Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de Era Vargas

Voltar para Era Vargas

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Era Vargas dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 91. ACAFE 2016
    A revolta constitucionalista de 1932, ocorrida em São Paulo, buscava recuperar a hegemonia política perdida em 1930 e a constitucionalização do país. Sobre essa revolta, todas as alternativas estão corretas, exceto a:
  2. 92. UNEMAT 2012
    Em novembro de 1930, o líder civil de um movimento armado de oposição, Getúlio Vargas, tornou-se presidente do Brasil em caráter provisório.      Assinale a alternativa incorreta sobre a Era Vargas.
  3. 93. ENEM 1998
    A figura de Getúlio Vargas, como personagem histórica, é bastante polêmica, devido à complexidade e à magnitude de suas ações como presidente do Brasil durante um longo período de quinze anos (1930- 1945). Foram anos de grandes e importantes mudanças para o país e para o mundo. Pode-se perceber o destaque dado a Getúlio Vargas pelo simples fato de este período ser conhecido no Brasil como a "Era Vargas". Entretanto, Vargas não é visto de forma favorável por todos. Se muitos o consideram como um fervoroso nacionalista, um progressista ativo e o "Pai dos Pobres", existem outros tantos que o definem como ditador oportunista, um intervencionista e amigo das elites.   Considerando as colocações acima, responda à questão seguinte, assinalando a alternativa correta: Provavelmente você percebeu que as duas opiniões sobre Vargas são opostas, defendendo valores praticamente antagônicos. As diferentes interpretações do papel de uma personalidade histórica podem ser explicadas, conforme uma das opções abaixo. Assinale-a.
  4. 94. UNCISAL 2009
    Leia as afirmações sobre o Estado Novo (1937-1945), no Brasil. I. Os intelectuais foram considerados adversários do regime e perseguidos pelo Ministro da Educação, Gustavo Capanema. II. O departamento de Imprensa e Propaganda contribuiu para difundir a ideologia governamental. III. O Estado estimulou a industrialização, investindo em setores estratégicos, como a siderurgia. IV. Apesar da Constituição autoritária, os partidos políticos foram preservados. Estão corretas apenas as afirmações,
  5. 95. UFU 2002
    As alternativas abaixo comparam o processo de industrialização do Brasil, na chamada “Era Vargas”, com as experiências anteriores ocorridas durante o Segundo Império e República Velha. Assinale a alternativa que aponta corretamente as diferenças entre esses processos de industrialização.
  6. 96. PUC-RS 2016
    Associe os nomes das constituições brasileiras do período republicano (coluna A) às características de cada uma (coluna B). Coluna A 1. Constituição de 1891 2. Constituição de 1937 3. Constituição de 1946 4. Constituição de 1988 Coluna B ( ) Caracterizou-se pelos grandes avanços sociais e políticos que promoveu, aumentando as garantias ao indivíduo frente ao poder do Estado e os direitos sociais, sendo por isso chamada de “a Constituição Cidadã”. ( ) Inspirada na constituição Polonesa, criou um sistema político com concentração de poderes no Executivo e uma forma de representação política baseada no voto coorporativo. ( ) Considerada uma constituição liberal, estabeleceu medidas como a igualdade perante a lei, a ausência de censura, a garantia de sigilo em correspondências e o fim da pena de morte. ( ) Ampliou as liberdades individuais, instituindo o habeas corpus, e estabeleceu o voto direto para as eleições em todos os níveis, mas manteve a exclusão de analfabetos, mulheres, soldados e religiosos submetidos a votos de obediência. ( ) Com o objetivo de restituir a democracia, garantiu a liberdade de associação para fins lícitos e a livre expressão das ideias, embora mantivesse a exclusão do direito de voto ao analfabeto, o que constituía um limitador da participação popular na política.   A numeração correta, de cima para baixo, é
  7. 97. UNIMONTES 2015
    Acerca das Cartas Constitucionais brasileiras, promulgadas entre 1824 e 1988, assinale a afirmativa INCORRETA.
