Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de Movimentos Sociais e Culturais - Década de 60

Voltar para Movimentos Sociais e Culturais - Década de 60

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Movimentos Sociais e Culturais - Década de 60 dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. ENEM 2012
    Nós nos recusamos a acreditar que o banco da justiça é falível. Nós nos recusamos a acreditar que há capitais insuficientes de oportunidade nesta nação. Assim nós viemos trocar este cheque, um cheque que nos dará o direito de reclamar as riquezas de liberdade e a segurança da justiça. KING Jr., M. L. Eu tenho um sonho, 28 ago. 1963. Disponível em: www.palmares.gov.br. Acesso em: 30 nov. 2011 (adaptado). O cenário vivenciado pela população negra, no sul dos Estados Unidos nos anos 1950, conduziu à mobilização social. Nessa época, surgiram reivindicações que tinham como expoente Martin Luther King e objetivavam
  2. 2. ENEM 2012
    Foto de Jovens em protesto contra a Guerra do Vietnã. Disponível em: http://goldenyears66to69.blogspot.com. Acesso em: 10 out. 2011. Nos anos que se seguiram à Segunda Guerra, movimentos como o Maio de 1968 ou a campanha contra a Guerra do Vietnã culminaram no estabelecimento de diferentes formas de participação política. Seus slogans, tais como “Quando penso em revolução quero fazer amor”, se tornaram símbolos da agitação cultural nos anos 1960, cuja inovação relacionava-se  
  3. 3. UFRGS 2017
    Observe a imagem abaixo. Em agosto de 1963, após a famosa Marcha de Washington, Martin Luther King proferiu o famoso discurso “Eu Tive um Sonho”, em que sintetizava algumas ideias do Movimento dos Direitos Civis norte-americano, do qual era uma das principais lideranças. Assinale a alternativa que indica uma das preocupações do movimento.
  4. 4. FATEC 2016
    Ao longo da história, os Jogos Olímpicos serviram como cenário para diversas manifestações, individuais ou coletivas, de cunho político. Esta imagem retrata os velocistas afro-americanos Tommie Smith e John Carlos, em um momento emblemático da história das olimpíadas modernas, ocorrido nos Jogos Olímpicos da Cidade do México, em 1968. De acordo com o contexto histórico da imagem apresentada, é correto afirmar que os atletas
  5. 5. PUC-SP 2017
    “Pobreza, discriminação, segregação, linchamento e violência policial – tudo isso caracterizava a vida dos negros dos Estados Unidos nos anos 50. Aproveitando as mensagens de liberdade e prosperidade do discurso oficial e apoiados por seus aliados brancos, negros de todo o país, tanto dos estados outrora escravistas do sul quanto dos do norte, construíram o mais importante movimento da história dos Estados Unidos, o 'Movimento por Direitos Civis'. Conferindo à palavra 'liberdade' um novo sentido de igualdade e reconhecimento de direitos e oportunidades, conseguiram mudar as relações raciais, políticas e sociais nos Estados Unidos, inspirando outros americanos a lutar pelos seus direitos.” Sean Purdy. “O outro sonho americano”. In: História Viva, nº 54, abril de 2008.   Entre as vertentes que compuseram o movimento citado no texto, é correto citar
  6. 6. FEI 1996
    "A Humanidade só será feliz no dia em que o último burocrata for enforcado nas tripas do último capitalista." "É proibido proibir."  (Grafites na Sorbonne) As frases anteriores tornaram-se símbolos de um movimento social ocorrido na segunda metade do século XX. Esse movimento foi:
  7. 7. UERJ 2013
    O ônibus da história Em 1º de dezembro de 1955, a costureira Rosa Parks recusou-se a ceder seu assento a um homem branco em um ônibus municipal de Montgomery, no Alabama, conforme determinavam as leis do estado. Informada pelo motorista que acabaria presa, a mulher preferiu ser levada para a cadeia - e, posteriormente, a julgamento. Sua condenação pelo júri levou à formação da Montgomery Improvement Association. A presidência da entidade foi entregue ao pastor Martin Luther King. No dia da condenação de Rosa Parks, King discursou para uma multidão reunida diante da Igreja Batista da Rua Holt: “Quero assegurar a todos que trabalharemos para fazer prevalecer a justiça nos ônibus da cidade. Se estivermos errados, a Suprema Corte desta nação está errada. Se estivermos errados, a Constituição dos Estados Unidos está errada. Se estivermos errados, Deus Todo-Poderoso está errado”. Adaptado de vejaabril.com.br. Assassinado em 1968, Martin Luther King iniciou suas atividades políticas em 1956, a partir do episódio relatado na reportagem. O principal resultado das propostas de Martin Luther King para a sociedade norte-americana está diretamente relacionado com:
  8. 8. CESGRANRIO 1993
    Os anos 60 foram marcados por profundas mudanças nas sociedades contemporâneas, sendo por isso tipificados por alguns como sendo os das rebeldias sociais.  Assinale a opção verdadeira em relação a essa afirmativa.
