Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Banco de Exercícios

Lista de exercícios

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Urbanização dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Geografia com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 421. UNCISAL 2016
    O ciclo da borracha foi um importante momento da história econômica e social do Brasil. Esse período está relacionado com a extração e a comercialização da borracha. [...] Seu marco ocorreu na região amazônica, proporcionando a expansão da colonização. Tal fato acarretou grandes transformações socioculturais, formando vilas e povoados, na beira de rios, que depois se transformaram em cidades. Manaus, Porto Velho e Belém, entre outras, foram algumas das cidades que enriqueceram expressivamente durante o breve ciclo. D’AGOSTINI, S. et al. Ciclo econômico da borracha – seringueira. In.: Inst. Biol., São Paulo, v. 9, n.1, p. 6-14, jan./jun., 2013. Esse ciclo econômico provocou
  2. 422. UNIMONTES 2011
    A concentração de pessoas nas cidades tem provocado problemas de vários tipos; entre eles, destaca-se a ocupação ilegal do solo urbano. NÃO é considerado como moradia ilegal a ocupação em
  3. 423. UNIMONTES 2009
    Sobre o processo de migração e urbanização no Brasil, assinale a alternativa INCORRETA.
  4. 424. UNEMAT 2006
    As investidas da navegação fluvial através da hidrovia Paraná-Paraguai têm uma dimensão internacional que abrange países como Argentina, Uruguai, Bolívia e Paraguai, além do Brasil.   Sabendo que este investimento interessa ao Estado de Mato Grosso, assinale a alternativa CORRETA.
  5. 425. UNEB 2014
    Lembranças de Makoko, uma das mais famigeradas comunidades de posseiros em Lagos, na Nigéria — metrópole presa entre a modernidade e a miséria. Com centenas de modos de transferência assíncronos (ATM, na sigla em inglês), recordes de centros de internet e milhões de telefones celulares, essa cidade agitada e congestionada com 8 milhões a 17 milhões de habitantes (dependendo de onde se traça a linha de contorno ou de quem faz a contagem) está conectada à grade global. Centro internacional de negócios empresariais e capital comercial do país mais populoso da África, Lagos atrai perto de 600 mil novos visitantes todos os anos. Mas a maioria dos bairros, mesmo alguns dos melhores, não dispõe de água encanada, saneamento básico e eletricidade. Makoko — parte sobre terra firme, parte flutuando sobre lagoas — é uma das comunidades mais carentes da megalópole. Bairros como esse existem no mundo todo. [...] Quando os governos negam a essas comunidades o direito de existir, as pessoas demoram mais para melhorar suas casas. Quando as autoridades do Rio de Janeiro decretaram guerra às favelas nos anos 60, por exemplo, as pessoas temiam ser expulsas de suas casas, ou que estas fossem incendiadas e por isso não tinham pressa em melhorá-las. A maioria das favelas permaneceu primitiva — pouco diferentes das cabanas de barro e dos barracos de madeira de Mumbai e Nairóbi. Mas quando os políticos perceberam a reação e passaram a se comprometer com as comunidades, elas começaram a proliferar sem controle. NEUWIRTH, 2013. p. 22.     Considerando-se as informações contidas no texto e os conhecimentos sobre a organização do espaço mundial, é correto afirmar:
  6. 426. PUC-RS 2015
      Uma megalópole é uma grande aglomeração populacional constituindo uma reunião articulada de várias áreas metropolitanas. A formação de megalópoles ocorre quando os fluxos de pessoas, capitais, informações, mercadorias e serviços entre duas metrópoles, como transportes e telecomunicações, estão plenamente integrados.   São exemplos de megalópoles os eixos 1. Rio de Janeiro – São Paulo 2. Tóquio – Osaka/Kobe 3. Boston – Chicago 4. Reno – Ruhr   Estão corretos apenas os itens
  7. 427. MACKENZIE 2012
    Bolívia é entrave à expansão do Brasil na América Latina 03 de outubro de 2011   A paralisação, na Bolívia, de uma obra brasileira de 420 milhões de dólares, rejeitada por grupos indígenas, expõe a volatilidade de alguns lugares da América Latina e pode se repetir conforme construtoras brasileiras acelerarem sua agressiva expansão regional.   A oposição a uma rodovia de 300 quilômetros, que a empreiteira OAS pretende abrir na Amazônia boliviana, gerou uma situação delicada para Evo Morales, primeiro presidente indígena da história da Bolívia. Os indígenas iniciaram uma marcha de protesto com a intenção de chegar a La Paz, mas foram dissolvidos com violência pela polícia na metade da manifestação, em um incidente que levou à demissão de dois ministros. Depois disso, Morales prometeu submeter a obra a um referendo, cuja data ainda não foi acertada. http://www.estadao.com.br   Após a leitura do texto, julgue as afirmações abaixo, assinalando verdadeiro (V) ou falso (F).   (     ) A paralisação da construção da rodovia inviabiliza a ambição do Brasil de obter um acesso ao oceano Pacífico para exportar, principalmente, para a China. (     ) O Maciço de Urucum possui grandes reservas de ferro e de manganês, porém pouco exploradas. A rodovia facilitaria a exportação e a implementação de projetos nessa região brasileira. Sua produção de ferro é destinada, principalmente, ao mercado argentino. (     ) O Presidente Evo Morales é o primeiro indígena a assumir o cargo. Promoveu reformas estruturais, sobretudo a nacionalização dos hidrocarbonetos (gás e petróleo), e, por meio de um decreto presidencial, estabeleceu a recuperação da propriedade, da posse e do controle de tais recursos para a Bolívia. (     ) A Bolívia é um país situado no centro-oeste da América do Sul e, no seu território, a Cordilheira dos Andes atinge a largura máxima. É politicamente importante para o Brasil, devido à sua faixa litorânea com o oceano Pacífico.   Dessa forma, a sequência correta, de cima para baixo, é
  8. 428. UFMG 2002
    No Brasil, o setor de transportes tem passado por mudanças significativas nos últimos tempos. Todas as alternativas apresentam características que refletem essas mudanças, EXCETO
  9. 429. ESPM 2014
    As provas oferecidas pela Siemens e por seus executivos ao Cade são contun­dentes. Entre elas, consta um depoimento bombástico prestado no Brasil em junho de 2008 por um funcionário da Siemens da Alemanha. ISTOÉ teve acesso às sete páginas da denúncia. Nelas, o ex-funcioná­rio, que prestou depoimento voluntário ao Ministério Público, revela como funciona o esquema de desvio de dinheiro dos cofres públicos e fornece os nomes de autorida­des e empresários que participavam da tramoia. Fonte: Isto é, 19/07/2013.   A matéria retrata: 
  10. 430. UNESP 2016
    Base da formação, há 35 anos, do Polo Industrial de Camaçari, considerado o maior do gênero no Hemisfério Sul, na região metropolitana de Salvador (BA), a indústria química e petroquímica pode estar em via de extinção no local, onde seguidos fechamentos de fábricas do setor no polo ilustram a situação. Apenas na última década, a Braskem – maior indústria do setor no local – fechou três de suas oito unidades. Além dela, deixaram o polo ou reduziram bastante a atividade, nos últimos cinco anos, grandes empresas internacionais, como Dow, DuPont, Air Products e Taminco, entre outras. (www.estadao.com.br. Adaptado.)     Constituem motivos para a saída das indústrias do ramo químico e petroquímico do Polo Industrial de Camaçari
  11. 431. UFPR 2016
    A interiorização do povoamento [do Brasil] foi devida, de um lado, à mineração e, de outro, à criação de gado nas fazendas. A exploração dos diamantes e do ouro foi responsável pela existência de inúmeros núcleos de vida urbanos no interior dos Estados de Minas Gerais, Bahia, Goiás e Mato Grosso. Três áreas principais de criação de gado despontavam nos albores do século XIX: os sertões do Norte e do Nordeste, que abasteciam a zona agrícola do litoral; a zona de mineração, Minas Gerais, que contava com melhores condições técnicas; e os campos do Sul, que serviram à produção de couro e charque. (SANTOS, M; SILVEIRA, M. L. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2001, p. 33.)     Com base nas informações do texto e nos conhecimentos sobre a formação econômica do espaço nacional, identifique as afirmativas a seguir como verdadeiras (V) ou falsas (F):   ( ) A expansão das fronteiras terrestres em direção oeste, que culminou com a ampliação do território do Brasil, foi responsável pela dinâmica econômica acima descrita.   ( ) A dinâmica econômica citada, quando consolidada no final do século XIX, mostrava que, apesar da grande extensão, o território nacional apresentava alto índice de integração econômica.   ( ) O movimento econômico descrito no texto estava associado à industrialização na região litorânea e demonstrava uma economia cujo padrão espacial era de complementaridade de atividades entre o setor secundário e o primário.   ( ) A criação de gado e a mineração foram processos econômicos que podem ser considerados complementares, apesar de ocorrerem em diferentes regiões do espaço brasileiro.   Assinale alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.
  12. 432. UEG 2004
    O Brasil descarta anualmente mais de 30 milhões de pneus velhos e entulhos de construção civil em lixões, depósitos, quintais e em outros lugares improvisados, como margens de rios e matas. A implantação de projetos de reciclagem é uma das soluções para os resíduos e vem sendo introduzida em alguns municípios brasileiros.   Sobre a reciclagem de resíduos, marque a alternativa INCORRETA:
  13. 433. PUC-RS 2015
    As atuais regiões metropolitanas brasileiras foram instituídas por lei aprovada no Congresso Nacional, pois a Constituição Brasileira possibilita a estadualização do reconhecimento dessas regiões pelos Estados. Resulta daí, por exemplo, a criação de regiões metropolitanas como as 1. de Campinas. 2. de Londrina. 3. do Vale do Itajaí. 4. do Vale do Aço.   Estão corretos os itens
  14. 434. UEL 2010
      Texto I Dados do IBGE (2000), apontam para a configuração de uma hierarquia da rede urbana no Brasil com a classificação de quatro categorias de estudo: - Metrópoles globais, nacionais e regionais (13 centros urbanos, exceto Manaus) - Centros regionais (16 centros, com 13 aglomerações urbanas não-metropolitanas). Ex: Ribeirão Preto - SP, Londrina - PR, Florianópolis - SC, Uberlândia - MG, entre outras. - Centros sub-regionais 1 e 2 (82 centros urbanos, sendo 31 CSR 1 e 51 CSR 2). Exs: CSR1: Maringá - PR; Joinville - SC; Criciúma - SC; São Carlos - SP; Uberaba - MG, entre outras. - Centros de expressão local e cidades pequenas (o restante dos municípios do país). Texto II Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA (1999) mostram que o processo de urbanização no Brasil, nos anos 80 e 90, levou à formação de 12 metrópoles e 37 aglomerações urbanas não metropolita- nas, concentrando aproximadamente 47% da população do país, segundo critérios estabelecidos por aquele instituto. Santos, E. C. Caracterização do sistema urbano brasileiro e seus principais problemas. Ensaio. Curitiba, 2005.   Sobre a rede urbana brasileira, um dos critérios adotados para a classificação das cidades é o tamanho. Com relação ao tamanho das cidades brasileiras, pode-se afirmar:
  15. 435. UNCISAL 2014
    Ainda que pequeno quando comparado aos Estados Unidos, o setor ferroviário brasileiro mobilizou consideráveis capitais pelo vulto dos investimentos necessários. Ao lado dos aspectos econômicos, [elas] repercutiram sobre o conjunto sociocultural, redefinindo hábitos e práticas. PAULA, João Antônio de. O processo econômico. Rio de Janeiro: Objetiva, 2012 (adaptado).   No Brasil, o sistema ferroviário contribuiu para  
  16. 436. UFV 2012
    A expansão das manchas urbanas muito contribuiu para o aumento da retenção de calor junto à superfície. Com a mudança do balanço de calor da cidade, começou a se desenvolver um fenômeno conhecido com o nome de ilha de calor.   Considerando as informações sobre o desenvolvimento do fenômeno da ilha de calor, assinale a alternativa que apresenta um fator geográfico que NÃO contribui para a formação desse fenômeno:
  17. 437. FGV-RJ 2015
    A cidade de Nova York, que se tornou um exemplo de adoção de faixas para ciclistas em grandes metrópoles, também enfrentou resistências e conflitos por causa do programa da ex-diretora do Departamento de Transporte Jannet Sadik-Khan. Durante os seis anos de sua gestão, de 2007 a 2013, ela mudou a face da cidade. Implantou 450 quilômetros de caminhos para bicicletas, fechou o Times Square para a circulação de veículos e ‘roubou’ espaços das ruas para as chamadas 'plazas' – locais de convivência, com mesinhas, cadeiras, guarda-sóis e quiosques de alimentação. Folha de S. Paulo. NY enfrentou protestos, mas tinha metrô e trens eficientes. 10/08/2014, p. C7. Adaptado.   Considerando-se as metrópoles brasileiras, pode-se inferir que:
  18. 438. UFG 2008
    O território brasileiro é expressão da articulação entre os diferentes lugares que o constituem. Desse ponto de vista, Brasília e seu entorno se situam atualmente como
  19. 439. UNEMAT 2012
    Em 2007, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE publicou o estudo denominado “Regiões de Influência das Cidades”, que mostra as redes formadas pelos principais centros urbanos do País, classificando-as em Grande Metrópole Nacional, Metrópole Nacional, Metrópole, Capital Regional (subdivida em três níveis: A, B e C), Centro Subregional (subdividido em nível A e B), e Centro de Zona (também subdividido em nível A e B) (IBGE, 2007). Esta classificação apresenta a hierarquia da rede urbana e a influência de determinadas cidades sobre a circunvizinhança.     Considerando esta classificação para o estado de Mato Grosso, assinale a alternativa incorreta. 
Gerar PDF da Página