  8. 98. UNICENTRO 2013
    Assinale a alternativa INCORRETA em relação à posse e ao governo do Presidente Getúlio Dorneles Vargas.
  9. 99. UNIMONTES 2015
    A “questão social” foi a grande preocupação de Vargas nos anos 1930. Acerca dessa questão, é INCORRETO afirmar que houve
  10. 100. UNIMONTES 2013
    A pesquisadora Marly Vianna, em obra publicada no ano de 2003, afirma: “Pode-se então desmascarar as grosseiras histórias fabricadas pela polícia da época - e que passaram a ser a história oficial dos movimentos - sobre comunistas diabólicos assassinando traiçoeiramente seus camaradas de farda, que dormiam tranquilos naquela noite de rigorosa prontidão no quartel da Praia Vermelha. Os comunistas foram acusados de trair também sua patria, para submetê-la ao jugo do anticristo soviético. Histórias grosseiras, que tinham um papel a desempenhar: o de varrer do imaginário popular o heroísmo, o mito e o quase endeusamento que envolvia a figura do “Cavaleiro da Esperança”, para com isso desmoralizar os ideais que (...) defendia e aniquilar as esperanças de transformar a sociedade e construir um mundo melhor.” VIANNA, Marly de A. G. Revista Novos Rumos. no 34, 2003.   Nesse texto, a autora faz referência à
  11. 101. UFMG 1998
    Leia o texto. “A enorme simpatia da massa popular às lutas revolucionárias de novembro, especialmente em Pernambuco, Rio Grande do Norte e demais estados do nordeste  [faziam surgir] naturalmente os grupos guerrilheiros, cada dia em maior número, em todo o País, especificamente no nordeste, heróicos brasileiros – operários, camponeses, soldados, populares –  levantam, de armas nas mãos, o cartel [sic] do desafio lançado à Nação por Getúlio e seus amigos imperialistas. [...] A insurreição de novembro foi o início de grandes combates. As guerrilhas são uma forma de seu prosseguimento.” Esse trecho, extraído de um folheto de época, faz referência a um movimento da história do Brasil republicano provocado pelo(a)
  12. 102. UPF 2016
    No Brasil, a década de 1930 caracterizou-se pelo aparecimento de agrupamentos ideológicos polarizados que se traduziram em organizações político-partidárias. Sobre essa conjuntura, analise as afirmações que seguem e marque V para as verdadeiras e F para as falsas.   ( ). A Ação Integralista Brasileira (AIB) constituía-se em um partido de extrema-direita, sob a liderança de Plínio Salgado, e se definia como uma doutrina nacionalista, que estava assentada em princípios unificadores representados pelo tripé  “Deus, Pátria e Família”. ( ). A Aliança Nacional Libertadora (ANL) consistia em um agrupamento de tendências socialistas, comunistas e de remanescentes do tenentismo de esquerda e tinha como liderança principal Luis Carlos Prestes. ( ). O programa da ANL tinha conteúdo nacionalista e defendia a reforma agrária, a nacionalização das empresas estrangeiras e a suspensão do pagamento da dívida externa. ( ). A AIB identificava como seus inimigos o liberalismo, o socialismo e o capitalismo financeiro internacional, o qual afirmavam estar nas mãos dos judeus. ( ). AIB e ANL se enfrentaram diretamente ao longo dos anos 1930. Os dois movimentos tinham, entretanto, pontos em comum: a crítica ao Estado liberal, a valorização do partido único e o culto da personalidade do líder. A sequência correta do preenchimento dos parênteses, de cima para baixo é:
  13. 103. UFMG 2010
    Leia estes versos: Mataram-nos à traição quando dormiam, E foram companheiros que os mataram Não foi a guerra, foi o crime que os matou Dormiam no quartel, de madrugada, Mas a seu lado, Em sinistra vigília, Companheiros sem alma conspiravam, Sem alma porque a tinham vendido Ao estrangeiro de vestes vermelhas.... Eram os filhos malditos de Caim. (MAUL, Carlos. “Toque de Silêncio” )   É CORRETO afirmar que, nesses versos, o autor faz referência:
  14. 104. UEM 2006
     "De imediato, a Constituição de 1934 foi abandonada, tendo sido criada no seu lugar uma nova Carta, a de 1937. Aqui observamos uma característica típica dos regimes autoritários brasileiros no século XX: criados a partir de atos de força, buscam justificar-se e ganhar uma aparência de legalidade através da outorga de uma Constituição." VICENTINO, C.; DORIGO, G. História do Brasil. São Paulo: Scipione, s/d. p. 364.  A respeito do governo de Getúlio Vargas, da Constituição de 1937 e do Estado Novo, assinale a alternativa incorreta.
