Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de Regência

Voltar para Regência

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Regência dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Gramática com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. UTFPR 2007
    Praga é a cidade NA QUAL Mozart viu "estourar" suas óperas "As bodas de Figaro" e "Don Giovani". O termo destacado pode ser substituído, sem ferir a norma culta ou alterar o sentido, por I) em que. II) quando. III) onde. Está(ão) correta(s) apenas: 
  2. 2. G1 - IFSP 2011
    Assinale a alternativa que completa, correta e respectivamente, as frases a seguir. O rapaz estava propenso ________ aceitar a responsabilidade. A estilista procedeu __________ escolha das modelos para o desfile O aluno está incerto __________ o significado da palavra.
  3. 3. UTFPR 2007
    AONDE VOCE VAI, TE VEEM. FINALMENTE O COMPUTADOR FICOU PESSOAL. Webcam integrada: a mobilidade agora é visual. Notebook para Entretenimento Digital HP Pavilion dvl 760br com Tecnologia Móvel lntel Centrino Duo, com webcam e microfone integrados. Converse em tempo real como se estivesse junto dos seus amigos, mesmo que você esteja longe. Tão longe quanto a mais avançada tecnologia móvel pode te levar. Tudo isso com garantia de 1 ano e suporte gratuito on-line para você resolver do próprio computador suas dúvidas e problemas. Acesse www.hp.com.br/pessoal ou visite a loja de sua preferência. Analisando o texto acima como um todo, assinale a alternativa que reescreva "Aonde você vai, te veem" e "Tão longe quanto a mais avançada tecnologia móvel pode te levar", respeitando a norma culta.
  4. 4. FGV 2007
    Assinale a alternativa em que a regência verbal está de acordo com a norma culta.
  5. 5. CFTMG 2006
    A regência nominal está conforme a norma culta em:
  6. 6. FGV 2007
    Assinale a alternativa em que, CONTRARIANDO A NORMA CULTA, usou-se ou deixou-se de usar uma preposição antes do pronome relativo.
  7. 7. ESPM 2006
    Embora de ocorrência frequente no cotidiano, a gramática normativa não aceita o uso do mesmo complemento para verbos com REGÊNCIAS DIFERENTES. Esse tipo de transgressão só NÃO ocorre na frase:
  8. 8. UFSCAR 2007
    O valor do futuro depende do que se pode esperar dele. Portanto: se você acredita "de fato" em alguma forma de existência "post mortem" determinada pelo que fizermos em vida, então todo cuidado é pouco: os juros prospectivos são infinitos. O desafio é fazer o melhor de que se é capaz na vida mortal sem pôr em risco as incomensuráveis graças do porvir. Se você acredita, ao contrário, que a morte é o fim definitivo de tudo, então o valor do intervalo finito de duração indefinida da vida tal como a conhecemos aumenta. Ela é tudo o que nos resta, e o único desafio é fazer dela o melhor de que somos capazes. E, finalmente, se você duvida de qualquer conclusão humana sobre o após-a-morte e sua relação com a vida terrena, então você contesta o dogmatismo das crenças estabelecidas, não abdica da busca de um sentido transcendente para o mistério de existir e mantém uma janelinha aberta e bem arejada para o além. O desafio é fazer o melhor de que se é capaz da vida que conhecemos, mas sem descartar nenhuma hipótese, nem sequer a de que ela possa ser, de fato, tudo o que nos é dado para sempre. (Eduardo Giannetti, O valor do amanhã, p. 123.) A regência do verbo abdicar, que aparece no trecho - não abdica da busca de um sentido transcendente para o mistério de existir -, pode ser substituída, de modo compatível com a norma padrão e com o sentido do texto, pelo que está em:
  9. 9. UNIFESP 2011
    Leia o texto. Dimitria cursava a oitava série no colégio e desapareceu durante as férias de julho de 2008. Segundo a polícia, a garota avisou que iria viajar em companhia do caseiro, mas nunca mais foi vista. (...) De acordo com a polícia, [o caseiro] Silva disse que matou a menina porque era apaixonado por ela, mas ela não o correspondia. (Folha de S.PauIo, 16.08.2010.) No texto, há um erro gramatical. O tipo de erro e a versão que o corrige estão, respectivamente, em
  10. 10. FGV 2009
    Assinale a alternativa em que os textos publicitários estão CORRETOS quanto à regência verbal, de acordo com a norma culta.
