Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Banco de Exercícios

Lista de exercícios

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Indústria dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Geografia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos

  1. 31

    UNESP 2010

    É possível afirmar através de uma visão de síntese do processo histórico da industrialização no Brasil entre 1880 a 1980, que esta foi retardatária cerca de 100 anos em relação aos centros mundiais do capitalismo. Podemos identificar cinco fases que definem o panorama brasileiro de seu desenvolvimento industrial: 1880 a 1930, 1930 a 1955, 1956 a 1961, 1962 a 1964 e 1964 a 1980. Leia com atenção as afirmações a seguir, identificando-as com a sua fase de desenvolvimento industrial. I. Modelo de desenvolvimento associado ao capital estrangeiro, sem descentralizar a indústria do Sudeste de forma significativa em direção a outras regiões brasileiras; corresponde ao período de Juscelino Kubitschek, com incremento da indústria de bens de consumo duráveis e de setores básicos. II. Modelo de política nacionalista da Era Vargas, com o desenvolvimento autônomo da base industrial demonstrado através da construção da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Ressalta-se que, neste período, a Segunda Guerra Mundial impulsionou a industrialização. III. Período de desaceleração da economia e do processo industrial motivados pela instabilidade e tensão política no Brasil. IV. Implantação dos principais setores da indústria de bens de consumo não duráveis ou indústria leve, mantendo-se a dependência brasileira em relação aos países mais industrializados. O Brasil não possuía indústrias de bens de capital ou de produção. V. Período em que o Brasil esteve submetido a constrangimentos econômicos, financeiros e sociais devido a seu endividamento no exterior com o objetivo de atingir o crescimento econômico de 10% ao ano. Mesmo assim, não houve muitos avanços na área social. Modernização conservadora com o Governo Militar. (Secretaria da Educação. Geografia, Ensino Médio. São Paulo, 2008. Adaptado.) A sequência das fases do desenvolvimento industrial brasileiro descritas nas afirmações é

  2. 32

    ENEM - 2A APLICACAO 2010

    O volume de matéria-prima recuperado pela reciclagem do lixo está muito abaixo das necessidades da indústria. No entanto, mais que uma forma de responder ao aumento da demanda industrial por matérias-primas e energia, a reciclagem é uma forma de reintroduzir o lixo no processo industrial. SCARLATO, F. C.; PONTIN, J. A. Do nicho ao lixo. São Paulo: Atual, 1992 (adaptado). A prática abordada no texto corresponde, no contexto global, a uma situação de sustentabilidade que

  3. 33

    UERJ 2011

    Associação chinesa pede boicote a mineradoras O presidente da Associação de Ferro e Aço da China pediu ontem que os importadores licenciados do país boicotem as três grandes empresas de minério de ferro nos próximos dois meses. O pedido é uma clara referência à brasileira Vale e às anglo-australianas BHP Billiton e Rio Tinto, que vêm impondo mudanças nos acordos de compra e venda do minério, determinando preços mais elevados. Adaptado de O Globo, 03/04/2010 O comportamento adotado pelas três empresas mineradoras, caso seja comprovado, configuraria a seguinte prática econômica:

  4. 34

    UECE 2015

    Atente às afirmações abaixo, sobre o processo de industrialização no Brasil. I. A abolição da escravidão teve como consequência a expansão do trabalho assalariado que juntamente com a imigração europeia foram fatores indispensáveis para a industrialização brasileira. II. O surgimento da indústria no Brasil ocorreu concomitante à industrialização europeia, complementando assim a relação colônia-metrópole. III. O caráter substitutivo das importações marcou um período da industrialização brasileira, momento em que ocorreu uma produção interna de bens que antes eram importados. IV. A concentração industrial brasileira ocorreu em várias partes do país, sobretudo em São Paulo e na região da zona da mata mineira, com seus polos tecnológicos. É correto o que se afirma apenas em

  5. 35

    PUC-PR 2015

    Sobre o processo de industrialização do Brasil, de acordo com o quadro abaixo e relacionando com seus conhecimentos prévios, é CORRETO afirmar que:

  6. 36

    UFRGS 2015

    A política para o desenvolvimento do governo Getúlio Vargas, no período do Estado Novo, priorizou

