Exercícios de Transporte

Voltar para Transporte

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Transporte dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Geografia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. ENEM 2013
    De todas as transformações impostas pelo meio técnico-cientifico-informacional à logistica de transportes, interessa-nos mais de perto a intermodalidade. E por uma razão muito simples: o potencial que tal "ferramenta logística" ostenta permite que haja, de fato, um sistema de transportes condizente com a escala geográfica do Brasil. HUERTAS, D. M. O papel dos transportes na expansão recente da fronteira agrícola brasileira. Revista Transporte y Territorio, Universidade de Buenos Aires, n. 3, 2010 (adaptado). A necessidade de modais de transporte interligados, no território brasileiro, justifica-se pela(s)
  2. 2. ENEM 2013
    De todas as transformações impostas pelo meio técnico-científico-informacional à logística de transportes, interessa-nos mais de perto a intermodalidade. E por uma razão muito simples: o potencial que tal “ferramenta logística” ostenta permite que haja, de fato, um sistema de transportes condizente com a escala geográfica do Brasil. HUERTAS, D. M. O papel dos transportes na expansão recente da fronteira agrícola brasileira. Revista Transporte y Territorio, Universidade de Buenos Aires, n. 3, 2010 (adaptado). A necessidade de modais de transporte interligados, no território brasileiro, justifica-se pela(s)
  3. 3. UFRJ 2005
    O sistema de transportes de um país é um dado do território que proporciona maior ou menos fluidez, dependendo de sua qualidade e quantidade. "As ferrovias brasileiras testemunharam o período pré-industrial do Brasil. Paradoxo histórico: o trem foi o maior simbolo da Revolução Industrial na Europa e nos Estados Unidos, enquanto aqui esteve a serviço da economia agricola." OLIVA, J.; GIANSANTI, R. 'Temas da Geografia do Brasil'. São Paulo: Atual, 1999. p. 134. Quando a industrialização brasileira se consolidou, a ferrovia
  4. 4. PUC-RJ 2015
    Em fevereiro de 2013, comemoraram-se os 205 anos da abertura dos portos brasileiros às 'Nações Amigas', por Dom João Vl, desde a chegada da família real ao Brasil. No entanto, ao se observar, atualmente, a situação dos portos brasileiros, verifica-se um cenário bastante problemático, em que são poucos os motivos de comemoração. Sítio do Universo OnLine. Disponível em: http://educacao.uol.com.br/disciplinas/geografia/portos-brasileiros-faltam-investimentos-e-modernizacao.htm. Acesso em: 14 dez. 2013. Das opções a seguir, assinale a que expressa um problema de infraestrutura do setor portuário brasileiro.
  5. 5. FGV 2012
    Analise os gráficos sobre meios de transporte no Brasil. Comparando os gráficos, pode-se concluir que:
  6. 6. UEPB 2012
    O sistema de transportes territorializados reflete o grau de desenvolvimento econômico e social de um país. Analise as proposições tratam dos pontos básicos que estruturaram o perfil dos transportes no Brasil e identifique a resposta correta. I. Até 1930, não existia uma malha de transportes, mas linhas sem conexão Iateral que ligavam diretamente o interior aos portos Iitorâneos em virtude da economia exportadora. Com o advento da industrialização, o território começa a se integrar, a formação do mercado nacional passou a exigir fluidez no espaço. Várias estradas foram construídas e se interconectaram, estruturando-se, dessa forma, o sistema de transportes no país. Fruto de governos desenvolvimentistas, o novo modelo teve como centro o rodoviarismo, que foi introduzido sem compor um sistema intermodal com o já existente, daí a decadência do sistema ferroviário. II. A adoção de um modelo industrial com perfil de destaque reservado as empresas automobilísticas acabou por influir no predomínio transporte rodoviário. Atualmente, esse modelo vem recebendo críticas e modificações, principalmente com o sucateamento das estradas. É irracional transportar safras do interior do país para os portos Iitorãneos por caminhões que trafegam ao lado de rios navegáveis. III. Com a privatização