Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Exercícios de Segundo Reinado

Voltar para Segundo Reinado

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Segundo Reinado dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude História com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página
  1. 31. FAMERP 2017
    Ao mesmo tempo em que se exaltava a libertação dos escravos, temia-se por uma revolução fatal ao país, afirmando-se a necessidade de uma abolição lenta e gradual. Não havia um maior entrosamento entre os rebeldes negros e os abolicionistas, sendo que a própria propaganda abolicionista não se dirigia aos escravos, que tendiam a ser considerados bárbaros, incapazes de exercer ações políticas. (Lilia Moritz Schwarcz. Retrato em branco e negro, 1987. Adaptado.) O texto, que se refere ao Brasil da segunda metade do século XIX, trata
  2. 32. UFJF 2013
    Ao longo do Segundo Reinado no Brasil, dentre as inúmeras transformações socioeconômicas, destacam-se os investimentos na instalação de indústrias de bens de consumo, ferrovias, bancos, etc. Surgem empresários capitalistas que se destacam no período, dentre eles Irineu Evangelista (Barão de Mauá). Fazem parte da  biografia e das atividades econômicas do Barão de Mauá, EXCETO:
  3. 33. UNIR 2011
    A primeira metade do século XIX marca o crescente interesse norte-americano na Amazônia, especialmente em relação à navegação e ao comércio na bacia do rio Amazonas. Em 1849, o representante dos Estados Unidos perante o Estado brasileiro apresentou projeto de abertura à navegação internacional do rio Amazonas, proposta negada pelo Império que, em seguida, estabeleceu o monopólio da navegação no Amazonas. Essa medida tinha por objetivo:  
  4. 34. UNIR 2011
    No início do século XIX, o vale do Guaporé foi marcado pela diminuição das atividades econômicas da região, bem como pelo declínio demográfico. Sobre os fatores que explicam essa situação, considere:   I - A extinção da Companhia de Comércio do Grão Pará e Maranhão que acelerou o processo de concentração mercantil nas rotas do centro-sul. II - O aumento do imposto cobrado da produção aurífera que passou de 10% para 20%, conhecido como Quinto. III - A expulsão da Companhia de Jesus da região, implicando o abandono das atividades missionárias e catequéticas na região. IV - O desaparecimento das monções como alternativa para o escoamento da produção agrícola da região.   São fatores do declínio econômico e demográfico da região:  
  5. 35. UNIR 2011
    Em 1867, Brasil e Bolívia assinaram o Tratado de Ayacucho, pelo qual o Brasil incorporou a região do Alto Madeira, até então pertencente à Bolívia e com população predominantemente boliviana. As concessões territoriais bolivianas podem ser explicadas  
  6. 36. UP 2015
    Em 1889 foi instalado no Brasil o regime republicano. A República no Brasil foi, em grande medida, obra da ação de alguns grupos sociais, com destaque para  
  7. 37. MILTON CAMPOS 2012
    Leia atentamente o discurso de Joaquim Nabuco no contexto dos debates sobre a abolição da escravatura no Brasil.   "O abolicionismo é um protesto contra esta triste perspectiva, contra o expediente de entregar à morte a solução de um problema que não é só de justiça e consciência moral, mas também de previdência política. Além disso, o nosso sistema está por demais estragado para poder sofrer impunemente a ação prolongada da escravidão." (Joaquim Nabuco, em seu livro O abolicionismo.)   Ao considerar o abolicionismo como um ato de “previdência política”, Joaquim Nabuco fazia um alerta
  8. 38. UFLA 2014
    Sobre a Proclamação da República (1889), analise as afirmativas abaixo e coloque V (verdadeiras) ou F (falsas):   ( ) Uma série de incidentes entre os militares e o governo imperial ocorreu na década de 1880 e ficou conhecida como “questão militar”. Com ampla repercussão na imprensa, os oficiais contaram com o apoio da opinião pública. ( ) Seguindo orientações romanas, alguns bispos e padres se opuseram à presença de maçons em suas igrejas, o que desagradou o governo imperial, simpatizante da maçonaria, e que via na atitude desses membros do clero uma afronta ao poder do imperador sobre a Igreja.   ( ) Após o término da Guerra do Paraguai, Quintino Bocaiúva e alguns partidários lançaram o famoso “Manifesto dos Mineiros”, que se posicionava a favor da instalação da República no Brasil, seguindo o modelo dos outros países da América.  ( ) A abolição da escravidão, que ocorreu no ano anterior à instalação da República, não provocou grandes reações dos senhores de escravos, pois eles contavam com o trabalho dos imigrantes em suas fazendas.   Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.
