Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de Período Entre Guerras (Nazifascismo)

Voltar para Período Entre Guerras (Nazifascismo)

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Período Entre Guerras (Nazifascismo) dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 31. UFJF 2011
    Leia o texto abaixo sobre o Nazismo. Nós queremos, um dia, não mais ver classes nem castas; portanto comecem já a erradicar isso em vocês mesmos. Nós queremos, um dia, ver no Reich uma só peça, e vocês devem já se educar nesse sentido. Nós queremos que esse povo seja, um dia, obediente, e vocês devem treinar essa obediência. Nós queremos que esse povo seja, um dia, pacífico, mas valoroso, e vocês devem ser pacíficos. Adolf Hitler, no Congresso Nazista de Nuremberg, 1933. In: O triunfo da vontade, filme de Leni Riefenstahl, 1935. De acordo com esse texto, o projeto nazista tinha como característica a
  2. 32. UFU 1999
    Em julho de 1936, o general Francisco Franco, sob o pretexto de um avanço comunista, liderou uma revolta militar para derrubar a República, dando início à guerra civil espanhola. Do seu lado estavam a maioria da Igreja Católica e setores da classe média e do Exército. A respeito dessa guerra é correto afirmar que I- os russos se mantiveram neutros enquanto Alemanha e Itália lutaram contra Franco ao lado dos republicanos, sendo derrotados pelas Brigadas Internacionais de comunistas e anarquistas. II- a mais sensível imagem dos horrores da guerra civil espanhola pode ser vista na obra do artista plástico Pablo Picasso, que retratou, em Guernica, toda sua indignação perante o bombardeio alemão à cidade espanhola. III- com a ajuda militar da Itália e da Alemanha e o apoio da Igreja Católica, o general Franco conseguiu, em 1939, derrubar a resistência republicana, abrindo caminho para a expansão dos regimes totalitários na Europa e instalando na Espanha, uma ditadura que duraria até 1975. IV- entre os fatores de insatisfação dos setores conservadores, aglutinados no grupo da Falange e liderados por Franco, estava a vitória da coligação da Frente Popular e dos movimentos de esquerda nas eleições de 1936. Assinale
  3. 33. UNIFENAS 2017
    Leia um trecho de diálogo presente no filme O menino do pijama listrado, de 2008. O filme, adaptação de uma obra literária, trata da amizade entre um garoto alemão, filho de um oficial nazista, e um menino judeu, separados por uma cerca num campo de concentração. - Por que não podemos ir até o outro lado da cerca para brincar? - A cerca não está lá para nos impedir de ir ao outro lado. É para impedi-los de virem até aqui. - Mas por quê? - Porque eles tem que ser mantidos juntos, com a sua própria laia. O texto permite identificar uma importante característica da doutrina nazista. Qual?
  4. 34. UNIMONTES 2014
    “A ONU, nossa ONU, enlouquece, se burocratiza (sic) por falta de poder e de autonomia, de reconhecimento e, sobretudo, de democracia para o mundo mais fraco, que constitui a maioria esmagadora do planeta.” (Trecho do discurso de José Mujica. Presidente do Uruguai, na ONU, em 26/9/2013. Zero Hora.) A crítica de José Mujica relativa à ONU, na atualidade, faz lembrar a situação do(a)
  5. 35. UNIMONTES 2014
    Analise as afirmativas a seguir, marcando C para as corretas ou I para as incorretas, em relação ao nazismo. ( ) A derrota da Alemanha, na Primeira Guerra Mundial, e a humilhação decorrente do Tratado de Versalhes contribuíram para a emergência do nazismo. ( ) O nacionalismo, o militarismo, o anticomunismo e o antissemitismo são consideradas características do nazismo. ( ) A crise de 1929 agravou a situação da Alemanha, ocasionando o desemprego, desestabilizando a República de Weimar e favorecendo a ascensão de Hitler ao poder. ( ) O corporativismo constituía a peculiaridade do regime nazista alemão e era baseado na crença da superioridade da raça ariana exposta nos Protocolos dos Sábios de Sião. A sequência CORRETA é:
  6. 36. UFSJ 2004
    “Os nazistas eram totalmente ignorantes em genética. Tudo o que fizeram era furado. Eles inclusive tinham a ideia de uma raça homogênea ariana, o que não faz nenhum sentido porque 95% da variabilidade genética humana está dentro do que eles chamavam de raças” (PENA, Sérgio Danilo. Geneticista da Universidade Federal de Minas Gerais, em entrevista à Revista Galileu, de fevereiro de 2003) O nazismo alemão pregava
  7. 37. UNIFENAS 2017
    O conflito teve início em 1936 e é considerado um grande ensaio, uma antecipação terrível do que ocorreria na Segunda Guerra Mundial (1939-1945). De um lado, as forças nacionalistas do General Franco, apoiadas por Hitler e Mussolini. Do outro lado, os republicanos apoiados pela União Soviética. O resultado foi a vitória do Totalitarismo nazifascista numa ditadura que perdurou quase 40 anos. Tendo como base a leitura, do texto é possível afirmar tratar-se da
  8. 38. UNICENTRO 2005
    O programa partidário do Nazismo (1920) e os textos de Hitler sintetizam a proposta do totalitarismo de direita. Assinale a alternativa que apresenta um dos elementos fundamentais do nazismo
  9. 39. UNIMONTES 2013
    Os regimes nazifascistas, na Europa do período entre as duas guerras mundiais, caracterizavam-se pelo(a)
  10. 40. UENP 2013
    “Meu pai tinha 36 anos quando casou com minha mãe que, naquele tempo, contava 25. Margot, minha irmã, nasceu em 1926, em Frankfurt; aos 12 de junho de 1929, vim eu, e como somos judeus, emigramos para a Holanda em 1933 [...]. Surgiram decretos antissemitas, uns após outros, em rápida sucessão. Os judeus tinham que usar uma estrela amarela, os judeus tinham que entregar as bicicletas, os judeus não podiam andar de bonde, os judeus ficavam proibidos de dirigir automóveis. Os judeus só podiam fazer compras das três às cinco da tarde, e só em lojas que tivessem placa dizendo „casa israelita‟.” Anne Frank, Diário de uma jovem   A autora do trecho acima morreu aos quinze anos de idade em um campo de concentração. Seu diário, publicado mais tarde, é um documento que traz registros da perseguição que os judeus sofreram na Alemanha após a ascensão de Adolf Hitler ao poder. Em relação ao nazi-fascismo, assinale a alternativa correta.
  11. 41. CEFET-MG 2005
    A emergência de movimentos e regimes nazifascistas na Europa, no período de entre-guerras, fundamenta-se nas críticas dirigidas, por eles, ao Estado Liberal, tal como a condenação à (às)
  12. 42. FAMERP 2016
    A Grã-Bretanha havia perdido 40% de sua frota mercante e os investimentos estrangeiros haviam diminuído drasticamente; enquanto a produção industrial britânica diminuiu durante a Primeira Guerra Mundial, a dos Estados Unidos aumentou em torno de 22% e a do Japão, que se revelou um temível rival da indústria têxtil do pós-guerra, teve um crescimento estimado de 76% entre 1913 e 1920. (Asa Briggs. História social da Inglaterra, 1994. Adaptado.) As modificações apontadas pelo excerto, ocorridas nas economias desenvolvidas, revelam
  13. 43. UFPA 2013
    3 “Os judeus tinham que usar uma estrela amarela, [...] tinham que entregar as bicicletas, [...] não podiam andar de bonde, [...] ficavam proibidos de dirigir automóveis.[...] só podiam fazer compras das três às cinco horas e só em casas que tivessem placa dizendo ‘casa israelita’. Os judeus deviam recolher-se às suas casas às oito da noite [...]. Ficavam proibidos de ir a teatros, cinemas e outros lugares de diversão.” FRANK, Anne. Diário de uma jovem. São Paulo: Editora Mérito S. A., 1958, p. 14, 3ª edição. Esse trecho, que foi retirado do diário de uma adolescente judia prisioneira num campo de concentração, na Alemanha, onde morreu em 1945, revela
