Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de Período Entre Guerras (Nazifascismo)

Voltar para Período Entre Guerras (Nazifascismo)

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Período Entre Guerras (Nazifascismo) dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 121. UFRGS 2007
    O "New Deal" consistiu em um programa adotado pelos EUA para superar os terríveis efeitos da Grande Depressão gerados pela quebra da Bolsa de Valores de Nova Iorque.   Em relação às medidas aplicadas nesse programa, são feitas as seguintes afirmações.   I - O Estado tomou a iniciativa de realizar diversas obras públicas com o objetivo de criar postos de trabalho para milhões de desempregados. II - As diretrizes keynesianas foram abandonadas em benefício do liberalismo econômico e da autonomia das forças do mercado como marcos reguladores da relação capital-trabalho. III - A aplicação do programa contou com forte oposição dos setores conservadores, que denunciavam a intervenção do Estado na economia como um processo de socialização da vida nacional.   Quais estão corretas?
  2. 122. PUC-CAMPINAS 2015
    Lê-se numa crônica de Manuel Bandeira, escrita em 1934:   Tenho um amigo que andou alguns anos na Alemanha onde gozou, como bom brasileiro, da liberdade de costumes que vai por lá. Mas parece que houve um momento em que se descuidou, e o resultado foi uma paternidade, bravamente aceita. Voltou para o Brasil, veio depois a vitória nazista, e agora chega uma carta em que se lhe pede que prove perante os tribunais alemães a sua qualidade de ariano. (...) A carta acabava como acabam hoje todas as cartas dos alemães que se conformaram com o nazismo – com um “Heil Hitler!”, como quem diz “ciao”. (Crônicas inéditas. São Paulo: Cosac Naify, 2009, p. 160. Org. por Julio Castañon Guimarães)   Soube-se depois que esse “amigo” a que discretamente se referia Manuel Bandeira era Sérgio Buarque de Holanda, autor de Raízes do Brasil, um clássico da época, assim como o foi Casa Grande & Senzala, de Gilberto Freyre.     A Segunda Guerra Mundial eclodiu quando Hitler começou a aplicar seu programa internacional de expansão nazista na Europa. Um dos antecedentes dessa Guerra é:
  3. 123. UEPB 2014
    Momento conturbado de nossa história contemporânea é o período entre as duas grandes guerras do século XX. Foram vinte anos em que duas possibilidades eram bem aceitas pelo mundo afora (1) que os problemas políticos internos e externos às nações inevitavelmente levariam o mundo a um grande conflito; (2) que os sistemas democrático-liberais estavam fadados ao fracasso e que os totalitários e autoritários se tornariam hegemônicos.   Assinale ( V ) para as proposições verdadeiras e ( F ) para as falsas   (     ) No período entre guerras, seis países, entre eles Inglaterra, Suíça e Suécia, permaneceram com instituições políticas democráticas. O resto da Europa se rendeu aos sistemas totalitários, liderados por partidos ou lideres conservadores e autoritários, que rejeitavam o sistema democrático representativo. (     ) Inesperadamente, o Japão e a China se uniram, no período entre guerras, para defender o sistema democrático liberal como forma de se contraporem à União Soviética stalinista, que queria a todo custo anexá-los como forma de garantir o domínio no continente asiático. (     ) O movimento fascista avançou pelo mundo ocidental prometendo desenvolvimento econômico e o fim do desemprego, e se opondo à democracia e ao comunismo. Os fascistas atacavam os governos constitucionais e a liberdade do cidadão e tratavam o igualitarismo como uma perigosa utopia. (     ) Em toda a Europa, apenas a Alemanha nazista e a Itália fascista abraçaram sistemas políticos não democráticos. O resto dos países do velho continente ou permaneceram com seus regimes democráticos ou voltaram a adotar os sistemas monarquistas que praticaram até o final do século XVIII. Assinale a alternativa correta  