  7. 37

    PUC-MG 2009

    Com o avanço do processo de globalização, a industrialização estendeu-se a vários países e regiões do mundo, levando à superação do modelo clássico da Divisão Internacional do Trabalho, em que cabiam aos países ricos a produção e a exportação de manufaturados e aos países pobres a produção e a exportação de matérias-primas. No modelo atual, há uma tendência clara de deslocamento de alguns tipos de indústrias para países periféricos, atendendo a interesses econômicos e estratégicos das grandes corporações. São exemplos de indústrias que, no processo de desconcentração industrial, privilegiaram sua localização em alguns países periféricos da Ásia e América Latina, EXCETO:

  8. 38

    ENEM 2014

    Ao se caracterizarem os aspectos ambientais do setor sucroalcooleiro, é preciso analisar dois setores: o setor agrícola, que se refere às atividades desenvolvidas na área que a cultura da cana-de-açúcar ocupa, e o setor industrial, que está relacionado à fabricação de açúcar e álcool. ALVARENGA, R. P.; QUEIROZ, T. R. Produção mais limpa e aspectos ambientais na indústria sucroalcooleira. Disponível em: www.advanceincleanerproduction.net. Acesso em: 3 ago 2012 (adaptado). Para essa atividade produtiva, como impacto ambiental causado pelo setor industrial, tem-se o(a)

  9. 39

    UFRGS 2007

    Observe o mapa a seguir, que representa as principais regiões industriais do mundo. Considere as seguintes afirmações a respeito da industrialização mundial.   I - No século XX, entre os principais fatores locacionais das regiões industriais estão a existência de um mercado consumidor e a presença de telecomunicações. II - Os países do Primeiro Mundo foram os pioneiros no processo de industrialização e continuam líderes pela quantidade e qualidade de suas indústrias. III - As novas regiões industriais são representadas por indústrias de informações ou biotecnologias e coincidem, em parte, com as velhas regiões industriais, tais como Paris, Londres e Milão. Quais estão corretas?

  10. 40

    FGV-RJ 2013

    Leia o seguinte texto: Embora muitos estudos tradicionais tenham afirmado que os mecanismos de mercado favorecem a concentração das atividades econômicas (ao menos nos estágios iniciais do processo de desenvolvimento de um país), e ainda que essa concepção esteja basicamente correta, a tese apriorística de que as reformas dos anos 1990 iriam bloquear ou mesmo reverter o processo de desconcentração por ampliarem o papel das “forças de mercado” nas decisões de localização de investimentos mostrou-se falha. Os dados mais atualizados revelam que o erro dos especialistas ao prever o “esgotamento” ou a “inflexão” do processo de desconcentração industrial brasileira se deveu principalmente à importância excessiva que conferiram a um pequeno número de fatores que intervêm na dinâmica espacial desse setor, sobretudo a crise de planejamento regional e as tendências de aglomeração associadas ao novo paradigma técnico e econômico em construção. Diniz, L. L. F. Para onde irão as indústrias? A nova geografia da industrialização brasileira. In: Albuquerque, E. S. de (org.) Que país é esse? Pensando o Brasil contemporâneo. São Paulo: Globo, 2005, p. 286-287. Entre as afirmações abaixo, assinale aquela que é coerente com os argumentos apresentados no texto.

  11. 41

    G1 - CFTRJ 2014

    A industrialização no Brasil foi historicamente tardia. O nosso país ainda era colônia quando na Europa se desenvolvia a Primeira Revolução Industrial. Os fatores abaixo contribuíram para a industrialização no Brasil, exceto:

  12. 42

    ESPM 2012

    Observe os dados: Corresponde, respectivamente, às regiões Sudeste, Sul e Nordeste os números:

  13. 43

    UDESC 2012

    São exemplos da indústria de bens de consumo (ou leve):

  14. 44

    PUC-PR 2005

    Refletindo sobre os tipos de indústrias e os modelos de desenvolvimento, assinale a afirmativa que contiver a aplicação conceitual ERRADA:

  15. 45

    PUC-MG 2007

    No processo de industrialização brasileira, entre os fatores que se destacam como fundamentais, é INCORRETO afirmar:

  16. 46

    G1 - IFSC 2014

    Os pontos indicados no mapa a seguir indicam a presença de indústrias no Brasil. Leia e analise as afirmações abaixo: I. As áreas com a maior concentração industrial também são as que possuem as maiores concentrações demográficas. II. Na Região Norte a presença de firmas industriais é maior no estado do Maranhão do que em Tocantins. III. Em relação à distribuição industrial no Brasil é possível afirmar que há indústrias em todos os estados. IV. A Região Sudeste é a região com a maior concentração de indústrias. V. Podemos destacar, entre as firmas industriais mais importantes na Região do Centro-Oeste, as de produtos alimentícios. Assinale a alternativa CORRETA.