  15. 105. UFAM 2015
    O filme Olga conta a história de Olga Benário Prestes, militante judia alemã que atuou no Brasil pela causa comunista, participando, ao lado do marido Luís Carlos Prestes, do Levante Comunista de 1935, e entregue a Hitler pelo governo de Vargas para morrer em um campo de concentração nazista. Produzido com base em cuidadosa e detalhada pesquisa histórica, a película mobilizou pesquisadores e colaboradores de diversos países, como Brasil, Alemanha e Rússia. Olga retrata importantes momentos da história do Brasil e da Europa, contribuindo para a compreensão do contexto do período que vai da Primeira Guerra Mundial, passando pelo entreguerras, até a Segunda Guerra Mundial, mostrando aspectos da política de Getúlio Vargas, do movimento tenentista, da criação do Partido Comunista no Brasil, bem como a expansão do movimento Integralista. Das alternativas a seguir identifique aquela que NÃO está em consonância com este momento histórico:
  16. 106. CEFET-MG 2005
    A Aliança Nacional Libertadora (ANL), organização de forte influência nos acontecimentos políticos da década de 30 no Brasil, pode ser caracterizada como um movimento de
  17. 107. UFMG 2001
    "Em 1934, Getúlio Vargas criou o Departamento de Propaganda e Difusão Cultural junto ao Ministério da Justiça, esvaziando o Ministério da Educação não só da propaganda, mas também do rádio e do cinema. A decisão tinha como objetivo colocar os meios de comunicação de massa a serviço direto do poder executivo, iniciativa que tinha inspiração direta no recém-criado Ministério da propaganda alemão. Este foi o embrião do DIP [...] Em 1939, as atribuições do extinto Departamento de Propaganda e Difusão Cultural passaram para o Departamento de Imprensa e Propaganda, criado nesse ano." CAPELATO,  Maria Helena.  Propaganda Política e Controle dos Meios de Comunicação. In: PANDOLFI, Dulce. (Org.). Repensando o Estado Novo. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 1999. p.172.   Com base nessas informações, é possível observar que, durante o Estado Novo, o Departamento de Imprensa e Propaganda-DIP foi  responsável pela
  18. 108. CEFET-MG 2013
    Sobre a Revolução Constitucionalista, assinale (V) para as afirmativas verdadeiras e (F) para as falsas. ( ) O movimento eclodiu em São Paulo, em julho de 1932, como reação dos setores ligados ao café, à indústria e às classes médias, que julgavam o Governo Provisório de Getúlio Vargas autoritário e centralizador. ( ) As reivindicações dos paulistas foram atendidas pelo governo Vargas, ao promulgar o Código Eleitoral e nomear um interventor civil para o governo do estado, esvaziando o movimento. ( ) A revolta foi uma reação dos setores conservadores de São Paulo, alijados do poder, em 1930, pelo movimento civil-militar, que