Exercícios de Oriente Médio

Voltar para Oriente Médio

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Oriente Médio dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Geografia com esses e mais de 12000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. UFRN 2003
    Inúmeros conflitos têm ocorrido no mundo como resultado do processo histórico de ocupação e invasão de territórios. Sobre esses conflitos, é correto afirmar que
  2. 2. ENEM 2016
      SATRAPI. M. Persépolis. São Paulo: Cia. das Letras, 2007 (adaptado).   A memória recuperada pela autora apresenta a relação entre  
  3. 3. UNESP 2004
    Em classificação da Unesco (2003) sobre a disponibilidade mundial de água per capita, dentre as áreas mais pobres figuram o Kuwait com 10 m3/habitante e Emirados Arabes Unidos com 58 m3/habitante. Assinale a alternativa que contém o tipo climático e as características da precipitação responsáveis pela disponibilidade de água nesses países.
  4. 4. UNESP 2011
    No Oriente Médio, a água é um recurso precioso e uma fonte de conflito. A escassez de recursos hídricos está aumentando as tensões políticas entre países e dentro deles, e entre as comunidades e os interesses comerciais. A Guerra dos Seis Dias, em 1967, foi, em parte, a resposta de Israel à proposta da Jordânia de desviar o rio Jordão para seu próprio uso. A terra tomada na guerra deu-lhe acesso não apenas às águas das cabeceiras do Jordão, como também o controle do aquífero que há por baixo da Cisjordânia, aumentando assim os recursos hídricos em quase 50%. (Robin Clarke e Jannet King. O Atlas da Água, 2005. Adaptado.) A partir da leitura do mapa e do texto, pode-se afirmar que a água é uma questão importante nas negociações entre
  5. 5. UEG 2011
    A complexa geografia política e a grande diversidade cultural do Oriente Médio, palco de conflitos diversos, suscitam um olhar mais atento para os problemas da região. Sobre esse assunto, é correto afirmar
  6. 6. ENEM 2016
      Conforme a análise do documento cartográfico, a área de concentração das usinas de dessalinização : explicada pelo(a)
  7. 7. UNIOESTE 2012
    A figura abaixo apresenta a atual distribuição territorial de um espaço historicamente confiituoso no Oriente Médio. Considerando as áreas numeradas na figura, assinale a alternativa correta.
  8. 8. UFRGS 1998
    A chamada Ásia Ocidental é uma importante área de encontro de culturas asiáticas, europeias e africanas, marcada por graves conflitos geopolíticos e rivalidades étnicas, culturais e religiosas. Assinale a alternativa que indica corretamente as grandes religiões monoteístas possuidoras de contingentes de seguidores na área citada e as "cidades santas" correspondentes a essas regiões.
  9. 9. ENEM 2013
    Um gigante da indústria da internet, em gesto simbólico, mudou o tratamento que conferia a sua página palestina. O site de buscas alterou sua página quando acessada da Cisjordânia. Em vez de 'territórios palestinos', a empresa escreve agora 'Palestina' logo abaixo do logotipo. BERCITO. D. 'Google muda tratamento de territórios palestinos'. Folha de S. Paulo, 4 maio 2013 (adaptado). O gesto simbólico sinalizado pela mudança no status dos territórios palestinos significa o
  10. 10. PUCRS 2015
    Leia o texto e observe o mapa abaixo. O Oriente Médio é uma região de grande instabilidade política, onde encontramos um emaranhado de culturas diferenciadas, antagonismos religiosos, múltiplas formas de organização política e econômica. Nesse contexto, merecem uma análise mais cuidadosa, por sua gravidade e persistência, os conflitos entre árabes e judeus, mesmo após a resolução da ONU (Organização das Nações Unidas) que, em 1947, dividiu o território em dois Estados - Israel e Palestina. Contemporaneamente, os conflitos armados têm se intensificado, sem levar em conta os limites territoriais estabelecidos na criação dos dois Estados. Considerando a proposta original de organização territorial promulgada pela ONU em 1947, a legenda correta para o mapa é:
  11. 11. UNIFESP 2003
    Leia as frases seguintes, sobre as dificuldades para a paz entre Israel e a Palestina. I. Destino de 3 milhões de refugiados palestinos dispersos pelos países vizinhos. II. Controle do Rio Jordão a partir das colinas de Golan, que estão sob domínio da Síria. III. Fim da Intifada, movimento de judeus pela aceitação do acordo de Oslo. IV. Definição da situação de Jerusalém, apontada como capital por judeus e considerada sagrada pelos palestinos. V. Presença de colônias judaicas em áreas destinadas ao estado Palestino. Está correto o que se afirma em:
  12. 12. UFSCAR 2007
