Exercícios de Israel x Palestina

Voltar para Israel x Palestina

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Israel x Palestina dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Geografia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. UERN 2012
    "Os israelenses reagiram com frieza nesta sexta-feira (23/09/2011) ao discurso do presidente palestino, Mahmoud Abbas, na Assembleia Geral da ONU (...)". (http://ogIobo.globo.com/mundo/israelenes-veem-discurso-de-abbas-naonu-como-incendiario-2694053) Os palestinos tentam, através de todas as vias diplomáticas, conseguir que
  2. 2. PUC-SP 2006
    Em 25 de janeiro de 2006. O Hamas, grupo político palestino de posições e ações mais extremas, venceu as eleições para o parlamento Palestino derrotando o Fatah (considerado mais moderado), ligado à OLP e a Yasser Arafat, líder que faleceu em 2004. Essa vitória levou, entre outras coisas, à interrupção da ajuda financeira a região por parte de alguns países e organizações, entre os quais a União Europeia. Essa reação se deve, sobretudo, ao fato de que o Hamas
  3. 3. UFPEL 2007
    A disputa que se trava no Oriente Médio entre Israel e Líbano é um confronto geopolítico que há mais de meio século perdura na definição das fronteiras entre os Estados envolvidos. Em 28 de junho de 2006, o exército israelense atacou a Faixa de Gaza e prendeu vários ministros da Autoridade Nacional Palestina na Cisjordânia, sob a alegação de resgatar um soldado sequestrado por extremistas palestinos. Nâ verdade, o convívio entre israelenses e palestinos tem raízes históricas, em que pesam elementos definidores do espaço, tais como estado, nação, fronteiras e territórios. Com base em seus conhecimentos e nas informações anteriores sobre Israel e os Territórios Palestinos, é correto afirmar que
  4. 4. UPE 2014
    Sobre o assunto abordado na notícia a seguir, analise as seguintes afirmativas: I. O confronto entre israelitas e palestinos envolve questões geopolíticas complexas, relacionadas à posse de territórios. Os palestinos reivindicam um Estado próprio e soberano. II. Os Estados Unidos se posicionam como mediadores de uma possível solução em que Israel possa existir pacificamente com um novo Estado palestino, criado nos territórios da Síria e do Iraque. III. O plano de Partilha da Palestina foi aprovado em 1945, tendo o território judeu sido reconhecido em 1946, quando a criação do Estado da Palestina e do Estado de Israel foi oficialmente instituída. IV. Com a derrota da guerra de 1945, cerca de meio milhão de judeus e palestinos foram obrigados a deixar a terra onde viviam para se refugiarem na Arábia Saudita e na Síria. Está CORRETO o que se afirma em
  5. 5. UNIFESP 2007
    A charge, publicada em 07.07.2006, faz alusão à
  6. 6. ENEM 2013
    Um gigante da indústria da internet, em gesto simbólico, mudou o tratamento que conferia a sua página palestina. O site de buscas alterou sua página quando acessada da Cisjordânia. Em vez de 'territórios palestinos', a empresa escreve agora 'Palestina' logo abaixo do logotipo. BERCITO. D. 'Google muda tratamento de territórios palestinos'. Folha de S. Paulo, 4 maio 2013 (adaptado). O gesto simbólico sinalizado pela mudança no status dos territórios palestinos significa o
  7. 7. ENEM 2001
    A flgura apresenta as fronteiras entre os países envolvidos na Questão Palestina e um corte, no mapa, da área indicada. Com base na análise dessa figura e considerando o conflito entre árabes e Israelenses, pode-se afirmar que, para Israel, é importante manter ocupada a área litigiosa por tratar-se de uma região
  8. 8. FGV-RJ 2015
    As explosões que abalam Gaza e IsraeI abafaram um ruído que é potencialmente muito mais perigoso. Refiro-me às declarações do primeiro-ministro Binyamin Netanyahu de que Israel tem de se assegurar de que 'não haverá outra Gaza na Judeia e Samaria' (como os judeus se referem ao território que a comunidade internacional trata por Cisjordânia e é habitado majoritariamente pelos palestinos). Mais especificamente, Netanyahu declarou: "Acho que o povo de Israel compreende agora o que eu sempre disse: não pode haver uma situação, sob qualquer acordo, na qual nós renunciemos ao controle de segurança no território a oeste do rio Jordão' (de novo, os territórios palestinos)." http://www1.folha.uol.com.br/colunas/clovisrossi/2014/07/1487168-palestin a-o-sonho-acabou.shtmI Assinale a alternativa que apresenta uma interpretação correta das declarações do primeiro-ministro Binyamin Netanyahu.