levou Getúlio Vargas à chefia do Poder Executivo nacional. ( ) A luta pela democracia e a convicção na superioridade econômica de São Paulo mobilizaram sua população em defesa dos interesses do estado. ( ) O movimento paulista contou com o apoio dos estados de Minas Gerais e do Rio Grande do Sul, o que garantiu sua vitória militar e a convocação da Assembleia Nacional Constituinte, em maio de 1933. A sequência correta encontrada é
  19. 109. UNAMA 2007
    Após o ataque japonês a Pearl Harbour, em dezembro de 1941, os Estados Unidos declararam guerra às potências do Eixo e a posição do governo brasileiro passou a tender abertamente para os Aliados, com Vargas fornecendo borracha e minério de ferro para eles, assim como, permitindo a instalação de bases militares no Norte e Nordeste brasileiro.   Essa posição do governo teve como desdobramento, no território brasileiro o (a):
  20. 110. UNAMA 2011
    Na madrugada de 1 de setembro de 1939, tropas alemães invadiram a Polônia provocando a reação da França e Inglaterra e dando início à Segunda Guerra Mundial. A posição do governo brasileiro no conflito era ambígua, Getúlio Vargas procurou manter o país na neutralidade, negociando auxílio simultaneamente, com os Aliados e com a Alemanha.   Em dezembro de 1941, após o ataque japonês à Pearl Harbour, os EUA declaram guerra ao Eixo. No dia 31 de agosto de 1942 Vargas declara guerra às potências do Eixo. (O Medo veio do mar. Augusto Cesar Machado Moutinho. In Nossa História, n.11 setembro de 2004, p.41)   Que acontecimento provocou a mudança de postura política do governo Vargas em relação à Segunda Guerra Mundial?
  21. 111. PUC-RJ 2011
    “A proteção aos interesses dos operários deve ser completa. A conquista de oito horas de trabalho, o aperfeiçoamento e a ampliação das leis de férias, dos salários mínimos, a proteção das mulheres e dos menores, todo esse novo mundo moral que se levanta, nos nossos dias, em amparo do proletariado, deve ser contemplado pela nossa legislação, para que não se continue a ofender os brios morais dos nossos trabalhadores com a alegação de que o problema social no Brasil é um caso de polícia”. Manifesto de Lindolpho Collor, apresentado na Convenção da Aliança Liberal, em 1929.   O Manifesto de Lindolpho Collor: I - Denuncia a repressão policial ao movimento dos trabalhadores, durante a Primeira República. II - Demonstra que as leis trabalhistas no Brasil, assim como a organização dos sindicatos, foram uma criação do Governo Vargas. III - Defende a ampliação da cidadania para os trabalhadores, através da instituição de leis sociais. IV - Explicita o atraso brasileiro em comparação ao dos países europeus e norte-americanos, onde já haviam sido implantadas as referidas leis trabalhistas. Assinale a alternativa CORRETA.