  4. 124. UFU 2007
    O depoimento a seguir, escrito por uma pesquisadora polonesa em 1985, relembra momentos de sua adolescência entre judeus em Varsóvia. Trecho 1: anos finais da década de 1930; trecho 2: meados da década de 1940. Trecho 1 “Àquela época, era difícil para qualquer um ingressar na escola de medicina da Universidade de Varsóvia – para uma moça ou um rapaz judeu, era quase impossível. Embora as universidades polonesas não tivessem chegado a adotar a exclusão total, havia não obstante uma clara restrição extra-oficial ao número de judeus admitidos como alunos, em especial nos cursos que preparavam profissionais liberais, como o de medicina.” Trecho 2 “Os guardas obrigam mais e mais pessoas a entrarem, até que fica difícil respirar. Crianças gritam, homens praguejam e blasfemam, uma pessoa fica histérica. – Vamos botar essas três judias pra fora! – exclama de repente uma mulher. – Estaremos bem melhor sem elas. Uma forte reprimenda faz com que ela se cale. – Mais uma palavra – um homem mutilado diz asperamente – e quem vai ser jogada pra fora é você.” BAUMAN, Janina. Inverno na Manhã. Uma jovem no Gueto de Varsóvia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2005, p. 17 e 198. Considerando a narrativa apresentada e o contexto a que se refere, assinale a alternativa correta.  
  5. 125. UFRGS 2016
    Leia o segmento abaixo, sobre a história da América Latina no século XX.   A Grande Depressão da década de 1930 terminou a demolição do neocolonialismo e energizou movimentos nacionalistas por toda a América Latina. Nos anos após o colapso da Bolsa de Nova York, de 1929, o volume do comércio internacional latinoamericano reduziu-se à metade, em um violento espasmo. Com o avanço da década de 1930, ocorreu um importante fenômeno, um efeito colateral positivo do colapso do comércio internacional. CHASTEEN, J. América Latina: uma história de sangue e fogo. Rio de Janeiro: Campus, 2001. p. 187.   O segmento faz referência a um importante fenômeno histórico na América Latina.   Assinale a alternativa que indica esse fenômeno.
  6. 126. UFU 2007
    Considere o texto abaixo. O filme 300, que chegou aos cinemas no início do ano de 2007, provocou nos meios de comunicação discussões e inquietações acerca das diferenças entre Ocidente e Oriente, tendo a “democracia” como um dos principais aspectos diferenciadores entre os dois pólos. Mesmo com a derrota momentânea diante dos persas, os gregos são exaltados no filme e na mídia como aqueles que jamais aceitariam o “domínio de um só homem que estivesse acima da lei” (Super Interessante, n.238, abr. 2007, p.72.). No entanto, a Democracia no mundo ocidental nem sempre esteve na ordem do dia, especialmente com relação as duas décadas que antecederam a II Grande Guerra Mundial. Sobre esse assunto, pode-se afirmar que:  
  7. 127. UFMG 2008
    Leia este trecho: “Camisas negras de Milão, camaradas operários! Há cinco anos as colunas de um templo que parecia desafiar os séculos desabaram. O que havia debaixo destas ruínas? O fim de um período da história contemporânea, o fim da economia liberal e capitalista [...] Diante deste declínio constatado e irrevogável, duas soluções aparecem: a primeira seria estatizar toda a economia da Nação. Afastamo-la, pois não queremos multiplicar por dez o número dos funcionários do Estado. Outra impõe-se pela lógica: é o corporativismo englobando os elementos produtores da Nação e, quando digo produtores, não me refiro somente aos industriais mas também aos operários. O fascismo estabeleceu a igualdade de todos diante do trabalho. A diferença existe somente na escala das diversas responsabilidades. [...] O Estado deve resolver o problema da repartição de maneira que não mais seja visto o fato paradoxal e cruel da miséria no meio da opulência.” Discurso de Mussolini dirigido aos operários milaneses, em 7 de outubro de 1934. In: MATTOSO, Kátia M. de Queirós. Textos e documentos para o estudo da história contemporânea (1789-1963). São Paulo: Hucitec: Edusp, 1977. p. 175-177.   