  9. 39. UFJF 2014
    Analise o seguinte texto:   É a voz de um partido que se alça hoje para falar ao país.[...] Como homens livres e essencialmente subordinados aos interesses de nossa pátria, não é nossa intenção convulsionar a sociedade em que vivemos. Nosso intuito é esclarecê-la. [...] O privilégio, em todas as relações com a sociedade – tal é, em síntese, a fórmula social e política do nosso país – privilégio de religião, privilégio de raça, privilégio de sabedoria, privilégio de posição, isto é, todas as distinções arbitrárias e odiosas que criam no seio da sociedade civil e política a monstruosa superioridade de um sobre todos ou de alguns sobre muitos. [...] O regime da federação, baseado, portanto, na independência recíproca das províncias, elevando-as à categoria de Estados próprios, unicamente ligados pelo vínculo da mesma nacionalidade e da solidariedade dos grandes interesses de representação e da defesa exterior, é aquele que adotamos no nosso programa, como sendo o único capaz de manter a comunhão da família brasileira. […] Manifesto do Partido Republicano, 1870.   O trecho acima traz informações sobre o movimento republicano, no que diz respeito a seus objetivos e estratégias de ação. Com base nele e em seus conhecimentos, assinale a alternativa INCORRETA.
  10. 40. UFJF 2013
    “Com a Abolição houve um deslocamento do poder político. Acelerou-se a decadência da oligarquia  tradicional que detivera o poder durante o Império e se identificara com a Monarquia. Abalaram-se os  fundamentos sociais do sistema monárquico no Brasil. No ano seguinte, era proclamada a República. O poder econômico concentrou-se nas áreas mais dinâmicas. No Oeste Paulista o café cultivado nas terras roxas produzia safras nunca vistas. Tinha-se aperfeiçoado os métodos de beneficiamento do café, construído ferrovias que revolucionaram o sistema de transportes e experimentava-se o trabalho livre. Formara-se um novo grupo social, uma nova oligarquia que irá controlar o poder político durante a Primeira República”. (COSTA, Emília Viotti da. Da Monarquia à República: momentos decisivos. 7. ed. São Paulo: UNESP, 1999. p. 340).     Além dos aspectos levantados acima, outros elementos também foram importantes no contexto da Proclamação da República:     I. A decisão monárquica de estabelecer o sufrágio universal. II. A decisão monárquica de investir diretamente na industrialização. III. O descontentamento dos militares com o governo monárquico. IV. A oposição dos bispos do Pará e Olinda ao governo imperial.     São CORRETAS as afirmativas:
  11. 41. UFJF 2012
    Após a década de 1870, as fazendas de café se expandiram para o Oeste Paulista. Intensificou-se a substituição da mão de obra escrava pela do imigrante. Sobre essa questão, marque a alternativa INCORRETA.
  12. 42. Espcex (Aman) 2016
    Pedro I abdicou do trono, em 1831, em favor de seu filho Pedro de Alcântara, iniciando-se no Brasil o Período Regencial. A partir de 1840 e durante todo o período imperial, a vida política do País passou a ser dominada pelos
  13. 43. UNB 2015
    — Bem sei o golpe que o feriu; mas lá vão dois anos. Venho propor-lhe um contrato: vinte polcas durante doze meses; o preço antigo, e uma porcentagem maior na venda. Depois, acabado o ano, podemos renovar. (...) — Mas a primeira polca há de ser já, explicou o editor. É urgente. Viu a carta do Imperador ao Caxias? Os liberais foram chamados ao poder, vão fazer a reforma eleitoral. A polca há de chamar-se: Bravos à Eleição Direta! Não é política; é um bom título de ocasião. Idem, ibidem.     O trecho de texto acima, que faz alusão à substituição do Partido Conservador pelo Partido Liberal no comando do Conselho de Ministros, em 1878.   A respeito do sistema eleitoral do Brasil do Segundo Reinado, assinale a opção correta.
  14. 44. UNB 2013
    Assinale a opção correta sobre a economia brasileira entre 1822 e 1889.
  15. 45. UPE 2012
    O Rio de Janeiro, no século XIX, vivenciou uma efervescência sociocultural marcante na história da então capital do império. Sobre essa realidade, assinale a alternativa CORRETA.
