Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de Revolução Mexicana

Voltar para Revolução Mexicana

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Revolução Mexicana dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 1. UNESP 1997
    "O descontentamento com a desigualdade social crescia em todos os setores populares (...) Uma situação francamente revolucionária só se criou quando a este descontentamento generalizado se somaram dois fatos novos. Primeiro, uma grave dissensão no patriciado político motivada pelo continuísmo de Porfírio Dias (...) Segundo, e principalmente, o surgimento de duas lideranças camponesas autênticas: a de Emiliano Zapata (...) e a de Francisco Villa (...)" (Darcy Ribeiro, AS AMERICAS E A CIVILIZAÇÃO.) O texto refere-se a
  2. 2. UECE 2008
    Em Chiapas, no México, em 1994, ocorre uma rebelião conduzida pela Frente Zapatista de Libertação Nacional que reivindica mudanças na distribuição da terra e beneficios sociais para as populações do campo e indígena. Quanto à utilização do termo zapatistas, assinale o correto.
  3. 3. PUC-MG 2000
    A Revolução Mexicana de 1910, que teve em Pancho Villa e Emiliano Zapata duas das suas mais expressivas lideranças, sob o aspecto social, caracterizou-se pela:
  4. 4. FUVEST 1997
    A Revolução Mexicana de 1910, do ponto de vista social, caracterizou-se
  5. 5. FUVEST 2004
    Neste mural, o pintor mexicano retratou a morte de Emiliano Zapata. Observando a pintura, é correto afirmar que Rivera
  6. 6. FGV 2005
    Sobre a Revolução Mexicana, afirma-se: I. Durante o longo governo de Porfírio Diaz (1876-191 1), os recursos nacionais do subsolo foram entregues ao controle estrangeiro e se manteve a forte concentração fundiária. II. Pressionado pelas massas camponesas e operárias, Francisco Madero estabelece uma reforma agrária radical, que incluía o fim dos Iatifúndios. III. A institucionalização do processo revolucionário tem como marco a promulgação de uma carta constitucional em 1917, na qual se preconizava a nacionalização do solo e do subsolo. IV. Após a renúncia de Porfírio Diaz, assumiu Francisco Madero que, com o apoio dos Estados Unidos, governa o Mexico até o início dos anos 1930. V. O assassinato à traição de Emiliano Zapata, em 1919, revela as fortes divergências ideológicas entre o líder camponês e o presidente Venustiano Carranza. São corretas as afirmativas
  7. 7. PUCSP 2008
    "Há países com mais de 60% da população constituida por índios, como Bolívia e Guatemala. E há um país como Me'xico, que está ao redor de 12%. Dependendo das condições, não há sentido pleitear essa autonomia [de estados indígenas na América], especialmente se ela ficar submetida a governos que não estão interessados em repassar recursos para o desenvolvimento dessas populações. Há setores do zapatismo e do movimento indígena boliviano que de fato pleiteiam a autonomia, mas ao mesmo tempo estão buscando integrar-se. É importante diferenciar movimentos que buscam maior inserção dos indígenas no mundo globalizado, de movimentos extremados, fundamentalistas, que querem a autonomia a qualquer preço, mesmo que ela venha isolar ainda mais os indígenas" (Nestor García CancIini, em entrevista a O Estado de São Paulo, 2 dejulho de 2007, in http://txt.estadocom.br/suplementos/ ali/2006/07/02/ali-l .93.19.20060702.4.l.xml) O texto menciona o "zapatismo" e o "movimento indígena boliviano", ambos atuantes nos dias de hoje. Sobre eles, podemos dizer que o
  8. 8. UFMG 2003
    No contexto da Revolução Mexicana, na segunda década do século passado, o Exército Libertador do Sul, liderado por Emiliano Zapata, sublevou-se no México. No final do mesmo século, em 1994, no estado sulista de Chiapas, a organização denominada Exército Zapatista de Libertação Nacional iniciou um movimento rebelde. Os dois movimentos referidos têm vários pontos em comum, entre os quais, destaca-se a luta para
  9. 9. UERJ 1998
    A Revolução é uma súbita imersão do México em seu próprio ser (...) é uma busca de nós mesmos e um regresso a mãe. Nela, o México se atreve a ser. (OCTAVIO PAZ, escritor mexicano. Citado por Grandes Fatos do Século XX. Rio de Janeiro, Rio Gráfica, 1984.) A Revolução Mexicana, iniciada em 1911, trouxe à tona a organização e a luta de populações camponesas de origem indígena que até hoje utilizam esse movimento como símbolo. A eclosão da Revolução Mexicana pode ser explicada pelos seguintes motivos:
  10. 10. UFF 1997
    A Revolução Mexicana, irrompida em 1911, e a ascensão da União Cívica Radical a Presidência da República na Argentina, em 1916, exprimem casos exemplares das crises oligarquicas ocorridas na América Latina no início do século XX. Assinale a opção que apresenta corretamente uma importante diferença entre os dois processos mencionados.
  11. 11. CESGRANRIO 1998
    Ao longo do século XX, diversos movimentos sociais eclodiram na América Latina. Dentre eles, destacamos a Revolução Mexicana, iniciada em 1911, que se caracterizou, em suas origens, como um movimento:
  12. 12. UNIMONTES 2009
    São elementos presentes no cotidiano mexicano, nas últimas décadas do século XIX e na primeira década do século XX, que podem ser considerados estopim da Revolução Mexicana (1910–1920):
  13. 13. UFU 2002
    Leia o texto abaixo. Entre os anos 50 e 80 do século XX, uma das formas de expressão das lutas sociais na América Latina foi o movimento revolucionário que lutava pela transformação da sociedade, inspirado em ideais socialistas, como foi o caso de Cuba, Chile, Nicarágua, El Salvador, entre outros. A partir do início dos anos 90, com os processos de redemocratização da região, com a desagregação do socialismo no Leste europeu e com o desmantelamento da maioria dos movimentos guerrilheiros, muitos movimentos sociais assumiram outras configurações, trazendo para primeiro plano novas estratégias de lutas e atualizando as reivindicações. A respeito deste assunto, assinale a alternativa correta.
  14. 14. UFU 1999
    A respeito da Revolução Mexicana (1910-1917), é correto afirmar que I- a intensa participação camponesa forçou a Revolução Mexicana, iniciada como um movimento de oposição política moderada, a se voltar para a problemática social. II- a industrialização do México, sob o governo de Porfírio Díaz, criou uma classe operária numerosa e combativa, que se tornou o principal grupo revolucionário. III- a concentração da propriedade rural, a miséria das massas camponesas expropriadas e a insatisfação da burguesia industrial e dos grupos médios foram fundamentais para o início do movimento revolucionário em 1910. IV- a influência das ideias trotskistas provocou a aliança dos camponeses, liderados por Pancho Villa e Emiliano Zapata, com os operários liderados por Carranza, imprimindo à Revolução Mexicana uma orientação socialista. Assinale a opção que contém a(s) afirmativa(s) correta(s).
  15. 15. FUVEST 2006
    Na América Latina, no século XX, aconteceram duas grandes revoluções: a Mexicana de 1910 e a Cubana de 1959. Em ambas, os
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login