra visava ao pacifismo, não exigia objetivos nem meios específicos, finitos e realizáveis.   II- Seria uma guerra radical, contínua, irrestrita e sem limites de tempo ou fronteiras geográficas, que não buscava expansão territorial.   III- Uma nova política de intervenção em que os EUA, diante de qualquer ameaça militar ou mesmo antecipando um perigo futuro, teria o direito de promover ataques preventivos.   IV- Foi o resultado de acordos e alianças com outras potências e instituições internacionais visando à proteção da população civil, que seria preservada das atrocidades da guerra.     Em relação às proposições analisadas, assinale a única alternativa cujos itens estão todos corretos:
  14. 14. UFMG 2003
    O relatório elaborado pela Anistia Internacional sobre atentados aos direitos humanos cometidos durante o ano de 2001 apresentou estes dados: execuções ilegais em 47 países, desaparecimentos em 35 e tortura em 111. O mesmo relatório informou, também, que existem evidências de que há prisioneiros de consciência, ou políticos, em 56 nações. A inclusão dos EUA na relação dos envolvidos nessas denúncias deve-se:
  15. 15. PUC-RJ 2007
    Sobre o significado e os desdobramentos dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, estão corretas as afirmações abaixo, À EXCEÇÃO DE:
  16. 16. FCMS-JF 2015
    Dentre os eventos que contribuíram para impulsionar transformações importantes no mundo no início do século XXI, destacam-se especialmente os atentados terroristas às Torres Gêmeas do World Trade Center, em 11 de setembro de 2001. Entre as consequências deste atentado, destaca-se a:
  17. 17. ENEM 2003
    O texto abaixo é um trecho do discurso do então primeiro-ministro britânico, Tony Blair, pronunciado quando da declaração de guerra ao regime Talibã: Essa atrocidade [o atentado de 11 de setembro, em Nova York] foi um ataque contra todos nós, contra pessoas de todas e nenhuma religião. Sabemos que a Al-Qaeda ameaça a Europa, incluindo a Grã-Bretanha, e qualquer nação que não compartilhe de seu fanatismo. Foi um ataque à vida e aos meios de vida. As empresas aéreas, o turismo e outras indústrias foram afetadas e a confiança econômica sofreu, afetando empregos e negócios britânicos. Nossa prosperidade e padrão de vida requerem uma resposta aos ataques terroristas.  (O Estado de S. Paulo, 8/10/2001) Nesta declaração, destacaram-se principalmente os interesses de ordem
  18. 18. ENEM 2003
    No dia 7 de outubro de 2001, Estados Unidos e Grã-Bretanha declararam guerra ao regime Talibã, no Afeganistão. Leia trechos das declarações do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, e de Osama Bin Laden, líder muçulmano, nessa ocasião: George Bush: Um comandante-chefe envia os filhos e filhas dos Estados Unidos à batalha em território estrangeiro somente depois de tomar o maior cuidado e depois de rezar muito. Pedimos-lhes que estejam preparados para o sacrifício das próprias vidas. A partir de 11 de setembro, uma geração inteira de jovens americanos teve uma nova percepção do valor da liberdade, do seu preço, do seu dever e do seu sacrifício. Que Deus continue a abençoar os Estados Unidos. Osama Bin Laden: Deus abençoou um grupo de vanguarda de muçulmanos, a linha de frente do Islã, para destruir os Estados Unidos. Um milhão de crianças foram mortas no Iraque, e para eles isso não é uma questão clara. Mas quando pouco mais de dez foram mortos em Nairóbi e Dar-es-Salaam, o Afeganistão e o Iraque foram bombardeados e a hipocrisia ficou atrás da cabeça dos infiéis internacionais. Digo a eles que esses acontecimentos dividiram o mundo em dois campos, o campo dos fiéis e o campo dos infiéis. Que Deus nos proteja deles. (Adaptados de O Estado de S. Paulo, 8/10/2001) A partir dos  trechos, pode-se inferir que
  19. 19. UNEMAT 2011
    O ataque terrorista às torres gêmeas (World Trade Center), na cidade de Nova Iorque, em 11 de setembro de 2001, atribuído a Al Qaeda, liderada por Osama Bin Laden, redimensionou a política externa dos Estados Unidos.    Sobre as consequências imediatas deste atentado é correto afirmar.
  20. 20. UNIOESTE 2012
    Em 11 de Setembro de 2001, os EUA sofreram um ataque que matou centenas de pessoas e destruiu um símbolo de sua arquitetura conhecido como World Trade Center. A respeito deste acontecimento, é correto afirmar que
  21. 21. UEG 2002
    A visão dos aviões transformados em mísseis atravessando o World Trade Center é quase irreal. Efeitos especiais? Não, pura realidade. Sobre o atentado terrorista aos EUA, Marilene Felinto, em um artigo na Folha de S. Paulo (18 de setembro de 2001), analisa o impulso de adesão imediata aos EUA diante das imagens da tragédia. Porém, evoca outros episódios dramáticos de nossa história, impondo ao leitor uma reflexão diversa: “Como terá sido em 1945, quando os EUA, com o apoio dos países aliados, destruiu Hiroshima e Nagazaki, matando, só na primeira cidade, 80 mil pessoas? É longo o intervalo entre o surgimento de memórias da guerra e a conclusão da paz, diz Adorno, é um testemunho de quão penosa é a reconstrução da lembrança, que permanece ligada a uma certa impotência, algo de inautêntico, pouco importando por quais horrores os narradores passaram.” Com base no debate acerca dos atentados aos EUA, analise as informações a seguir e responda segundo as opções indicadas:   I - A reação ao ato terrorista contra os EUA está marcada por dois movimentos simultâneos: o desejo imediato de retaliação e a construção de uma rede de apoio internacional capaz de mediar e proteger os norte-americanos e seus aliados das possíveis reações dos países atingidos. II - O ataque americano a Hiroshima e Nagazaki foi um ato de guerra contra uma nação quase vencida, mas sua eficácia demonstrava ao mundo a superioridade bélica dos EUA e representava uma resposta específica ao Japão pelo ataque à base americana de Pearl Habor. III - A repetição contínua das imagens da destruição do World Trade Center e do sofrimento da população atormenta o mundo por um excesso de realidade, dificultando a recomposição das lembranças e da paz. IV - Na manhã de 11 de setembro, as Torres Gêmeas de Manhatan desmoronam sob o impacto da unidade política do mundo islâmico, determinando a religião como um novo projeto de ordenação para o mundo todo.   Assinale:
  22. 22. MACKENZIE 2012
    “Atacar não significa apenas assaltar cidades muradas ou golpear um exército em ordem de batalha, deve também incluir o ato de assaltar o inimigo no seu equilíbrio mental.” Sun Tzu-Ping-fa, A Arte da Guerra, séc.IV a. C.   Terrorismo: 1. Modo de coagir, ameaçar ou influenciar outras pessoas, ou de impor-lhes a vontade pelo uso sistemático do terror; 2. Forma de ação política que combate o poder estabelecido mediante o emprego da violência. Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa   A respeito do atentado terrorista, ocorrido em 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos, e as consequências desse episódio para as relações geopolíticas internacionais no século XXI, é correto afirmar que
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login