  17. 47

    UNEB 2014

    Em relação ao processo de industrialização, mundial e no Brasil, é correto afirmar:

  18. 48

    UFSM 2001

    Com relação aos fatores locacionais da indústria, pode-se afirmar:

  19. 49

    UERJ 2012

    Quando os auditores do Ministério do Trabalho entraram na casa de paredes descascadas num bairro residencial da capital paulista, parecia improvável que dali sairiam peças costuradas para uma das maiores redes de varejo do país. Não fossem as etiquetas da loja coladas aos casacos, seria difícil acreditar que, através de uma empresa terceirizada, a rede pagava 20 centavos por peça a imigrantes bolivianos que costuravam das 8 da manhã às 10 da noite. Os 16 trabalhadores suavam em dois cômodos sem janelas de 6 metros quadrados cada um. Costurando casacos da marca da rede, havia dois menores de idade e dois jovens que completaram 18 anos na oficina. Adaptado de Época, 04/04/2011. A comparação entre modelos produtivos permite compreender a organização do modo de produção capitalista a cada momento de sua história. Contudo, é comum verificar a coexistência de características de modelos produtivos de épocas diferentes. Na situação descrita na reportagem, identifica-se o seguinte par de características de modelos distintos do capitalismo:

  20. 50

    UFSM 2001

    Quanto à distribuição espacial da indústria brasileira, considere as seguintes afirmações: I. A política de substituição das importações no pós-guerra possibilitou a formação de parques industriais integrados e distribuídos espacialmente, em função das especialidades produtivas de cada região industrial. II. Nas últimas décadas, teve início um processo de dispersão do parque industrial, sendo a construção de usinas hidrelétricas na região Nordeste um fator que contribuiu para esse processo. III. O desenvolvimento e a modernização da infraestrutura de produção e energia, de transportes de comunicações e de informatização no interior do país viabilizaram a descentralização do parque industrial e criaram as condições de especialização produtiva, através da integração regional. Está(ão) correta(s)

  21. 51

    ENEM 2009

    Cerca de 1% do lixo urbano é constituído por resíduos sólidos contendo elementos tóxicos. Entre esses elementos estão metais pesados como o cádmio, o chumbo e o mercúrio, componentes de pilhas e baterias, que são perigosos à saúde humana e ao meio ambiente. Quando descartadas em lixos comuns, pilhas e baterias vão para aterros sanitários ou lixões a céu aberto, e o vazamento de seus componentes contamina o solo, os rios e o lençol freático, atingindo a flora e a fauna. Por serem bioacumulativos e não biodegradáveis, esses metais chegam de forma acumulada aos seres humanos, por meio da cadeia alimentar. A legislação vigente (Resolução CONAMA no 257/1999) regulamenta o destino de pilhas e baterias após seu esgotamento energético e determina aos fabricantes e/ou importadores a quantidade máxima permitida desses metais em cada tipo de pilha/bateria, porém o problema ainda persiste. Disponível em: http://www.mma.gov.br. Acesso em: 11 jul. 2009 (adaptado). Uma medida que poderia contribuir para acabar definitivamente com o problema da poluição ambiental por metais pesados relatado no texto seria

  22. 52

    PUC-RS 2015

    Identifique as características comuns aos processos de industrialização do México, do Brasil e da Argentina. I. Associação do capital estatal com o de multinacionais. II. Modelo de industrialização por substituição de importações. III. Estabelecimento de zonas econômicas especiais, nas áreas centrais dos países. IV. Estruturação de plataformas de exportação com restrição do consumo interno. Estão corretas apenas as características apresentadas em

