Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de República das Oligarquias

Voltar para República das Oligarquias

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de República das Oligarquias dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 61. UNIMONTES 2009
    Acerca da Proclamação da República no Brasil e dos primeiros governos do novo regime, é CORRETO afirmar que
  2. 62. UFABC 2015
    Em 1930, o Brasil era um país agrícola, muito diferente do que conhecemos. Dependia quase que totalmente da venda do café no exterior, produto responsável por quase toda a riqueza nacional (69% das exportações brasileiras). O Brasil respondia sozinho por 60% da produção mundial do café, de forma que problemas com o produto no mercado internacional eram, na época, quase que exclusivamente uma preocupação brasileira. (Maria Celina D’Araújo. A Era Vargas)   O texto revela aspectos que caracterizaram a economia brasileira em grande parte do período da Primeira República (1889- 1930). Nos primeiros anos do governo de Getúlio Vargas, a situação econômica sofreu mudanças porque
  3. 63. UNEMAT 2011
    Sobre os movimentos operários nas três primeiras décadas do século XX, no Brasil, assinale a alternativa correta.
  4. 64. PUC-RS 2013
    Sobre a República Velha (1889-1930) e preencha os parênteses com V (verdadeiro) ou F (falso). ( ) A famosa política econômica do “encilhamento”, levada a efeito durante a presidência do Marechal Deodoro da Fonseca (1889-1891), primeiro presidente da República do Brasil, caracterizou-se por diminuir a emissão de moedas e o crédito, com o objetivo de controlar a alta inflação do período. ( ) A “política dos governadores” foi instituída a partir da presidência de Campos Sales, com o objetivo de garantir a estabilidade do governo federal. Por ela, a Presidência da República dava apoio aos governadores eleitos nos Estados e garantia a posse dos seus deputados na Câmara Federal; em troca, essas bancadas federais seriam fiéis ao presidente da República. ( ) O movimento tenentista, de orientação autoritária, foi uma forma de contestação do sistema de poder da República Velha, na medida em que combatia o sistema eleitoral da época, baseado no voto secreto e censitário.   O correto preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é
  5. 65. PUC-CAMPINAS 2017
    Não há dúvida de que a Semana havia sido concebida pelos seus idealizadores para causar furor, marcar uma data, gerar atritos e instaurar-se como marco simbólico de uma transformação. Sem reações de desagrado, sem polêmica e sem vaias, o plano corria o risco de naufragar. A imprensa, aliás, já tocara na ferida, na cobertura da primeira noite, ao notar que a expectativa hostil do público se transformara em aplausos – o oposto do que se esperava de um acontecimento futurista (...). (GONÇALVES, Marco Augusto. 1922. A semana que não terminou. São Paulo: Companhia das Letras, 2012. p. 299) Vários dos artistas que participaram da Semana acima mencionada provinham de famílias paulistas que haviam enriquecido com a produção de café. O cultivo desse grão, naquele contexto
  6. 66. PUC-CAMPINAS 2015
    O termo vanguarda designava originalmente a posição dos guerreiros que iam à frente, nas batalhas. Mais tarde, já no campo da arte, passou a identificar a posição de criadores que, preocupados com uma completa inovação estética, buscavam adiantar-se ao seu tempo e propunham, quando não impunham, novos paradigmas para a linguagem artística. No Brasil do século XX há que se destacar o papel de vanguarda cultural e artística do movimento modernista de 22, por sua vez inspirado por vanguardas europeias, e a radical atuação vanguardista dos poetas concretos, cujos manifestos datam da década de 50 − década em que a economia e a política nacional também buscaram modernizar-se. (Alcebíades Valongo, inédito)     Na década de 1920, mais que a luta social dos trabalhadores, foi o movimento tenentista que se destacou na cena política, abalando as bases de sustentação da República Velha. Do ponto de vista ideológico, esse movimento
  7. 67. UNIMONTES 2012
    Marque com C (correta) ou com I (incorreta) cada uma das afirmativas acerca dos movimentos ocorridos na zona rural brasileira, no início da República. ( ) A Guerra do Contestado, ocorrida numa região disputada pelos estados de Santa Catarina e Paraná, deveu-se à necessidade de muitas famílias de posseiros de lutarem por suas terras e à política do governo. ( ) A Revolta dos Farrapos, ocorrida no Rio Grande do Sul, uniu as classes dominantes e mobilizou as massas rurais contra as ações governamentais referentes à região. ( ) O movimento de Canudos, liderado por Antônio Conselheiro, organizou uma experiência comunitária autônoma, provocando a reação dos coronéis e chefes religiosos, exigindo a intervenção do governo central. ( ) A Cabanagem, ocorrida no Pará, evoluiu de uma revolta contrária à nomeação do governador para um levante das camadas mais pobres da população devido à lei de terras. Assinale a alternativa que contém a sequência CORRETA.