A partir dessa leitura e considerando-se outros conhecimentos sobre o assunto, é INCORRETO afirmar que o fascismo italiano:
  8. 128. UEL 2009
    Considere as afirmativas. I. O nazismo é um regime considerado totalitário. Caracteriza-se pelo poder forte e autoritário (sujeição da população), pela defesa nacional (exacerbando o racismo e a xenofobia) e por um Estado policial. Tem consigo o gérmen da guerra e é fortemente amparado pela propaganda. O totalitarismo, no século XX, teve um êxito incontestável. II. A violência de caráter militar e psicológica configura-se em base de sustentação dos regimes totalitários. No caso da Alemanha, a perseguição dos alemães aos judeus, culminando com o holocausto, mostra não somente uma prática violenta e cruel, como também um motivo para tantas adesões dos indivíduos ao regime nazista de Hitler. III. Os regimes totalitários nasceram no final da II Guerra Mundial com a finalidade de evitar que o poder caísse nas mãos da esquerda. Dessa forma, pode-se considerar que esse projeto político configura-se em uma obra de poucos homens, com a intenção de restringir a democracia e impedir uma crise do mundo capitalista. IV. O nazismo e o fascismo nasceram como uma ofensiva à Revolução Russa. O temor ao “perigo vermelho” e a consequente disseminação da proposta socialista apontava para o estabelecimento de uma nova ordem mundial, e a instauração de regimes totalitários na Europa fez recrudescer as tentativas de implementar uma outra realidade histórica. Assinale a alternativa correta.
  9. 129. UNIMONTES 2010
    As esperanças geradas – de um mundo pacífico e democrático de Estados-nação sob a Liga das Nações; de um retorno à economia mundial de 1913 (...) – logo foram frustradas. (HOBSBAWM, E. A era dos extremos. São Paulo: Cia das Letras, 1995 – Adaptado) O princípio básico de reordenação do mapa-múndi, no pós-Primeira Guerra Mundial, segundo Eric Hobsbawm, foi o de criar Estados-nação étnico-linguísticos. Entre os objetivos dessa política, é INCORRETO elencar:
  10. 130. UEMA 2012
    Sobre a ascensão de Hitler ao poder, é possível afirmar que
  11. 131. CEFET-RJ 2006
    A ascensão do Nazismo está intimamente ligada à derrota sofrida pela Alemanha na 1ª Guerra mundial, à humilhação ocorrida com o Tratado de Versalhes e à crise econômica dos anos 20. Além das causas citadas, pode-se afirmar que o nazismo teve como origem a(o)  
  12. 132. UNEMAT 2012
    O nazismo fundamentou-se teoricamente no livro Mein Kampf (Minha Luta), escrito pelo excabo da Primeira Guerra, Adolf Hitler, em 1923, e transformou-se em seu programa efetivo de governo.     Sobre o Nazismo é incorreto afirmar que: 
  13. 133. UNIPAM 2013
    “O totalitarismo, fenômeno político do século XX, mobilizou de forma surpreendente grandes segmentos da sociedade de diversos países. O fascismo na Itália e o nazismo na Alemanha têm características semelhantes, sobretudo como manifestações do ideal totalitário”. (ARANHA, Maria Lúcia Arruda. Filosofando. 4. ed. São Paulo: Moderna, 2009 p. 287). Embora de origem e significação diferentes, nazismo e fascismo possuem aspectos comuns. Assinale a alternativa que NÃO apresenta um traço comum a essas experiências totalitárias.