  11. 11. FUVEST 2010
    A única frase que segue as normas da língua escrita padrão é:
  12. 12. EEAR 2019
    Leia:   I. Fábio aspirou o perfume das flores. II. O candidato aspirava a tal vaga do processo seletivo.   Em função da regência do verbo “aspirar”, considerando a norma gramatical, marque a alternativa correta. 
  13. 13. UECE 2019
    Sons que confortam  Martha Medeiros 1Eram quatro da manhã quando seu pai sofreu um colapso cardíaco. 2Só estavam os três na casa: o pai, a mãe e ele, um garoto de 13 anos. Chamaram o médico da família. 3E aguardaram. E aguardaram. E aguardaram. 4Até que o garoto escutou um barulho lá fora. É ele que conta, hoje, adulto: 5Nunca na vida ouvira um som mais lindo, mais calmante, do que os pneus daquele carro amassando as folhas de outono empilhadas junto ao meio-fio. 6Inesquecível, para o menino, foi ouvir o som do carro do médico se aproximando, o homem que salvaria seu pai. Na mesma hora em que li esse relato, imaginei um sem-número de sons que nos confortam. A começar pelo choro na sala de parto. Seu filho nasceu. E o mais aliviante para pais que possuem adolescentes baladeiros: 7o barulho da chave abrindo a fechadura da porta. Seu filho voltou.   E pode parecer mórbido para uns, masoquismo para outros, mas há quem mate a saudade assim: ouvindo pela enésima vez 8o recado na secretária eletrônica de alguém que já morreu.   Deixando a categoria dos sons magnânimos para a dos sons cotidianos: a voz no alto-falante do aeroporto dizendo que a aeronave já se encontra em solo e o embarque será feito dentro de poucos minutos. 9O sinal, dentro do teatro, avisando que as luzes serão apagadas e o espetáculo irá começar.   O telefone tocando exatamente no horário que se espera, conforme o combinado. 10Até a musiquinha que antecede a chamada a cobrar pode ser bem-vinda, se for grande a ansiedade para se falar com alguém distante.   O barulho da chuva forte no meio da madrugada, quando você está no quentinho da sua cama.   Uma conversa em outro idioma na mesa ao lado da sua, provocando a falsa sensação de que você está viajando, de férias em algum lugar estrangeiro. E estando em algum lugar estrangeiro, ouvir o seu idioma natal sendo falado por alguém que passou, fazendo você lembrar que o mundo não é tão vasto assim.   11O toque do interfone quando se aguarda ansiosamente a chegada do namorado. Ou mesmo a chegada da pizza.   O aviso sonoro de que entrou um torpedo no seu celular.   12A sirene da fábrica anunciando o fim de mais um dia de trabalho.   13O sinal da hora do recreio.   14A música que você mais gosta tocando no rádio do carro. Aumente o volume.   O aplauso depois que você, nervoso, falou em público para dezenas de desconhecidos.   15O primeiro eu te amo dito por quem você também começou a amar.   E o mais raro de todos: o silêncio absoluto.   MEDEIROS, Martha. Feliz por nada. São Paulo: L&PM Editores, 2011.    Em função de uma linguagem mais simples e coloquial, a crônica, muitas vezes, pode “desrespeitar” a norma gramatical própria do uso culto da escrita formal da língua, o que pode ser observado no texto de Martha Medeiros na seguinte passagem:  
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login