na decada de 1990, a rede ferroviária foi totalmente reformulada com o objetivo de tornar-se o grande meio de transporte de cargas pesadas nos corredores de exportação. Seus novos donos já concretizaram totalmente esse processo no espaço brasileiro. As hidrovias não se prestam para esse tipo de serviço, daí o governo não investir nesse meio de transporte. IV. O transporte multimodal é a melhor opção para o Brasil, a associação de vários sistemas de transporte e a criação de terminais rodovia ferroviários e hidroviários, reduziriam fretes, aumentariam a competitividade dos produtos e uma maior integração territorial. Estão corretas as proposições:
  7. 7. PUC-PR 2007
    Numa análise do que denominou de meio técnico-científico-informacional no espaço brasileiro, o geógrafo Milton Santos, apresentou o mapa abaixo, contendo os principais elementos dos sistemas de engenharia do transporte nacional. Observe com atenção o mapa. Sobre a distribuição espacial das principais vias de transporte, portos e aeroportos do país, analise as afirmações adiante. (  ) Há uma proporcionalidade entre as áreas das regiões geográficas do país e a concentração dos sistemas de vias de transportes, portos e aeroportos. (  ) Na Região Nordeste, as hidrovias indicadas situam-se sobre duas importantes bacias hidrográficas que atravessam a região: a do São Francisco e a do Parnaíba. (  ) Na Amazônia, os aeroportos domésticos se espalham por diversas cidades da região, em grande parte devido às dificuldades de outras formas de acesso - como o rodoviário e ferroviário - e para atender aos interesses das empresas extrativistas dos recursos minerais e florestais. (  ) Se consideradas as extensões das malhas viárias, constata-se uma menor atenção voltada ao sistema ferroviário brasileiro na atualidade. (  ) A concentração dos sistemas de engenharia de transporte na região sudeste e, de modo particular, no Estado de São Paulo, se explica principalmente pela importância econômica e demográfica dessa região e desse Estado no contexto nacional. (  ) Regiões de colonização mais recente, o Centro-Oeste e o Norte, apresentam situação muito similar no que diz respeito à importância do sistema hidroviário na interligação de suas cidades e na circulação de suas mercadorias. (  ) No Estado do Paraná, além do Aeroporto de Curitiba, os demais aeroportos indicados no mapa - os principais do interior do estado - são os de Foz do Iguaçu, Guarapuava e Londrina. A alternativa que indica corretamente e na sequência as afirmações verdadeiras (com 'V') e as falsas (com 'F') é:
  8. 8. ENEM 2017
     Os maiores consumidores da infraestrutura logística para exportação no Brasil são os produtos a granel, dentre os quais se destacam o minério de ferro, petróleo e seus derivados e a soja, que, por possuírem baixo valor agregado, e por serem movimentados em grandes volumes, necessitam de uma infraestrutura de grande porte e baixos custos. No caso da soja, a infraestrutura deixa muito a desejar, resultando em enormes filas de navios, caminhões e trens, que, por ficarem grande parte do tempo ociosos nas filas, têm seu custo majorado, onerando fortemente o exportador, afetando sua margem de lucro e ameaçando nossa competitividade internacional. FLEURY P. F. A infraestrutura e os desafios logísticos das exportações brasileiras. Rio de Janeiro: CEL; Coppead; UFRJ. 2005 (adaptado). No contexto do início do século XXI, uma ação para solucionar os problemas logísticos da soja apresentados no texto seria a
  9. 9. UFU 2001
    Etapa avançada da integração entre os transportes e a economia no Brasil, os chamados "corredores de exportação" são:
  10. 10. FGV 2006
    Nestes últimos anos, a movimentação da produção de milhões de toneladas de soja tem requerido cada vez mais velocidade com qualidade e baixos custos, pois o frete é um componente importante no preço final de produtos agrícolas. Pode-se mesmo afirmar que a distribuição seletiva de grandes sistemas de transporte tem provocado profundas transformações no uso do território brasileiro. Assinale a alternativa que apresenta um título adequado ao texto.