  16. 46. PUC-CAMPINAS 2015
    “São Paulo, 13 de junho de 1929 Manu, três horas duma noite que além de ser noite de sábado, está de neblina formidável. Noite de sábado já é uma das coisas mais humanas de São Paulo, todos os húngaros, tchecos, búlgaros, sírios, austríacos, nordestinos saem passear (...)” (Carta de Mário de Andrade a Manuel Bandeira. In: MORAES, Marco Antonio (org). Correspondência. Mário de Andrade & Manuel Bandeira. São Paulo: EDUSP, 2001. p. 427)     A imigração de estrangeiros que se concentraram, sobretudo, nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, ocorreu de forma intensa no período
  17. 47. PUC-GO 2015
    Pioneirismo, empreendedorismo e busca de fortunas fizeram parte do projeto de vida de alguns homens de negócio no Brasil imperial. Em meados do século XIX, com a proibição do tráfico de escravos, configurou-se um novo cenário para a economia do Império brasileiro. Vislumbrou-se a uma elite mercantil capitalizada a possibilidade de grandes negócios e lucros fáceis que, além de multiplicar suas riquezas, permitia-lhe ascender na restrita escala social brasileira. Assinale a alternativa correta sobre os projetos econômicos desse momento histórico:
  18. 48. UFRR 2016
    Dentre as dificuldades observadas na substituição da mão de obra escrava pela mão de obra assalariada de imigrantes no Brasil, a partir da segunda metade do século XIX, estava:   ASSINALE A ALTERNATIVA INCORRETA.
  19. 49. UNAMA 2015
    “... cidade adiantada cuja população ordeira e progressista aprecia e cultiva todos os melhoramentos da civilização, Belém está no direito de exigir e impor o sistema de tração elétrica, para ver cessados de vez os inúmeros vexames a que está dia e noite exposta com o atual serviço”. (LEMOS, Antônio. O Município de Belém.Relatório. 1903,p.269)     No relato acima está presente a reclamação do intendente Antônio Lemos que, desde 1870, havia implantado alguns melhoramentos na cidade, de acordo com sua política do embelezamento da cidade.   A reclamação acima está focada na concessionária de serviços públicos Companhia Urbana da Estrada de Ferro Paraense pelo (a) / por  
  20. 50. UFJF 2016
    O texto abaixo se refere à construção da identidade nacional no Brasil no decorrer do século XIX, sobretudo a partir do Segundo Reinado. Leia o trecho e, em seguida, responda à questão:   “Por oposição ao negro, que lembrava a escravidão, o indígena permitia identificar uma origem mítica e unificadora. (...). A natureza brasileira também cumpriu função paralela. Se não tínhamos castelos medievais, templos da Antiguidade ou batalhas heroicas para lembrar, possuíamos o maior dos rios, a mais bela vegetação. (...). Por mais que tenha partido de d. Pedro I e de Bonifácio a tentativa de elaborar (...) uma ritualística local, foi com d. Pedro II e seu longo reinado que se tornaram visíveis a originalidade do protocolo e o projeto romântico de representação política do Estado” (SCHWARCZ, Lilia. As Barbas do Imperador, p.140);   Com base no trecho acima e em seus conhecimentos, é CORRETO afirmar que a identidade nacional no século XIX foi construída:
  21. 51. UFJF 2016
    Juiz de Fora progredia. A população subia, andava aí pelos doze a treze mil habitantes – imaginem! Treze mil! e essa densidade exigia progresso. Esse começara em 1870 com a inauguração dos telégrafos. Logo depois viriam os trilhos da Estrada de Ferro D. Pedro II. Em 1885 a cidade começa a ser dotada de encanamentos e de água a domicílio. No mesmo ano as casas passam a ser numeradas. Em 1886, grande animação com uma Exposição Industrial que reflete a pujança do município. (...) Meu avô teve certa pena de não terminar os serviços que começara, de dotar a cidade de luz e energia elétrica. A inauguração foi procedida a 5 de novembro de 1889... NAVA, Pedro. Baú de ossos – memórias 1; 5ª. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1978, pp. 200-201.   O memorialista Pedro Nava mostra na cidade de Juiz de Fora aspectos do processo de transformação que ocorria na sociedade brasileira no final do século XIX. Acerca deste contexto, assinale a afirmativa INCORRETA:
  22. 52. UFV 2010
    Durante a primeira metade do século XIX, o café se tornou o principal produto de exportação da economia brasileira. As regiões ocupadas pelo café desenvolveram padrões de organização econômica, social e política que as distinguiam das outras regiões brasileiras. Dentre as afirmativas abaixo, assinale a INCORRETA:
  23. 53. UPE 2016
    A rica literatura sobre a Insurreição Praieira ensina que sua história tem início na década de 1840, quando apareceu, em Pernambuco, uma dissidência do Partido Liberal, mais conhecida pelo apelido de “Partido Praieiro”. CARVALHO, Marcus J. M. de. Os nomes da Revolução: lideranças populares na Insurreição Praieira, Recife, 1848-1849. Revista Brasileira de História, São Paulo, V. 23, nº 45, pp. 209-238, 2003. (Adaptado)   Esse movimento insurrecional teve como principal(ais) característica(s) sociopolítica(s) a
