0.5x 1x 1.5x 2x
Literatura

Machado de Assis - Memórias Póstumas - Personagens

Prof.ª Priscila timer 10:27

Nesta videoaula sobre a obra Memórias Póstumas, de Machado de Assis, você verá uma análise sobre os personagens. Conhecerá as principais características de cada um deles e qual a importância deles para a obra. Aprenderá quem são Brás Cubas, Virgília, Lobo Neves, Marcela, Eugênia, Nhá Loló, Dona Plácida, Prudêncio e, por fim, Quincas Borba. Aula online apresentada de forma bastante didática para ajudar você a entender melhor o papel de cada personagem da história.

Nessa aula nós falaremos sobre os personagens de uma obra literária muito frequente nos vestibulares e até mesmo no Enem que é Memórias Póstumas de Brás Cubas. Então os personagens no geral aí dessa obra eles são subdivididos principalmente em representantes da elite, da classe média e os escravos, porque era mais ou menos assim que se distribuía a sociedade brasileira ali do século XIX, então nesta obra nós vemos justamente essa representação de como era a sociedade desse período. E aí nós temos a obra literária não funcionando apenas como uma obra de literatura, mas sim como um relato histórico também, porque nós vemos aí essa questão da sociedade, da exposição dos costumes, até do caráter, porque entra muito essa questão do caráter na obra como nós veremos a seguir. Então é importantíssima essa obra, não só pelo seu valor literário, afinal foi a obra que iniciou aí o realismo no Brasil, mas também por essa questão social. A obra é de 1881 e nós temos aí principalmente aqui na elite nós temos o pessoal que comandava tudo ali, os donos de escravos, que seriam ali uma espécie de... estariam no topo ali da sociedade. Abaixo pertencente à classe média estavam os pequenos comerciantes, meio que a população em geral, exceto os escravos, que estavam ainda mais abaixo e eram eles que mantinham na verdade essas posições aqui, afinal era o fruto do trabalho desses escravos que entrava a renda tanto para a classe média, quanto para elite e isso fica bem claro também aí na obra, essa pirâmide aqui onde uma classe vai sustentando a outra, até porque a classe média por dever favores a elite também fazia esse papel de sustentação da elite. E daí, falando principalmente agora sobre os personagens, uma pincelada aí pra gente entender mais ou menos quem era quem na obra, isso é muito importante na hora de analisá-la também né. Então como protagonista nós temos Brás Cubas, afinal ele dá nome à obra e Brás Cubas é o defunto autor ali, ele que narra toda a história e até por ser ele quem narra ele é o responsável pela caracterização de todos os personagens, então esse conhecimento que nós temos dos personagens é a respeito dos olhos de Brás Cubas, ele os enxerga dessa maneira e até por ele não ter, não fazer mais parte desse mundo, então não há papas na língua na hora de falar de determinado assunto, de expor determinado personagem, ele fala da forma como ele realmente enxerga, sem se preocupar se vão encará-lo de uma forma negativa ou positiva, afinal ele está morto e está aí relembrando a vida dele como ela foi. Nós temos na sequência a Virgília, que ela foi um amor de Brás Cubas, na verdade foi o grande amor dele. Mas por quê? Tinha muito da questão financeira envolvida é meio que um amor por interesse, no início ao menos, porque a Vigília, pertencente à elite, funcionaria como uma porta de entrada de Brás Cubas no mundo político, então de início o pai de Brás Cubas queria esse envolvimento entre os dois justamente para ele chegar a fazer parte da política nacional, entretanto isso não foi possível. Por quê? Porque entrou na história o Lobo Neves, Lobo Neves acaba ficando tanto com a pretendente ali de Brás Cubas com Virgínia, como também com o cargo dele. Então Brás Cubas, essa tentativa de entrar para a política acaba sendo uma das frustrações que ele teve na vida dele, entretanto ele manteve essa relação com Virgília, por um certo tempo às escondidas e aí que a gente vai chegar também aqui na personagem Dona Plácida que nós veremos a seguir. Então foi um romance de início frustrado que se manteve por um tempo e depois acabou, mas