  14. 44. MILTON CAMPOS 2012
    Leia o texto.   “Os costumes americanos, as práticas americanas, a música americana e a cultura popular americana são imitados nos recantos mais longínquos do planeta. Já em 1925, milhões de pessoas na Europa conheciam nomes e rostos de astros de cinema americano, ao passo que não sabiam o nome de seu próprio primeiro-ministro.” (LUKACS, John. O fim do século 20 e o fim da Era Moderna. São Paulo: Best-Seller, 1993.)   A partir da análise do texto acima, pode-se concluir:
  15. 45. UFJF 2013
    Após a Primeira Guerra Mundial, foi proclamada a República na cidade de Weimar. Instaurou-se na Alemanha o regime parlamentar e democrático. O poder Legislativo era formado pelo parlamento, o Reichstag, e o Presidente da República nomeava o chanceler que era responsável pelo poder Executivo. O sistema de governo permaneceu estável, praticamente, até 1933.   No entanto, a República de Weimar foi marcada por uma sucessão de crises de caráter econômico, social, político e cultural, em consequência de uma série de fatores, tais como:   I. A incapacidade do governo de controlar as forças policiais e militares empenhadas em manter “paz interna”. II. A disposição dos vários setores sociais para fazer valer as exigências do Tratado de Versalhes. III. A tendência do governo de apoiar, através dos mecanismos institucionais e democráticos, as ideologias anti-semita e nazista. IV. A impossibilidade do governo de controlar a dramática escalada inflacionária potencializada pela crise internacional. V. A capacidade dos socialistas e comunistas de conquistar a simpatia do povo, levando-os gradualmente a tomar o poder.   São CORRETAS as seguintes afirmações:  
  16. 46. UFJF 2012
    Denominou-se Holocausto o extermínio de judeus em campos de concentração organizados pelo governo nazista alemão, durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Esses acontecimentos foram norteados por propostas do antissemitismo, que se tornou visível, na Europa, desde meados do século XIX.     Leia as afirmativas sobre o ideário antissemita e, em seguida, marque a alternativa CORRETA.     I) A acusação do envolvimento dos judeus com o capitalismo internacional, exemplificada na publicação fraudulenta “Os Protocolos dos Sábios de Sião”.   II) A atribuição de responsabilidade dos judeus na elaboração do comunismo, do pacifismo e da igualdade dos direitos civis.   III) A constatação de que os judeus ameaçavam a pureza da raça ariana exemplificada nas Leis de Nuremberg de 1935.   IV) O nacionalismo exacerbado como um dos componentes do antissemitismo político, pois acusava os judeus de não serem cidadãos leais a seus países.
  17. 47. UNB 2015
    O texto Liberdade, Liberdade, de Millôr Fernandes e Flávio Rangel, nos leva, pela ironia, a uma reflexão sobre o termo que dá nome ao título da obra. Com frases marcantes de personagens da história da humanidade, de Hitler a Jesus Cristo, traz um questionamento sobre os significados e significantes da palavra liberdade ao longo do tempo.   O texto, produzido em plena ditadura militar, em 1965, é considerado por muitos estudiosos uma obra pioneira do teatro de resistência no Brasil. Em pleno século XXI, o século de “não preconceitos” (ou seria de preconceitos velados?), o texto provoca reflexões sobre o momento atual, sobre a ditadura, e até sobre a censura “inexistente” em nossa sociedade.     O tema da liberdade está intrinsecamente vinculado à contemporaneidade, tendo correspondido ao ideal revolucionário que, combatendo o antigo regime e seu corolário nas Américas — o antigo sistema colonial —, desvelou a contemporaneidade. A respeito da marcha dialética da liberdade ao longo do século XX, a envolver contextos de afirmação e de negação de sua existência, assinale a opção correta.
