Escola de Frankfurt - Filosofia - Resumos em pdf para download

A Teoria Crítica da Sociedade

A Escola de Frankfurt (Instituto de Pesquisa Social)

  • Origens
  • Alemanha – década de 1920
  • Contexto da República de Weimar
  • 5ª. Geração da Filosofia Alemã
    • 1ª. Geração – Kant e Hegel
    • 2ª. Geração – Marx e Engels
    • 3ª. Geração – Nietzsche
    • 4ª. Geração – Heidegger, Husserl, Hartman
  • Filósofos e cientistas sociais
  • Adorno, Horkheimer, W. Benjamin, Marcuse e Habermas
  • Novas expressões
    • Cultura de massa
    • Indústria cultural
  • Sucumbiu com o Nazismo
  • Escola de Frankfurt → Universidade de Columbia (EUA)

A Teoria Crítica da Sociedade

  • A sociedade da razão caminhou para o Totalitarismo
  • Decepção com o racionalismo contemporâneo
  • Quebra do paradigma proletário
  • União entre Materialismo Histórico e Psicanálise
  • Novo conceito: MARXISMO CULTURAL
    • Revolução através da cultura e dos sistemas educacionais
    • Crítica ao caráter empírico das ciências humanas
  • Cultura – elemento de transformação social
  • Marxismo – explica a formação das classes sociais e o funcionamento da sociedade
  • Psicanálise – explica a formação do indivíduo como elemento
  • Propostas:
    • Dialética para entender a sociedade
    • Contra a fragmentação da ciência
    • Teoria da Crítica da Sociedade no lugar da autocrítica do esclarecimento e da visualização das ações de dominação social
    • Confronto entre ciência e cultura
      • Superar a crise da razão
      • Reorganizar a sociedade

Max Horkheimer

  • 1895-1973
  • Judeu – família abastada
  • Influência do pensamento de Schopenhauer
  • Obras:
  • 1933 – Materialismo e Moral
  • 1937 – Teoria Tradicional e Teoria Crítica
  • 1947- Eclipse da Razão
  • 1970 – Teoria Crítica ontem e hoje

O Pensamento de Horkheimer

  • Teoria Crítica Transversal
  • Conjunto de concepções da Escola de Frankfurt
    • Ponto de partida – Marxismo
  • Oposição à teoria tradicional
  • Teoria Marxista:
    • Não pretende a visão conclusiva do todo
    • Desenvolvimento concreto do pensamento
    • Não é entendido como conceito definitivo
    • Indica futuras investigações
  • A ciência é resultante do processo que remonta ao racionalismo cartesiano – Sistema Dedutivo
    • Força produtiva imediata
  • No entanto:
    • O trabalho especialista é desvinculado do processo global de produção
    • Autonomia do processo de trabalho
    • Não se preocupa com a origem real
  • Paradoxo: Ciência tradicional X Real
  • Teoria Crítica
    • Relevância social da ciência
    • Conhecimento não pragmático
    • Reflexão autônoma
    • Praticidade da ideia e verdade
  • Críticas ao Positivismo
    • 1951 – Sobre o conceito de Razão
    • Subjetivo, formal e instrumental
    • Critério de verdade = valor operativo
    • Dominação da natureza pelo homem
    • Razão separa-se da reflexão
    • Incapacidade de dizer se o sistema é irracional
    • Resignação humana frente ao pragmatismo
  • A teoria justa “nasce da consideração dos homens, de tempos em tempos, vivendo sob condições determinadas e que conservam a própria vida com os instrumentos de trabalho.”
  • A Teoria Crítica faz o diagnóstico de uma situação que deveria ser superada
    • Pretende o protesto contra a aceitação resignada de uma ordem totalitária
  • Razão polêmica X Razão instrumental
    • Trabalho na totalidade social

 

Theodor Adorno

  • Principal obras: A dialética do esclarecimento
  • Ideias principais: Cultura de massas e Indústria cultural
  • Influências: Husserl e Lukács
  • Diretor da Escola de Frankfurt após a aposentadoria de Horkheimer
  • Rompeu com H. Marcuse em 1969

Pensamento de Adorno

  • Fundamenta-se na dialética
  • Crítica da razão instrumental
    • Crítica da sociedade de mercado
    • Apenas o progresso técnico
  • Racionalismo excessivo
  • Dialética negativa
  • Reforma da razão
  • Libertação do modelo autoritário
  • Rejeita a dialética de Hegel
    • A razão só deixa de ser dominadora quando se aceita a dualidade do sujeito e do objeto
  • A crítica da razão conduz à crítica da linguagem
  • Linguagem conceitual = violência cognitiva
  • Valoriza a linguagem artística
  • Cada obra de arte cria seu mundo inteiro
  • Críticas a Walter Benjamin na estética e no cinema

Walter Benjamin

  • Ponto central: análise das causas e consequências da destruição da aura nas obras de arte
  • Técnicas de reprodução destroem a aura
  • Destruição da aura atinge dimensões sociais
  • Cinema priva a aura
  • Teatro = aura do ator
  • Natureza vista pelos olhos ≠ natureza vista pela câmera
  • Cinema é o instrumento de revolução

Herbert Marcuse

  • As preocupações
  • Descontrole da tecnologia
  • Racionalismo dominante
  • Repressão das liberdades
  • Aniquilamento da razão
  • Totalitarismo + Indústria Cultural = derrota do projeto do proletariado
  • Quem substituiu o proletariado? As minorias

Jürgen Habermas

  • Busca superar o pessimismo pós 2ª. Guerra
  • Desconstruir o paradigma da modernidade
  • Limites à razão
  • Diálogo produz uma sociedade mais solidária
  • Argumentação + busca por consenso
  • Ética do discurso
  • A razão comunicativa deve prevalecer sobre a razão subjetiva
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.