é considerado o grande amor dele aí no livro. Lobo Neves, que acabou sendo traído por Virgínia durante bastante tempo, mas ele ao menos conseguiu a posição social que ele almejou ali. Marcela, foi um amor de adolescência ali de Brás Cubas, na verdade ela era uma espécie de prostituta ali no livro, porque ele até fala que ela o amou durante quinze meses e onze contos de réis, então ele pagava pelo amor dela, então era como se fosse uma prostituta. E não houve aí uma relação de amor entre os dois, aqui com Marcela foi mais uma questão sexual mesmo que houve entre os dois. Apareceu na vida de Brás Cubas também Eugênia, que ele se apaixonou por ela, teve um encantamento ali inicial, porém quando ele percebeu que ela mancava, ele se desinteressou, ela era uma moça humilde assim, mas não tanto, ela tinha até que uma vida razoável e tal, podemos encaixá-la aqui na classe média, porém ele acabou se desinteressando por ela quando percebeu que ela mancava ou que ela era coxa, como ele cita aí no livro. E Nhá Loló, que foi a última possibilidade de amor e de casamento aí para Brás Cubas. Era uma moça bem humilde, inclusive amiga da irmã de Brás Cubas, então ele até pensou em se casar com ela até para não terminar a vida sozinho, mas acabou falecendo jovem, aos 19 anos, morreu de febre amarela e aí esse amor também foi mais uma frustração aí na vida dele. Aí nós vemos aqui pra Dona Plácida, Dona Plácida como eu falei aqui no início, ela ajudou a manter essa infidelidade né, para com o Lobo Neves entre Brás Cubas e Virgínia. A Dona plácida ela tinha sido, tinha trabalhado ali na casa de Vigília por um tempo, tinha prestado alguns favores dali para a família, então ela era de confiança da família de Virgínia e na necessidade de terem ali um lugar para se encontrar, afinal se se encontrassem pelas ruas e tal seria algo perigoso, Brás Cubas e Virgília alugam uma casinha e Dona Plácida mora ali de fachada e eles se encontram ali às escondidas com o consentimento dela. Então ela serve aí também para acobertar essa relação entre os dois, depois de ter uma vida de muito trabalho, de muito sofrimento, ela acaba por medo de ficar sozinha também ou era isso ou ficava sozinha. Então acabou ajudando os dois aí nessa questão da infidelidade. Prudêncio, que era o escravo de Brás Cubas ali, podemos dizer, porque ambos meninos, Brás Cubas ainda criança aqui, montava de cavalinho em Prudêncio, se aproveitava da situação, então ele foi uma figura que pertenceu à Infância do Brás Cubas, mas depois ele acabou tendo a carta de alforria dele, mas por um tempo ele serviu como escravo do menino. E Quincas Borba, que inclusive ganhou um romance depois só para ele, então onde foca-se apenas na história dele. O Quincas Borba, ele era um teórico aí, um filósofo de uma doutrina, da doutrina do Humanitismo. Brás Cubas acaba cedendo também, incorporando também, essa doutrina, acaba seguindo esta doutrina e ele aparece em algumas situações da obra, ele aparece some, aparece some, num momento ele está até que bem de vida, depois ele aparece como um mendigo, aí ele aparece como bem de vida de novo e acaba morrendo de demência, ele acaba passando um tempo em Minas Gerais, quando volta ele volta perturbado tal e acaba morrendo completamente sozinho e demente. Aí no romance Quincas Borba é focado na história dele. Por quê que aconteceu tudo isso com ele? Então é um romance também que vale a pena ser lido, que não é tão cobrado nos vestibulares como Memórias Póstumas, mas pode aparecer, então é importante também a gente conhecer até para enriquecer mais o conhecimento que a gente tem sobre o próprio Brás Cubas, afinal eles eram muito amigos. Então estes são os personagens da obra e daí a partir desse entendimento do papel de cada um deles, da personagem de cada um deles, facilita na hora de nós analisarmos a obra, de nós fazermos um resumo sobre a obra, porque muitas vezes nas questões há perguntas diretamente relacionadas à personalidade dessas personagens, por isso é importante nós conhecermos todos eles, esses são os principais então de Memórias Póstumas de Brás Cubas.

Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.