  18. 48. PUC-CAMPINAS 2016
    Considere os itens abaixo.   I. Os dirigentes procuravam sujeitar toda a vida da nação a uma ideologia imposta pelo Partido. II. O totalitarismo de direita era justificado como sendo o único meio de terminar com a luta de classes, com a ameaça do internacionalismo comunista e com a fraqueza da liberdade individual. III. O combate à democracia por considerá-la um regime fraco frente às ameaças do comunismo. IV. O nacionalismo extremado e a exaltação da guerra como meio de restaurar as glórias passadas e sobrepor o regime às demais nações. V. A imposição de uma cooperação entre capital e o trabalho, condicionada por uma ampla legislação social.   O conhecimento histórico permite afirmar que os itens identificam
  19. 49. UNAMA 2013
    O direito ao solo e à terra pode tornar-se um dever quando um grande povo parece destinado à ruína por falta de extensão territorial. Especialmente quando não se trata de qualquer populaçãozinha negra, mas da Alemanha, mãe da vida, mãe de toda civilização atual. A Alemanha tem todas as oportunidades de arrebatar a Ucrânia à Rússia soviética porque o comunismo é dirigido pelos judeus: ora, a longo prazo, o judeu não saberia conservar o Estado potente; ele não é um elemento organizado, não passa de um fermento de decomposição. (Minha Luta – Adolf Hitler)   O trecho acima contém a base da ideologia do Estado nazista na Alemanha. Na passagem acima transcrita se evidencia
  20. 50. UNAMA 2012
    Cada acontecimento era preparado minuciosamente pelo próprio Hitler. Cada entrada em cena, a marcha dos grupos, os lugares dos convidados de honra, a decoração geral, flores, bandeiras, tudo era previsto. Florestas de bandeiras, jogos de archote, a multidão disposta disciplinadamente, a música envolvente, os canhões de luz. (LENHARO, Alcir. Nazismo: o triunfo da vontade. São Paulo: Ática,1986,p.38,40-1)   Hitler e os nazistas utilizaram várias estratégias como forma de ampliar a adesão da população alemã ao nazismo. Na afirmativa do historiador Alcir Lenharo, se identifica
  21. 51. UFJF 2016
    O século XX foi marcado pela presença de importantes regimes autoritários, nascidos em diferentes países. Suas origens explicam-se pelos fatores internos à cada país, mas todos repercutiram em escala internacional gerando uma série de conflitos. Sobre essa época, assinale a questão INCORRETA:
  22. 52. UPE 2016
    É ISTO UM HOMEM? Vocês que vivem seguros em suas casas, vocês que voltando à noite, encontram comida quente e rostos amigos, pensem bem se isto é um homem, que trabalha no meio do barro, que não conhece paz, que luta por um pedaço de pão, que morre por um sim ou por um não. Pensem bem se isto é uma mulher, sem cabelos e sem nome, sem mais força para lembrar, vazios os olhos, frio o ventre, como um sapo no inverno. Pensem que isto aconteceu: eu lhes mando estas palavras. Gravem-nas em seus corações, estando em casa, andando na rua, ao deitar, ao levantar, repitam-na a seus filhos. Ou, senão, desmorone-se a sua casa, a doença os torne inválidos, os seus filhos virem o rosto para não vê-los. LEVI, Primo. É isto um homem? Rio de Janeiro: Ed. Rocco.    Esse poema é um testemunho do Holocausto, que se transformou num ícone dos direitos humanos por defender a
  23. 53. UNB 2011
    A Guerra Civil Espanhola (1936-1939) foi iniciada pela sublevação de extrema-direita comandada pelo general Francisco Franco contra o governo legal. As posições assumidas pelas potências mundiais nesse conflito inserem-se no contexto que conduziu à Segunda Guerra Mundial. A respeito desse assunto, assinale a opção correta
  24. 54. UPE 2013
    O objetivo básico do nazismo era alcançar o domínio total. Do ponto de vista interno, isso significava a tentativa de produzir uma opinião única e uma ação coesa, orientada pelas ideias veiculadas pelo regime e seguindo o comando do líder. Do ponto de vista externo, significava a tentativa de conquistar o mundo, impondo a supremacia da raça ariana e os ideais de embelezamento e perfeição contidos no projeto de superioridade alemã. No que diz respeito ao seu funcionamento, o nazismo procurou eliminar a multiplicidade das vontades sociais por meio da violência física e da persuasão autoritária. D’ALESSIO, Marcia Mansor. & CAPELATO, Maria Helena. Nazismo: política, cultura e holocausto. São Paulo: Atual, 2004, p. 10-11.   A partir da análise do texto, conclui-se que  
  25. 55. UNIPAM 2013
    “O totalitarismo, fenômeno político do século XX, mobilizou de forma surpreendente grandes segmentos da sociedade de diversos países. O fascismo na Itália e o nazismo na Alemanha têm características semelhantes, sobretudo como manifestações do ideal totalitário”. (ARANHA, Maria Lúcia Arruda. Filosofando. 4. ed. São Paulo: Moderna, 2009 p. 287). Embora de origem e significação diferentes, nazismo e fascismo possuem aspectos comuns. Assinale a alternativa que NÃO apresenta um traço comum a essas experiências totalitárias.