  8. 68. UNESP 2012
    Nunca se viu uma campanha como esta, em que ambas as partes sustentaram ferozmente as suas aspirações opostas. Vencidos os inimigos, vós lhes ordenáveis que levantassem um viva à República e eles o levantavam à Monarquia e, ato contínuo, atiravam-se às fogueiras que incendiavam a cidade, convencidos de que tinham cumprido o seu dever de fiéis defensores da Monarquia. Gazeta de Notícias, 28.10.1897 apud Maria de Lourdes Monaco Janotti. Sociedade e política na Primeira República.  O texto é parte da ordem do dia, 06.10.1897, do general Artur Oscar e trata dos momentos finais de Canudos. Para o militar, o principal motivo da luta dos canudenses era a
  9. 69. UPE 2013
    O fator imediatamente deflagrador da Revolta da Vacina foi a publicação, no dia 9 de novembro de 1904, do plano de regulamentação da aplicação da vacina obrigatória contra a varíola. O projeto de Lei que instituía a obrigatoriedade da vacinação tinha sido apresentado, cerca de quatro meses antes no Congresso, pelo senador alagoano Manuel José Duarte. (SEVCENKO, Nicolau. A revolta da vacina: Mentes insanas em corpos rebeldes. São Paulo: Cosac Naify, 2010. p. 17.)   Sobre essa revolta da Primeira República, assinale a alternativa CORRETA.
  10. 70. UEMA 2008
    Colômbia e Venezuela dividem uma fronteira de 2.000 quilômetros que é historicamente foco de tensões bilaterais devido à ação de guerrilheiros e traficantes de drogas. No dia 1º de março deste ano, uma incursão do exército colombiano no Equador para eliminar um acampamento das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) criou uma crise diplomática envolvendo Equador, Venezuela e Colômbia. Disponível em:http://www1.folha.uol.com.br. Acesso em: 18 maio 2008.   Problemas de fronteiras ocorrem entre países sul-americanos desde o período colonial. Após a independência desses países, uma das preocupações dos novos governos foi regularizar os limites entre os países vizinhos. Algumas das disputas foram resolvidas diplomaticamente. Outras, exigiram também a utilização da força armada.   Nesse contexto, na denominada Questão do Acre,
  11. 71. UNICENTRO 2010
    A década de 1920 marcou a História do Brasil devido a importantes transformações ocorridas no período. O país vivia uma grande crise econômica que acabou se manifestando em vários âmbitos tais como na política, na cultura, na arte, modificando o panorama político e cultural brasileiro. Somente um dos acontecimentos listados a seguir NÃO é da década de vinte, assinale-o.