  9. 9. UFG 2013
    Leia os enunciados a seguir. “Não confio em ninguém com mais de 30.” “Corram pessoal, o velho mundo está atrás de vocês.” “Trabalhador: tu tens 25 anos, mas o teu sindicato é de outro século.” “Professores, vocês são tão velhos quanto a vossa cultura.” “Professores, vocês nos fazem envelhecer.” SLOGANS DO MAIO DE 1968. In: DO Ó, Alarcon Agra. A cultura é a inversão da vida: velhice, juventude e política no maio de 1968. Revista Espaço Acadêmico, n. 98, jul. 2009. Disponível em: . Acesso em: 28 jan. 2013. Estes enunciados tornaram-se emblemas das mobilizações ocorridas em maio de 1968, na França. Com sua utilização, as mobilizações traziam como tema a
  10. 10. UERJ 2006
    A mão da limpeza             (...) Ê, imagina só O que o negro penava             (...) Negra é a mão de quem faz a limpeza Lavando a roupa encardida, esfregando o chão Negra é a mão, é a mão da pureza             (...) Limpando as manchas do mundo com água e sabão Negra é a mão da imaculada nobreza             (...)             Gilberto Gil A luta dos negros pela igualdade de direitos contou, nos Estados Unidos, nas décadas de 1950 e 1960, com a liderança do pacifista Martin Luther King. No Brasil, por meio de sua música, Gilberto Gil é uma das vozes que denunciam as condições precárias de vida de parcela dessa população. O processo histórico que deu origem à exclusão social de parte considerável da população negra, tanto no caso norte-americano quanto no brasileiro, e uma de suas consequências estão relacionados em:
  11. 11. ENEM 2018
    Figura 1 Disponível em: www.thehenryford.org. Acesso em 3 maio 2018. Figura 2 Disponível em: www.abc.net.au. Acesso em 3 maio 2018. Esse ônibus relaciona-se ao ato praticado, em 1955, por Rosa Parks, apresentada em fotografia ao lado de Martin Luther King. O veículo alcançou o estatuto de obra museológica por simbolizar o(a)
  12. 12. UNICENTRO 2012
    Em 1º de dezembro de 1955, a costureira negra Rosa Parks chegou ao seu limite. Mais num desabafo espontâneo do que por cálculo, ela se recusou a ceder seu assento num ônibus da cidade de Montgomery, do Alabama, a um homem branco. Rosa — que morreu no dia 24 [novembro de 2012], aos 92 anos de idade — foi presa, fichada, pagou multa de 14 dólares e mudou a história americana. (A Coragem de dizer “não”. Veja. São Paulo: Abril, 2 nov. 2005.).   A mudança na história americana referida no texto diz respeito
  13. 13. FGV 1995
    "Sejamos realistas, que se peça o impossível" e "A imaginação no poder" são frases que se tornaram conhecidas no mundo todo, lembrando o vigor dos revolucionários da Comuna. Elas estão associadas
  14. 14. UDESC 2014
    Leia o trecho do discurso abaixo, proferido em 28 de agosto de 1963, em Washington, pelo pastor Martin Luther King. "Cem anos atrás um grande americano, em cuja sombra simbólica nos encontramos hoje, assinou a proclamação da emancipação [dos escravos]. [...] Mas, cem anos mais tarde, o negro ainda não está livre. Cem anos mais tarde, a vida do negro ainda é duramente tolhida pelas algemas da segregação e os grilhões da discriminação. Cem anos mais tarde, o negro habita uma ilha solitária de pobreza, em meio ao vasto oceano de prosperidade material. Cem anos mais tarde, o negro continua a mofar nos cantos da sociedade americana, como exilado em sua própria terra. [...] Jamais estaremos satisfeitos enquanto o negro for vítima dos desprezíveis horrores da