Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de Urbanização

Voltar para Urbanização

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Urbanização dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Geografia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. ENEM 2013
    Trata-se de um gigantesco movimento de construção de cidades, necessário para o assentamento residencial dessa população, bem como de suas necessidades de trabalho, abastecimento, transportes, saúde, energia, água, etc. Ainda que o rumo tomado pelo crescimento urbano não tenha respondido satisfatoriamente a todas essas necessidades, o território foi ocupado e foram construídas as condições para viver nesse espaço. MARICATO, E. Brasil, cidades: alternativas para a crise urbana. Petrópolis, Vozes, 2001. A dinâmica de transformação das cidades tende a apresentar como consequência a expansão das áreas periféricas pelo(a):
  2. 2. ENEM 2015
    O processo de concentração urbana no Brasil em determinados locais teve momentos de maior intensidade e, ao que tudo indica, atualmente passa por uma desaceleração no ritmo de crescimento populacional nos grandes centros urbanos. BAENINGER, R. Cidades e Metrópoles: a desaceleração no crescimento populacional e novos arranjos regionais. Disponível em: www.sbsociologia.com.br. Acesso em: 12 dez. 2012 (adaptado). Uma causa para o processo socioespacial mencionado no texto é o(a)
  3. 3. ENEM 2017
    A configuração do espaço urbano da região do Entorno do Distrito Federal assemelha-se às demais aglomerações urbanas e regiões metropolitanas do pais, onde é facilmente identificável a constituição de um centro dinâmico e desenvolvido, onde se concentram as oportunidades de trabalho e os principais serviços, e a constituição de uma região periférica concentradora de população de baixa renda, com acesso restrito às principais atividades com capacidade de acumulação e produtividade, e aos serviços sociais e infraestrutura básica. CAIADO, M. C. A migração intrametropolitana e o processo de estruturação do espaço da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno. In: HOGAN, D. J. et al. (Org.). Migração e ambiente nas aglomerações urbanas. Campinas: Nepo/Unicamp, 2002. A organização interna do aglomerado urbano descrito é resultado da ocorrência do processo de
  4. 4. ENEM 2016
    O conceito de função social da cidade incorpora a organização do espaço físico como fruto da regulação social, isto é, a cidade deve contemplar todos os seus moradores e não somente aqueles que estão no mercado formal da produção capitalista da cidade. A tradição dos códigos de edificação, uso e ocupação do solo no Brasil sempre partiram do pressuposto de que a cidade não tem divisões entre os incluídos e os excluídos socialmente. QUINTO JR., L. P. Nova legislação urbana e os velhos fantasmas Estudos Avançados (USP), n. 47, 2003 (adaptado) Uma política governamental que contribui para viabilizar a função social da cidade, nos moldes indicados no texto, é a
  5. 5. ENEM 2017
    Está cada vez mais difícil delimitar o que é rural e o que é urbano. Pode-se dizer que o rural hoje só pode ser entendido como um continuum do urbano do ponto de vista espacial; e do ponto de vista da organização da atividade econômica, as cidades não podem mais ser identificadas apenas com a atividade industrial, nem os campos com a agricultura e a pecuária. SILVA, J. G. O novo rural brasileiro.Nova Economia, n. 7, maio 1997.   As articulações espaciais tratadas no texto resultam do(a)
  6. 6. UNICAMP 2014
    Em termos genéricos, a rede urbana constitui-se no conjunto de centros urbanos funcionalmente articulados entre si. É, portanto, um tipo particular de rede na qual os vértices ou nós representam os diferentes núcleos de povoamento dotados de funções urbanas, e as linhas representam os diversos fluxos entre esses centros. (Adaptado de Roberto Lobato Corrêa, Trajetórias Geográficas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.) Sobre a rede urbana brasileira é correto afirmar que:
  7. 7. FGV 2015