  14. 134. PUC-CAMPINAS 2017
    (...) o romantismo no Brasil não foi apenas um projeto estético, mas também um movimento cultural e político, profundamente ligado ao nacionalismo. Diferente do movimento alemão de finais do século XIX, tão bem descrito por Norbert Elias, o nacionalismo brasileiro, pintado com as cores do lugar, partiu sobretudo das elites cariocas, que, associadas à monarquia, esforçavam-se em chegar a uma emancipação em termos culturais. Os temas eram nacionais, mas a cultura, em vez de popular, era cada vez mais palaciana (...). Atacados de frente por um historiador como Varhagen, que os chamava de “patriotas caboclos”, os indianistas brasileiros ganharam, porém, popularidade e tiveram sucesso nesse contexto na imposição da representação romântica do indígena como símbolo nacional. (SCHWARCZ, Lilia Moritz. As barbas do imperador. D. Pedro II, um monarca nos trópicos. São Paulo: Companhia das Letras, 1998, p. 139-140) No século XX despontaram movimentos nacionalistas que tiveram forte repercussão dentro e fora da Europa, caso do fascismo italiano, cujos militantes defendiam que
  15. 135. PUC-RS 2016
    A economia dos Estados Unidos, favorecida pelas condições internacionais do pós-Primeira Guerra, conheceu um período de forte expansão e euforia nos anos 1920. Todavia, ao final dessa década, o país seria um dos principais focos da crise mundial de 1929 e da Grande Depressão internacional dos anos 1930. Um dos motivos dessa reversão de expectativas foi
  16. 136. IBMECRJ 2010
    Os historiadores consideram que a ascensão do fascismo era um alerta de enfraquecimento dos governos democráticos em boa parte da Europa. No caso italiano, Mussolini assumiu o governo em 1922, conseguindo realizar:
  17. 137. PUC-RJ 2012
    A ascensão dos partidos fascistas na Itália (1922) e na Alemanha (1933) apresenta muitas diferenças, mas, ao mesmo tempo, tem aspectos comuns. A esse respeito podemos afirmar: I   -  Diversos grupos sociais na Alemanha e na Itália se sentiam ameaçados politicamente após a Primeira Guerra Mundial e também após a revolução na Rússia pela ascensão política dos movimentos da esquerda revolucionária. II   -  O discurso sobre a superioridade racial unia italianos e alemães em um mesmo projeto ideológico e constituía uma base sólida de aliança entre o Partido Fascista Italiano e o Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães. III  -  Após a Primeira Guerra Mundial, crescia entre italianos e alemães, e mesmo em toda a Europa, uma forte descrença na adoção da democracia liberal como o modelo político a ser seguido. Com isso, teorias autoritárias ganharam espaço no cenário político desses países. IV  -  A rápida recuperação militar e econômica da Alemanha e da Itália precedeu a ascensão dos partidos fascistas que sustentavam uma plataforma política militarista e expansionista.   São afirmativas corretas:
  18. 138. UFJF 2013
    Após a Primeira Guerra Mundial, foi proclamada a República na cidade de Weimar. Instaurou-se na Alemanha o regime parlamentar e democrático. O poder Legislativo era formado pelo parlamento, o Reichstag, e o Presidente da República nomeava o chanceler que era responsável pelo poder Executivo. O sistema de governo permaneceu estável, praticamente, até 1933.   No entanto, a República de Weimar foi marcada por uma sucessão de crises de caráter econômico, social, político e cultural, em consequência de uma série de fatores, tais como:   I. A incapacidade do governo de controlar as forças policiais e militares empenhadas em manter “paz interna”. II. A disposição dos vários setores sociais para fazer valer as exigências do Tratado de Versalhes. III. A tendência do governo de apoiar, através dos mecanismos institucionais e democráticos, as ideologias anti-semita e nazista. IV. A impossibilidade do governo de controlar a dramática escalada inflacionária potencializada pela crise internacional. V. A capacidade dos socialistas e comunistas de conquistar a simpatia do povo, levando-os gradualmente a tomar o poder.   São CORRETAS as seguintes afirmações:  
  19. 139. UFMG 2009
    Considerando-se a crise econômica mundial iniciada, em 1929, com a quebra da Bolsa de Nova Iorque, é CORRETO afirmar que:
  20. 140. UNAMA 2012
    Cada acontecimento era preparado minuciosamente pelo próprio Hitler. Cada entrada em cena, a marcha dos grupos, os lugares dos convidados de honra, a decoração geral, flores, bandeiras, tudo era previsto. Florestas de bandeiras, jogos de archote, a multidão disposta disciplinadamente, a música envolvente, os canhões de luz. (LENHARO, Alcir. Nazismo: o triunfo da vontade. São Paulo: Ática,1986,p.38,40-1)   Hitler e os nazistas utilizaram várias estratégias como forma de ampliar a adesão da população alemã ao nazismo. Na afirmativa do historiador Alcir Lenharo, se identifica
  21. 141. PUC-MG
    A Primeira Grande Guerra rompeu um período de cem anos de paz e a imagem de estabilidade e prosperidade das potências européias ocidentais. Nessa transição e crise, a tecnologia, a ciência, as artes e a moda estavam sempre em transformação, e a sensação de viver o dia como se fosse o último tomou conta dos intelectuais e artistas, momento que ficou conhecido como “os Loucos Anos Vinte”. Todas as expressões artísticas citadas abaixo ganharam força nessa época, EXCETO:
  22. 142. UFU 2000
    A respeito do contexto histórico dos Estados Unidos entre o final da 1ª Guerra e o início da 2ª Guerra Mundial, assinale a alternativa correta.
