Tenha acesso completo aos conteúdos do Stoodi

Plano de estudos, exercícios, videoaulas, correção de redação e mais!

Banco de Exercícios

Lista de exercícios

Quer colocar o estudo em prática? O Stoodi tem exercícios de Cinética Química II dos maiores vestibulares do Brasil.

Estude Química com esses e mais de 30000 que caíram no ENEM, Fuvest, Unicamp, UFRJ, UNESP e muitos outros vestibulares!

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos

  1. 1

    FMABC 2018

    Considere o gráfico das etapas do processo de formação do H2SO4 (l).   Analisando o gráfico, conclui-se que a etapa lenta do processo é a

  2. 2

    Stoodi

    A cinética é a área da química que estuda:

  3. 3

    Stoodi

    O tempo de meia-vida é uma maneira conveniente de descrever quão veloz é uma reação química. Podemos definir corretamente meia-vida como:

  4. 4

    UERN 2015

    Uma das formas para se obter o monóxido de dinitrogênio é reagindo óxido de nitrogênio II com gás hidrogênio, de acordo com a seguinte reação: 2 NO (g) + H2 (g) → N2O (g) + H2O (g) De acordo com os dados anteriores, é correto afirmar que a ordem global dessa reação é igual a

  5. 5

    UFPA 2012

    Os resultados de três experimentos, feitos para encontrar a lei de velocidade para a reação 2 NO (g) + 2 H2 (g) → N2 (g) + 2 H2O (g), encontram-se na tabela abaixo. Tabela 1 - Velocidade inicial de consumo de NO (g). De acordo com esses resultados, é correto concluir que a equação de velocidade é

  6. 6

    UFF

    Considere a reação: M (g) + N (g) → O (g) Observa-se experimentalmente que, dobrando-se a concentração de N, a velocidade de formação de O quadruplica; e, dobrando-se a concentração de M, a velocidade da reação não é afetada. A equação da velocidade v dessa reação é:

  7. 7

    SANTA CASA-SP 2018

    O radiofármaco citrato de gálio, contendo o radionuclídeo 67Ga, é utilizado em diagnóstico de processos inflamatórios e tumorais. Uma das formas de apresentação do radiofármaco é em ampolas com solução injetável de citrato de gálio. (www.ipen.br. Adaptado.) A atividade total da solução na ampola diminui continuamente, a partir da data de calibração (tempo 0), de acordo com o gráfico. Um médico estipulou que, para determinada aplicação desse radiofármaco, a solução da ampola tem que ter atividade mínima de 92,5 MBq. Nesse caso, a ampola só poderá ser utilizada no paciente se for num prazo máximo, a partir da data de calibração, de  

  8. 8

    MACKENZIE 2012

    A tabela mostra a variação da velocidade inicial da reação hipotética representada pela equação A2 (g) + 2 B → C (g), em função das concentrações iniciais dos reagentes utilizados no processo. Interpretando-se a tabela, considere as afirmações I, II, III e IV abaixo. I. O valor da constante de proporcionalidade k é igual para todos os experimentos. II. A lei cinética da velocidade pode ser expressa pela equação v = k.[A].[B]. III. Trata-se de uma reação cuja ordem global é 2. IV. As ordens para os reagentes A e B são, respectivamente, zero e 2. São verdadeiras, apenas as afirmações

  9. 9

    UNISINOS

    A combustão completa do pentano é representada, qualitativamente, pela seguinte equação:   C5H12 (g) + O2 → CO2 (g) + H2O (g)   Partindo da equação química ajustada e estabelecendo um consumo de 1,5 mol de pentano em 30 minutos de reação, pode-se concluir que a velocidade da reação, em mols de gás carbônico por minuto, é:

  10. 10

    MACKENZIE 2002

    A combustão da gasolina pode ser equacionada por: C8H18 + O2 → CO2 + H2O (equação não balanceada) Considere que, após uma hora e meia de reação, foram produzidos 36 mols de CO2. Dessa forma, a velocidade de reação, expressa em número de mols de gasolina consumida por minuto, é de:

  11. 11

    PUC-SP 2016

    O ânion bromato reage com o ânion brometo em meio ácido gerando a substância simples bromo segundo a equação: BrO3- (aq) + 5 Br- (aq) + 6 H+ (aq) → 3 Br2 (aq) + 3 H2O (l) A cinética dessa reação foi estudada a partir do acompanhamento dessa reação a partir de diferentes concentrações iniciais das espécies BrO3-(aq), Br-(aq) e H+(aq). Ao analisar esse processo foram feitas as seguintes observações: I. Trata-se de uma reação de oxidorredução. II. O ânion brometo (Br –) é o agente oxidante do processo. III. A lei cinética dessa reação é v = k[BrO3- ][Br- ][H+]2. Pode-se afirmar que estão corretas

  12. 12

    UERJ 2017

    Em um exame clínico, monitorou-se a concentração de um hormônio no sangue de um paciente, das 14 h de um dia às 10 h do dia seguinte. Os resultados do monitoramento, organizados em períodos de quatro horas, estão apresentados no gráfico abaixo. A maior taxa de produção do hormônio, em mol.mL–1.h–1, verificada em um dos cinco períodos do exame, corresponde a:

  13. 13

    UNESP 2013

    Em um laboratório de química, dois estudantes realizam um experimento com o objetivo de determinar a velocidade da reação apresentada a seguir. MgCO3 (s) + 2 HCl (aq) → MgCl2 (aq) + H2O (l) + CO2 (g) Sabendo que a reação ocorre em um sistema aberto, o parâmetro do meio reacional que deverá ser considerado para a determinação da velocidade dessa reação é

  14. 14

    UFPR 2018

    Uma certa espécie química A, quando em solução, reage rapidamente com oxigênio molecular dissolvido e é degradada por ele. O gráfico que representa de forma adequada a relação entre a concentração da espécie A em solução com o decorrer da reação é:  

  15. 15

    IFSUL

    Os veículos emitem óxidos de nitrogênio que destroem a camada de ozônio. A reação em fase gasosa ocorre em duas etapas: 1ª etapa: O3 + NO2 → O2 + NO3 (lenta) 2ª etapa: NO2 + NO3 → N2O5 (rápida) A lei de velocidade para a reação é

  16. 16

    UEMG 2017

    Uma reação química hipotética é representada pela seguinte equação: A(g) + B(g) → C(g) + D(g) e ocorre em duas etapas: A(g) → E(g) + D(g) (Etapa lenta) E(g) + B(g) → C(g) (Etapa rápida) A lei da velocidade da reação pode ser dada por

  17. 17

    UDESC 2019

    A cinética química é a área da Físico-Química que estuda a velocidade das reações químicas. O estudo cinético de uma reação pode ser dividido em duas categorias: (1) a determinação experimental da velocidade de uma reação e sua dependência com os parâmetros que a influenciam, e (2) a descrição do mecanismo de reação pelo qual se descrevem todas as etapas para a formação do produto. Cinética química também inclui investigações de como diferentes condições experimentais podem influir na velocidade de uma reação química e informações de rendimento sobre o mecanismo de reação e estados de transição, assim como a construção de modelos matemáticos que possam descrever as características de uma reação química. Na reação de dissociação térmica do iodeto de hidrogênio gasoso, a velocidade de reação é proporcional ao quadrado da concentração molar do iodeto de hidrogênio gasoso. Ao triplicar-se a concentração do Hl a velocidade da reação:  

  18. 18

    Espcex (Aman) 2019

    O estudo da velocidade das reações é muito importante para as indústrias químicas, pois conhecê-la permite a proposição de mecanismos para uma maior produção.   A tabela abaixo apresenta os resultados experimentais obtidos para um estudo cinético de uma reação química genérica elementar. A partir dos resultados experimentais apresentados na tabela, pode se afirmar que a expressão da equação da lei da velocidade (V) para essa reação química é  

  19. 19

    PUC-RJ 2015

    A  reação  química entre  dois reagentes ocorre  de tal forma que, ao se triplicar a concentração do reagente A, mantendo-se fixa a concentração do reagente B, observa-se  o aumento de nove vezes na velocidade inicial de reação. Por outro lado, a variação da concentração do reagente B não acarreta mudança da velocidade inicial da reação. Assim, é correto afirmar que a equação geral da lei de velocidade da reação, onde v é a velocidade inicial e k é a constante de velocidade, é:

  20. 20

    UFRGS 2016

    Na reação: NO2 (g) + CO (g) ⇒ CO2 (g) + NO (g) a lei cinética é de segunda ordem em relação ao dióxido de nitrogênio e de ordem zero em relação ao monóxido de carbono. Quando, simultaneamente, dobrar-se a concentração do dióxido de nitrogênio e reduzir-se a concentração de monóxido de carbono pela metade, a velocidade da reação:

  21. 21

    UEPA 2014

    Preparar o sagrado cafezinho de todos os dias, assar o pão de queijo e reunir a família para almoçar no domingo. Tarefas simples e do cotidiano ficarão mais caras a partir desta semana. O preço do gás de cozinha será reajustado pelas distribuidoras pela segunda vez este ano, com isso, cozinhar ficará mais caro. A equação química que mostra a queima do butano (gás de cozinha), em nossas residências é: O quadro abaixo ilustra a variação da concentração do gás butano em mols/L em função do tempo: As velocidades médias da queima do gás de cozinha nos intervalos entre 0 a 5 e 1 a 3 horas são respectivamente:

  22. 22

    UEL 2018

     A decomposição anaeróbica da matéria orgânica que ocorre durante a putrefação de cadáveres produz, dentre outros gases, o metano (CH4). Na combustão completa do CH4, na presença de oxigênio (O2), há formação de água (H2O) e dióxido de carbono (CO2), ambos gasosos, sendo este último menos prejudicial ao meio ambiente que o CH4.   Com base nos conhecimentos sobre cinética e considerando que a reação de combustão do CH4 ocorra num sistema isolado, atribua V (verdadeiro) ou F (falso) às afirmativas a seguir.   ( ) A adição de um catalisador na mistura aumenta o rendimento da reação e promove a formação de outros produtos. ( ) A diminuição do volume ocupado pela mistura gasosa resulta no aumento da velocidade da reação. ( ) A velocidade de decomposição de CH4 é a metade da velocidade de formação de H2O. ( ) A velocidade da reação dobra quando as concentrações de CH4 e O2 forem duplicadas. ( ) A velocidade de formação dos produtos, CO2(g) e H2O(g), da reação de combustão é a mesma.   Assinale a alternativa que contém, de cima para baixo, a sequência correta. 

  23. 23

    UEL 2011

    O monóxido de carbono é um gás incolor, sem cheiro e muito reativo. Ele reage, por exemplo, com o gás oxigênio formando o dióxido de carbono, de acordo com a equação química a seguir. 2CO(g)+O2(g)→2CO2(g) Experimentalmente observam-se as informações que estão no quadro a seguir. Considerando a equação química e os dados do quadro, assinale a alternativa correta.  

  24. 24

    IME 2019

    É requerido que fazendas produtoras de leite bovino controlem a acidez do leite que está aguardando o processamento. Essa acidez é resultante da conversão da lactose em ácido lático (ácido 2-hidroxipropanoico) por ação de microrganismos:   C12H22O11 + H2O → 4 C3H6O3   Um fazendeiro decidiu fazer um experimento para determinar a taxa de geração de ácido lático no leite armazenado: retirou uma amostra de 50 cm3 de leite, cuja concentração de ácido lático é de 1,8 g/L, e, depois de três horas, utilizou 40 cm³ de uma solução 0,1 molar de NaOH para neutralizá-la.   Conclui-se que a taxa média de produção de ácido lático por litro de leite é:

  25. 25

    PUC-PR 2015

    Analisando as reações abaixo, as quais produzirão gás nitrogênio e água líquida, assinale a alternativa CORRETA. Etapa 1) H2(g) + NO(g) → N2O(g) + H2O(I) (lenta) Etapa 2) H2(g) + N2O(g) → N2(g) + H2O(I) (rápida)

Gerar PDF da Página

Conteúdo exclusivo para assinantes

Assine um de nossos planos para ter acessos exclusivos e continuar estudando em busca da sua aprovação.

Ver planos