brutalidade policial. [...] Jamais estaremos satisfeitos enquanto nossas crianças tiverem suas individualidades e dignidades roubadas por cartazes que dizem 'exclusivo para brancos'. Jamais estaremos satisfeitos enquanto um negro no Mississippi não puder votar e um negro em Nova York acreditar que não tem nada em que votar. Digo a vocês hoje, meus amigos, que, apesar das dificuldades de hoje e de amanhã, ainda tenho um sonho. É um sonho profundamente enraizado no sonho americano. Tenho um sonho de que um dia esta nação se erguerá e corresponderá em realidade o verdadeiro significado de seu credo: 'Consideramos essas verdades manifestas: que todos os homens são criados iguais'.” Disponível em: .   Analise as proposições em relação ao texto e ao contexto da época. I. Martin Luther King foi líder do movimento contra a segregação racial nos Estados Unidos da América, nos anos 60. Foi assassinado em 1968 em decorrência de sua atuação na luta pelos direitos civis dos negros. II. A partir do trecho do discurso, acima, pode-se concluir que a sociedade norte-americana era marcada por profundas diferenças entre os brancos e os negros, e que os negros, em todos os estados dos EUA, não tinham o direito ao voto. III. Ao dizer que seu sonho “É um sonho profundamente enraizado no sonho americano” Martin Luther King estava se referindo ao princípio de igualdade que consta na Constituição dos Estados Unidos da América. IV. Nos EUA, durante a década de 1960, existiam diferenças na legislação no que se referia aos direitos civis e políticos dos habitantes que eram descendentes de africanos, o que motivou os movimentos liderados por Martin Luther King.   Assinale a alternativa correta.
  15. 15. UFSM 2014
    Martin Luther King (1929-1968) e Barack Obama são dois destacados personagens da história dos Estados Unidos da América (EUA) e do mundo, tendo ambos recebido o Prêmio Nobel da Paz.   Utilize os seus conhecimentos da história contemporânea e assinale se as afirmações a respeito desses dois personagens, suas ações e seu legado são verdadeiras (V) ou falsas (F). (     ) Martin Luther King foi um dos líderes do movimento que lutou pela igualdade de direitos civis entre negros e brancos nos Estados Unidos da América na década de 1960, utilizando táticas que se opunham ao uso da violência. (     ) As ações políticas de Barack Obama na presidência dos EUA podem ser consideradas adequadas para a promoção da paz mundial, combatendo as violações dos direitos humanos, promovendo a democracia e incentivando o fim dos conflitos no mundo todo. (     ) O famoso discurso de Martin Luther King “Eu tenho um sonho” (I have a dream) manifestava a esperança na fraternidade universal e expressava sonhar com uma sociedade em que a verdade e a justiça representassem valores fundamentais para a convivência humana. A sequência correta é
  16. 16. UFG 2009
    A ação dos estudantes em Paris tornou-se emblema de 1968, ano apresentado como revolucionário. Esse movimento explicita um conjunto de transformações culturais para o século XX, relacionadas à
  17. 17. FCMS-JF 2016
    Os anos 1960 foram marcados pela eclosão de manifestações de diversos movimentos sociais pelo mundo. Apesar das particularidades, estas manifestações compartilhavam a defesa:
  18. 18. PUC-RJ 2009