  12. 72. UNIOESTE 2011
    “Castigos físicos eram comuns na Marinha. Chibata, palmatória, prisão a ferros, a pão e água e solitária eram os mais frequentes. No entanto, a chibata era o que provocava maior pavor entre a tripulação. A aplicação do castigo seguia as etapas estabelecidas por um antigo código militar, os Artigos de guerra. Estando toda a tripulação perfilada, o marinheiro indisciplinado era trazido à frente de todos e um oficial passava a expor a razão do castigo e da pena a serem aplicados. Os punhos do indisciplinado era atados acima da cabeça e presos a um ferro. Um oficial ordenava que começassem a tocar os tambores e, à ordem do comandante, as chibatadas passavam a ser aplicadas, enquanto outro marinheiro iniciava a contagem. Por vezes o médico podia entrar em cena para averiguar se o castigado resistiria ou não às próximas chibatadas, mas só o comandante tinha o poder de interromper o castigo. Gritos e sangue completavam aquele espetáculo. Afinal, era necessário que o indisciplinado sofresse e que isso fosse perceptível à tripulação: choros, gritos de dor, desmaios era parte importante da correção. Os oficiais acreditavam que o sofrimento provocado pelo castigado 'corrigia' o indivíduo de suas indisciplinas e impunha temor à tripulação, que, ao assistir a tal espetáculo, passava a conter seus próprios excessos (embriaguez, violência sexual, jogo a dinheiro, brigas, furtos). Afinal ninguém gostaria de ser protagonista daquele espetáculo macabro”. FIGUEIREDO, Luciano. Guerras e Batalhas Brasileiras. RJ: Sabin, 2009, p. 67 (Coleção Revista de História no Bolso). Sobre as questões apresentadas no texto acima e o período abordado, considere as seguintes afirmações: I. Os marinheiros eram castigados com o uso da chibata apenas nos casos mais graves de indisciplina, com supervisão médica para evitar exageros por parte do oficial disciplinador. II. Na historiografia há apenas relatos do uso do castigo da chibata na Marinha de Guerra do Brasil e esta prática está associada ao fato da maioria dos marinheiros ser negra. III. Com o fim da Guerra do Paraguai, Abolição e as mudanças no pensamento ilustrado, esse tipo de castigo começou a ser contestado no Brasil. IV. A chibata era o castigo que mais provocava pânico entre a tripulação porque seguia um ritual de horror onde o castigado, além de ser duramente torturado, sofria as humilhações diante dos demais marinheiros . V. Em 1910, vários marinheiros se amotinaram e reivindicaram melhorias na condição de trabalho e o fim do uso da chibata. Assinale a alternativa que enumera as afirmações corretas.
  13. 73. UEFS 2015
    Movimentos sociais ocorridos nas primeiras décadas do século XX, as greves operárias e o fenômeno do Padre Cícero, no Ceará, têm como ponto comum
  14. 74. UNAMA 2014
    “Meceis pode me vaciná. Mais também vacino argum de foice”. Com esta expressão um morador do bairro de Santo Amaro, acuado, desafiou as autoridades civis e militares durante o processo de “vacinação obrigatória”. (Texto adaptado de MOTA, André. 9 de novembro de 1904. Revolta da vacina.. In BITTENCOURT, Circe(org). Dicionário de Datas da História do Brasil. São Paulo:Contexto,2007,p.259)   A reação acima citada, ocorrida em São Paulo, somou-se a de milhares de pessoas que foram às ruas no Rio de Janeiro se defrontar com a polícia, exército, marinha e bombeiros no episódio conhecido como a Revolta da Vacina ocorrida em 1904, no Rio de Janeiro. Sobre este movimento, afirma-se que
  15. 75. PUC-RJ 2004
