Primavera Árabe - Geografia - Resumos em pdf para download

O Islamismo

Culturas escritas

Livros sagrados e origens comuns:

  • Bíblia;

  • Torá;

  • Alcorão:

    • Passagens do antigo testamento.

 

Sec VII

  • Ascensão de Maomé (Mohammad):

    • Revelação;

    • Hégira e expansão (622): de Meca para Medina;

  • Expansão do Islã.

 

Vertentes

Sunitas (75% - 90%)

  • Suna;

  • Transformações do mundo e atualização.

Xiitas (10%-25%)

  • Sucessores de Ali;

  • Conservação das interpretações.

Sunitas x Xiitas

Islamismo

Diferentes correntes e interpretações do Alcorão.

Questões culturais e étnicas

  • Árabes;

  • Persas;

  • Pashtuns;

  • Tadjiques;

  • Usbeques;

  • Sírios;

  • Libaneses.

 

Questões históricas

  • Expansão política;

  • Contatos culturais

    • Ex: Ocidente.

 

Algumas vertentes

  • Sunitas;

  • Xiitas;

  • Carijistas;

  • Sufis.

 

Sunismo

  • 75% a 90% dos mulçumanos;

  • Suna: povos da tradição de Maomé;

  • Califas sucessores;

  • Escolas de pensamento;

  • Califas eleitos (podem ser) pela comunidade;

  • Transformações do mundo.

 

Xiismo

  • 10% a 20% dos mulçumanos;

  • Herdeiros legítimos (fator de sucessão, desentendes de Maomé);

  • Antigas interpretações do Alcorão (tradições);

  • Pureza de princípios / conduta;

  • Sharia (lei islâmica).

Nacionalismo Árabe

Cultura e História

  • Língua;

  • Literatura;

  • Ciência e tecnologia;

  • Política;

  • Religião.

 

Fortalecimento político

  • Pan-arabismo:

    • Cooperação econômica, política e cultural;

    • União política;

  • Influência ocidental Negativa.

 

Secularismo, nacionalismo, estativismo

  • Visões;

  • Influências da Liga árabe (1945);

  • Nasserismo (anos 50/60).

 

Influências do Islã

  • Ex: formação do Estado Islâmico.

Jihadistas

Jihad

  • Contra instintos para construir uma sociedade justa OU contra os infiéis;

  • Jihad é diferente de Guerra Santa.

 

Sharia

  • Lei islâmica:

    • Práticas políticas derivadas do islamismo;

  • Islã em vários aspectos da vida.

 

Visões mais ortodoxas

  • Reino do Islã (Dar Al-Islam);

  • Reino da guerra (Dar Al-Harb).

 

Grupos políticos defensores

  • Boko Haram (NIG);

  • Movimento islâmico (UZB);

  • Al-Qaeda:

    • Objetivo: um Estado Islâmico imenso;

    • Califado;

  • Estado Islâmico:

    • Do Leste da Síria ao Oeste do Iraque.

Grupos Políticos

Atuação política

Grupos que desejam assumir o poder.

Diferentes campos de atuação

  • Grupos armados/paramilitares;

  • Serviços sociais;

  • Instrução religiosa;

  • Partidos políticos.

Orientação religiosa

  • Islã: vertentes do Alcorão.

 

Hamas (Movimento de resistência islâmico)

  • Organização sunita;

  • Início: projetos sociais e religiosos

    • Financiamento (síria, Arábia Saudita, Israel);

  • Objetivo: restaurar a Palestina histórica

    • Não reconhece Israel;

  • Ações terroristas

    • Anos 90 (até 2005);

  • Divergências entre Hamas (assentos no parlamento palestino) e Fatah;

  • Inicialmente pregando discurso conciliados (judeus, cristãos, mulçumanos).

 

Fatah (Movimento de libertação nacional da Palestina)

  • Nacionalismo laico (orientação de esquerda);

  • Yasser Arafat (fundador);

  • Atual oposição na ANP.

 

Hizbollah (Partido de Deus)

  • Líbano;

  • Orientação xiita;

  • Opera serviços sociais;

  • Criada como resistência à invasão de Israel (1982);

  • Objetivo: Regime islâmico (influência de Khomeini);

  • Estrutura complexa;

  • Envolvimento na Síria (guerra civil).

 

Irmandade Mulçumana (Sociedade de irmãos mulçumanos)

  • Fundação: Egito (1928);

  • Restaurar os ensinamentos do Alcorão:

    • Sem influências ocidentais;

  • Atuação em vários países;

  • Sharia;

  • Unir países de maioria mulçumana;

  • Estrutura ampla.

 

Al-Qaeda

  • Organização invoca a Jihad;

  • Bin Laden (líder);

  • Revolução Islâmica armada;

  • Restabelecimento do califado;

  • Envolvimento em vários ataques

    • Ex: ataque de 11 de setembro.

Estado Islâmico

Movimento Jihadista

Formado no Iraque.

Califado islâmico (Síria/Iraque).

  • Adoção da Sharia (Lei islâmica);

  • Reivindicam território de maiorias islâmicas e/ou com ligações históricas (expansão do I milênio d.C.);

  • Califa: sucessor de Mohammad.

 

Estrutura Complexa

  • Divisões administrativas;

  • Estrutura militar;

  • Comunicações.

 

Formação

  • Grupos insurgentes

    • Ex: Al-Qaeda.

 

Algumas ações

  • Proselitismo religioso;

  • Jihad (invocação);

  • Sharia.