  22. 112. UFRGS 2015
    Em 1942, o governo brasileiro decretou estado de guerra contra a Alemanha e a Itália, enviando, em 1944, tropas para o continente europeu.   Com relação à participação brasileira na Segunda Guerra Mundial, é correto afirmar que
  23. 113. MACKENZIE
    A grande preocupação do Estado Novo foi a organização dos trabalhadores em sindicatos. Estes caracterizavam-se
  24. 114. UNCISAL 2016
    O Bonde São Januário Composição: Wilson Batista e Ataulfo Alves   Quem trabalha é quem tem razão Eu digo e não tenho medo de errar O Bonde São Januário Leva mais um operário: Sou eu que vou trabalhar Antigamente eu não tinha juízo Mas resolvi garantir meu futuro Vejam vocês: Sou feliz, vivo muito bem A boemia não dá camisa a ninguém Passe bem! ALVES, A.; BATISTA, W. O Bonde São Januário, 3 min, 17 seg. 1940. Disponível em: . Acesso em: 04 nov. 2015.    A letra do samba “O Bonde São Januário” sofreu intervenção da censura durante o governo de Getúlio Vargas como parte de seu projeto de
  25. 115. UECE 2016
    Acerca das razões apontadas para o final do Estado Novo (1937-1945) no Brasil, observe as proposições abaixo.   I. A contradição percebida na prática estadonovista ― externamente lutara contra regimes autoritários e centralizadores na segunda guerra mundial, e internamente mantinha um regime antidemocrático e centralizador ― é apontada como uma forte razão para a queda do regime. II. A criação e a organização de vários partidos políticos compostos por adversários do regime, como o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), o Partido Social Democrático (PSD) e, principalmente, a União Democrática Nacional (UDN), que formaram a mais forte oposição ao Estado Novo, levando-o ao seu final. III. A nomeação de Benjamin Vargas, irmão de Getúlio Vargas, um civil, para o cargo de chefe de polícia do Distrito Federal, tradicionalmente ocupado por militares, desagradou profundamente aos setores militares, o que contribuiu para a queda do regime.   É correto o que se afirma em
  26. 116. UNEMAT 2011
    O movimento promovido pelo Governo Federal objetivando a ocupação e colonização das terras mato-grossenses, sob o patrocínio do presidente Getúlio Vargas, e implementado, principalmente, a partir de 1937, tinha como meta fazer com que as fronteiras econômicas e políticas se convergissem para que a nação se constituísse territorialmente num bloco homogêneo foi denominado de:
  27. 117. UNAMA 2010
    O samba da dupla Ataulfo Alves e Wilson Batista, “Oh! Seu Oscar”, foi sucesso no carnaval de 1940 na voz de Ciro Monteiro. “Oh! seu Oscar   Cheguei cansado do trabalho, Logo a vizinha me falou Oh! Seu Oscar, ta fazendo meia hora. Que tua mulher foi-se embora E um bilhete deixou O bilhete assim dizia: Não posso mais Eu quero é viver na orgia!   Fiz tudo para ver seu bem – estar Até no cais do porto eu fui parar Martirizando meu corpo noite e dia Mas tudo em vão, ela é da orgia.”   Esse samba é uma:
  28. 118. UFAC 2008
    A denominada “Batalha da Borracha” foi travada, principalmente, pelos sujeitos sociais que ficaram conhecidos como “Soldados da borracha”. O termo “Soldados da borracha” surgiu no período da Segunda Guerra mundial, quando milhares de nordestinos foram “convocados” pelo governo de Getúlio Vargas a contribuírem com “esforço de guerra”, vindo produzir borracha nos seringais amazônicos para ajudar os aliados. Sobre os acontecimentos envolvendo os “Soldados da borracha” e o governo brasileiro na Segunda Guerra mundial, assinale a alternativa correta.
  29. 119. UNICENTRO 2010
    A princípio, a posição do Brasil em relação a Segunda Guerra Mundial foi de neutralidade, depois de alguns ataques a navios brasileiros, o então Presidente Getúlio Vargas decidiu entrar em acordo com o presidente americano Franklin Roosevelt para a participação do Brasil na Guerra. A respeito da Segunda Guerra Mundial, assinale a alternativa correta.
  30. 120. UNESP 2012
    Com pouco dinheiro, mas fora do eixo revolucionário do mundo, ignorando o Manifesto Comunista e não querendo ser burguês, passei naturalmente a ser boêmio. (...) Continuei na burguesia, de que mais que aliado, fui índice cretino, sentimental e poético. (...) A valorização do café foi uma operação imperialista. A poesia Pau Brasil também. Isso tinha que ruir com as cornetas da crise. Como ruiu quase toda a literatura brasileira “de vanguarda”, provinciana e suspeita, quando não extremamente esgotada e reacionária. (Oswald de Andrade. Prefácio a Serafim Ponte Grande, 1933.)     O texto de Oswald de Andrade
Gerar PDF da Página