Amazônia e Região Norte - Geografia - Resumos em pdf para download

Definições Gerais

Domínio natural sul-americano

As características naturais dos ecossistemas amazônicos estão distribuídas por uma área gigantesca, que abrange, além do Brasil, outros países vizinhos do continente na região equatorial.

 

Ocupação recente

Há milhares de anos diversas sociedades ocupam a região amazônica. Embora o processo de colonização tenha dado origem a algumas cidades e atividades econômicas desde o século XVI, apenas na segunda metade do século XX houve um aumento significativo da população.

  • Eixos de colonização: iniciativas privadas ou públicas para criar atividades agropecuárias, minerais, extrativas florestais e cidades, especialmente ao longo de novos caminhos (rodovias, especialmente);

  • Projetos estatais:iniciativas organizadas pelo Estado brasileiro para incentivar a ocupação da região amazônica (por exemplo, durante a ditadura militar, entre 1964 e 1985).

Domínio amazônico ≠ Amazônia Legal

 

Características gerais

  • Paisagem heterogênea:diferentes feições e ecossistemas (matas de terra firme, locais alagadiços, campos, etc.);

  • Rede urbana e articulações;

  • Biodiversidade estratégica;

  • Projetos de desenvolvimento e intervenção;

  • Ocupação ancestral.

Aspectos Naturais

Domínio das terras baixas

A maior parte do território da região Norte é formada por planícies sedimentares, com altitudes variando entre 0 m e 200 m.

  • Soerguimento dos Andes:um dos possíveis fatores para o surgimento das nascentes da Bacia Amazônica;

  • Mar interior:evidências de áreas marinhas no interior da América do Sul, no Mioceno (entre 24 e 5 milhões de anos a. p.);

  • Ocorrência de planaltos residuais, de origem cristalina;

  • Depressões.

 

Domínio intertropical

  • Baixa amplitude térmica;

  • Temperaturas elevadas (≈ 25ºC de média);

  • Pluviosidade elevada (≥ 1500 mm/ano);

  • Evapotranspiração;

  • Clima equatorial;

  • Clima tropical úmido.

 

Domínio de águas doces

  • Rios de planície;

  • Áreas de recarga:planaltos residuais, Planalto Central, Cordilheira dos Andes;

  • Bacia Amazônica, a maior do mundo.

 

Diversidade vegetal

  • Características gerais:vegetação higrófita, latifoliada, perene e densa;

  • Diferentes fisionomias:

    • Mata de igapó;

    • Mata de várzea;

    • Mata de terra firme.

Aspectos Socioeconômicos

Território de grande extensão

Entre as cinco regiões brasileiras definidas pelo IBGE, o Norte corresponde à cerca de 40% do território nacional.

  • Área: 3,8 milhões de km²;

  • População:aproximadamente 16 milhões de habitantes;

  • Densidade demográfica: ≈ 4 hab./km².

 

Ocupação

  • Povoamento pré-colonial;

  • Intensificação do povoamento durante o século XX:

    • Rios:as vias de trânsito da região;
  • Missões, fortificações;

  • Drogas do sertão;

  • Borracha;

  • Mineração;

  • Projetos estatais.

 

Organização espacial e atividades econômicas

  • Rede urbana:várias cidades ao longo dos rios ou ligadas a eixos rodoviários.

    • Zona Franca de Manaus;

    • Região Metropolitana de Belém;

    • Capitais e eixos recentes;

  • Agropecuária: ligada à expansão da fronteira agrícola brasileira.

    • Arco do desmatamento;

  • Extrativismo;

  • Mineração: associada aos projetos de integração nacional;

  • Potenciais da biodiversidade.

Projetos de Desenvolvimento / Intervenção (Parte 1)

Metas de Estado

  • Integração nacional;

  • Colonização: Soberania nacional.

 

Principais projetos

ProjetoCaracterísticas
AlbrásPara produção de alumínio.
Bacarena (próxima a Belém, PA).
AlunortePara a produção de alumínio.
Matéria-prima do vale do rio Trombetas (Oriximiná, PA).
Fabricação de alumina p/ Albrás.
CarajásSudeste do Pará.
Jazidas: ferro, cobre, ouro, manganês, bauxita.
JariAmapá/Pará.
Várias frentes de atuação.
UrucuExploração petrolífera na bacia sedimentar amazônica.

 

ProdutoRegião/projeto
FerroCarajás
Manganês
CaulimJari
CassiteritaRondônia
QuartzoTocantins
Calcário 
OuroSerra Pelada, Amapá, Vale do Araguaia (TO), Vale do Madeira (RO)

Projetos de Desenvolvimento / Intervenção (Parte 2)

Articulações

  • Necessidade de integrar a região Norte ao resto do país e inseri-lano contexto do capitalismo nacional/internacional;

  • Redes:transportes, comunicações, infraestrutura.

 

Projetos estatais

  • Plano de Integração Nacional (PIN):integração e povoamento.

    • Infraestrutura;

    • Colonização;

    • Atividades econômicas;

  • Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA);

  • Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (SUDAM): órgão responsável por orientar o desenvolvimento da região;

  • Projetos de defesa: soberania, defesa dos recursos naturais.

    • Calha Norte:arco de defesa militar;

    • Sivam:monitoramento aéreo e terrestre;

  • Projetos recentes:

    • Programa de Aceleração do Crescimento (PAC):em energia e transportes;

    • Projetos:usinas de Belo Monte, Santo Antônio, Jirau; Rodovia Transoceânica.

A Importância Estratégica do Ecossistema Amazônico

Domínio megadiverso

  • Elevada biodiversidade nos ecossistemas amazônicos (aquáticos, terrestres e nas interações);

  • Elevados fluxos de matéria e energia.

 

Características

  • Grande extensão territorial;

  • Elevada pluviosidade;

  • Temperaturas elevadas;

  • Baixa densidade demográfica;

  • Estado de conservação;

  • Domínio natural estratégico.

 

Justificativas

  • Clima/ciclo hidrológico:

    • Evapotranspiração/umidade;

    • Massas de ar (mEc, ZCAS);

    • Recarga estratégica;

  • Vegetação/diversidade de vida terrestre:

    • Manutenção das condições climáticas;

    • Qualidade dos solos;

    • Recursos naturais;

    • Novos elementos.

 

Ações estratégicas

  • Zoneamento;

  • Monitoramento;

  • Serviços públicos.
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.