Primavera Árabe: Panorama Geral

Protesto de Fogo

Dez/2010

  • Mohamed Bouazizi (Tunísia) - Imolação;

  • Protestos contra a corrupção e as más condições de vida dos jovens

    • Desemprego;

    • Ausência de liberdade.

 

Reinvindicações

Fim dos governos/ditaduras (Tunísia, Líbia, Egito).

Outros protestos: Argélia, Jordânia, Egito, Iêmen.

  • Bahrain

    • Maioria xiitas e repressão do Exército;

  • Síria

    • Bashar Assad:

      • Repressão;

      • Guerra civil;

  • Líbia

    • Muammar Al-Gaddafi: captura e morte por civis;

  • Egito

    • Hosni Mubarak: renunciou;

    • Protestos da praça Tahir.

Papel das redes sociais e da internet nos protestos.

Primavera Árabe: Egito (Parte 1)

Inspiração Tunisiana

  • Protesto derivados da revolta da Tunísia.

 

Situação socioeconômica/política

  • Hosni Mubarak: no poder desde 1981;

  • Regime de partido único;

  • Apoio dos EUA e aliado de Israel;

  • Repressão à militantes islâmicos;

  • Questões sucessórias

    • Gamal Mubarak.

 

Estado político

  • Assassinato do presidente Sadat;

  • Estado em emergência desde 1981;

  • Ditadura;

  • Eleição de 2010 conturbada;

  • Corrupção e problemas estruturais.

Primavera Árabe: Egito (Parte 2)

  • Ecos da Tunísia

    • Insatisfação com situação econômica e política;

  • Ditadura

    • Hosni Mubarak no poder desde 1981;

    • Estado de emergência;

  • Problemas políticos e socioeconômicos

    • Desemprego;

    • Inflação;

    • Violência de Estado;

    • Falta de liberdade (censura);

    • Corrupção;

    • Demografia;

  • País populoso: 83 milhões de habitantes;

  • Poucas áreas férteis

    • Ex: Vale do Nilo.

 

25/01/11

  • “Dia da Revolta”

    • Cairo, Suez, Alexandria.

 

28/01/11

  • “Sexta feira da ira”

    • Tomada das ruas no país;

    • Bloqueio de internet e serviços de telefonia.

 

29/01/11

  • Toque de recolher e desobediência civil.

 

Fev/11

  • Praça Tahir;

  • Pressão popular;

  • Forças de oposição.

 

11/02/11

  • Renúncia de Hosni Mubarak.

 

Repercussões

  • Concessões à população em outros países da região.

Primavera Árabe: Líbia (Parte 1)

Problemas políticos

  • Centralização

    • Muamar Al-Gaddaf: mais de 4 décadas no poder (1969-2011).

 

Questões Socioeconômicas

  • Elevado desemprego

    • Entre jovens e mulheres;

  • Disparidades sociais;

  • Controle econômico familiar;

  • Repressão política e ideológica;

  • Corrupção;

  • Violência e violação dos direitos humanos.

 

Crescimento de oposição

  • Tentativas de assassinato.

 

Influências tunisianas

  • Acúmulo de bens

    • U$70 bilhões (estimados);

  • Protestos pelo país

    • Apoio da oposição.

Primavera Árabe: Líbia (Parte 2)

Jamahiriya árabe

“Estado de massas”

  • Comitês populares e congresso geral do povo.

 

Divergências

  • Estado autocrático;

  • Corrupção;

  • Nepotismo.

 

Reflexos

  • Manifestações (Trípoli, Benghazi);

  • Tentativas de amenizar as insatisfações;

  • Medidas econômicas sociais;

  • Repressão às manifestações, censura (internet, TV);

  • Grupos de oposição

    • Conferência nacional para oposição da Líbia (CNOL);

    • Frente nacional para salvação da Líbia (FNSL).

 

Fev/2011

  • Primeiras manifestações;

  • Sanções econômicas.

 

Tribunal Penal Internacional

  • Mandato de captura e prisão.

Atuação das forças rebeldes para capturar cidades e chegar à Trípoli.

 

20/10/11

  • Morte de Gaddafi.

 

Novo governo

  • Não consegue estabilidade.

Primavera Árabe: Síria (Parte 1)

Estado de emergência

  • Maior liberdade para decisões do executivo

    • Autoritarismo;

  • Partido Baath

    • Hafez Al-Assad (por 30 anos);

    • Unipartidarismo.

2000

  • Bashar Al-Assad (filho).

 

Reflexos da Tunísia

  • Insatisfação com regime.

 

Motivações

  • Desemprego

    • Especialmente jovens;

  • Disparidades sociais;

  • Autoritarismo / repressão;

  • Situação política.

Ascensão de grupos de oposição e manifestações

  • Oposição;

  • Curdos;

  • Estado islâmico.

 

Jan a Mar/2011

  • Elevado número de mortos;

  • Conflito civil.

Primavera Árabe: Síria (Parte 2)

Insatisfação Síria

  • Centralização (Bashar Al-Assad);

  • Problemas socioeconômicos;

  • Reflexos da Tunísia.

 

Jan a Mar/2011

  • Onda de manifestações;

  • Forte repressão policial.

 

Tentativas de estabilização

  • Nova Constituição (2012);

  • Eleições para 2014

    • Contestação internacional;

    • 88,7% dos votos para o Assad.

 

Atuação de grupos contrários

  • Ex: Estado Islâmico;

  • Apoio ocidental recente a Bashar Al-Assad.
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.