  26. 56. UNIPAM 2015
    “O objetivo básico do nazismo era alcançar o domínio total. Do ponto de vista interno, isso significava a tentativa de produzir uma opinião única e uma ação coesa, orientada pelas ideias veiculadas pelo regime. Externamente, a tentativa de conquistar o mundo, impondo a supremacia da raça e os ideais de embelezamento.” (D’ALESSIO, Marcia Mansor; CAPELATO, Maria Helena. Nazismo: política, cultura e holocausto. São Paulo: Atual, 2004, p, 10).   A respeito do nazismo, julgue as considerações a seguir.   I. A arte da propaganda nazista era dirigida principalmente às classes médias, apoiada no antissemitismo e na defesa do pluripartidarismo. II. A nação para os nazistas era o ideal supremo, a mais elevada forma de sociedade criada pelo ser humano. III. O nazismo é um projeto definido como totalitário, já que propõe a formação de uma sociedade organizada em torno de um corpo único e indivisível. IV. A pedagogia nazista para a mulher permitia uma ampla atuação da ‘guardiã da raça ariana’ no espaço público.   É CORRETO apenas o que se afirma em
  27. 57. UFAM 2010
    Em 1931, o escritor alemão Thomas Mann, num artigo intitulado Um apelo à razão, descreveu o nazismo e seu nacionalismo radical como uma rejeição da tradição racional do Ocidente. O nazismo, escreveu ele, “distingue-se por (...) sua absoluta falta de restrição, por seu caráter orgiástico, radicalmente anti-humano e freneticamente dinâmico (...) Tudo é possível, tudo é permitido enquanto arma contra a decência humana (...) O fanatismo converte-se num meio de salvação (...) a política torna-se um ópio para as massas (...) e a razão encobre seu rosto”.   O conteúdo do texto acima, embora escrito há mais de setenta anos, continua bastante atual. Alguns elementos destacados pelo Autor não deixaram de existir com a derrocada do regime nazista em 1945, uma vez que eles se manifestam, contemporaneamente, nos comportamentos de intolerância praticados por variados grupos racistas e de militância inspirada no nazismo. Acerca deste regime políticoideológico, não se pode afirmar que:
  28. 58. UNICENTRO 2010
    “O fascismo, como qualquer outro movimento político, foi uma criação de seres humanos, e a esses seres humanos é que devemos perguntar a razão de o fascismo ter surgido e crescido. Eles não agiram, porém, no vácuo: atuaram dentro de situações pré-determinadas por ações anteriores de outros homens, e isso tem que ser levado em conta. De fato, o período áureo dos fascismos foi um período de sérios problemas econômicos, políticos e sociais, e seria impossível entender um deles sem entender os outros” (João Fabio Bertonha, Fascismo, nazismo, integralismo, 2000.). Pensando no contexto que gerou o fascismo, é correto afirmar que
  29. 59. UNICENTRO 2014
    O grande confronto político ideológico que antecedeu a Segunda Guerra Mundial ocorreu entre o
  30. 60. UNIMONTES 2014
    Na primeira metade do século XX, a Alemanha testou a capacidade de sua aviação militar sem oposição da França e Inglaterra ao
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login