  11. 11. UEL 2009
    Na década de 1990 aprofunda-se a relação entre o território brasileiro e o mercado externo através de um aumento intenso do fluxo de mercadorias. Existem 46 portos, distribuidos pela costa marítima e pelas vias fluviais interiores, dos quais 36 movimentam cargas para o mercado externo. Pelos portos brasileiros fluem 96,5% em peso, das mercadorias transacionadas pelo pais, dado que revela a importância destes fixos para a fluidez territorial. Fortes transformações técnicas e politicas definem a situação atual dos portos brasileiros. Novas instalações e equipamentos são incorporados de forma acelerada a sua performance operacional, como contêineres, guindastes especializados, armazéns, etc. (Adaptado de: ARROYO, M. Fluidez e porosidade do território brasileiro no contexto da integração continental. In: SILVEIRA, M. L. Continente em chamas: globalização e território na América Latina. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005. p. 211 e 218.) Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas a seguir. I. A partir dos anos de 1990, os portos brasileiros, antes operados pela iniciativa privada, passaram ao controle integral do Estado, transformando-se em mais uma manifestação da presença estatal na economia. II. A modernização dos portos brasileiros implicou forte aumento do uso de equipamentos mecânicos, informatização e racionalização das operações de embarque e desembarque de mercadorias para reduzir o tempo de permanência dos navios. III. Além das transformações técnicas nos portos, também os navios passaram por mudanças que redundaram em maior porte e especialização das embarcações e no crescimento da participação de empresas estrangeiras nos fretes de exportações brasileiras. IV. Os principais destinos do conjunto das exportações brasileiras são, pela ordem, a China que recebe 25% das vendas nacionais, e o México, porta de entrada do NAFTA, país que recebe 15% do total das vendas brasileiras para o exterior. Assinale a alternativa CORRETA.
  12. 12. ENEM 2014
    A urbanização brasileira, no início da segunda metade do século XX, promoveu uma radical alteração nas cidades. Ruas foram alargadas, túneis e viadutos foram construídos. O bonde foi a primeira vítima fatal. O destino do sistema ferroviário não foi muito diferente. O transporte coletivo saiu definitivamente dos trilhos. JANOT, L. F. A caminho de Guaratiba. Disponível em: www.iab.org.br. Acesso em: 9 jan. 2014 (adaptado). A relação entre transportes e urbanização é explicada, no texto, pela
  13. 13. ENEM 2017
    A instalação de uma refinaria obedece a diversos fatores técnicos. Um dos mais importantes é a localização, que deve ser próxima tanto dos centros de consumo como das áreas de produção. A Petrobras possui refinarias estrategicamente distribuídas pelo país. Elas são responsáveis pelo processamento de milhões de barris de petróleo por dia, suprindo o mercado com derivados que podem ser obtidos a partir de petróleo nacional ou importado. MURTA, A. L. S. Energia: o vício da civilização; crise energética e alternativas sustentáveis. Rio de Janeiro: Garamond, 2011. A territorialização de uma unidade produtiva depende de diversos fatores locacionais. A partir da leitura do texto, o fator determinante para a instalação das refinarias de petróleo é a proximidade a
  14. 14. PUC-RJ 2008
    Observe o gráflco a seguir e leia as afirmativas I - Dos países selecionados, somente o Brasil possui a mais extensa rede de rodovias, apesar da falta de integração com outros meios de transporte e das péssimas condições para o tráfego de veículos. II - Percebe-se que as diferenças entre os países são gritantes: o Brasil é o campeão no uso da modalidade rodoviária para a transferência de cargas dificultando a competitividade de muitos produtos nacionais, principalmente pelo custo excessivo na relação combustível - tonelada - tempo. III - Os EUA utilizam mais o modal hidroviário se comparados aos outros países. Isto se deve, em grande parte, as suas políticas públicas para o setor e à proximidade das suas áreas produtivas de rios/canais navegãveis. IV - Constata-se que a intermodalidade de transporte está mais avançada na Austrália, Canadá, Rússia e EUA. Assinale a opção que apresenta as afirmativas corretas.
