Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de Era Vargas

Voltar para Era Vargas

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Era Vargas dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 121. UFMG
    No imediato pós-1930, à medida que posições intervencionistas e centralizadoras do Estado iam sendo implantadas, crescia a insatisfação dos setores oligárquicos com o Governo Provisório de Vargas, inclusive dos “oligarcas dissidentes”, que haviam integrado a Aliança Liberal. Os Tenentes, por sua vez, mostravam-se temerosos com a força das oligarquias locais, principalmente daquelas que, apesar de terem participado da Aliança Liberal, não haviam aderido ao “espírito da revolução”. É INCORRETO afirmar que, para fazer frente às investidas das oligarquias civis no imediato pós-1930, o Movimento Tenentista:
  2. 122. UERJ 2013
    A carteira profissional   Por menos que pareça e por mais trabalho que dê ao interessado, a carteira profissional é um documento indispensável à proteção do trabalhador.   Elemento de qualificação civil e de habilitação profissional, a carteira representa também título originário para a colocação, para a inscrição sindical e, ainda, um instrumento prático do contrato individual de trabalho.   A carteira, pelos lançamentos que recebe, configura a história de uma vida. Quem a examina logo verá se o portador é um temperamento aquietado ou versátil; se ama a profissão escolhida ou ainda não encontrou a própria vocação; se andou de fábrica em fábrica, como uma abelha, ou permaneceu no mesmo estabelecimento, subindo a escala profissional. Pode ser um padrão de honra. Pode ser uma advertência. ALEXANDRE MARCONDES FILHO Texto impresso nas Carteiras de Trabalho e Previdência Social.   Alexandre Marcondes Filho foi ministro do trabalho do governo de Getúlio Vargas, entre 1941 e 1945. Seu texto, impresso nas carteiras de trabalho, reflete as políticas públicas referentes à legislação social que vinha sendo implementada naquela época.   Duas características dessa legislação estão indicadas em:
  3. 123. PUC-RJ 2015
    Analise as afirmativas abaixo acerca do processo de democratização da cena política brasileira, no final do Estado Novo (1945).     I – Frente à possibilidade de vitória Aliada na Segunda Guerra Mundial, o governo brasileiro se preparou para a futura democracia com uma bem sucedida campanha de incentivo à sindicalização e divulgação da legislação social que visava à aproximação entre o presidente Getúlio Vargas e os trabalhadores brasileiros.   II – Entre fi ns de 1944 e o início de 1945, iniciaram-se as articulações para o estabelecimento de um calendário eleitoral e a criação de novos partidos políticos como a União Democrática Nacional (UDN), o Partido Social Democrático (PSD) e o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), mantendo-se a ilegalidade do Partido Comunista (PCB) pelo fato de ter um programa contrário aos princípios democráticos.   III – Somente após o final da Segunda Guerra Mundial, foi possível romper a forte censura imposta pelo governo, por meio de uma bem organizada estrutura repressiva e do controle do Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP), sobre o conteúdo exibido pelos órgãos de imprensa, o que impedia qualquer manifestação em favor da democracia por parte da oposição.   IV – Ao romper com as potências do Eixo no início de 1942 e, posteriormente, entrar efetivamente na guerra, o governo brasileiro apostava em uma nova inserção no cenário internacional e na obtenção de vantagens políticas nos acordos pós-guerra. Contudo, já se evidenciava a necessidade de contornar a contradição de se colocar como aliado do bloco democrático ocidental no confl ito e manter um regime autoritário em seu território.     Assinale:
  4. 124. UFAM 2009
    No início dos anos 30, o quadro mundial assinalaria o fim do liberalismo, com a crescente intervenção do Estado na economia. Nos Estados Unidos, a crise de 1929, que abalara profundamente a confiança depositada nas “leis de mercado”, cedeu lugar, em 1932, ao New Deal de Franklin Delano Roosevelt, base para a construção de um Estado de bem-estar social. Qual a conjuntura política brasileira na década de 30?
  5. 125. UECE 2016
    O período de exceção política comandada por Getúlio Vargas (1930-1945) foi marcado pelo forte controle das atividades culturais e intensificado com a criação do Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) em 1939. Contudo, entre os anos 1930 e 1940, genericamente, o Brasil conheceu um período em que certo aparato cultural pôde ser percebido. Considerando esse contexto, assinale a afirmação INCORRETA.
  6. 126. UEA 2003
    “De acordo com a crença intelectual popularizada (...) por intelectuais nacionalistas, principalmente os do ISEB, havia duas burguesias. Uma era entreguista, diretamente ligada ao capital internacional, e a outra era  nacionalista, oposta à ação de interesses estrangeiros”. Assinale a alternativa correta a respeito da “aliança populista” na Era Vargas.  