    A população brasileira cresceu 0,86% entre 2013 e 2014, segundo o IBGE. O total de habitantes nos 5570 municípios do país chegou a 202.768.562 habitantes em julho de 2014, mas o percentual de crescimento não foi uniforme em todos eles. (Valor Econômico, 29.08. 2014) A partir dos dados da tabela e dos seus conhecimentos sobre a população brasileira, é correto concluir que:
  8. 8. G1 - CFTMG 2014
    A urbanização intensificou-se com o advento do capitalismo industrial, causando transformações no espaço geográfico. O incremento da tecnologia impactou o segmento econômico, levando a formação de significativos aglomerados urbanos com mais de dez milhões de habitantes, sobretudo em países subdesenvolvidos e emergentes. Nesse contexto, esse espaço refere-se às:
  9. 9. ENEM 2014
    O fluxo migratório representado está associado ao processo de:
  10. 10. UNESP 2013
    O processo de desconcentração industrial no estado de São Paulo, iniciado na década de 1970, alterou profundamente seu mapa e território: a mancha metropolitana da capital se expandiu em direção ao Vale do Paraíba, Sorocaba e às regiões de Campinas e Ribeirão Preto, conglomerados urbanos especializados se formaram ao longo de uma densa malha rodoviária e as cidades médias assumiram a liderança do mercado em seu entorno. (Claudia Izique. Pesquisa FAPESRquho de 2012.) A transformação da indústria na metrópole de São Paulo pode ser entendida pela modificação do sistema de produção, associada aos avanços em transporte e comunicação. As empresas que participaram desse processo procuravam:
  11. 11. UEG 2007
    No processo de reestruturação da rede urbana brasileira a partir da década de 1970, cabe reconhecer que, nos novos papéis e valores desempenhados pelas cidades e suas respectivas regiões, identificam-se novas funções urbanas e novas interações espaciais nas escalas intra e interurbana. Assim, a rede urbana brasileira pode ser caracterizada pelas diversas relações que assume (relação cidade-campo, relação entre cidades, redes de comunicação e transporte, entre outras) e que possibilitam a sua integração, marcada, no entanto, por disparidades regionais. Em relação a esse processo, julgue a validade das proposições a seguir. I. O Sudeste possui as maiores cidades, as quais estão bem articuladas nas escalas regional, nacional e internacional, inclusive abrigando uma metrópole global. II. A região Norte encontra-se parcialmente desarticulada do território nacional, destacando-se, no entanto, algumas metrópoles com influência regional, como, por exemplo, Manaus e Belém. III. A região Nordeste possui a segunda rede urbana mais importante do país, destacando-se a área litorânea onde estão localizadas as regiões metropolitanas de Salvador, Recife e Fortaleza. IV. O Centro-Oeste revela uma nova dinâmica urbana por causa da expansão do setor agropecuário, que possibilita a atração populacional, favorecendo o surgimento de novos núcleos urbanos, como Chapadão do Céu (GO), Alta Floresta (MT) e Chapadão do Sul (MS). V. A região Sul apresenta também as mesmas características da região Centro-Oeste, com poucas cidades importantes e um sistema de comunicação e transporte precário. Assinale a alternativa CORRETA:  
  12. 12. ENEM 2017
    As intervenções da urbanização, com a modificação das formas ou substituição de materiais superficiais, alteram de maneira radical e irreversível os processos hidrodinâmicos nos sistemas geomorfológicos, sobretudo no meio tropical úmido, em que a dinâmica de circulação de água desempenha papel fundamental. GUERRA, A. J. T.; JORGE, M. C. O. Processos erosivos e recuperação de áreas degradadas. São Paulo: Oficina de Textos,2013 (adaptado).   Nesse contexto, a influência da urbanização, por meio das intervenções técnicas esse ambiente, favorece o
  13. 13. UEL 2010
    TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: O mapa a seguir representa a região metropolitana de São Paulo ligada aos municípos de seu entorno, sendo esse mosaico de cidades formado por um grande emaranhado de elementos naturais e antrópicos. Com base no mapa, responda à questão. Assinale a alternativa que corretamente caracteriza o fenômeno urbano que o mapa aponta.