  15. 15. ENEM 2012
    A soma do tempo gasto por todos os navios de carga na espera para atracar no porto de Santos é igual a 11 anos — isso, contando somente o intervalo de janeiro a outubro de 2011. O problema não foi registrado somente neste ano. Desde 2006 a perda de tempo supera uma década. Folha de S. Paulo, 25 dez. 2011 (adaptado). A situação descrita gera consequências em cadeia, tanto para a produção quanto para o transporte. No que se refere à territorialização da produção no Brasil contemporâneo, uma dessas consequências é a
  16. 16. G1 - CFTSC 2010
    Com base na análise do mapa e em seus conhecimentos sobre a infraestrutura de transportes e circulação no Brasil, considere as seguintes proposições: I – Na Região Norte do Brasil predomina o uso de hidrovias, fato que pode ser explicado em parte, pela presença da Bacia do Rio Amazonas que possui muitos rios navegáveis. II – Existe uma maior densidade de meios de transporte nas Regiões Sudeste e Sul, pelo maior dinamismo econômico dessas áreas em relação às demais regiões do Brasil. III – As ferrovias são hoje em dia o principal meio de circulação de mercadorias e de pessoas no Brasil, especialmente nas Regiões Nordeste e Centro-oeste, onde estão mais presentes. Assinale a alternativa correta.
  17. 17. UFG 2012
    Na última década, o Brasil atingiu um patamar elevado de crescimento econômico. Isso ocorreu mediante a implementação de fortes investimentos estatais na ampliação de infraestrutura básica. Um dos métodos adotados é o Sistema de Integração Intermodal, que se caracteriza como
  18. 18. ENEM 2009
    A abertura e a pavimentação de rodovias em zonas rurais e regiões afastadas dos centros urbanos, por um lado, possibilita melhor acesso e maior integração entre as comunidades, contribuindo com o desenvolvimento social e urbano de populações isoladas. Por outro lado, a construção de rodovias pode trazer impactos indesejáveis ao meio ambiente, visto que a abertura de estradas pode resultar na fragmentação de habitats, comprometendo o fluxo gênico e as interações entre espécies silvestres, além de prejudicar o fluxo natural de rios e riachos, possibilitar o ingresso de espécies exóticas em ambientes naturais e aumentar a pressão antrópica sobre os ecossistemas nativos. BARBOSA, N. P. U; FERNANDES, G. W. A destruição do jardim. Scientific American Brasil. Ano 7, número 80, dez. 2008 (adaptado). Nesse contexto, para conciliar os interesses aparentemente contraditórios entre o progresso social e urbano e a conservação do meio ambiente, seria razoável
  19. 19. PUC-MG 2006
    Entre os condicionantes que devem ser considerados ao se avaliar a matriz de transportes de um determinado lugar, é INCORRETO afirmar:
  20. 20. PUC-RS 2012
    O sistema de transportes é um elemento fundamental para as economias mundiais. Os custos de deslocamento incidem sobre os custos das matérias-primas e dos produtos finais nos mercados. Sobre o sistema de transporte brasileiro, afirma-se: I. O desenho do sistema de transportes reflete as desigualdades regionais entre a Região Norte e a Região Sudeste. II. As rodovias dominam a matriz da rede de transportes, elevando os custos de deslocamento da produção nacional. III. O sistema ferroviário apresenta uma malha conservada, com deslocamentos dos trens em velocidade considerada ideal. IV. A implantação de hidrovias, como o sistema hidroviário Tietê-Paraná, é uma das alternativas para diminuir o impacto do valor do transporte no preço final de matérias-primas. Estão corretas apenas as afirmativas
  21. 21. UERJ 2010
    A comparação entre os gráficos permite associar as mudanças na rede de transporte aos seus impactos ambientais. A principal consequência sobre o meio ambiente resultante dos investimentos na matriz de transportes da União Europeia entre 1970 e 2004 é:
  22. 22. UEMG 2010
    DE VOLTA AOS TRILHOS “Os chineses repetem hoje os maciços investimentos que os Estados Unidos e países europeus fizeram em ferrovias no século XIX e dos quais até hoje se beneficiam. Mostram, com isso, que ter perdido o trem no passado não implica ficar acomodado no atraso - uma lição para a qual o Brasil deve prestar atenção, considerando que as ferrovias, ainda, são a principal solução para o deslocamento em massa de cargas e de pessoas em países de grande dimensão.” A ilustração, a seguir, mostra a distribuição da malha ferroviária em alguns países. Com base nas informações obtidas no texto e nos desenhos, acima, só é correto afirmar que
