Pronome - Gramática - Resumos em pdf para download

Para gerar a lista do PDF
Libere o acesso completo
lock Gerar PDF do Resumo

Classificação

Pronome é a palavra usada no lugar do nome, ou que se refere a ele. Um pronome pode ser substantivo ou adjetivo.

Será pronome substantivo quando substituir um substantivo dentro da oração:

A garota veio mas não vi a garota.

Ela veio mas não a vi.

Será pronome adjetivo quando acompanhar um substantivo, caracterizando-o ou se referindo a ele:

Nossa casa é ali.

Os pronomes são, ainda, subdivididos em pessoais, possessivos, demonstrativos, indefinidos, relativos e interrogativos.

  • Pronomes Pessoais

Substituem os substantivos, indicando diretamente as pessoas do discurso. Subdivididos em:

Pessoais do Caso Reto: eu, tu, ele, nós vós, eles. Ocupam o lugar do sujeito na oração.

Pessoais do Caso Obliquo: Atuam como um complemento na oração, podendo ser átonos ou tônicos:

  • Pronomes oblíquos átonos - me, te, o(s), a(s), lo(s), la(s), nos, vos, lhe. Complementam um termo da oração SEM uso de preposição: Ele me deu flores.
  • Pronomes oblíquos tônicos - mim, comigo, ti, contigo, conosco, convosco. Complementam um termo da oração COM uso de preposição: Comprei um livro para mim.

Reflexivo: Os pronomes pessoais também podem indicar um reflexo em determinada ação. A mesma pessoa executou e sofreu algo: Eunão me orgulho disso (não orgulho a mim mesmo).

ATENÇÃO: não se usa MIM antes de VERBOS. Sempre o pronome EU: Comprei um livro para eu ler.

Tratamento: Vossa Excelência, Vossa Eminência, Vossa Alteza, entre outros. Usados para tratar, para se dirigir a outras pessoas.

 

  • Pronomes Possessivos

Indicam posse. São eles: meu, minha, teu, tua, seu, sua, nosso, nossa, vosso, vossa.

 

  • Pronomes Demonstrativos

Explicitam a posição de uma palavra em relação a outras, situando em relação a TEMPO, ESPAÇO e DISCURSO. São eles: esse(a), este(a), aquele(a), aquilo, isso, isto...

  • Situando no TEMPO

Presente: este, esta, isto. Este ano está sendo ótimo.

Passado próximo: esse, essa, isso. Isso que aconteceu me serviu de lição.

Passado distante: aquele, aquela, aquilo. Nasci naquela primavera de 1986.

 

  • Situando no ESPAÇO

Próximo ao falante: este, esta, isto.

Próximo ao interlocutor:  esse, essa, isso.

Distante do falante e do interlocutor: aquele, aquela, aquilo.

 

  • Situando no DISCURSO

Referir-se a algo que já foi dito anteriormente: esse, essa, isso. Falta de tempo, esse é meu problema.

Referir-se a algo que ainda não foi dito ou que está imediatamente anterior no discurso: este, esta, isto.

Este é meu problema: falta de tempo.

Leticia saiu com Gustavo, e estea pediu em namoro.

 

  • Pronomes Indefinidos

Se referem à terceira pessoa do discurso, dando-lhe sentido vago (impreciso) ou expressando quantidade indeterminada.

Podem ser variáveis ou invariáveis:

  • variáveis: algum(a)(s), nenhum(a)(s), todo(a)(s)...
  • invariáveis: alguém, ninguém, tudo, nada...

 

  • Pronomes Interrogativos

São utilizados em frases interrogativas diretas ou indiretas: que, quem, qual, quanto...

 

  • Pronomes Relativos

Indicam uma relação com um termo antecedente: que, quem, onde, como, o(a) qual, os(as) quais, cujo,

 

Uso dos pronomes relativos

Que

Aplica-se a pessoas ou coisas. Se antecedido por preposição, está só pode ser monossilábica. Ex:

  • Ela é a mulher que amei durante muitos anos.
  • Há um momento em que precisamos mudar nossas atitudes.

 

O qual

(e suas variações de feminino e plural)

Aplica-se para evitar duplo sentido. Ex:

  • Não conheço o irmão da menina o qual se acidentou.
    (Se usássemos QUE não saberíamos ao certo se quem se acidentou foi a menina ou o irmão)

Aplica-se quando o termo antecedente se encontra distante. Ex:

  • O discurso foi pronunciado pelo prefeito, o qual causou muita indignação.
    (O QUAL refere-se a discurso, que se encontra distante, ao passo que a utilização de QUE nos remeteria a prefeito)

Aplica-se com preposições de duas ou mais sílabas. Ex:

  • A inveja é um mal contra o qual há poucos remédios.

 

Quem

Aplica-se a pessoas, e quando acompanhando um Verbo Transitivo Direto, sempre será acompanhado pela preposição A, resultando num Objeto Direto Preposicionado. Quando acompanhando um Verbo Transitivo Indireto, será antecedido pela preposição exigida por este. Ex:

  • Ele é o professor a quem mais admiro (VTD).
  • Conheci uma pessoa por quem me apaixonei (VTI)

Quando não possuir antecedente, será denominado Relativo Indefinido. Ex:

  • Quem muito quer, nada tem.

 

Cujo

(e suas variações de feminino e plural)

Indica posse, sendo o termo antecedente denominado possuidor, e o termo consequente denominado possuído, sendo que com este último o pronome concordará em gênero e número. Ex:

  • Esta é a árvore cujas flores brotam anualmente.

 

Onde

Refere-se a lugar. Ex:

  • Não conheço a cidade onde nasceu meu pai.

Quando não possui termo antecedente, é chamado de Relativo Indefinido Locativo. Ex:

  • Onde há luz, há felicidade.

 

Quanto

Aplica-se a pessoas ou coisas e aparece após os pronomes indefinidos TANTO, TODO E TUDO (e suas variações para plural e feminino). Ex:

  • Naquele país há tantas belezas quantas você possa imaginar.

 

Como

É classificado como pronome relativo quando aparece após os termos MODO, MANEIRA ou FORMA. Ex:

  • Note o modo como ela escreve.

 

Quando

É classificado como pronome relativo quando antecedido por um nome que dê ideia de tempo, equivalendo a EM QUE. Ex:

  • Bendita a hora quando você apareceu!
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.