  14. 14. ENEM 2017
    O fenômeno da mobilidade populacional vem, desde as últimas décadas do século XX, apresentando transformações significativas no seu comportamento, não só no Brasil como também em outras partes do mundo. Esses novos processos se materializam, entre outros aspectos, na dimensão interna, pelo redirecionamento dos fluxos migratórios para as cidades médias, em detrimento dos grandes centros urbanos; pelos deslocamentos de curta duração e a distâncias menores; pelos movimentos pendulares, que passam a assumir maior relevância nas estratégias de sobrevivência, não mais restritos aos grandes aglomerados urbanos. OLIVEIRA, L. A. P.; OLIVEIRA, A. T. R. Reflexões sobre os deslocamentos populacionais no Brasil. Rio de Janeiro: IBGE, 2011 (adaptada). A redefinição dos fluxos migratórios internos no Brasil, no período apontado no texto, tem como causa a intensificação do processo de
  15. 15. ENEM 2014
    A urbanização brasileira, no início da segunda metade do século XX, promoveu uma radical alteração nas cidades. Ruas foram alargadas, túneis e viadutos foram construídos. O bonde foi a primeira vítima fatal. O destino do sistema ferroviário não foi muito diferente. O transporte coletivo saiu definitivamente dos trilhos. JANOT, L. F. A caminho de Guaratiba. Disponível em: www.iab.org.br. Acesso em: 9 jan. 2014 (adaptado). A relação entre transportes e urbanização é explicada, no texto, pela
  16. 16. ENEM 2013
    Embora haja dados comuns que dão unidade ao fenômeno da urbanização na África, na Ásia e na América Latina, os impactos são distintos em cada continente e mesmo dentro de cada país, ainda que as modernizações se deem com o mesmo conjunto de inovações. ELIAS, D. Fim do século e urbanização no Brasil. Revista Ciência Geográfica, ano IV, n. 11, set./dez. 1988. O texto aponta para a complexidade da urbanização nos diferentes contextos socioespaciais. Comparando a organização socioeconômica das regiões citadas, a unidade desse fenômeno é perceptível no aspecto
  17. 17. ENEM 2013
    Os mapas representam distintos padrões de distribuição de processos socioespaciais. Nesse sentido, a menor incidência de disputas territoriais envolvendo povos indígenas se explica pela
  18. 18. ENEM 2016
    FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO. Déficit habitacional municipal no Brasil 2010. Belo Horizonte: FJPCE, 2013. Relacionando as informações do mapa com o processo de ocupação brasileiro, as áreas de maior precariedade estão associadas
  19. 19. ENEM 2016
    Os moradores de Andalsnes, na Noruega, poderiam se dar ao luxo de morar perto do trabalho nos dias úteis e de se refugiar na calmaria do bosque aos fins de semana. E sem sair da mesma casa. Bastaria achar uma vaga para estacionar o imóvel antes de curtir o novo endereço. Disponível em: http://casavogue.globo.com. Acesso em 3 out 2015 (adaptado) Uma vez implementada, essa proposta afetaria a dinâmica do espaço urbano por reduzir a intensidade do seguinte processo:
  20. 20. UFG 2012
    Leia a tabela a seguir. População mundial segundo as regiões - 2010 (em bilhões). RELATÓRIO SOBRE A SITUAÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL - 2010. Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA). Disponível em: . Acesso em: 7 fev. 2012. De acordo com os dados da tabela acima, metade da população mundial (50%) vivia em 2010 nas cidades, sendo que a previsão da ONU para 2015 é que este porcentual será de 54%. Estes indicadores apontam a intensificação do processo de urbanização no mundo. Considerando-se a tabela e os conhecimentos a respeito do processo de urbanização, constata-se que, nas regiões:
  21. 21. ENEM 2014
    No século XIX, o preço mais alto dos terrenos situados no centro das cidades é causa da especialização dos bairros e de sua diferenciação social. Muitas pessoas, que não têm meios de pagar os altos aluguéis dos bairros elegantes, são progressivamente rejeitadas para a periferia, como os subúrbios e os bairros mais afastados. RÉMOND, R. O século XIX. São Paulo: Cultrix, 1989 (adaptado). Uma consequência geográfica do processo espacial descrito no texto é a:
  22. 22. ENEM 2016
