Barroco em Minas Gerais - Arte - Resumos em pdf para download

Contexto e elementos de análise

  • Séculos XVIII e XIX

  • Arquitetura, pintura, escultura

  • Inserido no Rococó (1760)

  • Origens no súbito enriquecimento da região

  • Conservado após da decadência da mineração

  • Preservou os elementos essenciais

  • Principais cidades: Vila Rica de Ouro Preto, Diamantina, Serro, Mariana, Tiradentes, Sabará, São João Del Rei, Congonhas do Campo

  • Contexto:

    • Apogeu da mineração

    • Rápido crescimento urbano

    • Uso da Religião e Arte

      • Instrumentos de controle

      • Conter o relaxamento dos costumes

  • Fortalecimento das Irmandades

  • Decadência aurífera

    • Última construção – Igreja São Francisco de Paula – Ouro Preto – 1804/1878

  • 1840 – Início do Neoclássico em MG

Arquitetura

  • Igrejas dispostas na cidade de acordo com a importância e influência da Irmandade

  • Taipa de pilão ou de mão

 

  • Uso de pedras de grande porte

  • Três tipos de plantas

    • Chanfrada nos cantos (Português)

    • Circular (Italiano)

    • Curvilínea (Rococó)

  • Peculiaridade – uso da pedra sabão

  • Plantas das igrejas seguem o padrão:

    • Nave – capela mor – sacristia – torres campanário (sinos)


 

Escultura e pintura

Escultura

  • Estatuária sacra

  • Diversidade e ecletismo

  • Menos policromia

  • Destaque: Antonio Francisco Lisboa (Aleijadinho) – Ouro Preto, Sabará, São João Del Rei, Congonhas do Campo


 

Pintura

  • Decoração interna de igrejas

  • Mestre Ataíde – trabalho de perspectiva no teto das igrejas
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.