0.5x 1x 1.5x 2x
Química

Poluição Ambiental - Poluição Atmosférica

Prof. Igor timer 13:48

Nesta primeira videoaula sobre poluição ambiental você irá estudar a poluição atmosférica e entender que são substâncias ou agentes físicos em concentrações superiores daquelas encontradas no ambiente natural. Aula online com exemplos práticos para ajudar você a entender melhor este tema.

Olá turminha, tudo bem? Bora começar hoje o módulo de poluição ambiental. A gente pode falar de poluição ambiental, claro levando em consideração o ponto de vista da química. Você provavelmente deve ter estudado processos de poluição também na biologia e também, por exemplo, lá na geografia. É, esse tema poluição ambiental ele permeia todas essas áreas a química, a biologia, a física e cada um dá o seu enfoque. Vou trazer aqui claro o enfoque da química, mas também permeando para as outras áreas para a gente conseguir ter um entendimento um pouquinho maior. Essa é uma questão evidentemente bastante cobrada e bastante recorrente, por exemplo, no Enem, então vale a pena aí pra você ficar ligadinho nesse tema. Poluição ambiental ou poluição de um modo geral, a gente pode considerar a presença de substâncias químicas ou então agentes físicos, que estão em concentração acima daquelas concentrações que seriam encontradas no ambiente natural. Então fazendo uma comparação do ambiente natural com o ambiente poluído você verifica aí a concentração de uma determinada substância, o nível de ruído, o nível, por exemplo, de calor ou então a poluição visual, a quantidade de informações visuais que você encontra. Essas condições em maior quantidade, maior concentração do que no ambiente natural é chamado então de poluição. Eu coloquei aqui a definição para você. Tudo bem? Bom, em grande parte a definição lógico desses poluentes derivam das atividades humanas, a gente é o principal causador de problemas ambientais. Então nós temos lá derivados domésticos, como por exemplo o lixo ou então o lixo industrial, retalhos sei lá, nesse caso o de metal numa indústria automobilística, por exemplo, descarte de alguma coisa de uma indústria química ou farmacêutica, a fumaça derivada da queima de combustíveis dos automóveis de indústria porque não de queimadas. Quando eu era aluno, contando aí uma história para você, eu sempre ficava me perguntando será que a fumaça de uma queimada é considerada poluição. Então pela nossa definição agora fica claro é a poluição sim. Aquela quantidade superior ao nível do ambiente natural, se está tendo uma queimada então estou gerando quantidades de gases CO², óxidos de nitrogênio, por exemplo, em quantidades maiores. Então a queimada de uma floresta de uma vegetação é um caso de poluição. Nós sabemos que no Estado de São Paulo, por exemplo, por conta da indústria canavieira que temos períodos do ano onde o pessoal faz a tal da coivara ele queima a pastagem, na verdade queima a palha da cana de açúcar para tirar mais facilmente. Isso causa um problema enorme na população não só daquela população próxima no entorno naquela região do canavial, mas também essa poluição pode se difundir para outras regiões eu te conto aí como ela é classificada. Bom, fumaça, só lembrando pra você, é um sistema coloidal, nós temos aula falando sobre as diferenças das soluções. A solução coloidal, então é aquela que envolve um gás e um sólido, o sólido está disperso nesse gás então nós chamamos de coloide. Bom, e resíduos de um modo geral resíduos domésticos, por exemplo, o esgoto ou então resíduos industriais, corretos? Essa é a história da nossa poluição ambiental, a definição do que é basicamente a poluição ambiental. Bom, nós iremos tratar aí nesse módulo exclusivamente uma parte mais principal da poluição atmosférica. Falamos também depois da poluição dos cursos d'água, poluição da água e poluição dos solos. Mas a mais importante que é mais recorrente nos vestibulares é a tal da poluição atmosférica. Bom, se nós vamos estudar o que é a poluição atmosférica então vale a pena estudar o que é a atmosfera. Não adianta você saber o que é ou quem são os poluentes da atmosfera, se você não sabe o que é atmosfera. Bom, você já sabe a atmosfera aí é um envelope basicamente que envolve a