  9. 9. ENEM 2017
    Palestinos se agruparam em frente a aparelhos de televisão e telas montadas ao ar livre em Ramalah, na Cisjordânia, para acompanhar o voto da resolução que pedia o reconhecimento da chamada Palestina como um Estado observador não membro da Organização das Nações Unidas (ONU). O objetivo era esperar pelo nascimento, ao menos formal, de um Estado palestino. Depois da aprovação da resolução, centenas de pessoas foram à praça da cidade com bandeiras palestinas, soltaram fogos de artifício, fizeram buzinaços e dançaram pelas ruas. Aprovada com 138 votos dos 193 da Assembleia-Geral, a resolução eleva o status do Estado palestino perante a organização. Palestinos comemoram elevação de status na ONU com bandeiras e fogos. Disponível em: http://folha.com. Acesso em: 4 dez. 2012 (adaptado). A mencionada resolução da ONU referendou o(a)
  10. 10. UFG 2014
    O conflito árabe-israelense caracteriza-se por motivos religiosos, político-territoriais, históricos, naturais e pelos diferentes períodos de trocas da posse das terras do vale do Rio Jordão e de Gaza, por hebreus e muçulmanos, durante varios séculos. A importância da localização estratégica da Palestina pode ser confirmada pela
  11. 11. UFSM 2006
    Leia o texto a seguir. "Considerada um passo decisivo para a paz no Oriente Médio, a retirada israelense da Faixa de Gaza - e de quatro assentamentos da Cisjordânia - começou ontem com atos de violência. Após 38 anos de ocupação, militares de Israel enfrentam a resistência de moradores de colônias judaicas da Faixa de Gaza" 'Jornal Zero Hora', Porto Alegre, 16/8/2005, p. 23. A retirada dos colonos judeus da Faixa de Gaza e da Cisjordânia deve-se I. aos acordos de paz entre Israel e a Autoridade Palestina que transferiram, para este último, o controle dessas áreas. II. as tentativas de criação de um Estado Palestino territorialmente unitário. III. ao acirramento de conflitos entre grupos judeus ortodoxos e o governo israelense. Está(ão) correta(s)
  12. 12. UFF 2010
    TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Historicamente, a matemática é extremamente eficiente na descrição dos fenômenos naturais. O prêmio Nobel Eugene Wigner escreveu sobre a “surpreendente eficácia da matemática na formulação das leis da física, algo que nem compreendemos nem merecemos”. Toquei outro dia na questão de a matemática ser uma descoberta ou uma invenção humana. Aqueles que defendem que ela seja uma descoberta creem que existem verdades universais inalteráveis, independentes da criatividade humana. Nossa pesquisa simplesmente desvenda as leis e teoremas que estão por aí, existindo em algum metaespaço das ideias, como dizia Platão. Nesse caso, uma civilização alienígena descobriria a mesma matemática, mesmo se a representasse com símbolos distintos. Se a matemática for uma descoberta, todas as inteligências cósmicas (se existirem) vão obter os mesmos resultados. Assim, ela seria uma língua universal e única. Os que creem que a matemática é inventada, como eu, argumentam que nosso cérebro é produto de milhões de anos de evolução em circunstâncias bem particulares, que definiram o progresso da vida no nosso planeta. 1Conexões entre a realidade que percebemos e abstrações geométricas e algébricas são resultado de como vemos e interpretamos o mundo. Em outras palavras, a matemática humana é produto da nossa história evolutiva. Marcelo Gleiser. Folha de S. Paulo, Caderno Mais! 31/05/09 A frase “conexões entre a realidade que percebemos e abstrações geométricas e algébricas são resultado de como vemos e interpretamos o mundo” (ref. 1) é reforçada pelas situações retratadas na charge e na fotografia a seguir. A articulação da frase e da charge com a realidade expressa na foto permite identificar uma prática da sociedade no espaço geográfico. A prática espacial explicitamente identificada é:
  13. 13. G1 - IFSUL 2015
    Constitui-se na cidade sagrada para judeus, muçulmanos e cristãos; está no centro do conflito entre Israel e os palestinos; abriga diversos templos de grande importância religiosa; no ponto ocidental, encontra-se o Muro das lamentações (lugar sagrado para os judeus). O texto faz referência a que importante cidade do Oriente Médio?
  14. 14. PUC-RS 2006
    Responda a questão com base nas informações referentes a um dos espaços mais conflituosos do mundo. Tornou-se Estado em 1948, ampliando o seu território no ano seguinte. Chegou a incorporar a Faixa de Gaza na década de 60, devolvendo-a oficialmente em 2005." O país a que o texto se refere é:          
  15. 15. UEL 2008
    Os conflitos entre árabes, judeus e palestinos têm origem milenar, como milenar é a questão da soberania sobre os escassos recursos hídricos no Oriente Médio. Com base nos conhecimentos sobre o tema "tensões, conflitos, guerras", é correto afirmar que, na atualidade, há
  16. 16. UFU 2010
    As vagas para disputar a Copa do Mundo de Futebol são distribuídas pelas confederações continentais. No entanto, um país que tem seu território totalmente na Ásia é filiado à UEFA (União das Federações Europeias de Futebol) desde 1994, tendo disputado as eliminatórias da Europa. Assinale a alternativa que indica o nome deste país e a razão geopolítica desta participação em uma confederação de outro continente.