  23. 53

    G1 - CFTMG 2011

    A respeito da formação dos espaços industriais do mundo, é correto afirmar que os países

  24. 54

    ENEM 2010

    A evolução do processo de transformação de matérias-primas em produtos acabados ocorreu em três estágios: artesanato, manufatura e maquinofatura.   Um desses estágios foi o artesanato, em que se 

  25. 55

    UNICENTRO 2010

    Dentre os três setores tradicionais da economia – primário, secundário e terciário – um deles é especialmente dependente de inovações tecnológicas.   A economia mencionada refere-se a

  26. 56

    ENEM 2006

    “No princípio do século XVII, era bem insignificante e quase miserável a Vila de São Paulo. João de Laet dava-lhe 200 habitantes, entre portugueses e mestiços, em 100 casas; a Câmara, em 1606, informava que eram 190 os moradores, dos quais 65 andavam homiziados*.” *homiziados: escondidos da justiça. Fonte: SODRÉ, Nelson Werneck. Formação histórica do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1964.   Na época da invasão holandesa, Olinda era a capital e a cidade mais rica de Pernambuco. Cerca de 10% da população, calculada em aproximadamente 2000 pessoas, dedicavam-se ao comércio, com o qual muita gente fazia fortuna. Cronistas da época afirmavam que os habitantes ricos de Olinda viviam no maior luxo. Fonte: FÉIST, Hildegard. Pequena história do Brasil holandês. São Paulo: Moderna, 1998 (adaptado).   Os fragmentos de textos retratam, respectivamente, São Paulo e Olinda no início do século XVII, quando Olinda era maior e mais rica. São Paulo é, atualmente, a maior metrópole brasileira e uma das maiores do planeta.   Essa mudança deveu-se, essencialmente, a um fator econômico, que foi 

  27. 57

    UEG 2002

    MAL-ESTAR AINDA PREDOMINA NO TRABALHO Onze gerações separam o fim da escravidão e o atual exercício do trabalho no âmbito do capitalismo brasileiro. Nesse tempo, o balanço evolucionista do trabalho não parece animador, mesmo considerando que o país deixou de ser uma grande fazenda geradora de produtos primários voltados à exportação para se localizar, neste início de terceiro milênio, entre as dez principais economias industriais do mundo. POCHMANN, Márcio. Folha de S. Paulo. São Paulo, 24 mar. 2002. p. 8. [Especial].   A respeito do trabalho no Brasil, considere os itens a seguir:   I. Existe uma defasagem entre a remuneração auferida pelo trabalhador, principalmente aquele que recebe salário mínimo, e suas necessidades básicas, como saúde, educação, moradia, lazer e alimentação. II. Apesar de a legislação regulamentar a jornada de trabalho, na prática esta se estende por maior tempo e, na maioria das vezes, o trabalhador não recebe remuneração pelas horas extras. III. Pela Constituição brasileira, os direitos são iguais para homens e mulheres, negros e brancos, mas, no mundo do trabalho, mulheres e negros sofrem discriminação ao receber, na maioria das vezes, salários inferiores aos dos homens brancos. IV. A globalização da economia provoca no Brasil o aumento dos postos de trabalho no setor formal e o desaparecimento do trabalho informal.   Marque a alternativa CORRETA:

  28. 58

    UFPI 2009

    Sobre a atividade de mineração no Brasil e suas consequências ambientais, 

  29. 59

    UTFPR 2016

    Assinale a alternativa que contém elementos que sejam característicos apenas da região Sudeste (IBGE) do Brasil.

  30. 60

    UFV 2012

    “A questão da localização espacial da indústria sofreu grande alteração nas últimas décadas, havendo a descentralização física das unidades fabris de uma mesma corporação. É muito comum as grandes corporações terem sua matriz em países ricos, seu centro de informática em países como o México, Índia, Coréia do Sul, e suas linhas de montagem no Brasil, Malásia, Tailândia, entre outros”. MORAES, Paulo Roberto. Geografia Geral e do Brasil. 3. ed. São Paulo: Habra, 2005. p. 534.   Com base no texto e nos conhecimentos sobre a localização espacial da indústria, assinale a alternativa que NÃO justifica a instalação de empresas da linha de montagem em um país:

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos