0.5x 1x 1.5x 2x
Gramática

ENEM 2015 - Questão 133

Prof.ª Priscila timer 05:57

Aquarela

O corpo no cavalete

é um pássaro que agoniza

exausto do próprio grito.

As vísceras vasculhadas

principiam a contagem

regressiva.

No assoalho o sangue

se decompõe em matizes

que a brisa beija e balança:

o verde – de nossas matas

o amarelo – de nosso ouro

o azul – de nosso céu

o branco o negro o negro

CACASO. In: HOLLANDA, H. B (Org.). 26 poetas hoje. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2007.

Situado na vigência do Regime Militar que governou o Brasil, na década de 1970, o poema de Cacaso edifica uma forma de resistência e protesto a esse período, metaforizando

a) as artes plásticas, deturpadas pela repressão e censura.

b) a natureza brasileira, agonizante como um pássaro enjaulado.

c) o nacionalismo romântico, silenciado pela perplexidade com a Ditadura.

d) o emblema nacional, transfigurado pelas marcas do medo e da violência.

e) as riquezas da terra, espoliadas durante o aparelhamento do poder armado.

Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.