  24. 54. UPE 2016
    A Proclamação da República é um episódio da modernização à brasileira. Nas décadas finais do Império, o vocábulo república expandiu seu campo semântico, incorporando as ideias de liberdade, progresso, ciência, democracia, termos que apontavam, todos, para um futuro desejado. MELLO, Maria Tereza Chaves. A modernidade Republicana. Disponível em: http://www.scielo.br. (adaptado).   O texto demonstra que, no final do Segundo Império, os ideais republicanos já estavam bastante difundidos no Brasil. Os adeptos do republicanismo, nesse período, tinham como principal pensamento a
  25. 55. UPE 2014
    Sobre o período da abolição da escravidão no Brasil, analise as afirmativas a seguir:   I. Teve como um de seus patronos Joaquim Nabuco, considerado um dos maiores defensores da liberdade dos escravos. II. Tomou força na segunda metade do século XIX, por meio do movimento abolicionista, que defendia o fim da escravidão. III. A primeira etapa desse processo ocorreu com a proibição do tráfico de escravos mediante a vinda da família real para a colônia, em 1808. IV. Várias instituições se manifestaram contrárias ao fim da escravidão, dentre as mais importantes, estão os periódicos O Abolicionista e Revista Ilustrada. V. A Guerra da Tríplice Fronteira, também conhecida como Guerra do Paraguai, foi de fundamental importância para o crescimento do movimento abolicionista.   Estão CORRETAS
  26. 56. UPE 2014
    A base econômica do Segundo Reinado no Brasil foi a produção cafeeira. Sobre essa realidade, assinale a alternativa CORRETA.
  27. 57. UPE 2013
    O século XIX é um período decisivo para a história brasileira. Além de testemunhar o início de sua vida política formalmente independente, ele presenciou o começo de inúmeras iniciativas que vêm influenciar formas espaciais existentes. A experiência brasileira contemporânea também indica um esforço notável no sentido de estabelecer uma política urbana de caráter compreensivo ao longo de todo o território nacional, com grande ênfase nas áreas metropolitanas. (...) A história brasileira não foi marcada pela existência de formas urbanas de civilização, como o foram o México, o Peru e as áreas da América Latina, caracterizadas por sofisticadas formas de cultura pré-colombiana, até a massiva exploração das minas de ouro em Minas Gerais, durante o século XVII. (SCHMIDT, Benício Viero. A modernização e o planejamento urbano brasileiro no século XIX. In: Revista Fundação de Economia e Estatística/FEE. http://revistas.fee.tche.br/index.php/ensaios/article/viewFile/84/414. Adaptado)   Sobre o processo de urbanização do Brasil no século XIX, assinale a alternativa CORRETA.
  28. 58. UPE 2013
    Desde praticamente o início da campanha abolicionista até o início da década de 1920, quase toda a produção literária nacional era feita no Rio de Janeiro, voltada para aquela cidade ou tomando-a em conta. Ela concentrava, também, o maior mercado de emprego para os homens de letras. (SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão: Tensões sociais e criação cultural na Primeira República. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2003. p. 117. Adaptado)   Sobre a realidade apresentada no texto, assinale a alternativa CORRETA.
  29. 59. UPE 2011
    Sobre o conturbado processo de desestruturação do regime monárquico brasileiro, analise as afirmações a seguir:   I. A participação do exército brasileiro na Guerra do Paraguai favoreceu a imagem pública dos militares, fortalecendo-os politicamente. II. A crise política, provocada pela abolição da escravatura sem indenização para os proprietários de escravos, acabou por provocar a retirada do apoio político da aristocracia escravocrata ao imperador. III. As reformas realizadas por D. Pedro II possibilitaram o fortalecimento da aristocracia cafeeira e o apoio político desse grupo ao império. IV. A questão da sucessão do trono brasileiro gerou críticas ao monarca e a seus descendentes. V. A crise com a Igreja Católica, em razão da maçonaria, não afetou a imagem pública do imperador, garantindo sua estabilidade política.   Estão CORRETAS
  30. 60. UNIPAM 2013
    Joaquim Nabuco foi diplomata, político, jornalista, orador, poeta e memorialista. Em sua obra clássica O Abolicionismo, afirma: “Para nós a raça negra é um elemento de considerável importância nacional, estreitamente ligada por infinitas relações orgânicas à nossa constituição, parte integrante do povo brasileiro. Por outro lado, a emancipação não significa tão somente o termo da injustiça de que o escravo é mártir, mas também a eliminação simultânea dos dois tipos contrários, e no fundo os mesmos: o escravo e o senhor.” (NABUCO, Joaquim. O Abolicionismo. Recife: Massangana, 1988).   No que concerne à condição do negro na sociedade brasileira, é CORRETO afirmar:
Gerar PDF da Página
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login