    O Oriente Médio é, historicamente, zona de tensões entre povos, nações e países. Em 2006, ocorreram conflitos armados nas fronteiras de Israel, Palestina e Líbano, envolvendo exército e grupos armados. Sobre os conflitos, analise as afirmações seguintes. I. O grupo Hamas, acusado por Israel pela morte e sequestro de soldados na região da Faixa de Gaza, é um movimento que luta pela formação do Estado Independente da Palestina e se opõe a existência do Estado de Israel. II. O grupo Hezbollah luta pela desocupação israelense nos territórios de Gaza e Golã e pela demarcação de Jerusalém como território independente, devido a sua importância religiosa para católicos, judeus e muçulmanos. III. Além dos conflitos de ordem histórica, religiosa e política, a região apresenta tensões decorrentes da escassez de recursos hídricos, como o interesse no controle das nascentes do rio Jordão. IV. Uma das zonas de tensão é a fronteira do Líbano, onde se encontram as nascentes do rio Jordão, área estratégica para o acesso e controle da água doce disponível na região. Estão corretas as afirmações:
  13. 13. ENEM 2017
    Palestinos se agruparam em frente a aparelhos de televisão e telas montadas ao ar livre em Ramalah, na Cisjordânia, para acompanhar o voto da resolução que pedia o reconhecimento da chamada Palestina como um Estado observador não membro da Organização das Nações Unidas (ONU). O objetivo era esperar pelo nascimento, ao menos formal, de um Estado palestino. Depois da aprovação da resolução, centenas de pessoas foram à praça da cidade com bandeiras palestinas, soltaram fogos de artifício, fizeram buzinaços e dançaram pelas ruas. Aprovada com 138 votos dos 193 da Assembleia-Geral, a resolução eleva o status do Estado palestino perante a organização. Palestinos comemoram elevação de status na ONU com bandeiras e fogos. Disponível em: http://folha.com. Acesso em: 4 dez. 2012 (adaptado). A mencionada resolução da ONU referendou o(a)
  14. 14. UFPEL 2007
    O Iraque, no Oriente Médio, conta com uma população de cerca de 30 milhões de habitantes e é dono de uma das maiores reservas de petróleo do planeta e de um dos mais ricos patrimônios arqueológicos do mundo. Mergulhado em um conflito que se arrasta desde a ocupação militar ocorrida em março de 2003, a população vive um dia de atentados terroristas, mortes e violência que parece não ter fim. Leia as afirmativas seguintes. I. Dentre os fatos que geram maior insegurança no Iraque na atualidade, estão os constantes atentados. O alvo desses ataques é sempre a população islâmica sunita, que é a maioria e vive sob a perseguição da minoria xiita. Os xiitas estão no poder desde que o Iraque foi criado pelo Império Britânico. II. Um dos motivos para o agravamento constante da situação no Iraque é que a presença de forças de ocupação estrangeiras reforça o nacionalismo e acirra a ação dos fundamentalistas contra o invasor. III. O medo de que a Revolução Islâmica se alastrasse para outras nações do Oriente Médio fez com que os EUA apoiassem Saddam Hussein na invasão ao Irã, em 1980. A condenação de Saddam, em 2006, ocorreu por crimes que cometeu quando era importante aliado estadunidense. IV. Nos EUA, o alto custo da guerra não inibe o deficit orçamentário do país, entretanto a eleição para o Congresso demonstrou a rejeição ao Partido Democrata, do presidente Bush. O resultado foi influenciado pela insatisfação do eleitorado com a permanência das tropas na guerra. Estão corretas apenas as alternativas
  15. 15. FGV-RJ 2013
    No dia 15 de agosto de 2012, a Organização de Cooperação Islâmica (OCI) suspendeu a participação da República Árabe da Síria de seus quadros, em resposta à violência com a qual o ditador Bashar Assad reage à revolta que ocorre no país há 17 meses.   O país membro da organização que rejeitou publicamente a decisão foi
  16. 16. FCMMG 2006
    Após a queda de Saddam Hussein do governo do Iraque, o poder vem sendo disputado no País pelos grupos abaixo, EXCETO:
  17. 17. UFU 2015
    Provavelmente, no século XXI, as guerras que acontecerem no Oriente Médio estarão mais relacionadas à água do que ao petróleo. Essa advertência, que soaria descabida na década de 1970, parece cada vez mais concreta. OLIC, Nelson B.. Conflitos no mundo. São Paulo: Moderna, 2000, p. 42.   Sobre a questão tratada no texto, é INCORRETO afirmar que:
  18. 18. ESPM 2015
    Em Kirkuk, o último front contra os extremistas do Estado Islâmico no norte do Iraque são os peshmerga.   A luta é desigual, pois os cerca de 30 mil extremistas do EI dispõem de modernos armamentos americanos tomados do exército iraquiano.   Já os cerca de 150 mil peshmerga têm que se virar com armas ultrapassadas e insuficientes. As autoridades dos EUA temem que armar os peshmerga possa oferecer combustível para uma futura guerra de secessão. (Folha de São Paulo, 12/02/2015)   Assinale a alternativa que traga a resposta, respectivamente, sobre quem são os peshmerga e a região que poderia viver uma futura guerra de secessão:
  19. 19. UFMS 2009
    Em dezembro de 1978, a capital do Irã, Teerã, foi invadida por dois milhões de iranianos, que saíram às ruas em protesto contra o governo do xá Reza Pahlevi. Era o auge de uma crise que mudaria radicalmente o cenário político do país. No início de 1979, um mês depois dos grandes protestos de Teerã, incapaz de resistir à pressão popular, o xá Reza Pahlevi fugiu do país. A queda da monarquia e a tomada do poder pelos fundamentalistas xiitas ficaram conhecidas como Revolução Islâmica. Em plebiscito, os iranianos optaram pelo sistema presidencialista de governo e, com a aprovação da nova Constituição, em abril de 1979, o Irã foi oficialmente declarado uma República Islâmica.   Sobre o processo político iraniano antes e depois da Revolução Islâmica, assinale a alternativa correta.
  20. 20. UERJ 2011
    Os presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, e da Rússia, Dmitri Medvedev, assinaram, dia 8 de abril de 2010, em Praga, um histórico acordo de redução de armas nucleares que cortará em cerca de 30% o número de bombas atômicas instaladas em ambos os países. A assinatura do acordo representa o início da concretização de uma das metas do governo Obama, que diz querer ver um mundo livre de armas nucleares. Disponível em: http://noticias.r7.com (adaptado).     Nos próximos anos, o presidente Barack Obama vai decidir se colocará ou não em operação uma nova classe de armas capaz de atingir qualquer lugar do planeta, lançada do solo dos EUA, com precisão e força suficientes para reduzir a dependência americana em relação ao arsenal nuclear. Folha de S. Paulo, 24 abr. 2010 (adaptado).     As alterações na política armamentista do governo norte-americano, de acordo com as reportagens, apontam para novas tensões nas relações internacionais.   Essas tensões estão associadas ao seguinte contexto:
  21. 21. UEG 2004
    Sobre o Oriente Médio, considere as seguintes proposições:   I. Em termos econômicos, o Oriente Médio tem grande projeção internacional, por estarem ali concentradas as maiores reservas mundiais de petróleo. II. É palco de lutas que se arrastam por várias décadas entre diferentes povos, como a que envolve palestinos e judeus. III. O Oriente Médio encontra-se estrategicamente localizado na zona de contato entre África, Ásia e Europa. IV. Abriga os curdos, o maior grupo étnico sem Estado do mundo, que sofre violentas repressões na Turquia, no Irã e no Iraque, países onde vivem. V. A produção e o armazenamento de armas químicas, biológicas e nucleares foram a justificativa encontrada pelos EUA e pela Inglaterra para a invasão do Iraque.   Assinale a alternativa CORRETA:
  22. 22. UEG 2003
    A respeito da geopolítica no Oriente Médio, marque a alternativa INCORRETA:
  23. 23. UNICENTRO 2007
    A partir dos conhecimentos sobre origem, exploração e importância do petróleo na economia mundial, pode-se concluir:
  24. 24. UEL 2008
    Leia o texto a seguir: “As religiões, que em princípio, deveriam servir para aperfeiçoar o ser humano, aproximando-o da divindade têm sido responsáveis por manifestações acabadas de fanatismo. Massacres, torturas, guerras, perseguições, intolerância e outras atitudes e práticas deploráveis têm testemunhado o que de pior o ser humano apresenta, e muitas vezes tais atrocidades são feitas em nome de Deus.” PINSKY, J.; PINSKY, C. Orgs. Faces do fanatismo. São Paulo: Contexto, 2004. p.15.   Sobre os conflitos históricos e religiosos que ocorrem no período contemporâneo, é correto afirmar:
  25. 25. UNIOESTE 2016
    No Oriente Médio, um califado foi proclamado em 29 de junho de 2014. Abu Bakr al-Baghdadi foi nomeado como seu califa e o grupo passou a se chamar Estado Islâmico.   Sobre o Estado Islâmico, leia atentamente as proposições abaixo. I- O autodenominado grupo jihadista Estado Islâmico surgiu no Norte do Iraque, onde está fortemente implantado e, atualmente, exerce influência sobre vastas partes do Norte e Leste da Síria. II - Apesar do fanatismo, intolerância e atos de crueldade praticados pelo Estado Islâmico, esse tem atraído a simpatia de jovens da Europa ocidental, nem sempre descendentes de árabes ou de religião muçulmana. III - O Estado Islâmico é um importante aliado do presidente Basar al-Assad na guerra em curso na Síria. IV - A Faixa de Gaza é um território pertencente ao Estado Islâmico, mas no interior daquele território existem vários colonatos judeus. V - O Estado Islâmico obriga as pessoas que vivem nas áreas que ele controla a se converterem ao Islamismo.   Assinale o conjunto de alternativas CORRETAS.