    A "crise dos anos 20", no Brasil, foi um momento que expressou as insatisfações de vários grupos em relação à organização do Estado e da sociedade vigentes no início do século XX.   Analise as afirmativas abaixo, acerca das inquietações e demandas desses grupos:   I - Os tenentes, jovens oficiais militares, criticavam a cúpula do Exército, a quem acusavam de servilismo em relação às oligarquias paulista e mineira. II - As oligarquias agrárias, insatisfeitas com o modelo agroexportador e com a preponderância dos interesses cafeeiros, passaram a investir no setor industrial para dinamizar a economia. III - Os operários, força social emergente devido ao processo de industrialização recente, reclamavam da ausência de uma legislação social, que instituísse os direitos trabalhistas. IV - Os modernistas combatiam o formalismo artístico e literário e defendiam um amplo movimento para conhecer a cultura e os valores nacionais.   Assinale a alternativa correta:
  16. 76. UFMG 2001
    "Da libertação do nosso espírito, sairá a arte vitoriosa. E os primeiros anúncios da nossa esperança são os que oferecemos aqui à vossa curiosidade. São estas pinturas extravagantes, estas esculturas absurdas, esta música alucinada, esta poesia aérea e desarticulada. Maravilhosa aurora!"   Com essas palavras, o escritor Graça Aranha abriu as atividades da Semana de Arte Moderna, realizadas no Teatro Municipal de São Paulo, entre 13 e 17 de fevereiro de 1922. A Semana de Arte Moderna foi um marco na história brasileira, já que 
  17. 77. UNIFENAS 2017
    O ano de 1917 foi especial para o movimento operário mundial, inclusive no Brasil, principalmente em São Paulo e no Rio de janeiro, onde havia maior concentração operária. Em São Paulo, pela primeira vez, ocorreu uma greve geral. Dela participaram praticamente todas as categorias profissionais. A repressão feita pelo governo ao movimento operário foi violenta. Muitos foram presos ou demitidos, e, no caso de imigrantes, expulsos do país. Um importante acontecimento ocorrido em 1917 contribuiu para motivar a luta dos operários por direitos em vários lugares do mundo, trata-se do(a)
  18. 78. PUC-MG 2008
    “O Brasil não é isso. É isto. O Brasil, senhores, sois vós. O Brasil é esta assembléia. O Brasil é este comício imenso de almas livres. Não são os mercadores do Parlamento. Não são as sanguessugas da riqueza pública. Não são os falsificadores de eleições. Não são os compradores de jornais. Não são os corruptores do sistema republicano. Não são os oligarcas estaduais. Não são os ministros de tarraxa. Não são os presidentes de palha. Não são os publicistas de aluguel. Não são os estadistas de impostura. Não são os diplomatas de marca estrangeira. São as células ativas da vida nacional. É a multidão que não adula, não teme, não corre, não recua, não deserta, não se vende. Não é a massa inconsciente, que oscila da servidão à desordem, mas a coesão orgânica das unidades pensantes, o oceano das consciências, a mole das vagas humanas, onde a Providência acumula reservas inesgotáveis de calor, de força e de luz para a renovação de nossas energias. É o povo, num desses movimentos seus, em que se descobre toda a majestade.”   (Rui Barbosa, em famoso discurso pronunciado no Teatro Lírico do Rio de Janeiro, em 20 de março de 1919, em campanha presidencial).   A crítica central do discurso de Rui Barbosa, apresentada no trecho, se refere à:
  19. 79. PUC-RJ 2012
    A “crise dos anos 20” ou “crise da Primeira República” foi um período de críticas à ordem política e social vigente e de reflexões sobre a identidade nacional brasileira. Sobre as manifestações que expressaram a crise dos anos 20, NÃO É CORRETO afirmar que:
  20. 80. UNAMA 2011
    Em 1904, o escritor Euclides da Cunha esteve em Belém e ficou impressionado.   “Nunca esquecerei a surpresa que me causou aquela cidade. Nunca São Paulo e Rio de Janeiro terão as suas avenidas monumentais, largas de 40 metros e sombreadas de filas sucessivas de árvores enormes. Não se imagina no resto do Brasil o que é a cidade de Belém, com os seus edifícios desmesurados, as suas praças incomparáveis e com a sua gente de hábitos europeus, cavalheira e generosa. Foi a maior surpresa de toda a viagem”.   Euclides da Cunha está descrevendo a cidade de Belém
