Quer ter acesso aos nossos resumos completos?

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com conteúdos exclusivos!

Resumo de Pensamento Científico na Filosofia Antiga - Filosofia

Quer estudar Pensamento Científico na Filosofia Antiga? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de Filosofia que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Pré-Socráticos: Pensamento Científico

Assistir aula

 

  • Os pré-socráticos se perguntavam pelo princípio das coisas,arché; podem ser considerados filósofos da natureza;

  • O princípio das coisas, para cada um deles, era algo diferente: 

Tales de Mileto: água; Anaximandro: ilimitado,apeiron;Anaxímenes: ar; Xenófanes: terra; Heráclito: fogo; Empédocles: quatro elementos; Pitágoras: números; Demócrito: átomos, partículas indivisíveis.


 

Nas palavras dos autores,

 

O princípio dos seres é o infinito [...I Naquilo de que os seres extraem sua origem, aí se realiza também sua dissolução.

Anaximandro. fr. 1 Diels-Kranz2

 

Como a nossa alma, sendo ar, nos mantém vivos, da mesma forma o sopro e o ar sustentam o cosmo inteiro.

Anaxímenes, fr. 2 Diels-Kranz3


1Fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Illustrerad_Verldshistoria_band_I_Ill_107.jpg

2ANTISERI, Dario; REALE, Giovanni. História da Filosofia (vol. I). 3. ed. São Paulo: Paulus, 2007 p. 50

3ANTISERI, Dario; REALE, Giovanni. História da Filosofia (vol. I). 3. ed. São Paulo: Paulus, 2007 p. 51

 

AULA 2

Aristóteles: Pensamento Científico

Assistir aula

  • Observa a natureza a partir de um método, buscando entender as causas dos fenômenos;

  • O conceito de mudança é fundamental, assim ele faz uma distinção entre a potência e o ato;

  • Elabora a teoria das quatro causas: a causa formal, a causa material; a causa eficiente e a causa final;

  • Elabora a ideia de primeiro motor imóvel;

  • Contribuiu com diversas áreas do conhecimento como química, física e biologia.


 

Nas palavras do autor,

 

Existe algo que sempre se move com movimento contínuo, e este é o movimento circular (e isso é evidente não só com o raciocínio mas também como dado de fato): de modo que, o primeiro céu deve ser eterno. Portanto, há também algo que move. E, uma vez que isso que é movido e move é um termo intermédio, deve existir, como consequência, algo que mova sem ser movido e que seja substância eterna e ato. (...) Ora, se alguma coisa se move, pode também ser diferente de como é. Portanto, o primeiro movimento de translação, mesmo que esteja em ato, pode todavia ser diverso de como é, ao menos enquanto é movimento: evidentemente diferente segundo o lugar, mesmo se não conforme a substância. Mais, uma vez que existe algo que move sendo, ele mesmo, imóvel e em ato, não pode ser de modo diverso de como é em nenhum sentido. O movimento de translação, com efeito, é a primeira forma de maturação, e a primeira forma de translação é circular: e tal é o movimento que o primeiro motor produz. Portanto, este é um ser que existe por necessidade; e, enquanto existe por necessidade, existe como bem e deste modo é Princípio. 

Aristóteles, no livro Metafísica5


4Fonte:

5ANTISERI, Dario; REALE, Giovanni. História da Filosofia (vol. I). 3. ed. São Paulo: Paulus, 2007 p. 237-238

Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login