0.5x 1x 1.5x 2x
Literatura

Romantismo - Contexto Histórico

Prof.ª Priscila timer 05:56

Nesta primeira videoaula sobre romantismo você verá um contexto histórico da época para entender em que ambiente essa escola literária surgiu. Verá que o romantismo surgiu na Europa, no final do século XVIII, com maior destaque na França, antes de outros países. Surgiu durante a Revolução Industrial, quando burguesia e proletariado eram os principais personagens da Revolução Francesa. Aprenderá as principais características dessa época.

Nessa aula nós começaremos a estudar o Romantismo e para entender o queque aconteceu nessa escola literária, nós vamos estudar o contexto histórico primeiramente. O Romantismo, ele nasceu na Europa no final do século XVIII e ele obteve maior destaque na França, antes de outros países. O que acontecia nessa época? O Romantismo surgiu em meio à Revolução Industrial. Que representou o que? Representou a migração do sistema doméstico de trabalho para um sistema fabril, ou seja, a partir dessa necessidade de trabalho muito maior começaram a ser criadas cidades industriais, para comportar o volume de trabalho muito grande, e já que nós tínhamos um volume de trabalho muito grande, o número de trabalhadores cresceu muito também. E com esse número de trabalhadores crescendo a burguesia passou a ter um avanço muito grande tanto político quanto econômico. Então foi um ciclo, houve a migração do sistema doméstico para o fabril, com isso foram necessários mais trabalhadores e com isso a burguesia passou a crescer econômica e politicamente. Com tudo isso o que houve? A substituição daquele sistema antigo em que nós tínhamos senhores feudais e servos, por um novo sistema em que nós tínhamos empresários e operários, sendo os empresários representados pela burguesia e os operários membros do proletariado. Todo esse crescimento que a burguesia teve nessa época se consolidou durante a Revolução Francesa em 1789. Então nós tínhamos agora uma classe em ascensão constante e essa ascensão constante da burguesia e dos trabalhadores, que cresciam cada vez mais em número geraram o que? Uma livre iniciativa maior na hora de conseguir seu trabalho na hora de ir atrás do seu sustento. Gerou também um individualismo econômico, ou seja, as pessoas se sentiam mais donas da sua própria mão de obra, então elas avançavam mais, elas lutavam mais por aquilo que elas queriam. Um liberalismo político muito maior do que o que nós tínhamos antes e principalmente o nacionalismo, ou seja, as pessoas começaram a exaltar mais a sua pátria, afinal dali elas estavam conseguindo tirar o seu sustento e a sua independência. Então houve essa questão muito forte do nacionalismo nessa época. E todos esses fatores a livre iniciativa, o individualismo econômico, liberalismo político e nacionalismo todos juntos, representavam um ideal muito grande de liberdade. Então na época o mundo todo estava nesse clima mais libertário, nesse clima diferente de inovação, E foi dentro desse clima de liberdade e de inovação que surgiram os escritores românticos. Antes do Romantismo, nós tínhamos ali os escritores muito presos às tradições, a métrica dos versos, e os escritores românticos, devido ao contexto histórico em que eles estavam inseridos, eles nasceram com uma nova forma de escrever, sem ficar presos a métricas ultrapassadas, consideradas por eles ultrapassadas, e também se sentindo muito mais livres para expressar os seus sentimentos através da poesia. E ainda mantendo esse clima de liberdade, certa vez o escritor Victor Hugo, que foi um dos maiores representantes da literatura na Europa, declarou o seguinte: "A liberdade literária é filha da liberdade política. Eis-nos libertos da velha forma social; e como não nos libertaríamos da velha forma poética? A um novo povo, uma nova arte." Então, o que ele diria, o que ele queria dizer com isso na verdade, né? Já que o mundo todo estava com esses novos ideais de liberdade, de libertação, de renovação. Por que a poesia se manteria presa às velhas formas, a uma tradição? A poesia também tinha que se adequar a esse novo mundo, então aqui ele resume bem essa questão do nascimento do Romantismo, uma escola em que se pregava a liberdade de expressão, já que o mundo estava se libertando de diversas amarras. E no Romantismo com esta liberdade de expressão, os escritores eles criavam suas obras num tom mais pessoal e melancólico. Por que? Justamente por se sentirem livres para expressar os seus sentimentos, então eles não tinham mais vergonha de falar o que sentiam e da forma como queriam, eles se sentiam muito mais livres ali. E além disso, eles tinham também um certo tom de saudosismo. Então foi criado ali um romance histórico, em que os escritores voltavam aos tempos medievais valorizando sua pátria, valorizando os heróis que morreram por ela, e por isso o nacionalismo é outra característica muito forte do Romantismo, ao lado desta liberdade de expressão. E para nos conhecermos as principais obras românticas da Europa, nós temos aqui 'Contos e Inocência' do William Blake, 'Os Miseráveis' do Victor Hugo e 'Os Três Mosqueteiros' de Alexandre Dumas.

Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.