    "Eu estou contente em unir-me com vocês no dia que entrará para a história como a maior demonstração pela liberdade na história de nossa nação. (...) Nós nunca estaremos satisfeitos enquanto o negro for vítima dos horrores indizíveis da brutalidade policial. (...) Nós não estaremos satisfeitos enquanto um negro não puder votar no Mississipi e um Negro em Nova Iorque acreditar que ele não tem motivo para votar. (...) Não, não, nós não estamos satisfeitos e nós não estaremos satisfeitos até que a justiça e a retidão rolem abaixo como águas de uma poderosa correnteza. (...) Eu digo a vocês hoje, meus amigos, que embora nós enfrentemos as dificuldades de hoje e amanhã, eu ainda tenho um sonho. É um sonho profundamente enraizado no sonho americano. (...) Eu tenho um sonho que minhas quatro pequenas crianças vão um dia viver em uma nação onde elas não serão julgadas pela cor da pele, mas pelo conteúdo de seu caráter. Eu tenho um sonho hoje! " (Adaptado de Martin Luther king. Discurso proferido no Lincoln Memorial, Washington, 28 de agosto de 1963) Disponível em http://www.portalafro.com.br/religioes/evangelicos/discursoking.htm. Acessado em 18/06/2009   O discurso de Martin Luther King inseriu-se em um momento, início da década de 1960, onde um conjunto de transformações muito afetou a sociedade norte-americana. Entre essas transformações e seus desdobramentos, destacaram-se: I - a regulamentação do direito ao voto das populações afro-descendentes ; II – o fim do racismo; III - a ampliação dos direitos civis; IV - a ilegalidade das práticas de segregação racial.   Assinale: 
  19. 19. PUC-RJ 2009
    As novas ideias propostas pelos jovens que participavam do movimento de 68 podem ser caracterizadas por frases emblemáticas que eram comunicadas através de pichações, faixas, cartazes. Leia algumas das frases criadas pelos estudantes na época:   “Sejam realistas, exijam o impossível!” “Nós somos todos judeus alemães” “Os limites impostos ao prazer excitam o prazer de viver sem limites” “Faço o amor, não faço a guerra” “Professores, sois tão velhos quanto a vossa cultura, o vosso modernismo nada mais é que a modernização da polícia, a cultura está em migalhas” Fontes: “A Sociedade do Espetáculo” (Guy Debord) e “Internacional Situacionista” (coletânea de textos publicados em Maio de 1968)   Assinale a alternativa que NÃO está diretamente relacionada às frases citadas.
  20. 20. UFMG 2010
    Em meados dos anos 1950, iniciou-se, nos Estados Unidos, um vigoroso movimento pelos direitos civis dos negros, liderado, entre outros, pelo pastor Martin Luther King. Considerando-se esse movimento, é INCORRETO afirmar que:
  21. 21. UFMG 1999
    Todas as alternativas apresentam acontecimentos históricos que completaram 30 anos em 1998 e foram relevantes para a afirmação de uma mentalidade libertária no plano mundial, EXCETO
  22. 22. UFMA 2008
    A respeito da luta pelos direitos civis nos EUA nas décadas de 1950/60 , coloque V para os itens verdadeiros e F para os falsos e, depois, assinale a opção que contém a seqüência correta.   ( ) Os negros, por serem alvo de uma política racista empreenderam lutas por igualdade de direitos civis. ( ) As leis pela igualdade de direitos entre negros e brancos se intensificaram no governo Richard Nixon. ( ) Martin Luther King e Malcom X foram as principais lideranças negras contra o racismo. ( ) Na luta por direitos civis dos negros, Luther King, adepto da não-violência, organizava manifestações pacíficas. ( ) Malcom X, líder muçulmano, considerava o pacifismo eficiente para combater o racismo.