  23. 23. UFSM 2015
    Observe o mapa: De acordo com o mapa e seus conhecimentos, observe as afirmativas: I. Os maiores portos brasileiros podem ser classificados como portos de carga geral. II. Entre os portos especializados, destaca-se o de Areia Branca, no Rio Grande do Norte, criado principalmente para o transporte de sal marinho. III. Os portos litorâneos brasileiros possuem menor importância em volume de carga, em comparação com os portos hidroviários. Está(ão) correta(s)
  24. 24. PUC-RJ 2003
    O aumento crescente dos fluxos de mercadorias mostra a necessidade de adequar o meio de transporte à carga a ser transportada. Extraído de Magnoli, Demétrio; Araújo, Regina In: "Projeto de Ensino de Geografia". São Paulo: Moderna, 2000. A partir do texto e do gráfico, analise as afirmativas sobre custos de deslocamento de carga: I) os dutos, as hidrovias e as ferrovias apresentam, de um modo geral, baixo custo por unidade transportada; II) os custos dos transportes marítimos caíram devido ao aumento da capacidade dos navios e à modernização dos portos; III) a relação entre peso e valor das mercadorias determina o meio de transporte a ser utilizado; IV) os custos relativos dos diferentes modos de transporte dependem da extensão dos trajetos. Estão corretas as afirmativas:
  25. 25. UEL 2009
    Analise a tabela a seguir. Tabela II: Desigualdade Regional na Renda e na Provisão da Infraestrutura de Transportes no Brasil, 2000. Notas: 1 - valor referente ao ano de 2000; 2 - Rodovias federais pavimentadas. Fonte: Compilado de Castro (2004) Disponível em: Acesso em: 18 set. 2008.) Com base nas informações, é correto afirmar que a tabela:
  26. 26. UECE 2015
    Com relação à estruturação da rede de transportes no território brasileiro, assinale a opção INCORRETA.
  27. 27. ENEM 2009
    O suíço Thomas Davatz chegou a São Paulo em 1855 para trabalhar como colono na fazenda de café Ibicaba, em Campinas. A perspectiva de prosperidade que o atraiu para o Brasil deu lugar a insatisfação e revolta, que ele registrou em livro. Sobre o percurso entre o porto de Santos e o planalto paulista, escreveu Davatz: “As estradas do Brasil, salvo em alguns trechos, são péssimas. Em quase toda parte, falta qualquer espécie de calçamento ou mesmo de saibro. Constam apenas de terra simples, sem nenhum benefício. É fácil prever que nessas estradas não se encontram estalagens e hospedarias como as da Europa. Nas cidades maiores, o viajante pode naturalmente encontrar aposento sofrível; nunca, porém, qualquer coisa de comparável à comodidade que proporciona na Europa qualquer estalagem rural. Tais cidades são, porém, muito poucas na distância que vai de Santos a Ibicaba e que se percorre em cinquenta horas no mínimo”. Em 1867 foi inaugurada a ferrovia ligando Santos à Jundiaí, o que abreviou o tempo de viagem entre o litoral e o planalto para menos de um dia. Nos anos seguintes, foram construídos outros ramais ferroviários que articularam o interior cafeeiro ao porto de exportação, Santos. DAVATZ, T. Memórias de um colono no Brasil. São Paulo: Livraria Martins, 1941 (adaptado). O impacto das ferrovias na promoção de projetos de colonização com base em imigrantes europeus foi importante, porque
  28. 28. PUC-MG 2001
    Segundo o IBGE, em 1991, o Brasil possuía 1.661.849 quilômetros de rodovias contra 30.177 quilômetros de ferrovias. Essa opção pelo rodoviarismo é explicada pelos seguintes fatores, EXCETO:
  29. 29. PUC-RJ 2014
    O sistema portuário brasileiro está sendo reorganizado para eliminar parte dos gargalos infraestruturais que reduzem os investimentos nacionais e internacionais no país. Chama-se atenção, nesse processo, para o crescimento e valorização cada vez maior dos portos secos no território nacional. Porto seco é:
  30. 30. UNICAMP 2016
    Sobre o papel da cabotagem no processo de formação do território brasileiro, é correto afirmar:
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login