Terra e esse envelope nós temos, evidentemente, a presença de gases. Mas não só gases, lá nós temos também líquidos e também temos sólidos, mas em grande parte a gente fala que a atmosfera é um envelope gasoso que envolve a Terra. Existem quatro regiões básicas que você precisa conhecer, então fazendo uma relação com a geografia nós podemos falar que nós temos aí: a troposfera, a estratosfera, a meso e a termosfera. Essas são as quatro básicas regiões que nós temos da nossa atmosfera. Bom, eu coloquei uma linha de temperatura. Cuidado, não é tempo é uma linha de temperatura, basicamente nessa mesma linha nós estamos na superfície da Terra, certo? Muita gente confundiu ou não se lembra e fala que essas divisões da atmosfera são dadas pela altitude, em grande verdade não, as estratificações que nós temos da atmosfera são dadas pela diferença ou gradiente de temperatura, a temperatura ela vai variando, você sabe, de acordo com a altitude, se pegar um avião, por exemplo, a hora que você vai subindo você sabe que a altitude ou a temperatura nesse caso, vai diminuindo. Coloquei aqui então o gradiente em amarelo, indicando setas em vermelho ou rosa aqui, para você do que vai acontecendo com a temperatura. Estamos aqui na superfície da Terra, está aqui na minha linha em laranja, à medida que você vai ganhando altitude vai subindo, naquilo que nós chamamos de troposfera, o nosso nível respiratório mais próximo da superfície a temperatura ela vai diminuindo e ela vai caindo. Bom, à medida que ela começa a subir novamente nós chamamos essa região logo após a troposfera à medida que a temperatura aumenta de estratosfera. Então ela vai subindo, vai subindo e vai subindo volta a cair, a temperatura volta a baixar, estamos na mesosfera e acima disso quando ela volta a aumentar, a termosfera. Então temos essas relações de variação de temperatura, de acordo com a altitude. As duas regiões mais importantes para a gente, para o nosso estudo da poluição atmosférica são essas duas: a estratosfera e a troposfera. Primeira coisa, por quê a troposfera? Que fique muito bem claro porque nós estamos estudando essa região é a região onde a gente vive é também chamado de nível respiratório. Pois é, a tal da troposfera o nosso nível respiratório onde nós temos aliás os eventos climáticos, chuvas, ventos e assim por diante. É onde nós temos aí a passagem de aviões, ondas de rádio e tudo mais. Mais acima, aquela região lá chamada estratosfera é importante para nós devido a ser a região de uma camada muito específica, lógico na camada mais alta da estratosfera, conhecida como camada de ozônio. A camada de ozônio, super importante para nós devido justamente filtrar a radiação ultravioleta que chega até a Terra. Superfície. Aí vai bater a radiação ultravioleta, enfim qualquer coisa, não só nos humanos, mas também em plantas. A gente pensa sempre muito no problema do ozônio pensando em nós, tem aí problema de pele em relação a câncer, mas também afeta a população vegetal. Então essas duas regiões mais importantes a tropo e a estratosfera. Tudo bem? Bom, aguenta um pouquinho eu vou trocar de lousa, eu já te mostro a classificação, segundo os estudos da poluição, de como é classificado os poluentes. Beleza? Até já! Legal, então na primeira parte eu te dei a definição tanto de poluição ambiental, já vimos o que era a atmosfera, então agora a gente pode ver as fontes de poluição os principais poluentes que se encontram aí na atmosfera. Bom, nós podemos classificar a poluição como natural ou então antrópica, estranho falar em poluição natural. É verdade. Lembra da definição é tudo aquilo que se encontra em uma concentração maior que no próprio ambiente natural. Às vezes algum evento natural acaba lançando maior quantidade de substâncias e acabam tendo esse efeito de poluição. Vou te dar um exemplo simples, quando um vulcão entra em erupção e acaba gerando gases de enxofre, óxido de enxofre, na atmosfera e consequentemente você tem aí uma alta concentração desses componentes, também temos fuligem e tudo mais, também aumenta-se aí a concentração desses componentes. Um outro exemplo muito comum que aparece é a tal da Dama da Noite, Sabe a Dama da Noite? É, cuidado hein! Na verdade, estamos