  21. 81. FAMERP 2016
    A Revolução [de 1924 em São Paulo] pretendia a renova- ção dos costumes políticos, a republicanização da República, como diziam, o banimento das oligarquias dos mandões e chefes políticos e do seu clientelismo político, o fim do voto de cabresto e da política dos currais eleitorais de eleitores sem liberdade de decisão e de voto. (José de Souza Martins. “São Paulo, 1924 – A retirada”. In: Eloar Guazzelli. São Paulo em guerra – 1924, 2012.) O movimento a que o texto se refere ficou conhecido na história do Brasil como tenentismo. O movimento tenentista
  22. 82. UFF 2009
    Segundo Antonio Barros de Castro, o café foi, entre nós, uma “cultura itinerante”, “uma atividade em movimento”, compreendendo, simultaneamente, “uma faixa pioneira, onde o café estaria penetrando; uma zona onde estaria consolidado e plenamente produtivo e uma região decadente, onde a cultura se encontra em regressão.”  (7 Ensaios sobre a economia brasileira).       Aplicando a classificação contida no texto acima à cafeicultura brasileira na primeira década do século XX, é possível associar
  23. 83. UNAMA 2013
    Grandes latifundiários, muitos deles detentores do título de coronel, atuavam como chefes políticos locais. A influência dos coronéis traduzia-se na manipulação e no controle total dos votos da clientela que vivia nas áreas sob influência deles. (ALVES, Alexandre e OLIVEIRA, Letícia Fagundes. Conexões com a História. V 3. Da expansão imperialista aos dias atuais. 1 ed. São Paulo: Moderna,2010,p.75)   O controle dos votos acima referidos ocorreu no Brasil,
  24. 84. UFSJ 2005
    “Façamos a revolução antes que o povo a faça antes que o povo à praça antes que o povo a massa antes que o povo na raça antes que o povo: A FARSA” (Afonso Ávila, “Frases Feitas”, do Código de Minas) A chamada Revolução de 1930 foi
  25. 85. UFU 2001
    “A relação entre movimento operário e movimento anarquista é constitutiva do perfil de ambos, de sua identidade social e política. Nos primeiros 20 anos do século XX o anarquismo, no Brasil, alimentava o movimento operário e era por este alimentado”. Adaptado de LOPREATO, Christina da Silva Roquette. O Espírito da Revolta - a greve geral anarquista de 1917. São Paulo: Annablume/FAPESP, 2000. p. 217. Sobre a relação entre anarquismo e movimento operário brasileiro, é INCORRETO afirmar que
  26. 86. PUC-GO 2016
    A relação entre aspectos físicos e patologias morais foi uma tônica da Medicina Criminal. Estudiosos como o italiano Cesare Lombroso (1835-1909) fizeram sucesso ao relacionar a forma do crânio e do rosto ao caráter das pessoas, sugerindo que a criminalidade seria inata. Aqui no Brasil, ficou famoso o requerimento para estudar a cabeça do líder de Canudos, o beato Antônio Conselheiro, que foi decepada e enviada ao Dr. Nina Rodrigues. Acerca do impacto social dessas teorias consideradas científicas no inicio do século XX, assinale a alternativa correta:
  27. 87. UFT 2014
    No Brasil, a Revolução de 30 pôs fim a uma política oligárquica fundamentada em elites fundiárias de bases regionais, conhecida por:
  28. 88. UDESC 2016
    Sobre a Revolta da Chibata, assinale a alternativa correta. 
  29. 89. UFMG
    Considerando-se a epopeia da construção da estrada de ferro Madeira-Mamoré, contada em Mad Maria, de Márcio de Souza, e, adaptada para uma minissérie homônima, é CORRETO afirmar que ela retrata a:
  30. 90. PUC-GO 2015
    Uma experiência importante na colonização da Amazônia, envolvendo sonhos e projetos, foi a exploração do látex extraído do seringal. O chamado “Ciclo da Borracha”, no final do século XIX e início do século XX, atraiu muitos trabalhadores para aquela região, gerando enriquecimento rápido. Marque a alternativa que apresenta corretamente uma consequência dessa atividade econômica:
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login