  7. 127. UNIMONTES 2010
    Entre 1932 e 1935 surgiram, em âmbito nacional, duas organizações políticas importantes: o AIB (Ação Integralista Brasileira) e a ANL (Aliança Nacional Libertadora). Comparando essas duas organizações, pode-se afirmar que
  8. 128. PUC-RJ 2011
    Brasil/ Meu Brasil brasileiro/ Meu mulato inzoneiro Vou cantar-te nos meus versos/ Ô Brasil, samba que dá Bamboleio que faz gingar/ Ô Brasil, do meu amor Terra de Nosso Senhor/ Brasil, Brasil/ Pra mim, pra mim   Ah, abre a cortina do passado/ Tira a Mãe Preta, do serrado Bota o Rei Congo, no congado/ Brasil, Brasil/ Pra mim, pra mim   Ô Brasil, samba que dá/ Bamboleio, que faz gingar Ô Brasil, do meu amor/ Terra de Nosso Senhor (Aquarela do Brasil, Ary Barroso, 1939) Assinale a opção que NÃO relaciona corretamente a música ao seu contexto histórico.
  9. 129. MILTON CAMPOS 2013
    Um dos períodos mais controversos de nossa história é a Era Vargas (1930-1945). Sobre ela, historiadores, memorialistas e repórteres deram as mais diversas versões.   Ainda assim, pode-se caracterizá-la, em seus aspectos gerais, como
  10. 130. UNEMAT 2012
    O Governo de Getúlio Vargas, o Estado Novo, fez-se presente em Mato Grosso, com a interventoria de: 
  11. 131. UNIMONTES 2013
    Cinquenta anos de República irresponsável e alguns anos de descuido do Império permitiram que os núcleos de colonização estrangeira se transformassem em verdadeiros quistos raciais, ameaçadores de nossa soberania, centros de divulgação e irradiação de ideais alienígenas e de dissolução do espírito nacional. BETHLEM, Hugo. O Vale do Itajaí. Jornadas de Civismo. Rio de Janeiro: José Olympio. p. IX, 1939 — adaptado. Entre 1937 e 1945 uma parcela significativa da população brasileira foi alvo de uma "campanha de nacionalização". Os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná são exemplos de áreas em que se desenvolveram "ações nacionalizadoras" nesse período. Essa campanha política foi justificada, entre outros elementos, pela propalada ameaça de disseminação de
  12. 132. UFPR 2016
    Leia abaixo a definição de “refugiado”:   De acordo com a Convenção de 1951 relativa ao Estatuto dos Refugiados, são refugiados as pessoas que se encontram fora do seu país por causa de fundado temor de perseguição por motivos de raça, religião, nacionalidade, opinião política ou participação em grupos sociais, e que não possa (ou não queira) voltar para casa. Posteriormente, definições mais amplas passaram a considerar como refugiados as pessoas obrigadas a deixar seu país devido a conflitos armados, violência generalizada e violação massiva dos direitos humanos. (Agência da ONU para refugiados (ACNUR). Disponível em: .)    Sobre eventos históricos referentes à existência de refugiados na história contemporânea, considere as seguintes afirmativas:   1. Após a I Guerra Mundial, com a dissolução dos Impérios Otomano e Austro-Húngaro e a instauração do princípio de nacionalidade, milhões de refugiados europeus migraram dentro e fora da Europa.   2. Desde a criação do Estado de Israel, em 1948, milhões de palestinos ganharam dupla cidadania, resolvendo sua situação de refugiados durante o mandato britânico na Palestina.   3. O governo Vargas foi contrário à entrada de judeus no Brasil, quando muitos deles tornaram-se refugiados, migrando para fora da Europa, durante os anos 1930 e a II Guerra Mundial.   4. Entre o final do século XIX e o início do século XX, o Brasil recebeu uma grande quantidade de refugiados italianos, espanhóis, poloneses, japoneses e alemães.   Assinale a alternativa correta.
  13. 133. UNEMAT 2014
    Esse episódio teve como território de luta a comunidade onde residia a família Lacerda Cintra, da qual Doninha fazia parte. Ela afirmava ter visões de uma santa chamada ‘Jesus, Maria José’ e por isso atraía muitas pessoas que ali chegavam em busca de curas e conselhos. No embate entre as duas forças políticas, esse arraial foi atacado e sua população se armou em defesa do território. (SIQUEIRA, Elizabeth Madureira. História de Mato Grosso: da ancestralidade aos dias atuais. Cuiabá: Entrelinhas, 2002. Adaptado).   Este episódio mato-grossense é conhecido como:
Gerar PDF da Página