falando daquela árvore. Ele tem um cheiro bem característico que no finalzinho da noite a gente vai sentindo, tem muita gente que acha super gostoso esse cheiro, mas tem muita gente que tem alergia, dá dor de cabeça e tudo mais. Esses são componentes que são aí emitidos por um vegetal por uma planta, a árvore, e que é sim considerada de certa forma um poluente. Então só ir pela definição que a gente não erra. E antrópica aquela gerada pelo homem, vários exemplos principalmente as combustões aí de automóveis. Bom, ela pode ser pontual, então localizada naquele local, ela é emitida e fica naquele local, ou então difusa. Lembra da história da queima da palha da cana de açúcar? A queima ali ele envolve um processo pontual, mas também tem uma questão de difundir para outras regiões. É muito daquele material fuliginoso, material particulado que sai da queimada, também pode ser encontrado em regiões mais próximas do centro de São Paulo. Certo? Super incrível isso, mas devido à movimentação das massas de ar na troposfera você pode ter essa poluição chamada de difusa. Bom, então ela pode ser também classificada como móvel, se locomover de um lado para o outro. É fácil de pensar tanto para a atmosfera como um curso d’água ou ela pode ficar num determinado local, estacionar. Essas são as definições das fontes de poluição e os poluentes eles podem ser classificados como: primários ou então secundários. Um poluente primário é aquele que é emitido diretamente e não sofre nenhum tipo de reação e é emitido diretamente na forma que ele é, mas um poluente primário pode sofrer alguma reação no ambiente gerando os poluentes secundários. Então primário emitindo diretamente o secundário, vem aí da reação do primário sendo formado outras substâncias. Certo? Então cuidado também nas definições. Os principais poluentes da atmosfera. Bom, se eu for classificar a grande parte dos nossos poluentes atmosféricos são óxidos. É, óxidos moleculares, então óxidos aí gasosos. Você lembra da definição dos óxidos. Nós temos as substâncias binárias onde o oxigênio é mais eletronegativo. Quem são esses caras, olha só. Nós temos o NOx, não vá confundir pelo amor com o NOX, número de oxidação, NOx esse x está indicando a quantidade de átomos de oxigênio nessa fórmula do composto ou do óxido de nitrogênio. NOx é chamado de coletivamente da mistura de NO com NO² na atmosfera, depois eu te mostro como eles são formados e como eles são lançados para a atmosfera, quando a gente for estudar especificamente os problemas ambientais. Bom, o SOx então são os óxidos de enxofre, SO² e SO³ derivados principalmente da combustão de combustíveis fósseis principalmente o diesel, pensando numa região urbanizada com muito tráfico de caminhões e ônibus ou então uma termoelétrica onde é feita a queima do carvão mineral. Esses componentes, esses combustíveis aliás, apresentam uma alta concentração principalmente aqui no Brasil de enxofre e aí quando queima são gerados SO² ou SO³. Bom, nós temos o COx são os óxidos de carbono, monóxido de carbono CO e o CO² o dióxido de carbono também é muito comum bastante e é emitido para a atmosfera devido às combustões. Temos também os COV's os compostos orgânicos voláteis, por exemplo aquela história da Dama da Noite, aquele cheiro, são compostos orgânicos extremamente voláteis, então você consegue sentir o cheiro. Um outro exemplo super clássico e que tem muita gente que gosta, outras pessoas, claro, odeiam, é aquele cheiro da gasolina quando você vai abastecer o seu automóvel. Tem gente que gosta diz assim: eu gosto de reabastecer meu carro porque aí são emitidos vapores da gasolina, dos componentes da gasolina e são compostos orgânicos voláteis, mas são poluentes também. Certo? Então tomar cuidado. E o MP que é chamado de material particulado. Um exemplo clássico de material particulado é a fuligem, aquela fumaça preta que é emitida por caminhões e ônibus. Certo? Bom, então aqui turma, nós vimos essas duas partes dessa primeira aula, a base do estudo da poluição ambiental na aproxima aula eu vou atacar diretamente os problemas ambientais. Você me aguarda? Então eu te vejo aí na próxima aula. Até mais!

Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login