  17. 17. G1 - CFTSC 2008
    "A procura por Israel como destino de viagem entre os brasileiros vem crescendo nos últimos anos, principalmente entre os turistas que querem conhecer os locais sagrados do país. Em 2007, 21 mil brasileiros viajaram para o país, um aumento de 32% em relação a 2006. Com os 60 anos da fundação de Israel, a expectativa é de um aumento ainda maior, ultrapassando 40%." SOMAN, M., Nos 60 anos da fundação, mais brasileiros devem visitar Israel. Folha de São Paulo, 07/05/2008. Em relação ao Estado de Israel, destacado no texto, assinale a alternativa CORRETA:
  18. 18. MACKENZIE 2012
    Observe a sequência de mapas para responder a questão. De acordo com os mapas e a evolução histórica da chamada “Questão Árabe-Israelense”, é correto afirmar que  
  19. 19. PUC-RS 2015
    Leia o texto e observe o mapa abaixo. O Oriente Médio é uma região de grande instabilidade política, onde encontramos um emaranhado de culturas diferenciadas, antagonismos religiosos, múltiplas formas de organização política e econômica. Nesse contexto, merecem uma análise mais cuidadosa, por sua gravidade e persistência, os conflitos entre árabes e judeus, mesmo após a resolução da ONU (Organização das Nações Unidas) que, em 1947, dividiu o território em dois Estados – Israel e Palestina. Contemporaneamente, os conflitos armados têm se intensificado, sem levar em conta os limites territoriais estabelecidos na criação dos dois Estados. Considerando a proposta original de organização territorial promulgada pela ONU em 1947, a legenda correta para o mapa é:
  20. 20. UFPE 2005
    Os acordos de paz entre israelitas e palestinos encontram geralmente sérios entraves para serem concretizados. Dentre esses entraves, citam-se: 1) o terrorismo. 2) os refugiados. 3) as colônias israelenses nos territórios ocupados. 4) as pressões exercidas pelos cristãos ortodoxos da Palestina. 5) as pressões dos sindicatos direitistas de Israel. Estão corretas:          
  21. 21. UDESC 2014
    Analise as proposições sobre Israel e Palestina. I. O conflito entre Israel e Palestina começou no século XX, quando os judeus começaram a comprar terras na Palestina. Na década de 30, milhares de judeus já viviam nesta região. II. O primeiro confronto armado entre Israel e Palestina aconteceu em 1967, o que se convencionou chamar de Guerra dos Sete Dias. III. A mais importante tentativa de paz entre Israel e Palestina, durante o século XX, aconteceu em 1993. O acordo foi assinado entre Yasser Arafat, líder da OLP (Organização para a Libertação da Palestina), e o primeiro ministro de Israel, Yitzhak Rabin. IV. Em 2000, nova tentativa de paz foi negociada pelos EUA, sem sucesso, dando início à segunda intifada, o levante armado palestino. Assinale a alternativa correta.
  22. 22. UEL 2006
    Analise a imagem a seguir. Depois de 38 anos, em agosto de 2005, chegou ao fim a ocupação israelense na Faixa de Gaza. Com base no mapa e nos conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas a seguir. I. A retirada da população judia dos assentamentos da faixa de Gaza está relacionada ao Plano de Paz, elaborado com o objetivo de mitigar os ataques terroristas a Israel. II. Apesar da forte oposição de grupos radicais religiosos à retirada da população israelense da faixa de Gaza, a maioria da população daquele país foi a favor do ato. III. Compõe um dos focos das estratégias do Plano de Paz a retirada da população judia da cidade de Jerusalém. IV. Ao longo do tempo, a permanência da minoria judaica na faixa de Gaza tornou-se problemática em decorrência da presença de mais de um milhão de palestinos na região. Estão corretas apenas as afirmativas:          
  23. 23. FGV 2002
    Considere o mapa apresentado a seguir: Cisjordânia - Campos de refugiados palestinos e colônias israelenses selecionadas (Fonte: adaptado de http://www.monde-diplomatique.fr/cartes/cisjordaniedpl2000) A partir das informações apresentadas e de seus conhecimentos sobre os conflitos entre palestinos e israelenses, pode-se afirmar que:
  24. 24. UFES 2000
    Estratégica região localizada no sudoeste da Síria foi invadida e anexada por Israel na Guerra dos Seis Dias. Sua ocupação é condenada pelo governo sírio, que reivindica sua devolução; porém o atual governo israelense afirma que só restituirá a região ocupada se a Síria cessar a ajuda a grupos extremistas islâmicos no sul do Líbano. Essa região é denominada          
  25. 25. UEPA 2015
    TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: A partir da leitura e análise do texto, responda a(s) questão(ões). UM MOMENTO DE DESORDEM MUNDIAL “Neste começo de século, assistimos a uma reformulação de fronteiras e influências político-econômicas no mundo. Essa nova forma de organização mundial, baseada na existência de redes, fluxos e conexões, exige mudanças no método [...] de agrupar e separar territórios. [...] Essa nova era é marcada pelo advento da globalização e da internet, que permitiu maior integração internacional e criou um novo espaço [...], o “território-mundo”, composto de uma sociedade mundial que compartilha os mesmos valores. A integração cada vez maior dos Estados e a soberania de um país através de um grupo [...] são demonstradas pela força dos blocos econômicos, que estabelecem uma concorrência acirrada entre si para manter a influência sobre seus parceiros comerciais. [...] Identifica-se um novo movimento de regionalização do espaço contemporâneo a partir de redes integradas ilegais de poder, como o tráfico de drogas e o terrorismo globalizado [...] e a reconfiguração dos territórios devido a mudanças nas relações de poder e ao hibridismo cultural”. (Adaptado de Ciência Hoje On-line. In: http://cienciahoje.uol.com.br/resenhas/um-momento-de-desordem-mundial. Acesso em: 23/08/14.) O trecho: "neste começo de século, assistimos a uma reformulação de fronteiras e influências político-econômicas no mundo", nos remete a pensar os conflitos e contradições no Oriente Médio. Sobre o assunto, assinale a alternativa que explica essa situação conflituosa.
  26. 26. UFPEL 2008
    Observe a figura a seguir: Nem as mais de 35 horas de viagem, nem o céu nebuloso de Porto Alegre. Nada tirou o sorriso de satisfação do rosto dos 10 refugiados palestinos que chegaram ontem à tarde ao Rio Grande do Sul. ("Zero Hora", 22 set 2007.) Com relação ao problema dos refugiados palestinos, leia as afirmativas a seguir. I. Muitos dos refugiados palestinos são fugitivos do conflito no Oriente Médio, que já haviam sido recebidos no Iraque nos anos 80, durante o governo de Sadam Hussein. II. Como resultado da divisão da Palestina pela ONU e da criação de Israel, em 1948, milhares de palestinos foram retirados de suas casas e propriedades e se tornaram refugiados principalmente em Gaza, Cisjordânia e países árabes. III. Com a queda do regime de Sadam Hussein, após o ataque americano em 2003, os palestinos que viviam no Iraque passaram a ser alvo das milícias xiitas, que os consideravam próximos do governo deposto. IV. O estado palestino, criado pelo Acordo de Oslo, em 1993, tem sua implantação fiscalizada pela ANP (Autoridade Nacional Palestina), com a ajuda financeira dos Estados Unidos da América, da União Europeia e dos principais grupos palestinos: o Fatah e o Hamas. Estão corretas apenas
  27. 27. FGV 2006
    A questão está relacionada ao depoimento do premiê Palestino Mahmmoud Abbas e ao mapa do Estado de Israel, apresentados a seguir. "A saída de Israel é um passo histórico que não deveria terminar em ...1..., mas continuar na ...2... e no resto da terra pré-1948." (valoronline.com.br, acessado em 16.08.2005) As áreas 1 e 2 citadas pelo premiê palestino estão indicadas no mapa, respectivamente, pelos algarismos
  28. 28. ESPM 2006
    A partir de amanhã, soldados e policiais de Israel desarmados vão passar de porta em porta nos assentamentos judaicos (...) e notificar os moradores de que a permanência em suas casas depois desta quarta-feira será ilegal e que serão retirados à força. O plano envolve a transferência de 8.500 pessoas, 38 sinagogas e 48 túmulos. ("Folha de S. Paulo", 15/08/05) A região em questão, alvo de disputas entre palestinos e judeus desde 1967, e devolvida em agosto à Autoridade Palestina, está representada com o número:
  29. 29. PUC-MG 2007
    O recente conflito na fronteira Líbano-Israel possui como característica fundamental que o distingue de antigos focos de conflito regional no Oriente Médio:
  30. 30. ESPM 2007
    Observe o texto que aborda a recente crise no Líbano: Como ensina a Geografia Política, entregar território significa derrota política; ao vencedor, as terras (e não as batatas). Acossado internamente e assistindo a uma possível conexão xiita Irã-Hezbollah, via Síria, Israel tratou de agir. ("Carta Capital na Escola", setembro, 2006.) Sobre o cenário geopolítico do Oriente Médio abordado pela matéria, podemos inferir que:
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login