  23. 23. ENEM 2009
    O ano de 1968 ficou conhecido pela efervescência social, tal como se pode comprovar pelo seguinte trecho, retirado de texto sobre propostas preliminares para uma revolução cultural: “É preciso discutir em todos os lugares e com todos. O dever de ser responsável e pensar politicamente diz respeito a todos, não é privilégio de uma minoria de iniciados. Não devemos nos surpreender com o caos das ideias, pois essa é a condição para a emergência de novas ideias. Os pais do regime devem compreender que autonomia não é uma palavra vã; ela supõe a partilha do poder, ou seja, a mudança de sua natureza. Que ninguém tente rotular o movimento atual; ele não tem etiquetas e não precisa delas”.  Os movimentos sociais, que marcaram o ano de 1968,
  24. 24. UNICAMP 2014
    Como os abolicionistas americanos previram, os problemas da escravidão não cessariam com a abolição. O racismo continuaria a acorrentar a população negra às esferas mais baixas da sociedade dos Estados Unidos. Mas se tivessem tido a oportunidade de fazer uma viagem pelo Brasil de seus sonhos – o país imaginado por tanto tempo como o lugar sem racismo – eles teriam concluído que entre o inferno e o paraíso não há uma tão grande distância afinal. (Adaptado de Célia M. M. Azevedo, Abolicionismo: Estados Unidos e Brasil, uma história comparada (século XIX). São Paulo: Annablume, 2003, p. 205.)   Sobre o tema, é correto afirmar que:
  25. 25. UFU 2014
    Em agosto de 1963, o pastor Martin Luther King Jr. fez um discurso histórico. Combatendo o racismo da sociedade norte-americana, ele usou uma imagem interessante para definir o episódio da Declaração de Independência dos Estados Unidos, de 1776: uma espécie de cheque a ser descontado pelas gerações futuras do país. Explicou que o cheque, levado ao banco por mãos negras, voltou com a marca “fundos insuficientes”. O discurso foi um protesto contra este estelionato, pois os afrodescendentes ainda lutavam por seu 4 de  julho, 187 anos depois da ruptura com a Inglaterra. Em defesa do voto feminino, mulheres recorreram a argumentos semelhantes, assim como os conservadores do século XXI do Tea Party invocam o espírito da Independência ao proclamar suas ideias e projetos. KARNAL, LEANDRO. Sonhando com o inimigo. Revista de História da Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro. Edição 74. Novembro 2011, p. 64, adaptado.     Em 1776, a realidade das 13 colônias era de profunda variedade religiosa, econômica e social e não havia nada próximo de um país. Feita a independência, sobre enorme diversidade, restava o desafio de construir uma nação, produzindo símbolos e significados para sua unidade. O discurso de Martin Luther King e de outras minorias, bem como o de grupos republicanos conservadores como o Tea Party, indicam que existe nos EUA uma
  26. 26. UDESC 2016
     Analise as proposições em relação aos registros sobre o protagonismo das populações negras contra a discriminação racial.  I. No Brasil, Abdias Nascimento é considerado uma das lideranças mais expressivas da juventude negra comunista, participou ativamente da luta armada contra a ditadura militar e foi o criador do Teatro Experimental do Negro (TEN) e do Movimento Negro Unificado (MNU).   II. Durante as décadas de 60 e 70, Steve Biko liderou o Movimento da Consciência Negra contra o apartheid na África do Sul. Ficou famoso pelo slogan Black is Beautiful.   III. As Panteras Negras foi um movimento negro norte-americano criado nos anos 60 do século XX. Os militantes desse grupo radical pediam a libertação de todos os negros das penitenciárias americanas, e o pagamento de indenizações às famílias negras pelo período da escravidão. O grupo teve orientação marxista e foi severamente reprimido pelo FBI. Entre as lideranças, merecem destaque Huey Newton e Bobby Seale.  IV. Nação do Islã foi uma vertente religiosa norte-americana de luta contra a discriminação racial, praticava a luta política por meios legais, mas aceitava a violência para autoproteção. O grupo defendia a supremacia e o separatismo dos negros. Seu principal representante foi Malcolm X.   V. Em Santa Catarina, a população negra só conseguiu se mobilizar com organizações de combate  ao racismo a partir  da militância antirracial de Cruz e Sousa em meados do  século XIX.  Assinale a alternativa correta. 
  27. 27. UNICENTRO 2010
    Muitos consideram o ano de 1968 como um ano de revoluções fracassadas, entretanto o mundo inteiro esteve envolvido em protestos que marcaram a história mundial para sempre evidenciando a derrocada de valores que o mundo não queria mais como modelo. Assinale a alternativa INCORRETA.
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login