  23. 143. MILTON CAMPOS 2012
    Leia o texto.   “Os costumes americanos, as práticas americanas, a música americana e a cultura popular americana são imitados nos recantos mais longínquos do planeta. Já em 1925, milhões de pessoas na Europa conheciam nomes e rostos de astros de cinema americano, ao passo que não sabiam o nome de seu próprio primeiro-ministro.” (LUKACS, John. O fim do século 20 e o fim da Era Moderna. São Paulo: Best-Seller, 1993.)   A partir da análise do texto acima, pode-se concluir:
  24. 144. UPE 2016
    É ISTO UM HOMEM? Vocês que vivem seguros em suas casas, vocês que voltando à noite, encontram comida quente e rostos amigos, pensem bem se isto é um homem, que trabalha no meio do barro, que não conhece paz, que luta por um pedaço de pão, que morre por um sim ou por um não. Pensem bem se isto é uma mulher, sem cabelos e sem nome, sem mais força para lembrar, vazios os olhos, frio o ventre, como um sapo no inverno. Pensem que isto aconteceu: eu lhes mando estas palavras. Gravem-nas em seus corações, estando em casa, andando na rua, ao deitar, ao levantar, repitam-na a seus filhos. Ou, senão, desmorone-se a sua casa, a doença os torne inválidos, os seus filhos virem o rosto para não vê-los. LEVI, Primo. É isto um homem? Rio de Janeiro: Ed. Rocco.    Esse poema é um testemunho do Holocausto, que se transformou num ícone dos direitos humanos por defender a
  25. 145. PUC-RJ 1999
    O Estado alemão durante o regime de Hitler e o Estado soviético sob Stálin costumam ser pensados como Estados totalitários.   Considere as seguintes afirmativas sobre esses estados:   I. Em ambos, a organização do partido - quer o nazista, quer o bolchevique - acabou confundindo-se com a organização do Estado, dando origem a uma política de partido único.   II. Os governos da Alemanha hitlerista e da Rússia stalinista fundavam sua legitimidade apresentando-se como únicas alternativas aos fracassos políticos e econômicos dos impérios alemão e russo.   III. Os Estados hitlerista e stalinista utilizaram a propaganda política nos meios de comunicação e a polícia secreta como armas eficazes na eliminação dos seus adversários políticos.   IV. A crise do capitalismo mundial em 1929 forneceu os principais argumentos para a implementação de uma política de restrição à ação do grande capital monopolista, por parte do Estado, tanto na Alemanha quanto na União Soviética.   Assinale a opção que contém as afirmativas corretas:
  26. 146. UEA 2002
    “Cinco milhões e meio de desempregados em 1933, dois milhões em 1935, menos de um em 1937, algumas dezenas de milhares entre 1933 e 1939. A produção mais que dobrou entre 1933 e 1939. Política de grandes obras – auto-estradas, ferrovias, aeroportos... Tudo realizado no âmbito de uma política rigorosa de controle de preços, de crédito... (pelo Estado)". (M. Béaud).   Assinale a alternativa que corretamente aborda o desenvolvimento econômico alemão na década que antecede a 2ª Guerra Mundial.