  26. 26. UNIOESTE 2014
    Desde março de 2011, estima-se que o conflito na Síria tenha causado a morte de 100 mil pessoas, segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH). Estima-se que 6,8 milhões de pessoas necessitem de assistência humanitária urgente. Há mais de 2 milhões de refugiados sírios nos países vizinhos e no Norte da África. Cerca de 1,2 milhão de famílias tiveram suas casas atingidas (ONU Brasil). Sobre o conflito na Síria, assinale a alternativa CORRETA
  27. 27. PUC-RS 2015
    Analise as afirmações referentes à situação socioeconômica do Iêmen preenchendo os parênteses com V (verdadeiro) ou F (falso).   O Iêmen, país localizado ao sul do Oriente Médio, vem obtendo destaque na mídia internacional devido a conflitos civis intensos na disputa pelo controle do território. ( ) O Iêmen e a Arábia Saudita são os países com a maior renda per capita do Oriente Médio. ( ) As disputas pelo poder têm como atores os muçulmanos xiitas e sunitas. ( ) Grupos terroristas como o Al Qaeda e o Estado Islâmico não demonstram interesse nos conflitos, devido a ações em outras áreas do Oriente Médio, com maior visibilidade mundial. ( ) Entre os aliados dos grupos radicais muçulmanos, encontra-se a Arábia Saudita, defendendo os grupos sunitas, e o Irã, apoiando os rivais xiitas. ( ) Os conflitos ocorrem em um país de posição estratégica, tendo em vista sua localização entre o Mar Vermelho e o Golfo de Áden, única via marítima entre o Mar Mediterrâneo e o Oceano Índico.   A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é
  28. 28. FCMS-JF 2015
    Dentre os eventos que contribuíram para impulsionar transformações importantes no mundo no início do século XXI, destacam-se especialmente os atentados terroristas às Torres Gêmeas do World Trade Center, em 11 de setembro de 2001. Entre as consequências deste atentado, destaca-se a:
  29. 29. UFMS 2008
    O grande desenvolvimento econômico dos EUA, ocorrido após a Guerra de Secessão (1861-1865), estimulou a expansão imperialista do país. A necessidade de disputar territórios com outras nações européias ensejou, desde o final do século XIX, as ações militares norte-americanas, inicialmente restritas às Américas e à região do Pacífico. A partir de 1945, com o término da Segunda Guerra Mundial, bases militares norte-americanas foram instaladas na Europa e na Ásia, correspondendo a uma resposta ao confronto da época: a Guerra Fria. Desde então, e apesar do fim da Guerra Fria, a ênfase na atividade bélica nunca deixou de ser uma marca da política externa da Casa Branca, destacando-se nesse contexto os dois períodos de governo do presidente George W. Bush. Conforme dados fornecidos pelo Instituto Internacional de Pesquisas da Paz de Estocolmo, em 2006 os gastos militares de todos os países somaram 1,2 trilhões de dólares. Quase a metade desse total, mais precisamente 528,7 bilhões de dólares, foram gastos somente pelos EUA, visando à manutenção de suas bases militares em 62 países e territórios do mundo. Sobre o crescimento dos investimentos militares e das atividades bélicas norte-americanas no início do século XXI, é correto afirmar:
  30. 30. UEMS 2006
    Os problemas vividos pelo Iraque, após a derrubada do ditador Saddam Hussein pelos Estados Unidos, são resultado de anos de conflitos e problemas étnicos e religiosos existentes no país. São características desse país:
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login