    O Rio de Janeiro tem projeção imediata no próprio estado e no Espírito Santo, e parcela do Sul do estado da Bahia, e na Zona da Mata, e Minas Gerais, onde tem influência dividida com Belo Horizonte. Compõem a rede urbana do Rio de Janeiro, entre outras cidades: Vitória, Juiz de Fora, Cachoeiro de Itapemirim, Campos dos Goytacazes, Volta Redonda - Barra Mansa, Teixeira de Freitas, Angra dos Reis e Teresópolis. Disponível em: http://ibge.gov.br. Acesso em: 9 jul.2015 (adaptado), O conceito que expressa a relação entre o espaço apresentado e a cidade do Rio de Janeiro é:
  23. 23. ENEM 2014
    A Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, que começa a ser construída apenas em 1905, foi criada, ao contrário das outras grandes ferrovias paulistas, para ser uma ferrovia de penetração, buscando novas áreas para a agricultura e povoamento. Até 1890, o café era quem ditava o traçado das ferrovias, que eram vistas apenas como auxiliadoras da produção cafeeira. CARVALHO, D. F. Café, ferrovias e crescimento populacional: o florescimento da região noroeste paulista. Disponível em: www.historica.arquivoestado.sp.gov.br. Acesso em: 2 ago. 2012. Essa nova orientação dada à expansão ferroviária, durante a Primeira República, tinha como objetivo a:
  24. 24. UFU 2007
    Observe a tabela. Com relação ao processo de urbanização e industrialização do mundo, analise as afirmativas a seguir. I - Com exceção da China e da Índia, com as maiores populações do planeta e industrialização recente, todos os países industrializados são urbanizados. II - Há países que apresentam índices muito baixos de industrialização e outros que praticamente não dispõem de um parque industrial, no entanto, são urbanizados. III - Nos países subdesenvolvidos, independente do nível de industrialização, a grande transferência da população do campo para a cidade, notadamente para as grandes metrópoles, agravou os problemas urbanos, consequência da macrocefalia urbana. Estão corretas as afirmativas:
  25. 25. UNESP 2012
    Analise a charge. Sobre o processo de produção do espaço urbano e o acesso à moradia no Brasil, é correto afirmar que
  26. 26. FUVEST 2009
    A recente urbanização brasileira tem características parcialmente representadas nas situações I e II dos esquemas a seguir. Considerando essas situações, é correto afirmar que, entre outros processos,
  27. 27. ENEM 2010
    Os lixões são o pior tipo de disposição final dos resíduos sólidos de uma cidade, representando um grave problema ambiental e de saúde pública. Nesses locais, o lixo é jogado diretamente no solo e a céu aberto, sem nenhuma norma de controle, o que causa, entre outros problemas, a contaminação do solo e das águas pelo chorume (líquido escuro com alta carga poluidora, proveniente da decomposição da matéria orgânica presente no lixo). RICARDO, B.; CANPANILLI, M. Almanaque Brasil Socioambiental 2008. São Paulo, Instituto Socioambiental, 2007. Considere um município que deposita os resíduos sólidos produzidos por sua população em um lixão. Esse procedimento é considerado um problema de saúde pública porque os lixões
  28. 28. ENEM 2011
    Subindo morros, margeando córregos ou penduradas em palafitas, as favelas fazem parte da paisagem de um terço dos municípios do país, abrigando mais de 10 milhões de pessoas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). MARTINS, A. R. A favela como um espaço da cidade. Disponível em: http://www.revistaescola.abril.com.br. Acesso em: 31 jul. 2010. A situação das favelas no país reporta a graves problemas de desordenamento territorial. Nesse sentido, uma característica comum a esses espaços tem sido
  29. 29. UERJ 2011
    Na imagem, visualiza-se a região da Baixada Santista, com as diversas cidades que compõem esse espaço do litoral paulista. A análise da imagem permite reconhecer a ocorrência do seguinte processo socioespacial comum em cidades de áreas metropolitanas:
  30. 30. UEPA 2012
    O crescimento precipitado das cidades em decorrência do acelerado desenvolvimento tecnológico da segunda metade do século XX produziu um espaço urbano cada vez mais fragmentado, caracterizado pelas desigualdades e segregação espacial, subemprego e submoradia, violência urbana e graves problemas ambientais. Sobre os problemas socioambientais nos espaços urbano-industriais é correto afirmar que:
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login