  27. 147. PUC-RJ 1999
    As afirmativas abaixo referem-se à situação da política internacional durante o período compreendido entre as duas guerras mundiais:   I. Após 1918, o mapa político da Europa foi refeito, passando a apresentar como principal transformação a intensa polarização entre o capitalismo liberal e socialismo soviético.   II. Com o desaparecimento dos impérios Austro-Húngaro e Turco - que abrigavam uma enorme diversidade de grupos culturais -, o modelo dos grandes estados multiétnicos entrou em crise.   III. Com a crise dos tradicionais impérios coloniais, especialmente os da Inglaterra e da França, surgiram novos estados independentes na África e na Ásia.   IV. A vitória da Revolução Socialista na Rússia e o quadro de crise econômica que se lhe seguiu favoreceram o surgimento de diversos movimentos populares por toda a Europa, que, no entanto, seriam reprimidos e derrotados no entre-guerras.   Assinale a opção que contém as afirmativas corretas:
  28. 148. UFPR 2016
    Leia abaixo a definição de “refugiado”:   De acordo com a Convenção de 1951 relativa ao Estatuto dos Refugiados, são refugiados as pessoas que se encontram fora do seu país por causa de fundado temor de perseguição por motivos de raça, religião, nacionalidade, opinião política ou participação em grupos sociais, e que não possa (ou não queira) voltar para casa. Posteriormente, definições mais amplas passaram a considerar como refugiados as pessoas obrigadas a deixar seu país devido a conflitos armados, violência generalizada e violação massiva dos direitos humanos. (Agência da ONU para refugiados (ACNUR). Disponível em: .)    Sobre eventos históricos referentes à existência de refugiados na história contemporânea, considere as seguintes afirmativas:   1. Após a I Guerra Mundial, com a dissolução dos Impérios Otomano e Austro-Húngaro e a instauração do princípio de nacionalidade, milhões de refugiados europeus migraram dentro e fora da Europa.   2. Desde a criação do Estado de Israel, em 1948, milhões de palestinos ganharam dupla cidadania, resolvendo sua situação de refugiados durante o mandato britânico na Palestina.   3. O governo Vargas foi contrário à entrada de judeus no Brasil, quando muitos deles tornaram-se refugiados, migrando para fora da Europa, durante os anos 1930 e a II Guerra Mundial.   4. Entre o final do século XIX e o início do século XX, o Brasil recebeu uma grande quantidade de refugiados italianos, espanhóis, poloneses, japoneses e alemães.   Assinale a alternativa correta.
  29. 149. UFJF 2012
    Denominou-se Holocausto o extermínio de judeus em campos de concentração organizados pelo governo nazista alemão, durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Esses acontecimentos foram norteados por propostas do antissemitismo, que se tornou visível, na Europa, desde meados do século XIX.     Leia as afirmativas sobre o ideário antissemita e, em seguida, marque a alternativa CORRETA.     I) A acusação do envolvimento dos judeus com o capitalismo internacional, exemplificada na publicação fraudulenta “Os Protocolos dos Sábios de Sião”.   II) A atribuição de responsabilidade dos judeus na elaboração do comunismo, do pacifismo e da igualdade dos direitos civis.   III) A constatação de que os judeus ameaçavam a pureza da raça ariana exemplificada nas Leis de Nuremberg de 1935.   IV) O nacionalismo exacerbado como um dos componentes do antissemitismo político, pois acusava os judeus de não serem cidadãos leais a seus países.
  30. 150. CEFET-MG 2005
    A emergência de movimentos e regimes nazifascistas na Europa, no período de entre-guerras, fundamenta-se nas críticas dirigidas, por eles, ao Estado Liberal, tal como a condenação à (às)
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login